19 de ago de 2011

Peixe-gato ou Panga

Perigo para a saúde pública
• Há pouco tempo descobri um novo peixe, aparentemente perfeito: filetes muito branquinhos, frescos ou congelados, sem espinhas e a bom preço no super... claro que decidi experimentar...
• A minha primeira impressão do sabor do peixe não foi a melhor, (embora fosse a única a encontrar algo estranho, pois é um sabor muito ténue...)
• Hoje voltei a comer, e tal como da primeira vez que provei este peixe voltou a saber, muito ligeiramente a bolor/mofo, pelo que durante o almoço construi as seguintes hipóteses para explicar esse sabor ténue: este peixe deve ser de rio e é necrófago...
• Após almoçar ontem, pesquisei na net e encontrei o texto que posto abaixo.
• Nota: achei por bem fazer um post porque muitos já terão provado e gostado...
O Peixe gato ou panga: a nova aberração da globalização
• O panga é um novo tipo de peixe que encontramos sobretudo sobre a forma de filetes, a um preço muito barato(?). O panga é um peixe de cultura intensiva/industrial no Vietname, mais exactamente no delta do rio Mekong e está a invadir o mercado devido ao seu preço.
• Eis o que deve saber sobre o Panga:
• Os Pangas estão infestados com elevados níveis de venenos e bactérias. (arsênio dos efluentes industriais e tóxicos e perigosos subprodutos do crescente sector industrial, metais contaminantes, bifenilos poli clorados (PCB), o DDT e seus (DDTs), clorato, compostos relacionados (CHLs), hexaclorocicloexano isómeros (HCHs), e hexaclorobenzeno (HCB)).
• O rio Mekong é um dos rios mais poluídos do planeta.
• Não há nada de natural nos Pangas - eles são alimentados com peixes mortos restos e ossos de secas e de solo numa farinha, da América do Sul, a mandioca (mandioca) e resíduo de soja e grãos. Obviamente, este tipo de alimentação não sã não tem nada a ver com a alimentação num ambiente natural.
• Ela mais não faz do que assemelhar-se ao método de alimentação das vacas loucas (vacas que foram alimentadas com vacas, lembra-se?) A alimentação dos pangas está completamente desregulada.. O panga cresce 4 vezes mais rápido do que na natureza...
• Além disso os pangas são injetados com PEE - alguns cientistas descobriram que se injectassem as fêmeas pangas com as hormonas femininas derivados de desidratado de urina de mulheres grávidas, a fêmea Panga produziria os seus ovos muito rapidamente e em grande quantidade, o que não aconteceria no ambiente natural (uma Panga passa a produzir assim aproximadamente 500.000 ovos de uma vez). Basicamente, são peixes com hormonas injectáveis (produzidas por uma empresa farmacêutica na China) para acelerar o processo de crescimento e reprodução. Isso não pode ser bom.
• Ao comprar pangas estamos a colaborar com empresas gigantes sem escrúpulos e gananciosas que não se preocupam com a saúde e o bem-estar dos seres humanos.
• Este comercio está a ser aceite por grandes superfícies que os vendem ao público em geral, sabendo que estão a vender produtos contaminadas.
• Nota: devido à prodigiosa quantidade de disponibilidade de Pangas, este irá acabar noutros alimentos: surimi (aquelas coisas com pasta de peixe), peixe terrines e, provavelmente, em alguns alimentos para animais. (cães e gatos!)
(texto traduzido).
• Diz-se que comer peixe é bom para a saúde, mas eu já começo a duvidar de tudo!

• Um motorista de ônibus somaliano (nome: Mukhtar) na Dinamarca faz anos, vai trabalhar como em um dia qualquer.
• A empresa de ônibus organiza uma surpresa de parabéns para ele, com a participaçao de passageiros e de pessoas que se encontram na rua.
Tomara que aprendamos a espalhar alegria e carinho em nossos amigos, vizinhos e os com quem convivemos, em vez de tristeza e amargura, diz o texto árabe. Link

2 comentários:

Anônimo disse...

¿Panga? ¡que lo coma Zapatero......!!!!

Anônimo disse...

¿comienza el declive del panga?
panga.....¿el pescado del zapaterismo?