20 de fev de 2014

Ó tão sonhada Justiça, apareça !

Realmente é difícil raciocinar no entender processos no mundo atual, sempre em conflitos, poderes díspares na condução das pátrias, equalização entre ricos e pobres, o caminhar lento das migrações – prova da insuficiência dos órgãos de coadunar costumes e economias de países com corrupções, prisões (?), e a fome campeando, pobres sempre marginalizados, mentiras de propostas de ajuda sem um propósito fixo e evolutivo que dê a cada ser humano uma maior dignidade.
Abrir leituras na mídia, tvs.... mostra o quanto ainda estamos presos a Antiguidade, só que a supremacia de um sobre outro Estado, mudou de nome: economia.
E numa rede onde se sabe quem têm o condão do puxar o fio, países são como peixes, estrebucham, são tragados e se tornam presas obedientes às cláusulas que se fortalecem em Reuniões Mundiais que os carolas fixam isso ou aquilo que o maior atua na execução via moeda internacional.
Você manda em que? Praticamente a escravatura começa no município, estado e governo federal no que tange Brasil.
Como tartarugas, somos alimentados por quase iguais que abundam em direitos e conduzidos por mentiras e o que nos doam não mais é do que migalhas, que anunciam como a veloz vontade governamental de dar a todos direitos iguais. Basófias!
O até quando pode parecer estar nas mãos dos votantes, mas qual, nos papéis, cédulas ou teclar de maquininhas estão mais a frente em tempo recorde aqueles manipuladores, os enganadores, que, infelizmente, os carentes de conhecimentos aplaudem e pular de alegria. Somos pobres coitados!
A Arena aí está próxima e você é um dos que vai apertar teclas, ou no dizer de muitos, sabe que a sorte já está selada! Sorria, alguém está feliz e proseando! (AAndrade) 
Tudo o que você precisa
Encare o dia de hoje como um ponto de partida inicial e saiba que existe um alcançável caminho que o leva para os seus mais acalentados sonhos. Portanto, a melhor coisa que você pode fazer é dar o primeiro passo nesse caminho.
Valorize e aprecie tudo o que você tem, e tudo o que você é, não importando quão modesto ou insignificante isso possa ser aos seus olhos.
Não é uma questão de quão muito ou quão pouco você tenha. O que realmente importa é o que você faz com o que você já tem. Mesmo que você não tenha quase nada - o que é praticamente impossível - você tem as horas e os momentos deste dia. Portanto, use-os sabiamente, com foco e disciplina, com persistência e determinação e, assim, você estará se dirigindo para onde você deseja chegar.
Apesar de parecer ser um pequeno passo, é um passo positivo. Você já tem tudo o que você precisa para dar o primeiro passo e, uma vez tomado o primeiro passo, você já terá o que você precisa para dar o passo seguinte. (Peter Strong)

• A assombrosa arte de Philippe Faraut.
• Dá até para aprender a esculpir ! 
• Claro, tenha ou não dom! 
• Os antigos deixaram tantas para nós!

Prepare-se, pois o mundo dos carros está mudando...
 photo _atesla.jpg Tenho um amigo - o André - que mudou para os Estados Unidos, virou cidadão americano e recentemente adquiriu um Tesla. Para quem não sabe é um carro totalmente elétrico, sem versão híbrida, à gasolina, etc. É um elétrico puro! Não é uma adaptação, é um veículo projetado para ser unicamente elétrico. Antes ele havia comprado (ou melhor feito um leasing) um Nissan Leaf e já havia gostado. Resolveu fazer um up grade.
O relato dele é impressionante. A fábrica não tem revendas, tudo é feito através da Internet: escolha do carro, cor, estofamento, teto, equipamentos, tecido interno, aprovação de crédito, etc. Tudo, absolutamente tudo.
Ter um carro elétrico nos Estados Unidos tem uma série de vantagens: reembolso de parte do valor do carro pelo governo (no caso do Tesla, aproximadamente US$ 10 mil), vantagens fiscais, utilização da faixa Car Pool (faixa exclusiva para veículos com dois ou mais passageiros, muito menos congestionada)... O carro custa de US$ 70 mil a US$ 120 mil (sem considerar o reembolso do governo de aproximadamente US$ 10 mil).
O carro é financiado pela própria fábrica e, totalmente ao contrário da prática americana, não é um plano de leasing. Após 36 meses, independentemente de qualquer condição, a fábrica garante a recompra por 50% do valor pago (não é necessário adquirir outro veículo da fábrica).
Como a fábrica não tem revendas, o carro é entregue a domicílio, ou seja, no dia e hora marcados, chega uma carreta entregando o veículo. Pontualmente!!!
A primeira surpresa é com a afirmação do entregador, ou talvez fosse melhor o consultor que faz a entrega: Isto não é um carro, é uma CPU... Nada mais verdadeiro.
Esta talvez seja a grande mudança, os carros estão dando lugar a CPU’s com rodas!
O Tesla não tem chaves ou botões. O motorista fala com o seu carro. No painel um enorme monitor de 22 polegadas traz todas as informações e dispõe de um acesso a Internet gratuito (que funciona e para sempre). Você ouve a música que quiser, acessa os mapas que desejar... tudo sem pagar um único cent.
O carro, ou melhor a CPU, é uma usina de força, com quatro motores, um em cada roda, e vai de 0 a 100 Km/h em escassos 4 segundos. Eu disse 0 a 100 Km/h em 04 (quatro) segundos. Desempenho digno de Ferrari, Porsche e poucos outros mais.
A autonomia é de 700 Km, e pode ser abastecido em qualquer tomada, mas a fábrica tem vários pontos de recarga nas principais vias do país (em geral em hangares que não eram utilizados em aeroportos), onde carrega inteiramente as baterias em 30 minutos (em geral um pouco menos, pois sempre há um resto de carga) ou, alternativamente, tem robôs que trocam as baterias em 90 segundos (metade do tempo para encher o tanque com gasolina de um carro similar). Há um vídeo no site da empresa que mostra a operação. E o mais sensacional: É gratuito! O dono do veículo/CPU não paga, pois a energia usada na recarga provém de painéis solares, que a fábrica não cobra.
Também no site da empresa é possível ver os pontos já existentes e os que serão implantados em 2014, 2015...
Será, ou talvez já seja, possível viajar de costa a costa, sem gastar um único centavo em combustível (energia).
Fora destes pontos de recarga é possível ligar o veículo na tomada de casa e sair pela manhã com o tanque cheio ou baterias carregadas para rodar 700 Km.
Perguntei ao André quanto ele gastava por mês com o abastecimento do carro e ele me disse que não mais de US$ 30/mês (claro que o custo da energia lá é muito menor, afinal eles não têm uma CEEE que gasta milhões por mês só em causas trabalhistas, por exemplo).
O carro, ou melhor, a CPU com rodas, é pura tecnologia e a fábrica só produz um modelo, variando os acessórios.
Está no forno um SUV...
Escrevendo sobre o Tesla lembrei de uma frase que li uma vez, há muitos anos atrás, no computador de um amigo: Objetos no computador estão mais próximos do que na realidade (no original, parodiando a frase existentes em espelhos retrovisores de carros: objects in the mirror are closer than they appear)...
Pelo visto a realidade virtual está se transformando em real! E o Tesla é a prova!

Quem dorme sonha. Quem trabalha, conquista.

Nenhum comentário: