13 de jul de 2013

O Brasil em novo ar a chegar...

 photo _aapapa_dilma_zps26d23af4.jpg Artigo de um médico gaúcho... 
Excelentíssima Sra. Presidente da República Dilma Rousseff. 

• Permita-me a apresentação: na minha opinião eu sou um médico; na sua um trabalhador da saúde. Na minha opinião, medicina é cuidar de pessoas doentes; na sua é fazer transformação social. Eu penso em salvar vidas; a senhora em ganhar votos. Como podemos ver, a senhora e eu, não temos muito em comum à primeira vista mas existem na minha vida alguns fatos que a senhora desconhece. Assim como a senhora, eu já fui marxista - e dos fanáticos! Brigava com colegas da faculdade no final dos 80 e inicio dos anos 90 para ver seu projeto de poder realizado. 

• Caminhei ao lado daquele seu amigo que gosta de uma cachacinha e costuma ser fotografado com livros de cabeça para baixo...Conversei pessoalmente com o poeta do sêmen derramado que agora governa o Rio Grande do Sul... Não tinha ideia correta daquilo que havia acontecido no Brasil entre 1964 e 1985. Imaginava, como a senhora quer fazer parecer até hoje, que tudo estava indo bem até que militares malvados que não tinham nada para fazer decidiram, com ajuda dos americanos, derrubar o governo brasileiro. Eu só me dei conta, presidente, de quem Lula, a senhora e seu Partido-religião representavam quando comecei a trabalhar com a gente de vocês aqui em Porto Alegre a partir de 98. 

• Duvido que eu estivesse mal preparado, sabe? Eu já tinha feito 6 anos de faculdade, um ano de residência em Pediatria, um de Medicina Interna e dois de Cardiologia. Gostaria que a senhora visse em que lugar seus cumpanheros aqui dos pampas me colocaram para trabalhar...Imagino a senhora doente naquelas condições de segurança, higiene, espaço e administração que a ralé do PT do Rio Grande do Sul nos ofereceu. 

• A senhora tem ideia de como deve se sentir um médico ao ter seu estágio probatório avaliado por técnicos de enfermagem? 

• A senhora sabe o que é receber, depois de tudo que se estudou na vida, ordens de enfermeiras, presidente? 

• Em nome de que? 

• Em nome de um delírio chamado democratização da gestão

• Em nome de um absurdo chamado controle social?? 

• A senhora tem alguma noção de quantas pessoas eu vi morrerem depois que esse seu partido de assassinos e mensaleiros terminaram com o resto da rede hospitalar brasileira aparelhando a gestão dela com uma legião de analfabetos, recalcados, alcoólatras e incompetentes que por oferecer uma parte de seu salário ao PT passaram a dar ordens a homens e mulheres com capacidade de salvar vidas??? 

• Mas por favor, não fique ofendida comigo presidente, de certa forma essa carta é um agradecimento, sabe? 

• Formado há quase 20 anos, eu nunca havia visto os médicos brasileiros tão unidos quanto agora. É mais um mérito seu e desse seu partido a promover a maior humilhação que os médicos de um país sofreram até hoje! 

• A senhora não tem vergonha de apelar para uma ditadura bananeira, para um país que mata, tortura, prende e vigia seus próprios cidadãos para fornecer médicos para o seu povo? 

• A senhora é brasileira, ou não, presidente Dilma??? Se não tem vergonha da medicina do seu país, tenha pelo menos do seu povo! A senhora nasceu aqui e a primeira pessoa que lhe viu foi provavelmente um médico do Brasil. Provavelmente vai ser algum colega, intensivista como eu sou hoje, quem vai estar ao seu lado no último momento e mesmo assim a senhora quer chamar médicos cubanos para enganar nossa gente pobre e doente a ponto de garantir sua reeleição? 

• Quem lhe deu esse conselho, presidente Dilma? Identifique por favor, um por um, os médicos que lhe cercam e sugeriram semelhante ideia! A senhora e eu já conhecemos alguns, né? Vamos apresentar os demais ao Conselho Federal de Medicina, ou não? Presidente Dilma, até bandidos e prostitutas se ofendem quando tem seu território e ganha pão ameaçados. Nós somos médicos, nós salvamos vidas e não vamos permitir que uma profissão cuja origem se perde no tempo seja levada ao fundo do poço por um partido como o da senhora com o argumento de que estamos sendo corporativistas e o Brasil está sem médicos. Deus lhe proteja na batalha que vai enfrentar conosco, presidente. 

• Se a senhora for ferida vai precisar ser atendida por um médico - e eu duvido muito que ele fale português... (Milton Simon Pires, médico, CREMERS 20958) 

Água não !


A passeata do puxa-saco
 photo _aapasseata_zps6c7bf6ac.jpg
• Bem, vamos lá... 
• E alguém tinha alguma dúvida dos motivos que levaram os pelegos vermelhos irem para as ruas? 
• Nem a oferta de Tubaína, cinquenta reaus e pão com mortandela conseguiram convencer a pelegada a aderir ao movimento. 
• E O Dia de Luta acabou se tornando na maior Nanifestação nunca antes vista na história deste país. 
• O Brasil para mudar de verdade precisa acabar com algumas pragas, e entre elas está o Cãogresso fedemal que está aí, os sindicatos e as centrais sindicais. 
• E viva do Dia de Luta o maior mico da década!!!! 
• Uma verdadeira Nanifestação!!! (AC)


Conselho Federal de Medicina: 
Suspensão do exercício profissional do médico Alexandre Padilha 

O Médico Alexandre Rocha Santos Padilha CRM-PA 7.033 feriu os princípios do Código de Ética Médica, apoiando legislação que pretende impor aos médicos brasileiros condições de trabalho incompatíveis com suas consciências e contrárias aos princípios do Código de Ética Médica, além de vir infringindo, sistematicamente, no exercício de cargo político, vários artigos do mesmo código, devendo ser exemplarmente punido pelo CFM de acordo com as disposições do Código, causando com esta atitude prejuízo ao bom exercício da medicina e colocando em risco a saúde de toda a sociedade brasileira.

Código de Ética Médica 
Capítulo I 
Princípios Fundamentais 
VIII - O médico não pode, em nenhuma circunstância ou sob nenhum pretexto, renunciar à sua liberdade profissional, nem permitir quaisquer restrições ou imposições que possam prejudicar a eficiência e a correção de seu trabalho.
IV - Ao médico cabe zelar e trabalhar pelo perfeito desempenho ético da Medicina, bem como pelo prestígio e bom conceito da profissão. 
X - O trabalho do médico não pode ser explorado por terceiros com objetivos de lucro, finalidade política ou religiosa. 

Capítulo III 
Responsabilidade Profissional 
É vedado ao médico: 
Art. 17. Deixar de cumprir, salvo por motivo justo, as normas emanadas dos Conselhos Federal e Regionais de Medicina e de atender às suas requisições administrativas, intimações ou notificações no prazo determinado 
Art. 18. Desobedecer aos acórdãos e às resoluções dos Conselhos Federal e Regionais de Medicina ou desrespeitá-los. 
Art. 19. Deixar de assegurar, quando investido em cargo ou função de direção, os direitos dos médicos e as demais condições adequadas para o desempenho ético-profissional da Medicina. 
Art. 20. Permitir que interesses pecuniários, políticos, religiosos ou de quaisquer outras ordens, do seu empregador ou superior hierárquico ou do financiador público ou privado da assistência à saúde interfiram na escolha dos melhores meios de prevenção, diagnóstico ou tratamento disponíveis e cientificamente reconhecidos no interesse da saúde do paciente ou da sociedade. 

Capítulo VII 
Relação entre médicos 
É vedado ao médico: 
Art. 49. Assumir condutas contrárias a movimentos legítimos da categoria médica com a finalidade de obter vantagens. 

Capítulo XIV 
Disposições Gerais 
I - Os médicos que cometerem faltas graves previstas neste Código e cuja continuidade do exercício profissional constitua risco de danos irreparáveis ao paciente ou à sociedade poderão ter o exercício profissional suspenso mediante procedimento administrativo específico. (Abaixo-assinado por Rubens Mazzini Psiquiatra, Porto Alegre, Brazil) Aqui


As verdades começam a aparecer! 
• E-mail de um militar da FAB, de Florianópolis para o Pretinho Básico (Programa da rádio Atlântida FM) sobre a farra aérea brasileira, no dia 08/07/2013 às 18 hs. (Começa às 45:56 min). Por motivos óbvios o nome do militar foi omitido. 
"Estou acompanhando as notícias e os escândalos acerca do uso de aeronave da FAB para interesse particular de nossas autoridades. Pois bem, algumas coisas acontecem dentro dos órgãos militares e a imprensa não faz a menor ideia devido ao bloqueio das informações. 
• Estes voos feitos pelo nosso querido Renan Calheiros não representa nem a ponta do iceberg do que acontece. 
• Gostaria que a população soubesse que existe em Brasília um esquadrão chamado GTE (Grupo de Transporte Especial), pois este esquadrão serve única e exclusivamente para o transporte de autoridades. Ele é composto por aeronaves de 1ª linha, todas com seu interior modificado, transformadas em VIP; ou seja, um avião que poderia levar 40 pessoas perde sua capacidade para poder levar 10 ou no máximo 15 pessoas. 
• Estes aviões voam normalmente com 3 ou 4 passageiros apenas. 
• Em Florianópolis todas, eu disse todas as sextas-feiras a nossa Ministra Ideli Salvatti vem de Brasília para cá e volta no domingo à tarde utilizando uma dessas aeronaves. O pior é notar que normalmente ela chega sozinha ou no máximo com 2 ou 3 assessores, e, digo mais, seus voos sempre saem de Brasília depois das 18:00 hs de sexta-feira. 
• Se ela está a trabalho, por que só sai de lá depois do horário do expediente? 
• Mas, meus amigos, a imprensa nunca vai conseguir cobrir um desembarque destes, pois tudo ocorre dentro dos pátios da Base Aérea e infelizmente eu e meus irmãos de farda assistimos o dinheiro do povo ser rasgado e queimado nas turbinas de um belo avião a jato. 
• Certa vez tive que viajar mais de 1000 km para fazer um curso pela FAB. Eu paguei minha passagem aérea e ao ser ressarcido recebi o valor referente a passagem de ônibus, pois minha patente não me dá o direito a transporte de avião. 
• Acho que minha farda deveria ser de bolinhas coloridas com nariz bem vermelhinho, pelo menos assim eu me sentiria mais confortável cumprindo meu dever pela Pátria Amada." 

O socialismo é o evangelho da inveja, o credo da ignorância, e a filosofia do fracasso.

Nenhum comentário: