14 de jun de 2012

Nas águas do Cachoeira

Photobucket
Pouco a pouco, surgem as provas contra os governadores Perillo, Queiroz e Cabral
• O tempo conspira contra eles. A cada dia vão surgindo novas provas. O governador de Goiás, Marconi Perillo, está envolvido com o surpreendente negocista e corruptor Carlinhos Cachoeira (chamá-lo apenas de bicheiro chega a ser ridículo). O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, segue na mesma balada.
• Mas o governador Sérgio Cabral, o mais corrupto deles, ainda não foi conectado diretamente com Cachoeira e continua fora da agenda da CPI, protegido pelos laços familiares com Aécio Neves (PSDB) e Francisco Dornelles (PP), que mandaram os correligionários da CPI protegerem o contra-parente. Este é o quadro. A imprensa até parece ter esquecido de Sergio Cabral e sua quadrilha, muito mais vulnerável do que os grupos de Perillo e Queiroz, que permanecem na linha de fogo diariamente. (Carlos Newton)
Investimento em educação pode chegar a 10% do PIB
• Finalmente, aparece uma boa notícia para o País!
• Em tramitação no Congresso, o texto do Plano Nacional de Educação sofreu uma modificação de última hora, já passando dos 7,5% para 8 % do PIB e prevendo até que esse valor possa chegar a 10%!
• Todos nós sabemos que as grandes dificuldades de nosso País, têm sua origem preponderante nos baixos investimentos que são feitos em nossa Educação. Um País ignorante, só produzir isso que está aí!
• Nossas Universidades Federais estão em greve a quase um mês! E professores estaduais e municipais, em vários Estados, seguem o mesmo caminho! Vejam quanto ganha um professor e quanto ganha um motorista da República!
 • Países pobres, sem recursos e altamente deficitários de ontem, graças aos maciços investimentos em Educação, de repente, se tornaram Nações poderosas e ricas! Vejam os exemplos da Coréia do Sul, Singapura, Austrália e outros, os chamados tigres asiáticos...
• Portanto, essa pequena elevação de investimentos que agora está sendo definida para utilização na Educação, é uma notícia altamente positiva e alvissareira, para todos nós!
• Vamos torcer para que esses recursos sejam realmente aplicados em Educação e não caiam em uma vala comum de enxurradas poluídas, desaguando em cachoeiras perigosas!...(MDB)
• O relator do Plano Nacional de Educação, deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), anunciou quarta-feira (13) que fizera duas modificações de última hora no texto: subiu a meta de investimento em educação de 7,5% para 8% do PIB (Produto Interno Bruto) e criou a possibilidade de elevar esse percentual a 10%, caso metade dos recursos do pré-sal, a serem investidos na área, represente 2% do total.
• Hoje, a comissão especial da Câmara que analisa o PNE aprovou o texto base do plano, com os 8% e votos contra do Psol e do PDT. O plano estabelece 20 metas educacionais que o Brasil deverá atingir até 2020. Porém, o patamar de investimento só deverá ser decidido de forma definitiva no dia 26, quando destaques sobre o tema deverão ser votados. Parlamentares e grupos da sociedade civil devem tentar alterar a meta de 8% para 10%, sem que haja a necessidade de uso de 50% do pré-sal.
• Há 160 destaques a serem votados no dia 26. O plano tramita em caráter conclusivo, sem necessidade de passar pelo plenário da Câmara antes de seguir para o Senado. Porém, caso haja algum recurso, o texto pode ir à votação no plenário.
Mudanças no investimento
• As mudanças foram feitas de ontem (12) para hoje, após pressão de movimentos sociais. Vanhoni determinou que o investimento mínimo seja de 8%. Porém, ele incluiu um artigo no texto do PNE estabelecendo que 50% dos recursos do pré-sal, incluindo os royalties, deverão ser utilizados diretamente em educação para que, no final de dez anos de vigência do PNE, seja atingido o percentual de 10% do PIB para investimento em educação pública.
• Ou seja: tecnicamente, Vanhoni criou um gatilho, que permite que o montante suba de 8% para 10%, caso metade dos recursos do pré-sal equivalha a 2%. Infelizmente, essa discussão ficou muito politizada [dos 10% do PIB para educação] porque senão tenho certeza que à luz da razão e dos dados técnicos nós chegaríamos a um acordo e votaríamos por unanimidade, disse o relator. (Alexandra Martins_Ag. Câmara)
Vamos caminhar?
• Os benefícios da caminhada!
• Relato de um cinquentão!
• Pessoal, para quem está sedentário, os benefícios da caminhada!
• Estou caminhando com uma vizinha todos os dias.
• Nunca pensei que caminhar com outra pessoa me faria tão bem, pois sempre caminhei só.
• Não nos falamos durante a caminhada, pois a vizinha caminha 10 passos sempre na minha frente.
• Sequer sei o seu nome, apenas lhe apelidei de cadeiruda!
• Comecei este programa de caminhadas há uma semana.
• Até agora a tenho seguido por uns 15 km!
• Me sinto muito melhor a cada dia que passa e, pasmem, minha dor no joelho sumiu!   
 Aniversário da Naná
Photobucket

• Naná, uma senhora de muuuiiitaa idade, pede ao seu filho: - "Filhinho", (o filhinho tem 62 anos, calculem a idade da mãe)
• - Sim mamãe, diz o filho....

• - Bem, eu queria fazer uma reunião aqui com as meninas, será que você poderia me dar uma ajuda?
• - Claro mamãe. Fique tranquila que eu arrumo tudo.
• - Arrumar o que???
• - A festa, mãe!!
• - Ah sim! Já tinha me esquecido.
• A tarde, o filho chama a mãe na cozinha e lhe mostra um papel preso a geladeira com uma lista do que fazer:
• 1 - Servir chá
• 2 - Servir sanduíches
• 3 - Servir mais chá
• 4 - Servir docinhos
• Que bom! Diz a mãe. Agora não terei problemas. Obrigada filhinho.
• Mais tarde, as meninas chegam.
• Naná, como uma boa anfitriã, acomoda as amigas na sala de estar e vai até a cozinha… vendo a lista, lê:
• 1 - servir chá
• Ela leva o chá para as amigas numa bela bandeja..
• Depois começam a falar sobre os sucessos atuais (lembrando de 1930...) 
• Passa-se algum tempo e naná, já meio nervosa, vai novamente a cozinha e lê: 


• 1 - servir chá
• E serve chá novamente, e assim o faz mais quatro vezes.
• Algum tempo depois, as meninas vão embora.
• Enquanto saem do edifício uma comenta com outra: - Nossa! Que absurdo! Que má anfitriã é a Naná. Nem um chá nos serviu.
• E a outra responde: - Naná? Que Naná? Nem sei de quem você está falando.
• A noite, o filho chega a casa da mãe e acha estranho o fato de todos os sanduíches e docinhos estarem ainda intactos, então pergunta a mãe: - Mamãe, o que aconteceu? Não gostaram dos sanduíches e dos docinhos?
 • Ao que a mãe responde: - Que nada! Você acredita que elas nem apareceram?

Vida 
 Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, passaram-se 50 anos!

Agora, é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse fado, um dia, outra oportunidade,
eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo
caminho, a casca dourada e inútil das horas...
Dessa forma eu digo:
Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta
de tempo, a única falta que terá, será desse tempo
que infelizmente não voltará mais.
(Mário Quintana)

Nenhum comentário: