17 de nov de 2012

Difícil separar o joio do trigo....

Photobucketº Quatorze réus do mensalão terão penas definidas por nove ministros. Governo quer reaver verba desviada no mensalão. STF só terá uma sessão do julgamento na próxima semana e PSDB elogia Supremo em nota impunidade não prevalece. AGU quer definição sobre dinheiro desviado no mensalão.
º Folha de S. Paulo terá acesso a todos os dados da publicidade do Governo Federal.
º Estilo murro na mesa nas reformas regulatórias bota investidor para correr e atrasa o crescimento. Governo afasta o empresariado por quem promove tais reformas e cria desconfiança em vez de receber os aplausos que imagina merecer. Problema é o jeito. A questão elétrica, por exemplo, é estudada desde 2008. Só agora o pacote é aberto, surpreendendo até empresas estatais. Jogar no ataque, sem atenção com a defesa e o meio de campo, pode agradar a torcida, mas não ganha campeonato.
º Enterrado no Rio o ator Silveirinha, da Escolinha do Professor Raimundo.
º Cesariana pós-morte da mãe pode ser feita quando a gestação tem pelo menos 26 semanas.
º Açúcar deve ser consumido por diabético em caso de hipoglicemia.
º Não ter vergonha de falar sobre sexo com os filhos evita que jovens se exponham a riscos.
º Locanty utilizava caminhão de limpeza que, no Detran, pertencia à prefeitura de Duque de Caxias.
º Sábado será de chuva em grande parte do país.
º Acumulada, Mega-Sena pode pagar R$ 11 milhões hoje.
º Globo vê sua audiência despencar com novas novelas.
º Em 3 horas SP registra 8 mortes, quatro delas em uma chacina. Ex-ministro da Justiça culpa caos nos presídios por violência. Sistema penal não pune e nem recupera, afirma Márcio Thomaz Bastos. Governo oferece a São Paulo sistema de bloqueio de celular. Sistema faz parte do pacote de ações para combater a violência no Estado. E como vai ficar? E dizer tudo isso é dito por autoridades a quem caberia providência a seu tempo, nem siquer buscavam as verbas destinadas (nunca iam) para um consenso. Lastimável anos e anos de incúria e a penúria aviltante dos presídios. Porisso, o atual, afirmou que preferia morrer, esquecendo que deve adotar medidas concretas e não paliativos se omitindo como os demais. (Armando Andrade)
º Em Santa Catarina, outro ônibus é alvo de incêndio. São 15 cidades com ações criminosas.
º Charlatões fazem concursos falsos para Carrossel e Chiquititas.
º Familiares de menino morto fazem críticas a Alckmin e Dilma.
º Parto prematuro é o maior assassino de recém-nascidos no mundo, afirma OMS.
º Lei sobre tributo em nota fiscal pode ter veto parcial.
º Ideia de extinguir prisão quando há crime sem violência gera polêmica. º Sentença de condenação de Jersey cita presença de Maluf em reunião. Ministério Público comemora decisão contra Maluf. Todos fomos aliados de Maluf, afirma Lembo.
º Israel intensifica ataques a Gaza e destrói sede do Hamas. CIA tratou ataque na Líbia como ato de terror, diz Petraeus. Israel mira prédios do governo do Hamas na Faixa de Gaza no 4º dia de conflito; mortos palestinos somam 38. Violência afeta esperanças de paz, diz Obama. Especialista defende criação de um Estado palestino para resolver conflito. Ataques são intensificados e têm como alvo vários prédios pertencentes ao grupo islâmico que controla a Faixa de Gaza. Há sinais de que Israel pode invadir o território por terra.
º Eleições italianas podem ocorrer em março do ano que vem.
 
Xeque-Mate de Joaquim Barbosa no STF. Um excelente estrategista.
Photobucket 
º A estratégia de Lewandowski & Toffoli (leia-se PTralhas) era protelar o processo de dosimetria das penas de modo a que o atual presidente do STF, Ayres Britto, não votasse, uma vez que sua despedida da presidência estava marcada para esta quarta- feira, dia 14. Consequência imediata? O núcleo político do mensalão ficaria sem a sentença de Ayres Britto, e terminaria punido com penas abaixo de 10 anos (regime aberto de prisão).
º O Ministro Joaquin Barbosa, muito ladino, mestre na arte de jogar Xadrez, sempre imagina, com bastante antecedência, os possíveis lances escusos da nefasta dupla Lewandowski & Toffoli, indivíduos comprometidos com as origens petistas.
º Ao retomar o julgamento, Barbosa priorizou o cálculo da penas do núcleo político do Mensalão, desconstruindo a estratégia dos ministros PTralhas , que desejavam obstruir o julgamento votando lentamente até a chegada no novíssimo ministro Teori Zavascki que chegará para formar o triunvirato que livraria os mensaleiros de penas pesadas.
º Na realidade, um lance de mestre de Joaquinzão. Os dois beócios espernearam loucamente, mas foram vencidos pelos votos dos demais ministros.
º A turma do PT já está nas redes sociais tentando desesperadamente destruir a imagem do ministro Joaquim Barbosa dizendo que ele estaria mordido pela Mosca Azul.
º O Ministro Joaquim Barbosa precisa do apoio de todos brasileiros para continuar a limpeza da escória política do Brasil. 


 Diarista - É do interesse da vida doméstica
º Virou Súmula e passa a ser a maioria do pensamento do TRT-Rio
º Assunto: Diarista - Sumula 19 
º Data: 17 de fevereiro de 2012 14:15:10 BRST
º A Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, no uso de suas atribuições legais e regimentais, tendo em vista o decidido pelo Tribunal Pleno, reunido em Sessão Ordinária, no dia 5 de maio de 2011, com a presença dos Excelentíssimos Desembargadores Maria de Lourdes Sallaberry, Luiz Augusto Pimenta de Mello, Carlos Alberto Araújo Drummond, Gloria Regina Ferreira Mello, Elma Pereira de Melo Carvalho, Maria das Graças Cabral Viégas Paranhos, José da Fonseca Martins Junior, Tania da Silva Garcia, Ana Maria Soares de Moraes, José Nascimento Araújo Netto, Aurora de Oliveira Coentro, Edith Maria Corrêa Tourinho, Luiz Alfredo Mafra Lino, Damir Vrcibradic, Mery Bucker Caminha, Cesar Marques Carvalho, José Geraldo da Fonseca, Flávio Ernesto Rodrigues Silva, Jorge Fernando Gonçalves da Fonte, Evandro Pereira Valadão Lopes, Alexandre de Souza Agra Belmonte, Valmir de Araújo Carvalho, Ricardo Damião Areosa, Marcos Palacio, Alexandre Teixeira de Freitas Bastos Cunha, Marcos Cavalcante, Maria Aparecida Coutinho Magalhães, Roque Lucarelli Dattoli, Marcelo Augusto Souto de Oliveira e Rildo Albuquerque Mousinho de Brito,
Resolve
 Aprovar a edição da SÚMULA Nº 19, com a seguinte redação:
Trabalhador doméstico. Diarista. Prestação Laboral descontínua. Inexistência de vínculo empregatício
A prestação laboral doméstica realizada até três vezes por semana não enseja configuração do vínculo empregatício, por ausente o requisito da continuidade previsto no art. 1º da Lei 5.859/72.
O ministro Ives Gandra Martins Filho, relator de um processo no qual foi negado reconhecimento de vínculo a um jardineiro que trabalhava duas ou três manhãs por semana numa residência, definiu em seu voto a situação: O diarista presta serviços e recebe no mesmo dia a remuneração, geralmente superior àquilo que receberia se trabalhasse continuamente para o mesmo empregador, pois nela estão englobados e pagos diretamente ao trabalhador os encargos sociais que seriam recolhidos a terceiros, afirmou o ministro Ives. Se não quiser mais prestar serviços para este ou aquele tomador, não precisará avisá-lo com antecedência ou submeter-se a nenhuma formalidade, já que é de sua conveniência, pela flexibilidade de que goza, não manter um vínculo estável e permanente com um único empregador, pois mantém variadas fontes de renda provenientes de vários postos de serviços que mantém.
É neste sentido que tem se inclinado a jurisprudência do Tribunal nas diversas decisões em que negou o reconhecimento do vínculo de emprego a diaristas que trabalhavam em casas de família. Cabe ressaltar que o termo diarista não se aplica apenas a faxineiras e passadeiras, (modalidades mais comuns dessa prestação de serviço). Ela abrange também jardineiros, babás, cozinheiras, tratadores de piscina, pessoas encarregadas de acompanhar e cuidar de idosos ou doentes e mesmo as folguistas - que cobrem as folgas semanais das empregadas domésticas. Uma vez que o serviço se dê apenas em alguns dias da semana, trata-se de serviço autônomo, e não de empregado doméstico - não se aplicando, portanto, os direitos trabalhistas garantidos a estes, como 13º salário, férias, abono de férias, repouso remunerado e aviso-prévio, entre outros previstos na Constituição Federal.  
 
Que cavalos incríveis!
• Elegantes, belos, passadas cadenciadas e sincronizadas. 
• É de fazer a Cavalaria delirar.
• Veja a beleza destes cavalos Frísios.
• A espécie foi quase extinta na segunda guerra mundial pelo seu uso extensivo na guerra.
• Restaram 5 garanhões e algumas fêmeas no mundo para garantir a espécie…  
 • São originais dos países baixos e é uma espécie muito dócil.
• Los Caballos Friesian...
 

Humor judaico 
Isaac diz a Jacó: - Todo dia eu escuto dizer que antes havia inflação e agora quase não há. Mas não entendo o que é inflação. Como você tem um filho economista, pede para ele me explicar o que é inflação! 
Não precisa, amigo, eu te explico. Quando você se casou com Raquel quantos anos ela tinha?
- Vinte e dois.
- E agora?
- Setenta e seis.
- Naquela época, quanto Raquel pesava?
- Cinquenta e dois.
- E hoje, quanto pesa?
- Oitenta e quatro.
- Pronto. Isto é inflação: você tem muito, mas não vale nada!
 
Você sabia?
 • Origem do vocábulo usado no nordeste do Brasil forró. Na época da Segunda Guerra Mundial, o Governo Brasileiro autorizou o Governo Americano a construir uma base aérea em Natal (RN) e usá-la durante a guerra. O povo não estava contente com isso e havia muita briga com os militares americanos. Então o comandante da base aérea, passou a dar festas todo fim de semana para os natalenses e mandou escrever em letras bem grandes na entrada da base For All - Para Todos. E o povo muito culto falava e fala até hoje Forró. Vamo dançá um forró. 
• A castanha-do-pará como ela é conhecida tem esse nome por causa da exportação por Belém há séculos. Mas a origem dela é do Amazonas. E assim ficou o Pará com a fama.
• O famoso poeta Catulo da Paixão Cearense, não era cearense. Ele nasceu no Maranhão.
• Há muitos anos a antiga Estrada de Ferro Central do Brasil inaugurou no subúrbio carioca uma estação ferroviária denominada Estação do Real Engenho porque havia no local um engenho de cana de açúcar. Na placa da estação escreveram abreviado Real Engº. E o povo ligou as palavras para Realengo.
 Há muitos e muitos anos a Prefeitura do Rio de Janeiro, no início da República, contratou um inglês para administrar a limpeza das ruas e o recolhimento do lixo. O nome dele era Gary, e o povo como não conseguia pronunciar o nome em inglês, passou a chamá-lo de Gari. Assim ficou conhecido o homem que limpa as nossas ruas - Gari
 
 Talvez eu devesse apelar para
não deixe a casa de nossos descendentes acabar!
 
 "O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete." (Aristóteles)

Nenhum comentário: