17 de ago de 2013

Não aceitamos dízimos...

 photo _amensaretorno_zps8007d764.jpg • Dólar dispara e ameaça controle da inflação. Moeda subiu 5,36% na semana frente ao real e fechou a R$ 2,396. Especialistas preveem repasse para os preços se cotação não cair. 

• Eduardo Paes segue Cabral e parte para o enfrentamento com os professores. Manifestação de professores interdita Rua Dias da Cruz no Méier. Cabral vai demitir do serviço público os professores que completarem 10 dias de greve. Paes, um pouco mais brando, anunciou que vai demitir os professores iniciantes em greve, aqueles que estão no período de estágio probatório, os demais terão o ponto cortado. Não há diálogo nem da parte de Cabral, nem de Paes. Partiram para o enfrentamento na pior hora possível. Não é difícil prever que com essa postura que estão plantando só vão colher mais protestos e rejeição. 

No bojo do Mensalão e STF 
"...Em clima de guerra declarada entre seu presidente e vice, o Supremo Tribunal Federal corre o risco de cometer uma perigosa pisada na toga. Basta que a maioria dos ministros, na próxima sessão de apreciação dos embargos de defesa do Mensalão, decida voltar atrás na pena da condenação do famoso Bispo Rodrigues, ex-parlamentar do PL, mas que ainda faz parte da cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus. 
• O ilustre réu Carlos Alberto Rodrigues Pinto, que atualmente cuida da gestão de rádios pertencentes ao grupo do Bispo Edir Macedo, foi condenado a seis anos e três meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. No julgamento da Ação Penal 470, o plenário do STF tinha decidido que a pena a ele imposta deveria ser com base na Lei 10.763, de 2003. A defesa do Bispo recorre por uma pena mais branda, alegando que o crime fora cometido em 2002, quando valia uma lei menos severa...." (Jorge Serrão) 

Petrobras desinveste US$ 2 bi e subirá gasolina
Abre-se o pano! 
• Dirceu e Genoino podem ter penas revistas. Ministros que inocentaram réus do mensalão vão discutir julgamento dos embargos de declaração. Chega de palhaçada! 
• Depois de exaltar e estimular as manifestações de junho, que contribuíram para a queda da popularidade da presidente Dilma Rousseff, os meios de comunicação conservadores já demonstram incômodo com as violentas manifestações de rua; capa de Veja desta semana é emblemática: em vez de uma bela jovem enrolada à bandeira nacional, há uma cara-tapada; como a própria mídia se tornou alvo de anarquistas e Black Blocs, a brincadeira perdeu a graça; o sonho acabou. 

• 43% dos brasileiros não se identificam com programação da TV. Por outro lado, a pesquisa mostra que 32% da população sente-se representada na televisão. 

TSE x Serasa 
• A ministra Carmen Lúcia, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, assinou ato tornando sem efeito todos os convênios firmados com entidades para repasse de informações extraídas do cadastro de mais de 141 milhões de eleitores brasileiros. Segundo informação da área técnica do TSE, são sete convênios de repasse de dados com entidades como Caixa Econômica e Agência Brasileira de Inteligência.

O ranço partidário

• O senador José Sarney será submetido na próxima terça-feira a um cateterismo coronário no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, informou a instituição em nota. De acordo com a equipe médica, o senador realizou um exame de ecodoppler do coração que apontou alteração de contratilidade da parede inferior do órgão.

Teias 
• Contrato de empresas envolvidas no suposto cartel de trens e metrô em governos tucanos de São Paulo e Distrito Federal atingem também o governo federal: entre Lula e Dilma, ou seja, de 2004 a 2013, as companhias já receberam R$ 1,2 bilhão, especialmente dos ministérios das Cidades, Integração Nacional e Transportes. Entre as empresas vencedoras de contratos investigados, dez constam da lista relativa às que receberam dinheiro na última década: Siemens, Alstom, Balfour Beatty, Bombardier, CAF, Serveng-Civilsan, MPE, MGE, IESA e Tejofran, de Antonio Dias Felipe, compadre de Mário Covas. 

E por que não compartilhou? 
• TIM acessou dados de Lula e Dilma. Nenhum dos dois tentava comprar telefone, o que justificaria eventual consulta ao cadastro nos arquivos da Serasa. Empresa alega que acesso foi feito em uma loja franqueada por dois funcionários e não estava relacionado a atividade comercial. Eles foram demitidos. 

• Senado e a Informática não se cruzam. Investigação com gasto de quase R$ 2 mi em selos. Regra permite que senador envie até 7 milhões de selos por ano. Cota é usado para enviar cartões de Natal a eleitores. 

Itaú desdenha de multa aplicada pela Receita 
• Banco afirma que não fará provisões sobre a autuação de R$ 18,7 bilhões, por considerar remota a possibilidade de vir a ter que pagá-la; quando fizemos a operação, a estrutura societária utilizada foi a que melhor atendia aos interesses dos acionistas e foi ratificada por todas as autoridades que avaliaram, de forma tranquila, rápida, sem questionamentos, disse a vice-presidente responsável pela área jurídica do banco, Cláudia Politanski,

Os negócios de Adriana? 
• Esposa do governador do Rio, Adriana Ancelmo, ganha R$ 184 mil/mês; seu escritório de advocacia, antes modesto, teve um salto espetacular, atendendo clientes que fazem negócios com o governo do Rio de Janeiro; depois das viagens de helicóptero do cachorro Juquinha e das babás de seus filhos, Cabral tem mais um abacaxi para descascar, no momento em que protestos diários pedem sua renúncia; dois anos atrás, quando vieram a público as farras da turma de Cabral em Paris, Adriana se divertia com amigas suas comprando sapatos de Christian Loboutin, do seriado Sex & the City. 

• Para o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), principal líder da oposição ao governador Sérgio Cabral, o anúncio feito de deixar o governo entre janeiro e abril, em entrevista à Istoé, é para tentar baixar a tensão que se criou no Estado do Rio com as manifestações populares contra o Governo. A verdade é que o Rio está sem governo faz tempo. Ele quer associar sua saída à estratégia para que Pezão possa cuidar da máquina e tentar disputar a eleição do ano que vem em igualdade com os outros candidatos, avaliou Freixo, que já anunciou que não será candidato ao governo em 2014. Mas anunciar em agosto que vai sair em janeiro me parece uma tentativa de baixar essa tensão social toda que o Rio está vivendo nos últimos tempos, completou. 

• Lobista aponta mais empreiteiras com que tinha negócios na Petrobras. João Henriques denuncia os responsáveis pela entrega de propina a políticos em Brasília. (Epoca) 

Mais Médicos 
• Para o Brasil e mais dinheiro para a saúde. 
• Quando ouvi o pronunciamento da Presidente Dilma alegando que o problema da saúde no Brasil era falta médicos e o Conselho Federal de Medicina afirmando que não era falta de médicos, mas sim falta de investimento na saúde, comecei a fazer algumas reflexões. 
• O que tenho observado nos pronunciamentos da Presidente Dilma, da mesma forma como acontecia com os pronunciamentos do seu antecessor Presidente Lula, é que eles não são confiáveis, são apenas pronunciamentos eleitoreiros e sem compromisso com uma solução.
• Da mesma forma, as posturas e pronunciamentos do Conselho Federal de Medicina também não são confiáveis e, normalmente, visam criar uma reserva de mercado para os médicos. 
• Vejam por exemplo; o Conselho Federal de Medicina, depois de uma grande campanha, conseguiu que o Congresso Brasileiro aprovasse uma Lei denominada Ato Médico, na qual qualquer problema relacionado com a saúde é de responsabilidade exclusiva dos médicos. 
• Em consequência dessa falta de credibilidade, tanto na Presidente Dilma como no Conselho Federal de Medicina, resolvi fazer uma pesquisa. 
• Da pesquisa, ajudada por um amigo, pude concluir que o Conselho Federal de Medicina mentia quando alegava que no Brasil não faltava médicos. Isso sem levar em consideração que quanto maior for a extensão territorial, maior deverá ser o número de médicos para cada 1.000 habitantes
• Abaixo relaciono 50 países mostrando qual é o número de médicos para cada 1.000 habitantes. 
• A pesquisa, realizada através de um amigo, conseguimos da Organização Mundial de Saúde (OMS) a informação de quais os países possuíam a maior relação de médicos para cada 1.000 habitantes. 
• Os dados mais atualizados que conseguimos obter são do ano de 2010 que, entretanto, acredito que pouco diferem dos dados atuais. 
• A relação abaixo foi ordenada levando em consideração o pais que tem o maior número de médicos por 1.000 habitantes seguida pela ordem alfabética crescente. 
• Vejamos a classificação:

 photo _aamedicospaiacutes2010_zpsf0e64aa2.jpg 

 • Após concluir que o Conselho Federal de Medicina mentia vergonhosamente, resolvi também pesquisar se a nossa Presidente Dilma seguidora fiel do nosso Presidente Lula que, em seus pronunciamentos demonstrava que também não estava bem informada alegando que não falta dinheiro para a saúde no Brasil. 
• Solicitei também da Organização Mundial de Saúde (OMS) informações de qual era o percentual do PIB que cada pais gastava com saúde por habitante por ano. 
• Novamente, através de um amigo médico, conseguimos as informações diretamente da Organização Mundial de Saúde. 
• Abaixo relato as informações obtidas. 
• Ivam, tenho conhecimento que Um levantamento da OMS mostrou que o investimento público mundial com a saúde em cada cidadão chegou, em média, a US$ 571 por ano em 2010. No Brasil, esse gasto per capita somou US$ 466/ano. Nos Estados Unidos, US$ 3,7 mil; na Holanda, US$ 4,8 mil; e na Noruega, US$ 6,8 mil. Nas extremidades de investimentos estão o Congo, na África, com US$ 4/ano, e a Libéria, com US$ 8/ano. OMS também ressaltou a defasagem do Brasil em relação ao percentual do orçamento público investido na saúde, destacando que o país está expressivamente abaixo da média mundial: 10,7%,em 2010, enquanto a média mundial atingia 15,1%. Comparado somente a países emergentes, o Brasil ainda estava abaixo da média - que beirava 12%
• De posse dos dados acima mostrados pude concluir que a nossa presidente Dilma não estava bem informada de que, o Brasil aplica na saúde valores inferiores a média mundial, e também menos do que os países emergentes. 
• Depois das conclusões acima citadas tirei mais duas conclusões: 
Primeira - Que a nossa presidente Dilma fez suas afirmações e tomou algumas atitudes e, diga-se de passagem, na direção certa, porém sem planejamento e parecendo simplesmente como campanha eleitoreira. 
Segunda - Que o Conselho Federal de Medicina afirmou que não falta médicos no Brasil visando manter a reserva de mercado para seus associados. 
• Essa falta de médicos permite que um médico recém formado tenha propostas para trabalhar em Prefeituras do interior do Brasil recebendo salários que variam de R$ 12.000,00 a R$ 15.000,00 para 40 horas de trabalho semanal enquanto, os profissionais recém formados de outras profissões, recebem proposta de trabalho com um salário inicial que varia de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00 para 40 horas de trabalho. (Ivam Passos Vinhas, Consultor em Administração, 02-08-2013) 

Lentidão do trânsito em SP chega a 730 km reais e o ucho.info descobre o truque da administração do PT 
Mágica vermelha - Quando o ucho.info, no final de 2008, alertou para a irresponsabilidade da decisão do então presidente Lula de reduzir o IPI dos automóveis e empurrar os brasileiros na direção das concessionárias, assessores palacianos, tão utópicos quanto o ex-chefe, se limitaram a nos acusar de torcer contra o Brasil. 
• Alarife experimentado, Lula sabia que atender à demanda reprimida de consumo, mesmo que isso provocasse um estrago considerável nas grandes cidades brasileiras, faria com que sua aprovação junto à opinião pública subiria ao céu. E as principais metrópoles passaram a receber, da noite para o dia, enxurradas de carros novos, transformando congestionamentos caóticos em insuportáveis e absurdos. 
• Para provar o estrago produzido na cidade de São Paulo pelo irresponsável Lula, basta circular pelas ruas e avenidas da capital dos paulistas no horário de rush. Nesta sexta-feira (16), por volta das 20 horas, a lentidão na cidade de São Paulo era de 190 km, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Para muitos brasileiros esse número é considerado um absurdo, mas a realidade do trânsito, dura e inacreditável é ainda maior. 
• No mesmo horário, a Maplink registrava 730 km de lentidão na capital paulista, o que representa duas vezes a distância entre as cidades de São Paulo e Ribeirão Preto. Essa diferença nos números sobre a lentidão no trânsito tem suas razões. A CET reduziu drasticamente, para 10%, o número de Postos Avançados de Controle, que funcionavam no topo de prédios e serviam para medir os índices de lentidão, que eram passados à Central de Operações. Com isso, a lentidão no trânsito caiu e na sequência estagnou, pois deixou de ser detectada. 
• A CET também parou de cobrar dos agentes de trânsito o CÓD 209, que servia para enviar à central os índices de lentidão em toda a cidade. Para piorar o cenário, a CET estabeleceu no Plano de Participação de Resultados (PPR) que a região da cidade com menor índice de lentidão proporciona ao agente um valor a mais no salário. Com essa decisão, muitos funcionários simplesmente deixaram de informar os índices de lentidão. E quando a informação é repassada, a Central de Operações deixa de registrá-la. 
• Os agentes responsáveis que tentam passar as informações à central na maioria das vezes não conseguem por causa dos seguintes motivos: 
1 - Caos no trânsito. 
2 - Não conseguem circular pelas ruas e avenidas da cidade, devido ao trânsito caótico. Ficam retidos nos congestionamentos, sem conseguir visualizar a extensão dos mesmos. 
3 - Não possuem rádios comunicadores, o que extingue a agilidade da informação. 
4 - A companhia não tem efetivo suficiente para o atendimento prioritário. Com isso os agentes acabam estressados devido ao excesso de ocorrências que precisam ser atendidas. 
5 - Além do reduzido número de funcionários, a CET remanejou os poucos que sobraram para outras áreas, quase sempre periféricas. Isso aconteceu com o claro objetivo de impressionar os eleitores das tais regiões. Com essa estratégia, milhões de trabalhadores que trabalham e circulam na região central da cidade ficam abandonados em meio ao caos do trânsito. 
6 - Equipamentos, computadores e a estrutura da empresa já sofriam com a precariedade, mas na atual gestão a situação piorou sobremaneira. Bastava salvar a CET da morte, investindo na base primordial, mas a gestão de Fernando Haddad decidiu aplicar doses de veneno em paciente internado na UTI. 
7 - Muitos dos agentes, por que não afirmar que quase todos, têm a incumbência, determinada pela administração petista, de cuidar única e exclusivamente da velocidade dos ônibus. 
8 - A região central da cidade de São Paulo está abandonada à própria sorte. Na realidade, abandonado está o centro expandido da capital paulista, situação que pode ser facilmente constatada pelos motoristas. 
9 - As câmeras da Companhia de Engenharia de Trafego instaladas em inúmeros pontos da cidade estão, em sua maioria, avariadas, o que impede que informações visuais sobre os pontos de lentidão cheguem à Central de Operações. 
• Esse modus operandi imposto à CET é imundo e criminoso, pois os paulistanos passam horas parados nos congestionamentos, enquanto as autoridades criam dificuldades para vender facilidades. Ou seja, a administração de Fernando Haddad está se aproveitando do sucateamento da CET para, através de um cipoal de mentiras, mostrar à população uma suposta e mentirosa eficiência. 
• Enquanto esse jogo imundo e rasteiro da administração municipal avança, sórdida e covardemente, os funcionários da CET têm a dignidade vilipendiada, uma vez que são obrigados a participar de um esquema lamacento. Em algum momento esse quadro mudará para os cidadãos da maior cidade brasileira. Isso acontecerá às vésperas das eleições de 2014, quando o PT tentará tomar de assalto o governo do mais importante e rico estado da federação. 
• Quando o ucho.info afirma que o Partido dos Trabalhadores se transformou em uma quadrilha, como provam os fatos e as recentes decisões judiciais, a esquerda verde-loura se alvoroça nos bastidores, mas pensa duas vezes antes de nos atacar, pois sabe que por aqui não se faz jornalismo de encomenda, não se tergiversa muito menos notícia inverdades. Fernando Haddad e seus ventríloquos que se cuidem, pois no ucho.info a trincheira da verdade é grande e a resistência tem energia de sobra. 

Em alemão

• Risco de morrer aumenta com mais de 4 xícaras de café. 60% dos americanos adultos tomam todo dia. Pesquisa nos EUA descobriu que pessoas com menos de 55 anos aumentam em mais de 50% a chance de morte prematura. Substância do café pode ter vínculo com aumento de peso.

Documento da CIA confirma existência da Área 51 
1) EUA confirmam existência de área de testes ligada a ETs. Documento sobre programa de avião espião traz dados sobre base americana associada pelo público com pesquisas sobre alienígenas. 
2) A CIA (agência de inteligência dos Estados Unidos) reconheceu o local de testes secretos conhecido como Área 51 em um documento interno que conta a história do programa do avião espião U-2. 
3) O documento, obtido por uma universidade americana, descreve a aquisição de um terreno em Nevada, no ano de 1955, para testes secretos do avião espião. 
4) Ele também explica a persistente associação do lugar com OVNIs e alienígenas. A localização desértica próxima ao lago Groom foi escolhida por ser adjacente a um local usado para testes nucleares. 

• China promete acabar com transplantes de órgãos de executados prisioneiros. Sistema será abandonado a parir de novembro; durante anos país negou realizar procedimento. 

• Pesquisa lança dúvidas sobre existência de vício em sexo. Hipersexualidade: vício ou falta de controle? Cérebro de quem tem excesso de libido não reage a imagens de sexo como o de viciado, diz estudo. 

• Cresce o número de refugiados na União Europeia. 

• A saltadora sueca Emma Green-Tregaro, que pintou as unhas com as cores do arco-íris em apoio à comunidade gay da Rússia, foi proibida de repetir o gesto na final do Campeonato Mundial de atletismo neste sábado. Fomos abordados informalmente pela Iaaf (Associação Internacional de Federações de Atletismo, em inglês) dizendo que isso é, por definição, uma violação das regras. Informamos nossos atletas sobre isso, disse Anders Albertsson, secretário-geral da federação de atletismo sueca, a um grupo de repórteres do lado de fora do estádio Luzhniki. 

1) Israel reagiu em silêncio à violência no Egito, com o objetivo de evitar acabar com uma estratégica cooperação de segurança com um setor militar que o Estado judaico vê como fundamental para impedir ataques de militantes islâmicos no Sinai, disseram autoridades e analistas. 
2) O primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, instruiu ministros a evitarem comentários públicos sobre o Egito, de acordo com uma autoridade que não quis se identificar. 
3) Israel e Estados Unidos veem a situação no Egito muito, muito diferentemente, e justificavelmente o primeiro-ministro não quer que ministros israelenses critiquem publicamente as políticas norte-americanas, afirmou Giora Eiland, um ex-assessor de segurança nacional, à emissora de televisão Channel 2. 
4) Em privado, uma autoridade israelense expressou preocupação com a condenação da violência por parte do presidente norte-americano, Barack Obama, e o cancelamento de um exercício militar conjunto com o Cairo.

Apenas, por que? 
1) Mesquita com apoiadores de Morsi é evacuada no Egito, diz forças armadas. TV egípcia mostrou tiros sendo trocados entre um homem e membros das forças armadas; manifestantes prometem sair às ruas. 
2) Como a euforia se transformou em tragédia no Egito: A euforia que se seguiu à queda do ex- presidente Hosni Mubarak em 2011 parece cada vez mais distante no Egito. À primeira vista, o país considerou a saída do líder, após mais de três décadas no poder, como um recomeço. Esperava-se que, a partir daquele momento, a vida da maior parte da população melhoraria. Mas as expectativas foram esmagadas por uma combinação de fracasso político, interesses arraigados e crise econômica. 
3) A revolução de 2011, que deu início à chamada Primavera Árabe, como ficou conhecida a onda de levantes nos países da região, havia sido motivada por uma profunda insatisfação de uma geração de jovens com o status quo. 3) O ambiente era desumano, havia cadáveres por todos os lados. Sexta-feira da ira deixa dezenas de mortos no Egito. Governo confirma 173 mortos e 1,3 mil feridos em 24 horas.

Nenhum comentário: