19 de mar de 2014

Tapetes não cobrem lixões…

 photo _agerente.jpg 

Inflação sobe 1,41% no segundo período de março, diz FGV. Alta foi de 1,17 ponto percentual em relação aos 0,24% do mesmo período de coleta do mês anterior.
Compra apoiada por Dilma é investigada. Em 2006, presidente aprovou compra de 50% de refinaria pela Petrobras. Presidente diz que voto foi embasado por documentos da diretoria da empresa. Governo terá maioria em comissão da Câmara que vai investigar Petrobras. Relatório que baseou compra de refinaria nos EUA por Petrobras era falho, diz Planalto. Refinaria de Pasadena, no Texas. Segundo nota da Presidência, caso informações não fossem omitidas, aquisição não teria sido aprovada. Quando ela assumiu a Presidência, uma ação da Petrobras valia R$ 29. Hoje ela vale R$ 12,60.
Lula associa Campos a Collor, o que é um despropósito! 
Isso evidencia que o PT está com medo e investe no discurso terrorista. 
Volte no tempo!


PMDB da câmara já defende alternativa a Dilma. Para PMDB e Blocão, Dilma não dá mais. Querem apoiar outro nome.
Governo federal deve aprovar uso de água do Paraíba em SP, diz Alckmin. Indústrias têm racionamento, diz Fiesp. Sabesp procura grandes consumidores.
SindiTelebrasil, sindicato das operadoras do país advertem que atrasos do Itaquerão e também da Arena da Baixada, em Curitiba podem prejudicar instalação da infraestrutura de telefonia e internet móvel na Copa.
Senado Federal pode colocar em pauta para abril a votação do projeto que reduz a maioridade penal em determinadas circunstâncias.
A ex-ministra Eliana Calmon convida Joaquim Barbosa a se filiar ao PSB-RJ. Proposta feita pela ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça, por orientação do presidenciável socialista Eduardo Campos, é lançar o presidente do Supremo Tribunal Federal como candidato à vaga no Senado; titular do posto, o ex-jogador e deputado Romário Farias, presidente do PSB no Rio de Janeiro, anunciou que abriria mão pelo magistrado. O presidente do Supremo Tribunal Federal nega oficialmente interesse em entrar na disputa política em 2014.
Caso Sheherazade leva governo a estudar suspensão de verba para o SBT. Secretaria de Comunicação examina pedido motivado por comentário de apresentadora sobre ação de justiceiros no Rio. Deputada diz que Secom, que repassou R$ 153 milhões à TV em 2012, concorda com o pedido.
Petrobras e Eletrobras perderam R$ 100 bilhões.
“...Ciclo do PT no poder não está quebrando apenas as estatais. Está sucateando toda a indústria brasileira. Hoje a notícia mais dramática veio de um colunista de política, tradicional apoiador dos governos petistas: Élio Gaspari. Foi ele que cunho o termo privataria. Pois bem. Ele somou os prejuízos da Petrobras e da Eletrobras na gestão da Dilma e chegou a um números assombroso: U$ 100 bilhões! Mas esta não é a única conta...” (coturnonoturno)
Governo insiste, mas Câmara deve votar Marco Civil [Projeto de Lei prevê a criação de uma Constituição para regulamentar o uso da internet no Brasil. Empacado há mais de um ano na Câmara] na semana que vem. Governo retira ponto sobre datacenters. Governo pauta manter controle e chance de censura para forçar aprovação do projeto.


Negociações travam e policiais federais prometem endurecer contra o governo.
Em São Paulo, ato contra a criminalização da luta social acontece nesta quinta (20). Manifestantes protestarão contra a chamada lei antiterror e os abusos da PM por todo o Brasil. Militares organizam Marcha da Família com Deus pela Liberdade. A Confederação da Família Militar marcou para o próximo sábado em todas as capitais e cidades importantes uma grande manifestação contra o governo. A CFM é uma organização nacional composta por militares da reserva e que funciona como uma entidade sindical e política. Todos os pontos de encontro da Marcha da Família com Deus pela Liberdade foram marcados para as ruas nos arredores de quartéis ou unidades menores das Forças Armadas e das PMs.
Ping Pong Cats photo pingpongcats.gif 
Dinheiro de merenda escolar foi usado em festa de lançamento da campanha de Gleisi no Paraná
Virou baderna - O Ministério Público do Paraná investiga a utilização de um veículo da Secretaria de Saúde de Peabiru (PR), cidade administrada pelo petista Claudinei Antonio Minchio, no transporte de carne de carneiro para um churrasco oferecido ao ex-presidente Luiz Inácio da Silva, que visitou o estado na última sexta-feira (14) para o lançamento da candidatura da senadora Gleisi Hoffmann (PT) ao Palácio Iguaçu. O dinheiro para a compra do carneiro era da merenda escolar.
Na ocasião, Lula participou de um evento público em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, e também de um almoço com empresários da região - no qual o carneiro ilegal teria sido o destaque do cardápio.
Arrogante e adepta da censura, Gleisi, ex-ministra da Casa Civil, tornou-se nacionalmente conhecida por levar o pedófilo Eduardo Gaievski para comandar os programas do governo federal para menores. Gaievski está preso na penitenciária de Francisco Beltrão, no interior paranaense, por ter cometido 28 estupros de menores, 17 contra vulneráveis (menores de 14 anos).
O regabofe de São José dos Pinhais foi marcado por gafes do ex-presidente: ele atrasou três horas para chegar ao encontro e disse que precisaria organizar uma “boiada”, e não uma “vaquinha”, para pagar as multas impostas pela Justiça Eleitoral pela prática de campanha antecipada. O que mostra mais uma vez que o petista abusa do deboche ao mesmo tempo em que ignora a legislação vigente.
A investigação do Ministério Público foi baseada em denúncia anônima. Funcionários do MP receberam a acusação e constataram que uma Kombi da Secretaria da Saúde estava com a carne que, segundo os servidores, passaria por “preparação do prato típico da cidade por conta de determinada reunião governamental”, como está no documento do próprio órgão. O inquérito do MP contém fotos do veículo e da carne servida aos convivas do lobista Lula.
O prefeito Claudinei Antonio Minchio tem prazo de dez dias para apresentar esclarecimentos ao Ministério Público, mas é sabido que será mais um espetáculo pífio e de zombaria com a chancela do PT.
Quando as autoridades deixarem de se intimidar com a notoriedade de alguns marginais da política, a eles dedicando a dureza da lei, quem sabe o Brasil será novamente considerado o país do futuro. Por enquanto não passa de uma barafunda que caminha de forma preocupante na direção de um regime totalitário. (ucho.info) 

 bounce photo bounce-1.gif 
Para evitar a predominância do PT
Claro que a principal disputa de outubro será pelo palácio do Planalto, com prognósticos até agora favorecendo a reeleição da presidente Dilma. Logo em seguida vem a disputa entre o PT e o PMDB nas eleições para a Câmara dos Deputados. O partido que fizer a maior bancada elegerá o presidente da casa e controlará o Congresso. Os companheiros também se encontram de olho na maioria do Senado, mas sua atenção concentra-se na Câmara.
A briga pelo seu domínio está no bojo das tertúlias hoje verificadas entre os dois partidos, sob a falsa impressão de que se engalfinham para infernizar a presidente Dilma. Porque mesmo mantendo a segunda bancada entre os deputados, hoje o PMDB ocupa a presidência, com Henrique Eduardo Alves. Trata-se de uma incongruência, que o PT engoliu. Agora, os petistas acordaram e vão com todo o ímpeto na busca de manter a supremacia em número de deputados, se possível ampliando-a.
O PMDB percebeu a manobra, identificando nela a tentativa de o PT dominar o governo do segundo mandato mais do que já domina o primeiro. O objetivo dos petistas é ocupar toda a administração federal, deixando poucos espaços para os aliados, em especial o PMDB.
Assim se explica a rebelião dos últimos dias, com o deputado Eduardo Cunha na chefia do estado-maior do PMDB, até porque ele aparece como candidato prioritário do partido à presidência da Câmara. Seria um ferrinho de dentista nos planos do PT e da presidente Dilma, de domínio total.
Confirmando a oportunidade do ditado árabe de que bebe água limpa quem chega primeiro na fonte, o PMDB olha para 2018. Se o Lula vier a ser candidato, como deixa entender, para apoiá-lo os peemedebistas precisarão apresentar-se com ponderável cacife, no caso, as presidências da Câmara e do Senado. Coisa que dependerá do próximo outubro, já que haverá a reeleição dos que forem escolhidos para o biênio 2015-16. Simples, apesar de complicado, se valer a contradição…
Hipótese esdrúxula
Uma vez ou outra aparecem na política especulações inviáveis. Uma delas, desta semana, é de que Aécio Neves gostaria de ter Fernando Henrique Cardoso como seu companheiro de chapa. Seria a unidade tucana entre Minas e São Paulo. Comenta-se que o ex-presidente teria dado seu aval.
Aqui para nós, dois galos num terreiro só fariam o horror das galinhas. (Carlos Chagas)
Quando todas as armas forem propriedade do governo e dos bandidos, estes decidirão de quem serão as outras propriedades. (Benjamin Franklin)

Nenhum comentário: