7 de mai de 2017

É preciso dar um basta.

 photo candidatos2018_zps52cojjvu.jpg • Bandos cobram taxa de empresários para não roubar cargas no RJ. 
• Gratuidade de alunos em transporte público vai acabar na segunda-feira. Decisão comunicada pelo estado à RioCard afeta alunos de níveis Fundamental e Médio das redes municipais e federal. 
• Prefeitura diz ter descoberto dívida bilionária herdada da gestão de Eduardo Paes. 
• Inscrições para o Enem 2017 começam na segunda-feira. A taxa para se inscrever no exame é de R$ 82, que deve ser paga até o dia 24 de maio. 
• Delações da Odebrecht têm erros, contradições e inconsistências. Brechas podem fragilizar acusações e serão usadas por políticos em suas defesas. 
• Obstrução de justiça. Mônica põe Dilma sob suspeita de obstruir a Justiça. Delação de Mônica Moura sobre e-mails pode render nova ação. 
• Lava Jato. Moro pede que seus apoiadores não viajem a Curitiba para o interrogatório de Lula. Em iniciativa inédita, ele tenta evitar confronto com lulistas. 
• Na Petrobras, 50 funcionários estão sob suspeita. Duque apontará empregados que ajudaram a roubar a Petrobras. 
• Odebrecht admite mudar o nome de qualquer empresa do grupo - inclusive a própria construtora, fundada em 1940 pelo engenheiro Norberto Odebrecht (1920-2014). 
• Senado segura projeto que divulga empréstimos sigilosos do BNDES. Para congressistas que apoiam a proposta, financiamento ainda é caixa-preta. 
• UFRJ recupera doze dos 423 livros furtados de sua biblioteca. 
• Risco da descrença é termos soluções radicais na política. Presidente da CNBB alerta para surgimento de alternativas antidemocráticas. (Dom Sergio da Rocha) 
• Mortos após rebelião em Alcaçuz aguardam identificação. Sem laboratório com tecnologia para análise do DNA, polícia do Rio Grande do Norte recorreu a laboratório na Bahia; exame será realizado neste mês.
• Franceses vão às urnas para eleger novo presidente. Centrista Emmanuel Macron e ultranacionalista Marine Le Pen disputam hoje. Os colégios eleitorais da França abriram neste domingo às 8h (horário local, 3h em Brasília) para o segundo turno das eleições presidenciais no país. As pesquisas dão uma clara vantagem ao social liberal Emmanuel Macron sobre a ultradireitista Marine Le Pen para chegar à Presidência. Mostramos que a política pode ser uma coisa bonita. Para coordenador da campanha de Macron, desafio será manter engajamento. 
• Constituição virou dor de cabeça para Maduro. Líder venezuelano buscará fulminar democracia eleitoral para ficar no poder. 
• Trump, Israel e Palestina. Visto por muitos como fator de instabilidade nas relações internacionais, o presidente dos EUA é candidato a mediador de um acordo de paz. 
• Refinaria polêmica da Petrobras nos EUA é alvo de ambientalistas. Advogados pedem embargo de máquinas e multa por poluição de Pasadena. 

Se quiserem condenar o Lula, haverá resistência, declara presidente do PT.
Rui Falcão, presidente do PT, referiu-se à manifestação que o partido fará em Curitiba, na próxima quarta-feira, como uma festa da democracia e de defesa do presidente Lula. O dirigente petista tratou o ato a ser realizado no dia do depoimento de Lula a Sergio Moro como uma espécie de avant-première do que ainda está por vir. Insinuou que haverá uma insurreição no país se o juiz da Lava Jato um dia ousar impor a Lula uma sentença condenatória.
Dirigindo-se à militância que compareceu na noite de sexta-feira à abertura da etapa paulista do 6º congresso do PT, Rui Falcão declarou: …Que no dia 10 eles saibam muito bem: se quiserem condenar o Lula, se quiserem continuar com essa campanha, haverá resistência no país inteiro.
Ele enumerou os movimentos, entidades e partidos que se dispõem a contestar no asfalto uma sentença de Moro contra Lula. Nessa resistência, não estarão apenas os militantes do PT. Estarão as lideranças do movimento popular, os sem-terra, os sem-teto, os líderes sindicais, a CUT, outras centrais, os partidos de esquerda -como o PCdo B-, irmanados para garantir a democracia no Brasil.
No Brasil de Rui Falcão, o regime só será democrático se forem observadas duas pré-condições: A democracia, hoje, significa diretas-já e Lula presidente. Ele já admite que parte dos brasileiros enxerga Lula como corrupto. Mas atribui a percepção a delações forjadas e à Rede Globo.
Há setores da população que, de tanto martelarem na Globo, de tanto incluírem coisas nas novelas, começam a colocar em dúvida a honestidade do presidente Lula, disse Falcão, dando asas à sua construção mental: Eles querem acabar com os direitos, querem acabar com a aposentadoria. Para isso, é preciso destruir alguém que não permitirá que isso ocorra.
Não há no palavrório de Rui Falcão à militância nenhum vestígio de algo que se pareça com uma contestação objetiva às acusações que pesam contra Lula. O companheiro aperta o botão do complô', pisa no acelerador do golpe e segue em frente: …Nos últimos três anos, estão tentando demonstrar que o presidente Lula não é honesto, que está acumpliciado com a corrupção, que o PT é uma organização criminosa. Mas nada disso se provou até agora. Então, como é que o Moro vai fazer? Vai inocentar o Lula por que não tem provas? Vai condenar o Lula com base em convicções?.
O petismo já havia se enrolado na bandeira da resistência quando deputados e senadores armavam o cadafalso do impeachment. Dilma Rousseff foi enviada de volta para Porto Alegre. E nem Falcão resistiu. Mas agora, disse ele à militância companheira, tudo será diferente:
Nós fomos golpeados no impeachment e a nossa capacidade de reação foi pequena, porque nós não estávamos preparados para o golpe. Agora, nós temos que ter consciência de que há um outro golpe em curso. E esse nós temos que barrar. E se barra o golpe é com mobilização, com luta, com capacidade de enfrentamento. E isso a militância do PT nunca se recusou a fazer. Portanto, companheiros, luta, vigilância, argumentação… (Josias de Souza) 

Finado Lulla e Liberdade para os criminosos...
Nosso pobre Brasil está vivendo dias de inimaginável perplexidade: um criminoso bêbado anda à solta por aí, falando as maiores besteiras, enfrentando e desancando publicamente a Justiça do País, portando-se como um deus inatingível! E, em uma nítida sinalização de que os destemperos desse bêbado não lhe trarão qualquer consequência, alguns membros de nossa Corte Suprema - o STF - resolveram abrir as porteiras para a institucionalização da impunidade oficial, algo que parecia estar chegando ao fim por aqui, como consequência das extraordinárias ações do Juiz Sérgio Moro e da Operação Lava-Jato!
Na próxima quarta-feira - dia 10 / 05 - o País estará montando uma megaoperação com milhares de policiais, soldados e tanques! Não: não estamos sendo invadidos por alienígenas nem por Países estrangeiros! Simplesmente, o bêbado-criminoso irá estar diante da Justiça, para dar conta de seus crimes e de suas ligações com bandidos! E essa simples operação - normal e corriqueira em qualquer País do mundo - aqui, vira uma operação de guerra, graças à leniência e à tolerância de nossas Instituições para com bêbados e criminosos desse quilate!
Abaixo, você tem dois textos que procuram mostrar o absurdo Institucional pelo qual estamos passando! Não podemos ficar inertes diante dessa tentativa desesperada de alguns Magistrados, no sentido de perpetuarem por aqui, a esbórnia e o crime. Vamos nos indignar, vamos protestar, vamos fazer a nossa parte! (Márcio Dayrell Batitucci)
ooo0ooo

Finado Lula.
Nunca entre num lugar de onde tão poucos conseguiram sair, alertou Adam Smith. 
A consciência tranquila ri-se das mentiras da fama, cravou o romano Ovídio.
Corrupção é o bom negócio para o qual não me chamaram, ensinou o Barão de Itararé.
E na contramão de todos está alguém que abriu mão de si mesmo pelo poder. Lula construiu uma história de vida capaz de arrastar emoções e o levar à presidência. Agora, de modo desprezível, o mesmo Lula destrói-se por completo.
Não é preciso resgatar o tríplex, o sítio ou os R$ 30 milhões em palestras para atestar a derrocada do ex-presidente. Basta tão somente reparar a figura pitoresca na qual Lula se tornou. O operário milionário sempre esbanjou o apoio popular e tomou para si o mérito de salvar o país da miséria. Contudo, junto disso, entregou-se aos afetos das maiores empreiteiras, não viu mal em lotear a máquina pública, nem constrangeu-se em liderar uma verdadeira organização criminosa.
Sem hesitar, brincou com os sonhos do povo e fez de seu filho, ex-faxineiro de zoológico, um megaempresário. Aceitou financiamentos regados a corrupção, fez festa junina pra magnatas e mentiu, mentiu e mentiu. O resultado, enfim, chegou: ao abrir mão de si mesmo, Lula perdeu o povo.
Pelas ruas, o ex-presidente é motivo de indignação e fonte de piadas. Lula virou chacota, vergonha, deboche. Restou-lhe a militância do pão com salame e aqueles que tratam a política com os olhos da fé messiânica.
Seu escárnio da lei confirma sua queda. Lula ainda enxerga o Brasil como um rebanho de gado e não percebe que está só, cercado por advogados que postergam seu coma moral. Enquanto ofende o judiciário e todos aqueles que não beijam seus pés, Lula trancafia-se na bolha de quem ainda acredita que meia dúzia de gritos e cuspes podem apagar os fatos.
O chefe entrou num mundo sem saída, trocou sua consciência pelo poder e corrompeu-se até dissolver sua essência. Lula morreu faz tempo. Restou-lhe, apenas, uma carcaça podre que busca a vida eterna no inferno de si mesmo. (Gabriel Tebaldi é graduado em História pela UFES)
ooo0ooo
Liberdade para os heróis do Petrolão.
Gilmar Mendes e Dias Toffoli - eles debocham de você.
Depois da ditadura vem a abertura (da porteira). Caminhando e cantando e seguindo o cifrão Os dias eram assim: 
José Carlos Bumlai, o laranja da revolução, o amigo fiel do chefe da gangue progressista e solidária que arrancou as calças do povo, é solto pelo STF. O próximo da lista da alforria é José Dirceu, identificado como maestro do mensalão e do petrolão, ou seja, um guerreiro do povo brasileiro pelo direito sagrado de garfar os cofres públicos sem perder a ternura.
O ideal é que a Justiça dê liberdade logo a todos esses heróis da história recente, para que eles possam começar tudo outra vez. Caminhando e cantando e seguindo o cifrão.
Vamos parar de perseguir esses revolucionários estoicos. Ligue a TV e veja como eles eram lindos. E românticos. O fato de terem chegado ao poder e acabado todos em cana por ladroagem é um detalhe. Ninguém quer ficar lembrando notícia ruim. Se Hollywood pode cultivar Hugo Chávez como salvador do Terceiro Mundo (a Venezuela sangrenta e arrasada não coube no roteiro), por que não podemos continuar envernizando os anos de chumbo? 
A revolução de Jim Jones também foi linda. Por que ficar lembrando aquele incidente no final, com a morte de uns 900 seguidores por suicídio e assassinato? Mania de botar defeito em tudo.
A libertação de Bumlai é um episódio emocionante, se você imaginar quanto os amigos dele lutaram por liberdade nos anos 1960. Quem disse que utopia não vira realidade? Eis aí: o homem apontado como facilitador dos sonhos pecuniários dos pobres milionários do PT está livre. Valeu a pena sonhar.
Agora o Supremo Tribunal Federal está na dúvida se solta José Dirceu também. Depois da ditadura vem a abertura (da porteira). Eles até já se compararam a Nelson Mandela - ou seja, estão com a maquiagem em dia. Basta dar uma retocada quando o carcereiro chegar e correr para os braços do povo como ex-presos políticos. O Brasil adora esse tipo de herói. A cama de Lula está feita. 
Intervalo comercial: a Advocacia-Geral da União está cobrando o ressarcimento de R$ 40 bilhões dos condenados na Lava Jato. Observando o sistema montado pelos governos Lula e Dilma para desfalcar o Erário, e notando a exuberância das cifras em cada uma das incontáveis transações reveladas, você já tinha feito suas contas: nossos doces guerreiros do povo estão bilionários. E deve ter dinheiro escondido até em casinha de cachorro.
Voltando à narrativa da gloriosa revolução socialista contra a direita malvada, a conta fecha de forma comovente. Faça a estimativa do custo de todos os advogados contratados a peso de ouro por nosso batalhão de heróis enrolados com a polícia por anos a fio e conclua sem medo de errar: estão podres de ricos. E é com esses advogados, com essa fortuna e com a boa vontade que esse charme todo suscita nos bons amigos do Judiciário que eles estão articulando a abertura (das celas).
Talvez você se lembre que Dirceu, em pleno julgamento como réu do mensalão, continuava faturando com o petrolão - conforme constatou a Lava Jato. Talvez você tenha registrado que já em 2014, com a força-tarefa de Curitiba a todo vapor desvendando o escândalo, as engrenagens do esquema continuavam em marcha, como se sabe agora, inclusive para abastecer a reeleição de Dilma, a presidenta mulher revolucionária do bem. Parece incrível, mas os dias eram assim.
Diante de uma quadrilha virtuosa como essa, que parece ter como característica especial a desinibição, é providencial que o STF comece a soltar os seus principais integrantes. Afinal, os fatos mostram que eles não vão fazer nada de mais, fora girar sua fortuna, reciclar os laços de amizade e voltar a irrigar seus negócios - que tiveram 13 anos de esplendor e ultimamente deram uma caída, prejudicados por fascistas invejosos.
Contratar pesquisas de opinião mostrando que Lula já é o próximo presidente e manifestos de intelectuais à la carte está pouco. É preciso que a Justiça tire os revolucionários do xadrez, para que Lula não tenha mais de ficar zanzando por aí de jatinho sem saber direito onde pode pousar. Chega de constrangimento.
Que a perseguição a esses homens de bem termine de vez e Lula possa chegar cheio de moral diante de Sergio Moro para dizer que não é nada dele. E depois comemorar com um churrasco no tríplex de Guarujá, que ninguém é de ferro. (Guilherme Fiuza, jornalista e escritor) 

Grão de bico.
O grão-de-bico é um alimento mais rico do que o feijão em muitos aspectos. Entre 20 e 30% de sua constituição é pura proteína. Possui muitas fibras, zinco, potássio, ferro, cálcio e magnésio. Se for consumido todos os dias, faz ganhar massa muscular, aumenta o bom humor, reduz o nível de colesterol ruim e regula o intestino. 
Mas sua qualidade mais famosa é de gerar felicidade: possui mais triptofano do que o feijão, o mesmo aminoácido essencial que faz do chocolate essa bela fonte de bem-estar e redução do estresse.
Em seres humanos metabolicamente normais, o aumento do consumo do grão-de-bico tem como consequência uma maior produção da serotonina, destacam Leonardo S. Boiteux e Maria Esther de Noronha Fonseca, do Laboratório de Melhoramento Genético & Análise Genômica do centro nacional de pesquisa de hortaliças (CNPH) da Embrapa, em Brasília.
Por ter ômega 3 e 6, é indicado para prevenir doenças cardiovasculares. E quem tem diabetes ou está lutando contra a obesidade também pode se beneficiar da leguminosa.
Tem carboidratos complexos, ou seja, possuem uma metabolização lenta no organismo. Por também ser rico em fibras, proporciona sensação de saciedade e a pessoa só vai sentir fome bem mais tarde, explica a nutricionista baiana Solange Carvalho.
Os pesquisadores da Embrapa Hortaliças destacam que as sementes do grão-de-bico também acumulam mais fitoestrogênios do que as do feijão - substâncias que têm ação preventiva na osteoporose e de problemas cardiovasculares. Os fitoestrogênios também são usados na reposição hormonal após a menopausa.
Cheiros nos ares com turbas a se movimentar. O país não merece isso e as famílias chegam a temer pelo pior. Justiça não tem sido considerada a palavra mágica. (AA)

Nenhum comentário: