10 de jun de 2015

Brasileiros e os fatos, quem os sabe....

• Acareação tentará esclarecer contradições entre delatores. Ministério Público vai interrogar de novo doleiro e ex-diretor da Petrobras. 
• Dilma busca novos negócios e saídas para crise em Bruxelas. Para analistas, presidente quer acelerar negociações do Mercosul com União Europeia - com ou sem apoio da Argentina - e também tenta tirar foco de problemas internos. 
• Programa de concessões prevê investimento de R$ 198,4 bilhões. 
• Haddad recebe só 2% da verba para creches e corredores. União diz que só pode mandar dinheiro para obra em andamento. 
• PMDB tenta excluir cesta básica do reajuste da folha. A alegação é a de que o aumento da alíquota pode encarecer a cesta e contribuir para elevar a inflação ainda mais. 
• PT procura PSDB contra redução da maioridade penal. Governo acredita que tucanos podem ser convencidos sobre proposta em tramitação na Câmara. Governador Geraldo Alckmin propõe alternativa, com aumento de três para oito anos do tempo de internação para adolescentes que praticarem crimes hediondos. 
• Juristas lançam manifesto pela suspensão da PEC das doações empresariais. Documento assinado por 180 juristas afirma que caso a matéria em tramitação na Câmara seja aprovada, a desigualdade e a corrupção invadirão a esfera constitucional
• Supremo julga hoje polêmica sobre biografias. STF decidirá se artistas têm poder de vetar obras não autorizadas. 
• STF não cumpre prazo em 80% dos pedidos de vista. Há hoje 217 processos com julgamentos interrompidos para novas análises de ministros. Um deles trata do financiamento privado de campanhas que está nas mãos do ministro Gilmar Mendes desde o ano passado. 
• Acusado por propina de US$ 139 milhões fecha acordo de delação premiada. Investigado na Operação Lava Jato, representante da holandesa SBM Offshore pagou propinas milionárias para dirigentes da Petrobras. Ex-lobista obteve habeas corpus para se manter em silêncio na CPI da Petrobras, em depoimento nessa terça-feira. 
• HSBC anuncia fim de atividades no Brasil e na Turquia. Instituição também deve demitir cerca de 50 mil funcionários em todo o mundo. 
• Justiça manda filha de Guimarães Rosa indenizar biógrafo do pai. Polêmica da censura prévia a biografias entra na pauta do STF nesta quarta-feira, 10. 
• Estudo mostra que 70% dos enfermeiros do país se sentem inseguros no trabalho. Em pesquisa da Fiocruz e do Conselho Federal de Enfermagem, 39% dos entrevistados disseram que já sofreram violência no trabalho, sendo 66% a psicológica. 
• MPF investiga antissemitismo na UFSM. Ofício do pró-reitor de pós-graduação da instituição solicitava informações sobre a presença de alunos e professores israelenses na universidade. 
• Lei antidrogas - STF vai votar descriminalização do consumo de drogas. Colunista diz que é bem provável que o consumo de drogas não continue sendo considerado crime. A colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, revelou nesta terça-feira, 9, que o Supremo Tribunal Federal (STF) deve votar ainda neste semestre ação que descriminaliza o consumo de todas as drogas no país. De acordo com a colunista, o relator do processo, ministro Gilmar Mendes, deve liberar seu voto ainda nesta semana. A legislação vigente prevê que qualquer usuário pode ser condenado, apesar de não sofrer a pena privativa da liberdade. É provável que os magistrados do STF considerem o artigo 28 da Lei Antidrogas inconstitucional e que o consumo de drogas não continue sendo considerado crime. O tráfico, no entanto, continuará sendo considerado crime grave. O relatório do ministro Gilmar Mendes deve incluir ainda a proposta de que um juiz analise se uma pessoa apanhada com drogas é usuária ou traficante. A decisão atualmente é da polícia. Caso a descriminalização do consumo de drogas seja aprovada, um outro passo será o de definir, por lei, a distinção entre consumo pessoal e tráfico. 
• Dez anos depois, família de Jean Charles reinicia luta por punição de policiais. Caso está sendo levado à mais alta corte da União Europeia, em Estrasburgo; familiares acreditam que havia provas suficientes para indiciamento de agentes e seus superiores por ação que levou à morte de brasileiro em metrô de Londres.   
• Magno Malta diz que Parada do Orgulho Gay passou dos limites. Senador criticou protesto da atriz Viviany Beleboni, de 26 anos, transexual e espírita, que desfilou presa a uma cruz encenando o sofrimento de Jesus Cristo. Mas, em cima da cruz, havia uma frase de protesto: basta de homofobia LGBT
• Evangélicos debatem aceitação do casamento gay. Poucos estão cedendo sua oposição, mas uma ampla variedade de igrejas evangélicas nos EUA vem realizando debates francos sobre a homossexualidade. Enquanto isso, apoio a casamento gay nos EUA supera oposição. Pesquisa revelou que 57% dos norte-americanos são favoráveis à união e 39% são contra. 

O Pacote.
1)
O novo pacote de concessões e investimento em infraestrutura no valor total de R$ 198,4 bilhões, se divide em: 
2) R$ 69,2 bilhões entre 2015 e 2018 e R$ 129 bilhões a partir de 2019, divididos entre rodovias (R$ 66,1 bilhões), ferrovias (R$ 86,4 bilhões), portos (R$ 37,4 bilhões) e aeroportos (R$ 8,5 bilhões). 
3) Há desde projetos grandes que não tem nem estudo de viabilidade até investimentos novos em concessões já existentes, que precisam apenas do remanejamento de contratos e podem começar já no segundo semestre. 

Chegando no chefão... 
• Empresas de Lula receberam R$ 4,53 milhões da Camargo Corrêa. Laudo da PF aponta que empreiteira repassou R$ 3 mi ao Instituto Lula e R$ 1,527 mi para a empresa de palestras do petista entre 2011 e 2013. Aqui
Transmissão da final de 1958. 
. Para apreciadores e colecionadores.
. Demorou 56 anos mas, desde a última sexta-feira, o torcedor brasileiro já pode ver, na íntegra e com narração em português, o primeiro título Mundial de sua história no futebol.
. O responsável pelo resgate histórico foi o engenheiro Carlos Augusto Marconi, 64 anos, um especialista em telecinagem que montou um verdadeiro quebra-cabeças durante anos até concluir o trabalho em 2008. Só nesta semana, no entanto, por ocasião de uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo, o material foi disponibilizado no Youtube.
. Para construir a transmissão da vitória brasileira por 5 a 2 diante dos donos da casa, a Suécia, o engenheiro utilizou áudio ambiente retirado de uma película inglesa, com imagens obtidas em 2006 e narradas em russo. Ele as usou como base em vídeo e cobriu as imagens com áudios de rádios brasileiras.
. O trabalho com o som foi ainda mais difícil. Além do áudio ambiente, ele queria usar narrações brasileiras da época. Mas os arquivos que obteve da Rádio Bandeirantes e da Rádio Nacional não tinham a narração completa. Cada um omitia uma parte do jogo. Por isso, ele resolveu juntar as duas. Como naquela época havia um narrador para cada lado do campo, a versão final ficou com quatro narradores. Faltou apenas um minuto do jogo para cobrir com o áudio, que ficou apenas com o som ambiente da partida.

Apertem os cintos: o PT enlouqueceu! 
Sinceridade - Hoje pela manhã, enquanto Dilma e sua equipe anunciavam o importante Pacote de Concessões e Investimentos em Infraestrutura, no valor de R$ 198 bilhões, fiquei com a impressão de que os presentes estavam mais fixados nos olhos do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na tentativa de descobrir se havia alguma sinceridade em tudo que o mesmo dizia.
Pegadinha - Por óbvio que essa minha impressão não passa de uma mera especulação. Porém, como a mentira já é considerada a grande marca registrada dos governos petistas, antes dos interessados demonstrarem atração pela real possibilidade das concessões virem a acontecer de fato, é preciso que se sintam seguros de que não estão embarcando em mais uma canoa furada, ou mesmo uma nova pegadinha desse governo mau-caráter.
Fogos de artifício - Vale lembrar que em todas as oportunidades em que esse governo reuniu investidores para anunciar pacotes de atração de investimento, nunca faltaram os fogos de artifício, os quais sempre dão um colorido especial aos eventos e insinuam uma garantia de sucesso e muita felicidade a todos que vierem a se interessar. 
 Franqueza - Pois, por mais que gostaria de aplaudir esta notável decisão do governo Dilma, de finalmente entender que só a iniciativa privada, através de empresas especializadas, é capaz de manter e/ou construir, com qualidade, portos, ferrovias, rodovias e aeroportos, por questões de franqueza devo expressar que não me sinto confiante. 
Cláusula Pétrea - Razões para esta minha desconfiança existem e não são poucas. A principal delas, certamente, diz respeito à ideologia socialista-petista, que não admite, em hipótese alguma, que empresas privadas possam administrar bens públicos. Isto, como se sabe, é cláusula pétrea para os petistas. Para essa gente, concessão é pura privatização. E, como tal, é inadmissível sob todas as hipóteses.
Exército do MST - Ora, sabendo desse tipo de comportamento, provado e comprovado, os investidores não devem estar muito à vontade e confiantes. Sabem que a qualquer momento podem levar um pontapé no traseiro. Se no primeiro momento tudo é festa, depois que os investimentos são feitos, o governo, como já assistimos envia os exércitos do MST e assemelhados para que invadam e queimem as praças de pedágios.
Experiência - O que mais desejo é que o governo Dilma me surpreenda. Entretanto, para quem mora no RS, Estado que já passou pela péssima experiência de ser duas vezes governado pelo PT, uma por Olívio (que ficou conhecido como Exterminador do Futuro) e, mais recentemente, por Tarso Genro (que literalmente acabou com o RS), é difícil acreditar que desta vez tudo vai dar certo. Afinal, além de grande mentiroso, o PT ainda é incapaz e demasiadamente corrupto. (GSPires) 
Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela. (Paulo Coelho)

Nenhum comentário: