31 de jul de 2015

Não dá pra esconder sujeiras do Rio...

• Estrangeiros irados com águas do Rio. Imprensa internacional repercute denúncia de água contaminada. Governos contestam análise que aponta contaminação das águas. Estudo, encomendado pela Associated Press (AP), revelou presença de organismos capazes de provocar doenças em atletas. Vários jornais dos EUA e de outros países escancararam o estado se é que se pode dar nome a isso com escabroso e provoca quase uma desistência. Por outro lado, OMS aprova qualidade da água em locais de competições. Organização garante que índices na Baía, na Lagoa e em Copacabana estão no padrão. 
• Dólar sobe e volta a fechar no maior nível em 12 anos. Ações da Vale caem mais de 4% e derrubam Bolsa; O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 3,37, com alta de 1,25%. 
• Reunião no Alvorada: Governadores querem unificação do ICMS para encerrar guerra fiscal entre estados. Pedem retomada de investimentos. Após reunião, quatro deles defenderam a governabilidade, mas Alckmin disse que o assunto não foi tratado no encontro. Governadores prometem ajudar o governo contra pautas-bombas no Congresso. 
• Tesouro Nacional: Governo Central acumula déficit primário de R$ 1,6 bilhão no primeiro semestre. Foi o primeiro saldo negativo nas contas da União para o período desde pelo menos 1997, quando começa a série; receitas sofrem queda devido à economia enfraquecida. Saúde, Educação e PAC estão entre as pastas atingidas por novo bloqueio. 
• Petrobras recebe R$ 69 mi repatriados pelo MPF de esquema da SBM Offshore. 
• Belo ato humanitário: Doação de alimentos danificados ou feios no Ceasa do Rio salva milhares de vidas. De janeiro a junho de 2015, foram doadas 220 toneladas de alimentos, beneficiando pelo menos 21.396 pessoas. 
• Ex-advogada diz que delator da Lava Jato tinha medo de chegar a Cunha. Cunha silencia sobre Catta Preta; presidente da CPI nega perseguição: Acusação é ridícula, diz autor de convocação da advogada a Comissão. 
• A advogada Beatriz Catta Preta afirmou em entrevista nesta quinta (30) ao Jornal Nacional que decidiu deixar os casos dos clientes que defendia na Operação Lava Jato porque se sentia ameaçada e intimidada por integrantes da CPI da Petrobras, sobretudo após o depoimento de Júlio Camargo (um dos ex-clientes dela) que citou o pagamento de 5 milhões de dólares ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); ela disse que, devido às supostas ameaças, fechou o escritório e decidiu abandonar a carreira; Não recebi ameaças de morte, não foram diretas, mas as ameaças são veladas, cifradas, diz; Aumentou essa pressão, essa tentativa de intimidação a mim e a minha família após Júlio Camargo mudar a delação e acusar Eduardo Cunha, complementou; Catta Preta revelou ainda que Júlio Camargo apresentou provas do pagamento de propina a Cunha. 
• O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, concedeu nesta quinta (30) liminar para impedir que a advogada Beatriz Catta Preta, ex-defensora de investigados na Operação Lava Jato, seja obrigada a prestar esclarecimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras; com a decisão do ministro, Beatriz poderá ficar em silêncio durante o depoimento, que ainda não foi marcado, não poderá ser obrigada a assinar termo de compromisso para dizer a verdade e terá direito a ser acompanhada por seu advogado. Ela defendia investigados da lava jato. Abandonou a carreira e se diz ameaçada por integrantes de CPI. 
• Calamidades anunciadas. SuperVia admite que autorizou trem a passar por cima de corpo. Concessionária alega que vagões tinham altura suficiente para não atingir vítima. Secretário diz que conduta é inaceitável. Incrível mais esse fato no Rio. Autorizar maquinista de trem a passar sobre corpo em Madureira. Emissoras buscaram autoridades e muito pouco de concreto disseram. 
• Sem aumento real após veto de Dilma -rejeitou trecho da lei que concedia reajuste a benefícios acima do mínimo-, aposentados prometem pressionar parlamentares. 
• Em novo artigo, a colunista do 247 Tereza Cruvinel observa que o jornal americano The New York Times registrou com clara satisfação a prisão do almirante Othon Pinheiro da Silva, presidente afastado da Eletronuclear, apontando-o como chefe de um programa nuclear clandestino durante a ditadura e um militar nacionalista resgatado do ostracismo em 2003 pelo governo do presidente Lula; a jornalista rebate que o programa nuclear brasileiro nunca foi clandestino e, ao afirmar que a energia nuclear será, em algum momento, fundamental para o desenvolvimento do País, com o esgotamento das hidrelétricas, diz que a prisão de Othon tem relação direta com essas questões; Mas culpado ou inocente, por tudo o que ele sabe e representa, não pode ser submetido à sanha dos procuradores e delegados por delações premiadas
• Homem esfaqueia seis pessoas na Parada Gay de Jerusalém. Há suspeitas de que responsável pelo ataque teria sido condenado a 12 anos de prisão por esfaquear 4 pessoas no evento de 2005.

 photo _acaccediladacruel.jpg A Casa Branca examina o caso do dentista que matou leão mais famoso do Zimbábue já foi condenado por caça ilegal nos EUA. Alvo da ira nas redes sociais, duas pessoas já respondem a processo; dentista admitiu participação, mas disse que achava que a caçada não era ilegal. Acredita-se que o turista americano tenha pago cerca de US$ 50 mil ou mais para caçar o leão no Zimbábue. Dois homens acusados de participar da caçada e da morte de Cecil, o leão mais famoso do Zimbábue, compareceram a um tribunal do país africano nesta quarta-feira (29), onde responderam por caça ilegal. O caçador profissional Theo Bronkhorst e o fazendeiro Honest Ndlovuum podem pegar até 15 anos de prisão no Zimbábue caso sejam condenados. O dentista norte-americano, Walter Palmer, também acusado de estar envolvido na morte de Cecil, poderá responder pelo mesmo crime. Apesar de declarar desconhecimento sobre a área de caça ilegal, o dentista já respondeu por crimes similares nos Estados Unidos.

Nossas intestinas. 
. Quantas serão as empresas ligadas nessa rotina de corrupção? E quando começou? Duvido que algum pesquisador consiga tal façanha. Além de ser um gesto da própria natureza do indivíduo, sabemos que a ocasião faz o ladrão
. Medidas de seguranças sempre existiram, e agora mais do que nunca com a tecnologia dando banhos de competência, fica difícil dizer-se que se é ou não é tragado quem se mostrar na altura da Ética e Moral.
. É uma luta árdua num desenvolvimento em que se valem de todos os ardis no vencer, vencer....inescrupulosamente.
. O por que do governo Lula botar latente o corte na carne dá uma conotação que aos mais comedidos, analisam certos viés no cata-cata. Uns discutem o Estado de Direito e outros uma lavagem em regra de ponta a ponta na sociedade, ultimando-se novas revisões desde a Carta Magna até saneamento dos 3 Poderes, com alinhavos centralizados nas esferas municipais e de estados.
. Endemia ou pandemia, o certo é que o povo já se mostra intolerante tal qual o senador Pedro Simon, aturdido com tanta mostra de jurisprudência, de ataques à República e não saber quem é quem neste Brasil.
. E não me venham com políticos verticalizando Reformas, pois desde Lutero, ficaram no ora veja. A sociedade está cansada ao ver punidos e reeleitos, quando não elevados a cargos majestosos, pessoas que deveriam redepositar o dinheiro ao Erário e sofrer a punibilidade das leis.
. Mas que leis, pergunta-se? É necessário ouvir aos que primam pelo respeito à coisa pública, dos que advogam em causa nacional, sem partidarismo e visando a aplicação das leis. Entulhar o Supremo e Superiores com uma imensidão de legislações, é o mesmo que deixá-los nas encruzilhadas de um ato divino.
. Possuímos uma quantidade imensa de doutos brasileiros que se prestariam graciosamente ao Dever de Ungir o país com suas inteligências, contribuindo para uma nova maneira transparente, baseada em princípios e formalizada à opinião pública, que, diante de tantos fatos, não culpa só as drogas e a violência, culpa sim os péssimos exemplos e caricaturas que vão desde a deseducação da criança ao maltrato de idosos.
. Um país se faz de valores morais e não de dinheiro. E isso pertence ao povo e não a castas já aparentes. O isto é uma vergonha virou mote, pois o que ouço e leio é algo mais desesperador quanto um entrevistador de tv se diz envergonhado ante a situação.
. E não adianta buscar apedeutas e bandagens curativas pros ferimentos cancerígenos que nos antepomos. Nossos jovens estão desviados até de querer entender e se afugentam das questões maiores e nas menores buscam fugir até do país.
. Não se pode brincar com o sentimento de um povo e principalmente com a Ordem e Progresso.
. Calem-se vendilhões da pátria! Saiam do território, pois estamos cheios das maracutaias e impunidade.
. Nossas crianças devem crescer num país pelo menos igualitário, que tenha seu lar, sua escola, sua formação e dê ao Brasil aquilo que Deus doou a todos nós! (Armando Andrade, 2007) 

Pré-calote.  
Frustrados - Ontem, quando a Agência de Classificação de Risco, Standard & Poor's, manifestava a decisão de rebaixar a perspectiva da nota soberana do nosso pobre país, de estável para negativa, não está errado quem esteja pensando que tal notícia tenha deixado os governantes petistas cheios de frustração. 
Confiantes no caos - Como obedientes de primeira hora das propostas definidas pelos membros do Foro de São Paulo, desde a sua fundação, o governo Dilma e todos os seus doentes seguidores estavam confiantes que o Brasil estava pronto para perder, definitivamente, o selo de investment grad.  
Apesar dos esforços - Pois, apesar dos esforços que os governos Lula e Dilma fizeram, tanto para destruir a imagem do nosso país quanto, principalmente, para promover a hecatombe que atinge a nossa economia, a S&P frustrou os petistas ao colocar o Brasil um degrau acima do grau especulativo.
Decisão adiada - Para quem tem algum juízo ficou evidente que a decisão tomada ontem pela S&P, diante da grave situação que vive a economia brasileira e das perspectivas muito ruins à frente, teve um componente muito mais político do que técnico. Desta forma, a cassação do certificado de Grau de Investimento apenas foi adiada.
Pré-calote - Houve momentos em que os petistas criticavam as decisões das Agências de Classificação de Risco, dizendo que elas não gostavam do Brasil e que estavam a serviço dos EUA. Desta vez, no entanto, pelo que se espera, o ataque será contra o erro cometido pela S&P, de não rebaixar a nota soberana do Brasil para pré-calote
Rombos - Ainda que o mês de Agosto, considerado mundialmente como mês do desgosto, ainda há tenha começado, pelo que se sabe até agora é que a corrupção, cujos desvios de dinheiro público são simplesmente assustadores, não fazem mínima sombra ao tamanho do prejuízo calculado pela devastação promovida pela Matriz Econômica Bolivariana. Um horror. (GSPires)

Nenhum comentário: