11 de fev de 2015

O que falta ao sofrimento do povo...

• Dólar opera em alta e passa a barreira dos R$ 2,83 pela primeira vez desde 2004. 
• Dilma vêm pro rádio e tv após Carnaval. Vai tentar o que? 
• O novo presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, disse, nesta terça (10), em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, que a Petrobras não vai parar, nem entrará em marcha à ré, mesmo diante das investigações que envolvem às suspeitas de corrupção na estatal; ele defendeu que os acionistas e investidores continuem a acreditam na companhia; A gente passa por um momento de dificuldades, mas passado a limpo estas denúncias, eu não tenho dúvidas de que a companhia estará olhando para o futuro, dada a sua capacidade de geração de valores para os acionistas e para a população brasileira, afirmou. A sua aposentadoria no Banco do Brasil de mais de R$ 62 mil não escapou a sanha dos comentários.
• A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça (10), por 452 votos a 18 e 1 abstenção, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição 358/13, do Senado, que cria o orçamento impositivo, obrigando a execução das emendas individuais ao orçamento da União até o limite de 1,2% da receita corrente líquida realizada no ano anterior. 
• Miriam Belchior é a nova presidente da Caixa. A presidente Dilma Rousseff convidou a ex-ministra para assumir aquela presidência em nota; o atual presidente do banco, Jorge Hereda, está deixando o cargo depois de quatro anos, mas permanecerá na Caixa até a conclusão de uma transição e da formação da nova equipe. 
• A comissão especial da Câmara destinada a debater e votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 352/13, que trata da reforma política, foi instalada na tarde desta terça (10) e deverá começar os seus trabalhos logo após o carnaval; o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi eleito presidente da comissão e para a relatoria foi escolhido o deputado Marcelo Castro (PMDB-PI); a 1ª vice-presidência ficou com o petista Rubens Otoni (GO) e a segunda com o tucano Marcus Pestana (MG); a 3ª vice deverá ficar com um representante do PSB. 
• Ex-presidente compara cenário ao processo do chamado mensalão e afirma que está em curso um processo de execração pública do partido, por meio da criminalização das doações eleitorais, para desestabilizar a presidente Dilma Rousseff; Eu já vi esse filme. Eles não querem nem deixar concluir o mandato da Dilma, tentando criar todo e qualquer processo de desconfiança, teria dito à cúpula petista. 
• Luma de Oliveira faz escândalo na porta de Eike após bloqueio de bens.
• No Jornal da Cultura, Marco Antonio Villa insinuou que o ex-presidente Lula conseguiu, até o momento, se livrar da investigação da Operação Lava-Jato; Ele está quietinho. (…) Eu queria que o Lula tivesse caráter, e ele não tem, para vir publicamente se defender. Precisa honrar as calças, completou.
• Focus - Passados apenas 40 dias desde o início de 2015, o Boletim Focus, do BC, informou, hoje, a nova projeção para o crescimento do PIB em 2015: zero! Que tal? Como informei em editorial anterior, na próxima semana, quando estaremos em pleno Carnaval, entraremos definitivamente, no campo negativo. É a recessão que bate às portas do país... 
• China - Enquanto o Brasil apresenta déficits por todos os lados, a China divulgou hoje que obteve superavit da balança comercial de janeiro, de 60 bilhões de dólares. Pode? 
• Processo decisório - O processo decisório, todos os cursos de Administração ensinam que diante de um dilema o administrador deve eleger todas as alternativas possíveis antes de se decidir pela melhor. Dilma, contrariando o bom senso, resolveu eleger a pior alternativa ao escolher Aldemir Bendine como CEO da Petrobrás. Que tal?

Tomara que Deus não exista! 
. Brasil, um país onde não apenas o Rei está nu. Todos os Poderes e Instituições estão nus, e o pior é que todos perderam a vergonha de andarem nus. E nós, o Procuradores da República, e eles, os Magistrados, teremos o vergonhoso privilégio de recebermos R$ 4.300,00 reais de auxílio moradia, num país onde a Constituição Federal determina que o salário mínimo deva ser suficiente para uma vida digna, incluindo alimentação, transporte, moradia, e até lazer.
. A partir de agora, no serviço público, nós, Procuradores da República, e eles, os Magistrados, teremos a exclusividade de poder conjugar nas primeiras pessoas o verbo morar. Fica combinado que, doravante, o resto da choldra do funcionalismo não vai mais morar. Eles irão apenas se esconder em algum buraco, pois morar passou a ser privilégio de uma casta superior.
. Tomara que Deus não exista... Penso como seria complicado, depois de minha morte (e mesmo eu sendo um ser superior, um Procurador da República, estou certo que a morte virá para todos), ter que explicar a Deus que esse vergonhoso auxílio-moradia era justo e moral.
. Como seria difícil tentar convencê-Lo (a Ele, Deus) que eu, defensor da Constituição e das Leis, guardião do princípio da igualdade e baluarte da moralidade, como é que eu, vestal do templo da Justiça, cheguei a tal ponto, a esse ponto de me deliciar nesse deslavado jabá, chamado auxílio-moradia.
. Tomara, mas tomara mesmo que Deus não exista, porque Ele sabe que eu tenho casa própria, como de resto têm quase todos os Procuradores e Magistrados e que, no fundo de nossas consciências, todos nós sabemos, e muito bem, o que estamos prestes a fazer.
. Mas, pensando bem, o Inferno não haverá de ser assim tão desagradável como dizem, pois lá, estarei na agradável companhia de meus amigos Procuradores, Promotores e Magistrados. Poderemos passar a eternidade debatendo intrincadas teses jurídicas sobre igualdade, fraternidade, justiça, moralidade e quejandos. Como dizia Nelson Rodrigues, toda nudez será castigada! (Davy Lincoln Rocha, Procurador da República) 

O foraDilma! - está maduro.
Arrogância a mil
. As afirmações feitas pelos principais líderes do PT, sem qualquer constrangimento, na festiva comemoração dos 35 anos do partido, na última sexta-feira, com negações às já provadas e comprovadas falcatruas, assim como aos danos irreversíveis provocados pela má gestão da coisa pública, certamente serviram para aumentar a revolta e a indignação do povo brasileiro.
Raio
. Quem se interessou em ler apenas uma metade do que foi dito e repetido na data festiva do PT, e, por ventura, já viveu, ou se interessou em saber o que realmente motivou a Revolução de 1964, deve estar plenamente convencido de que no Brasil o raio cai duas vezes no mesmo lugar.
Acordando?
. O fato é que, depois de 12 anos de convivência com grandes e potentes mentiras, uma boa parcela da sociedade brasileira, finalmente, começa a mostrar que, finalmente, está saindo do sono profundo provocado pelas doses fortíssimas de enganação injetadas, principalmente, nos portadores de cérebro atrofiado.
. Todas, obviamente, produzidas pelo laboratório Foro de São Paulo e muito bem aplicadas pelos governos Lula/Dilma Neocomunista-Petista. 
Droga populista
. Para atrair, seduzir e persuadir ao máximo o pobre e doutrinado povo brasileiro, carregado de muita ingenuidade e extremamente carente em educação, as receitas estampadas nas ampolas da droga populista ensejam que seus usuários sentirão uma fantástica sensação de poder e felicidade. 
Mega-forças
. Ainda que as doses da droga populista tenham sido preparadas com o objetivo de manter por muitos anos o povo nos braços fortes do Morfeu, presume-se, com alto grau de probabilidade de acerto, que o sono profundo foi interrompido pelo estrondo provocado pela colisão frontal das seguintes mega-forças, que excedem em todas as atividades deste governo neocomunista-petista:
1 - muita mentira;
2 - gestão incompetente;
3 - farta corrupção;
4 - crescimento econômico negativo;
5 - inflação crescente;
6 - expressivos déficits nas contas públicas; etc...
Efeito colateral
. Ao acordar, e tomar conhecimento do longo período de enganação, muita gente passou a apresentar o já esperado sintoma colateral que as potentes drogas do populismo produzem no cérebro atingido: as mentiras, pelo fato de terem sido repetidas inúmeras vezes, até que se tornassem verdade aos olhos e ouvidos dos inocentes úteis, está deixando muita gente desnorteada, sem saber em que e em quem acreditar.
Fora Dilma! Fora PT!
. Com o grau de confiança extremamente baixo e a indignação com taxa elevadíssima, o povo brasileiro, ainda que tenha uma capacidade de discernimento reduzida, ou mesmo inexistente, sabe que do jeito que está não dá. Aliás, pelo que diz a pesquisa Datafolha desse final de semana já temos uma boa pista do que vai acontecer no dia 15 de março, data programada para uma mega-manifestação nas ruas. 
. Creio, com grande probabilidade de acerto, que o Fora Dilma! e Fora PT! está muito próximo. Quem sabe... (Gilberto Simões Pires)

Nenhum comentário: