17 de mar de 2011

A verdade do facebook

Faz sentido. Cuidado ao se expor! ..e o Orkut segue o mesmo principio..
? Assustador!
? Numa semana na televisão houve reportagem todos os dias com Joaquín López Dóriga (jornalista mexicano) sobre o Facebook, o Hi5, Myspace, Sonico, etc., e o perigo do seu uso.
?
Vem uma reportagem diária no jornal Milénio, sobre como los sequestradores têm como fonte de informação directa e confiável nos blogs do Facebook e do Hi5.
? Entrevistaram uns sequestradores que dizem que entram na rede e vêem os rostos, a casa, os carros, as fotos de viagem e sabem o nível social e econômico que têm os utilizadores. Na televisão, um deles declarou que antes investigavam muito para conhecer os candidatos a sequestros, mas que agora com o Facebook e com a informação que colocamos voluntariamente na rede, já não se enganam e nem têm que investigar onde vivem, que escola frequentam, para onde viajam, quem são os país, irmãos e amigos.
? Passou-se com Alejandro Marti, (jovem mexicano morto pelos seus sequestradores) que colocava tudo. A família acaba de fechar o seu blog depois de dar conta da quantidade de informação potencialmente perigosa que o jovem colocou com alegria e sem suspeitar que estava a ajudar a quem o matou. Protejam os vossos filhos e protejam-se a não colocar informação perigosa na rede.
? O Facebook está a vender a informação dos seus usuários ao maior espião.
? Cito textualmente: - "O que muitos usuários não sabem é que, de acordo com as condições do contrato que virtualmente assumem, ao fazer click no quadro "aceito", os usuários autorizam e consentem ao Facebook a propriedade exclusiva e perpétua de toda la informação e imagens que publicam."
? Assim, ressalta o perito, os membros automaticamente autorizam ao Facebook o uso vitalício e transferível, junto com os direitos de distribuição, de tudo o que colocam na sua página Web.
? Os termos de uso reservam ao Facebook o direito a conceder e sub-licenciar todo o conteúdo do usuário a outros propósitos. Sem o seu consentimento, muitos usuários convertem as suas fotografías em publicidade, tranformando um comércio privado num pertence público.
? De repente, tudo o que os seus membros publicaram, incluindo as suas fotografías pessoais, a sua tendência política, o estado das suas relações afetivas, interesses individuais e até a morada de casa, foi enviado sem autorização expressa a milhares de usuários.
? Há que acreditar em Mr. Melber quando assegura que muitos empregadores americanos ao avaliar os Curriculum Vitae, consultam o Facebook para conhecer intimidades dos candidatos.
? A prova de que uma página no Facebook não é privada, evidenciou-se num conhecido caso da Universidade John Brown que expulsou um estudante quando descobriu uma foto que colocou no Facebook vestido de travesti.
? Outra evidência aconteceu quando um agente do Serviço Secreto visitou na Universidade de Oklahoma o estudante do segundo ano Saúl Martínez, por um comentário que publicou contra o presidente.
? E para cúmulo, o assunto não termina quando os usuários cancelem as suas contas: as suas fotos e informação permanecem, segundo o Facebook, para o caso de quererem reactivar as suas contas; o usuário não é retirado, inclusive, quando morre.
? De acordo com as condições de uso, os membros não podem obrigar o Facebook a retirar os dados e as imagens dos seus dados, já que quando o falecido aceitou o contrato virtual, concedeu ao Facebook o direito de mantê-lo activo sob um status especial de partilha por um período de tempo determinado para permitir que outros usuários possam publicar e observar comentários sobre o defunto.
? Saibam os usuários do Facebook que são participantes indefesos de um cenário que os acadêmicos qualificam como o caso de espionagem maior na história da humanidade.
? Convertem-se de forma inconsciente nos percursores no fenómeno de Big Brothe'. Alusão directa à intromissão abusiva do estado nos assuntos privados do cidadão comum para controlar o seu comportamento social, tema de uma novela profundamente premonitória escrita en 1932 pelo britânico Aldous Huxley: Um Mundo Feliz em 1984.

Atitude!
• Uma mulher acordou uma manhã após a quimioterapia, olhou no espelho e percebeu que tinha somente três fios de cabelo na cabeça.
• - "Bom (ela disse), acho que vou trançar meus cabelos hoje."
Assim ela fez e teve um dia maravilhoso.
• No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e viu que tinha somente dois fios de cabelo na cabeça.
• - "Hummm (ela disse), acho que vou repartir meu cabelo no meio hoje."
Assim ela fez e teve um dia magnífico.
• No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que tinha apenas um fio de cabelo na cabeça.
• - "Bem (ela disse), hoje vou amarrar meu cabelo como um rabo de cavalo."
Assim ela fez e teve um dia divertido.
• No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que não havia um único fio de cabelo na cabeça.
- "Yeeesss... (ela exclamou), hoje não tenho que pentear meu cabelo."
Atitude é tudo!
Seja mais humano e agradável com as pessoas.
Cada uma das pessoas com quem você convive está travando algum tipo de batalha.
Viva com simplicidade.
Ame generosamente.
Cuide-se intensamente.
Fale com gentileza.
E, principalmente, não reclame.
Se preocupe em agradecer pelo que você é, e por tudo o que tem!
...E deixe o restante com Deus....Ele sabe o que precisa e te dará na hora certa...
Você deve se gostar muito e ficar feliz por ter mais que três fios de cabelo.
Tenha um ótimo dia!!!

Medicamentos importados
• Só quem precisa sabe o quanto é importante!
• No prédio da Varig, anexo ao Aeroporto Santos Dumont, existe a facilidade de aquisição de medicamentos importados.
• Se vocês conhecem alguém que precisa tomar remédios importados, esta é uma boa dica.
• A Fundação Rubem Berta, em parceria com a VARIG, presta Um serviço de caráter humanitário na compra de medicamentos não fabricados no Brasil, sem qualquer ônus quanto aos serviços de compra e transporte, ficando a cargo do solicitante somente o custo do medicamento.
• O contato deve ser feito por meio do setor de medicamentos: VARIG - Aeroporto de Congonhas, portaria 3 com Simone (Medhelp) Fone: (11) 5091-2250 .
• Alguém pode estar precisando e não tem conhecimento disso!
• Prá quem quiser verificar, o site
"As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos." (Clarice Lispector)

Nenhum comentário: