5 de ago de 2010

A velha rixa homem, mulher

Photobucket
Na escola
Uma professora de Francês estava explicando à classe que em seu idioma, ao contrário do Inglês, os substantivos são designados como masculinos e femininos.
- Casa, por exemplo, é feminino, "la maison".
- Lápis é masculino, "le crayon".
Um estudante então perguntou:
- "A que gênero pertence o computador?"
Em vez de responder, a professora dividiu a classe em dois grupos: (masculino e feminino) e pediu a eles que decidissem sozinhos se afinal o computador deveria ser um substantivo masculino ou feminino.
Cada grupo teria de justificar a escolha.
O grupo masculino decidiu que o computador (ordinateur) deveria definitivamente ser classificado como feminino ("la ordinateur"), porque:
1) Ninguém além de seu criador compreende sua lógica interna;
2) A linguagem que as mulheres usam para se comunicar entre si é incompreensível para todos os demais;
3) Mesmo os menores erros são arquivados numa memória de longa data para possível revisão mais tarde;
4) Assim que você assume compromisso com uma, se vê torrando metade do salário com acessórios para ela.
O grupo feminino, entretanto, concluiu que os computadores deveriam ser masculinos ("le ordinateur") porque:
1) Para fazer qualquer coisa com ele você tem de ligá-lo primeiro;
2) Eles têm muitos dados, mas ainda não são capazes de pensar por si mesmos;
3) Supostamente eles têm de ajudar a resolver problemas, mas metade do tempo eles são os problemas;
4) Assim que você se compromete com um, percebe que se tivesse esperado um pouco mais poderia ter conseguido um modelo melhor.
Computador em Francês é "le ordinateur" (masculino).
photobucket
Sugestões para os homens que reclamam!
As coisas deveriam funcionar assim:
- Cada vez que um homem reclamasse de fazer a barba, ganharia inteiramente grátis uma depilação com cera quente na virilha. Mas, virilha completa!
- Como bônus ele ainda poderia escolher outra parte do corpo para ser depilada, sejam as pernas, o buço ou as axilas.
- Em caso de reclamação, o macho participante da promoção ganharia uma semana de menstruação com direito a todos os opcionais de fábrica: sete dias de sangramento + cólicas + dores no corpo + irritação + sensibilidade extrema. Uma festa de hormônios para o deleite do reclamão!!
- Na terceira reclamação do barbudo fresco, completar-se-ia a Cartela Premiada Ouro;
- Com três estrelinhas, ele teria direito a um parto normal incluindo os nove meses de gestação, dores na coluna, enjôos, dificuldade para andar, muitos quilos a mais e, na reta final, fortes contrações, dilatação de dez centímetros na genitália, um corte para facilitar a saída do bebê e a própria saída do bebê cabeçudo e que tem ombros!
- Mas não é só isso! Depois do parto, do cansaço e do esforço o ganhador da promoção ainda teria direito a ter a criancinha sugando seus mamilos com bastante força no incrível e mágico momento da amamentação!
Conclusão: Sexo forte? Aonde?
photobucket
"O momento atual precisa de felicidade. E você, como filho do doador de felicidade, tem a tarefa de doar. Continue a dar felicidade a todos que entram em contato com você. Mantenha-se tão completo de forma que ninguém possa sair de mãos vazias. Cheque se você está doando como um mestre doador ou apenas está feliz consigo mesmo. Quanto mais você doa, mais rico você se torna ao receber as bênçãos de todos. Essas bênçãos facilitarão seus esforços". (Brahma Kumaris)

Nenhum comentário: