2 de jun de 2014

Junho se foi e nada....caluda.

• Tá de brincadeira né! - Senado inicia nesta segunda esforço concentrado pré-Copa.
• Com orçamento apertado, Dilma freia pilares da política externa de Lula.
• Nesta manhã o candidato Aécio criticou o projeto de regulamentação da imprensa defendido pelo PT. Controle dos meios de comunicação é censura. Liberdade de imprensa é o maior valor numa sociedade democrática afirmou a uma plateia de empresários, em evento promovido pelo jornal O Estado de S. Paulo, onde o tucano atacou o PIB do primeiro trimestre - só não foi mais vexatório graças ao agronegócio - prometeu secretaria para simplificar a questão tributária e tolerância zero com a inflação. Disse também que o governo Dilma trata o capital privado de forma pouco amistosa.
Um sentimento de fora, PT, de cansei do PT. Não só no Nordeste e na Bahia, mas por todo o Brasil. (Jutahy Magalhães Jr., deputado federal)
 Yo no creo! - Governo descarta falta de energia até fim do ano que vem. Ministério admitiu, porém, que conta de luz poderá subir caso não chova.
• Presidente do TCU vê problema de gestão e critica atrasos nas obras - Augusto Nardes fala sobre falhas identificadas pelo Tribunal na execução das obras da Copa: O evento será realizado em meio a obras de infraestrutura inacabadas.
• Até quando? Dois policiais de UPP no Rio são baleados em troca de tiros no Alemão.
• Ministro: é inadmissível aliança de Black Blocs com PCC para tocar o terror - Ele reagiu indignado às revelações do jornal o estado de S. Paulo, onde prometeram transformar a Copa num caos e que anunciaram associação de esforços para as manifestações com o Primeiro Comando da Capital (PCC).
• Chefe de segurança da Fifa teme manipulação de resultados na Copa. Suspeita de manipulação em placar de amistoso gerou alerta; especialista da Fifa disse que partidas sob risco já foram identificadas. (France Press)
• Comandante do Batalhão de Grandes Eventos da PM deixa cargo a 12 dias da Copa. O tenente-coronel Wagner Villares de Oliveira reclamava da falta de estrutura do batalhão. Por aí vocês podem ver como Beltrame preparou bem a polícia do Rio para a Copa. Seja o que Deus quiser!
• Exército e PF terão 6.000 homens em São Paulo durante a Copa.
• Nordeste dobra homicídios em 10 anos. De acordo como Mapa da Violência 2014, a região é a líder em homicídios no Brasil.
“Após frequentar o noticiário por quase dois meses como uma ameaça de tsunami político-empresarial, a Operação Lava Jato, paralisada há 14 dias, atravessa sua fase Alkaseltzer - ainda borbulha, mas passou a flertar com o risco de virar tempestade em copa d’água. De mãos atadas, os investigadores assistem, inconformados, à reação dos investigados...” (Josias de Souza)
1. “Uma remessa de US$ 3 milhões do Brasil para o presidente de Cuba, Raul Castro, chamou a atenção de agentes do Drug Enforcement Administration (a agência anti-drogas dos EUA) que acompanham o desenrolar da Operação Lava Jato no Brasil. A DEA suspeita que o dinheiro possa ter a ver com alguma operação de tráfico de drogas, supostamente tolerada pelo governo cubano. Agentes admitem que as verdinhas também podem ser um mero investimento de integrantes do governo brasileiro em parceria com a família Castro.
2. O dinheiro foi repassado ao mandatário cubano através do esquema do doleiro Alberto Youssef, investigado pela Polícia Federal e processado pela Justiça Federal, no Paraná. O caso de remessa de dólares aos cubanos pode ganhar contornos politicamente explosivos. Segundo as investigações, a ordem para o envio dos recursos teria partido de Gilberto Carvalho, Secretário Geral da Presidência da República - e um dos ilustres membros da chamada “República de Londrina” - cidade paranaense onde Youssef tinha uma de suas bases. A grana para Raul teria vindo das Ilhas Seychelles....” (AlertaTotal)
• Rei espanhol, Juan Carlos I abdica em prol de nova geração; Príncipe Felipe será novo monarca. Juan Carlos faz pronunciamento na TV. Juan Carlos é rei da Espanha desde 1975. Indiciamento de princesa abala monarquia espanhola e Rei da Espanha concede rara entrevista.
• Colômbia: Farc e governo retomam negociações de paz amanhã. Continuidade das negociações dependerá do resultado do segundo turno da eleição presidencial.
Uma Nação em frangalhos
Provas, não há. Provavelmente, nem haverá. Eles são espertos e malandros. Mas é impossível que alguém não de preocupe, na imprensa, nas universidades, na Polícia Federal ou na Agência Brasileira de Inteligência, em juntar os fios desse enigma que nos assola desde junho do ano passado, quando se multiplicaram ao infinito as manifestações de protesto e de violência perpetradas por sucessivas parcelas da sociedade contra as sofríveis e abomináveis estruturas institucionais do país. Não que motivos inexistissem, até fartos, justificando a indignação geral diante da falência do poder público. Mas dá para desconfiar das origens dessa crescente onda de protestos, depredações, greves, paralisações e desordens repetidas entre nós.
Teria a sofrida massa popular apenas despertado da letargia de décadas diante de governos e de entidades variadas da sociedade civil, nas quais inutilmente continuamos a depositar queixas e esperanças? Na Física, nenhum efeito registra-se sem causa. Na Sociologia e na Política também. A conclusão inicial é de que estímulos devem ser detectados para acelerar essa evidência de desagregação nacional. Internos e externos.
De um ano para cá tem ganhado as ruas montes de categorias e grupos sociais protestando contra falhas, omissões e excessos do poder público, exigindo no espaço de doze meses iniciativas há décadas descuidadas pelo estado nacional e por seus supostos beneficiários, importando menos a que partidos, ideologias ou filiados pertençam uns e outros. De graça, esses fenômenos não costumam acontecer.
Tem azeitona nessa empada, sem que se atenuem ou desculpem as cobranças, de um lado, e de outro a inação, a incompetência ou a corrupção de quantos esperam e de quantos se propõem a livrar o país e nossas agruras, pois apenas despencamos cada vez mais para as profundezas, sejam do PT, do PSDB, do PMDB ou estejam fardados, de terno ou macacão.
Sempre foi assim, dirão os céticos, mas o problema é que de um ano para cá inflou-se o germe dos protestos, do inconformismo e da insurgência do Brasil Real contra o Brasil Formal. A confusão e a desordem podem explicar-se por nossas deficiências seculares. Só que não dá para entender porque, de repente, caracteriza-se o caos em nosso dia a dia. Todos os setores da sociedade insurgem-se a um só tempo, numa ação eivada de reclamos naturais, mas, também, de excessos injustificáveis.
Quem nos despertou? Que força estranha vem despertando tamanha rebelião na placidez a que estávamos acostumados faz tempo? Parece bobagem argumentar que recebendo mais do que recebia, a população exige mais ainda. Haverá motivo para que, da noite para o dia, a acomodação tenha virado indignação incontrolável, não havendo sinais de arrefecer tão cedo.
É bom tomar cuidado. Podem estar vindo de fora os estímulos para que a ordem canhestra do passado se tenha transformado em desordem desordenada de hoje. A quem interessa a confusão que só nos prejudica?
Traduzindo todas essas inúteis considerações: existem nações de organizações internacionais interessadas em manter ou mesmo em fazer retroceder o Brasil à condição de colônia destinada a servi-las sem o sonho da libertação. Basta verificar que cada vez mais nos tornamos, como no passado, exportadores de matérias primas e importadores do que a indústria produz lá fora. Claro que auxiliados por parte de nossas elites econômicas e políticas. Para isso, nada melhor do que estimularem a desintegração aqui dentro. Quanto mais para eles nos transformarem numa nação em frangalhos, melhor… (Carlos Chagas)
Contato: vanianacaxe@gmail.com,
vania@ibaque.com.br
(16) 32345737 - IBAQUE Consultoria

O Exterminador e seus projetos - O projeto mais caro da Copa do Mundo, o da Transcarioca, ao custo de R$ 2,2 bilhões, e também a única obra de mobilidade urbana prometida pela prefeitura do Rio, acreditem, não estará pronta para o Mundial. E Dilma veio ao Rio no domingo inaugurar mais uma obra inacabada. É um absurdo. A Prefeitura do Rio de Janeiro confirmou nesta quinta-feira que o corredor de ônibus expresso Transcarioca funcionará só parcialmente durante a Copa do Mundo de 2014. A construção do BRT ligando o aeroporto do Galeão à Barra da Tijuca é a obra mais cara entre todas as prometidas para o Mundial da Fifa. Custará, ao todo, cerca de R$ 2,2 bilhões. A população carioca, contudo, só poderá utilizar todo o sistema dentro de aproximadamente três meses.
Petrobrás: A Propaganda Enganosa 

Não posso deixar de repassar a todos vocês que, no passado, ajudaram a construir a grandeza de nossa Empresa!

Vejam os dois gráficos abaixo:

* No primeiro, ao que parece, divulgado pela atual PTrobras, o crescimento da produção de petróleo, entre 2002 e 2013, se olharmos apenas para as "barras", é de 9 vezes! (barra de 7mm em 2002 e barra de 63mm em 2013!!!).

* Agora, no segundo gráfico, quando colocamos os números em sua escala correta, com o real crescimento de 29,4%, verificado em todos esses anos, vê-se que o comportamento do gráfico, é bem diferente!

É uma vergonha, esse tipo de manipulação! Nossa Empresa nunca precisou disso!

A propósito: viram em maio a farsa do depoimento do ex-Diretor Cerveró? Somente três Senadores presentes, fazendo aquelas perguntas burras de sempre!...? (Márcio Dayrell Batitucci) 

Infelizmente, 90% da população letrada não sabe interpretar um gráfico. As propagandas da Petrobras, a maior caixa-preta do país, estão divulgando as maiores mentiras sobre o crescimento e a vitalidade da empresa.

O lucro apresentado é irreal, quando se conhece o montante da divida, a produção e o refino apresentam dados pífios, o prejuízo não tangível decorrente das compras de ferro velho/refinarias obsoletas nos EE.UU. Argentina e Japão não são conhecidos. Enfim a empresa é um organismo doente e só não quebrou ainda, porque é estatal.

Aqui, minha admiração pelos engenheiros. Eles sabem interpretar gráficos. Num país em que nossos alunos terminam o 9º ano escolar sem saber fazer contas isto é temerário.

Eles ainda não sabem, mas podem se tornar subversivos.
 photo _agraf1.jpg 

Observem que em 2002 a Petrobras refinou 1.641.000 barris de petróleo. Em 2013, alcançou a produção de 2.124.000 barris.

O crescimento é de 29,4% em 11 anos. Uma média ridícula de 2,37% ao ano.

No entanto, observem a escala do gráfico. Quem olha 2002 e compara com 2013 pensa que o crescimento foi estrondoso.

Observem, também, o tamanho dos números. Eles vão aumentando, para iludir o telespectador a respeito do crescimento.

Vejam agora como seria o gráfico correto: 

 photo _agraf2.jpg 

Esta é a escala correta. Este é o gráfico que mostra o crescimento real do refino de petróleo desenvolvido pela Petrobras. O que está no filme é propaganda enganosa e mentirosa.

Eu não me assustei, fazem pior que isso toda hora. Adendo: Embora Graça Foster diga que o país será o 6º maior produtor de petróleo, ainda nos recordamos das suas palavras: Não é que eu não queira falar, eu não posso, diz Graça Foster. Presidente da estatal silencia sobre declarações de ex-diretor. Paulo Roberto Costa afirmou que diretoria fez conta de padeiro na refinaria Abreu e Lima.

Esquecendo um pouco...

Paraguay dá ao Brasil o exemplo de dignidade e independência
 photo _abandparaguay.jpg
Isto é exatamente o que o presidente do Paraguai, Federico Franco, está fazendo. Ele está eliminando os vales e bolsas de tudo que é coisa do Paraguai. Coisa que o bispo sem-vergonha vinha implantando sistematicamente, utilizando o dinheiro do povo para ganhar votos. Exatamente como o PT, com Lula e Dilma, fazem de forma desmedida no Brasil. Foi uma atitude digna e sábia, e que ao mesmo tempo gerou revoltas por parte dessa parcela da população, que inclusive tinha deixado de trabalhar para viver da mensalidade que o governo repassava, já que eles não conseguiam trabalhar para ganhar o seu sustento. (qualquer semelhança não tem nada a ver com a classe pobre do Brasil que insiste em não procurar emprego para continuar tendo direito às bolsas que o governo dá às custas de quem trabalha.) E agora o exemplo: O governo dá as ferramentas, subsidia as terras (se necessário), fornece sementes, adubos, fertilizantes e inseticidas, subsidia a instalação de poços e bombas de água (se necessário), faz o treinamento e acompanhamento das famílias para que possam produzir e começar a viver por conta própria. E mais, se o produtor precisar, o governo compra a produção para distribuir nas escolas públicas e onde mais for necessário. Isso é fazer algo direito. Isso é ensinar o povo a merecer e a conquistar de acordo com seu trabalho e seu suor. Com isso, o povo evolui, o país cresce e a economia se fortalece! E olha que conseguem fazer isso com uma carga tributária que não chega a 5% do que o Brasil impõe aos seus cidadãos. Imaginem! Logicamente que já apareceram pessoas para protestar... e já sabemos quem são e de qual lado político pertencem. E isso serve para refletir também porque o grupinho bolivariano (Chavez, Dilminha, *Cretina K.*, Evo e corja) disseram que o pé na bunda dado no Lugo foi golpe. Eles querem criar gado, nivelar o povo por baixo e se perpetuarem no poder. No Paraguai isso não deu certo! Esse é o exemplo que o Brasil. Esse é o tipo de ajuda social que o Brasil e o povo brasileiro precisa! Porque isso não é feito? Bem... porque fazer o povo trabalhar não é algo que gera tantos votos quanto dar um cartão magnético e botar um dinheiro na conta todo mês. Dinheiro grátis é mais eficaz para eleger um político. Mas a culpa não é toda dos políticos. É também do pessoal que vota neles.

Nenhum comentário: