15 de nov de 2011

Proclamaram

15 de novembro de 1889.
Caiu o Império no Brasil.
Criou-se a tal da República.
Queriam alterar tudo nesta terra.
Era um sonho?
No que mudou?
Inacreditável!
Lenda Chinesa
• Há muito tempo, uma menina chamada Lili se casou e foi viver com o marido e a sogra.
• Depois de alguns dias, passou a não se entender com a mesma.
• As personalidades delas eram muito diferentes e Lili foi se irritando com os hábitos da sogra, que freqüentemente a criticava. Meses se passaram e Lili e sua sogra cada vez mais discutiam e brigavam.
• De acordo com antiga tradição chinesa a nora tinha que se curvar à sogra e obedecê-la em tudo.
• Lili, já não suportando mais conviver com a sogra decidiu tomar uma atitude e foi visitar um amigo de seu pai.
• Depois de ouvi-la, ele pegou um pacote de ervas lhe disse: - Você não poderá usá-las de uma só vez para se libertar de sua sogra porque isso causaria suspeitas. Vou lhe dar várias ervas que irão lentamente envenenando sua sogra. A cada dois dias ponha um pouco destas ervas na comida dela. Agora, para ter certeza de que ninguém suspeitará de você quando ela morrer, você deve ter muito cuidado e agir de forma muito amigável.
• Não discuta, ajudarei a resolver seu problema, mas você tem que me escutar e seguir todas as instruções que eu lhe der.
• Lili respondeu: - Sim, Sr. Huang, eu farei tudo o que o senhor me pedir.
• Lili ficou muito contente, agradeceu ao Sr. Huang e voltou apressada para casa para começar o projeto de assassinar a sua sogra.
• Semanas se passaram e a cada dois dias Lili servia a comida especialmente tratada à sua sogra.
• Ela sempre lembrava do que Sr.Huang tinha recomendado sobre evitar suspeitas e, assim, controlou o seu temperamento, obedeceu a sogra e a tratou como se fosse sua própria mãe.
• Depois de seis meses, a casa inteira estava com outro astral, Lili tinha controlado o seu temperamento e quase nunca se aborrecia.
• Nesses seis meses, não tinha tido nenhuma discussão com a sogra, que agora parecia muito mais amável e mais fácil de lidar.
• As atitudes da sogra também mudaram e elas passaram a se tratar como mãe e filha.
• Um dia, Lili foi novamente procurar o Sr. Huang para pedir-lhe ajuda e disse: - Querido Sr. Huang, por favor, me ajude a evitar que o veneno mate minha sogra! Ela se transformou numa mulher agradável e eu a amo como se fosse minha mãe. Não quero que ela morra por causa do veneno que eu lhe dei.
Sr. Huang sorriu e acenou com a cabeça.
• - Lili, não precisa se preocupar. As ervas que eu dei eram vitaminas para melhorar a saúde dela. O veneno estava na sua mente e na sua atitude, mas foi jogado fora e substituído pelo amor que você passou a dar a ela.
• Na China existe uma regra dourada que diz: A pessoa que ama os outros também será amada.
• Na grande parte das vezes, recebemos das outras pessoas o que damos a elas... por isso tenha cuidado!
• Lembre-se sempre: o plantio é opcional, mas a colheita é obrigatória.
• Por isso, tenha cuidado com o que planta! (Jun Che)

Campanha Adulto Esperança
• Para doar R$ 7,00...Ligue no meu celular.
• Para doar R$ 15,00...Ligue no meu fixo.
• Para doar R$ 40,00...É só me avisar que eu mesmo vou buscar.
• Para doar valores maiores eu busco a qualquer hora, na noite ou madrugada mesmo.
• Doações do exterior...não se acanhe, hablo espanhol e arranho no inglês.
• Ah sim, aceito Euro e Dolar. Peso não. Já tenho o meu!
Este é o famoso azulejo de Toledo!
Photobucket
• Para que não tenham dúvidas...
• Esta é a sua tradução para português:
• A sociedade é assim:
O pobre trabalha,
O rico explora-o,
O soldado defende os dois,
O contribuinte paga pelos três,
O vagabundo descansa pelos quatro,
O bêbado bebe pelos cinco,
O banqueiro esfola os seis,
O advogado engana os sete,
O médico mata os oito,
O coveiro enterra os nove,
E o político vive dos dez!

O emprego do pronome indefinido...
• Era uma vez quatro indivíduos que se chamavam todos, alguém, cada um e ninguém.
• Existia um importante trabalho a ser feito, e pediram a todos para fazê-lo.
• Todos tinham certeza de que alguém o faria.
• Cada um poderia tê-lo feito, mas na realidade ninguém o fez.
• Alguém se zangou, pois era trabalho de todos!
• Todos pensaram que cada um poderia tê-lo feito e ninguém duvidava de que alguém o faria.
• No fim das contas, todos fizeram críticas a cada um porque ninguém tinha feito o que alguém poderia ter feito.
Moral da história: Sem querer recriminar a todos, seria bom que cada um fizesse aquilo que deve fazer sem alimentar esperança de que alguém vá fazê-lo em seu lugar...
A experiência mostra que lá onde se espera alguém, geralmente não se encontra ninguém. Quem sabe você desfaz isso e dê copie e cole pra todos a fim de que cada um possa fazer o mesmo pra alguém sem esquecer de ninguém.

Expliquem isso por favor
• Amigos, descubram a questão...
• Imagine que eu tenha uma divida de R$ 450,00 nas Casas Bahia, porém não tenho dinheiro para quitá-la.
• O que eu faço então?
• Procuro dois amigos e peço emprestados R$ 250,00 a cada um e fico com R$ 500,00.
• Vou então as Casas Bahia e quito a minha dívida de R$ 450,00 e me sobram R$ 50,00.
• Vou até a minha casa, deixo lá R$ 30,00 e levo R$ 20,00 comigo.
• Dirijo-me aos dois amigos e devolvo R$ 10,00 a cada, e assim fico devendo R$ 240,00 a cada um deles.
240,00 + 240,00 é igual a 480,00, mas em casa tenho os R$ 30,00, que somados perfazem R$ 510,00!
• Então eu ganhei R$ 10,00 nessa brincadeira então?
• Afinal, algum matemático, engenheiro, arquiteto, físico... que trabalhe com números pode me explicar isso?

2 comentários:

Mery disse...

Olá...
Amigo* sensitivo, fiquei um tempinho aqui sem saber o que escrever, e tão deslumbrada com o vídeo e as lições* de vida* que li .
Emoção*, esse vídeo me passou, muita emoção* * *
Queria postá-lo lá no meu blog, porque hoje não me ocorreu nada, esse negócio de república, pra quê?... As desigualdades da NOSSA GENTE* são as mesmas, ou não?
O que pensas a esse respeito, estou tão confusa, ando tomando muito remédio ;
olha, vou descansar a cabeça e se me deixares "roubar o vídeo, me responde...lá, via e-mail.
Beijinhos, obrigada, e vou aguardar
Mery*
Quem ler esse comentário, não ria, eu sou amiga ...ok.

Mery disse...

Amigo, quero que sejas o primeiro a comentar com o teu link, lá no post que publiquei agora.
Obrigada, beijos, da Mery*