17 de set de 2016

Paralimpíada encerrando.

 photo da vez_zps3iwcqnlx.jpg • Linha 4 do metrô, que liga Ipanema à Barra, será aberta ao público segunda.
• Prefeitura vai assumir oito restaurantes populares para evitar fechamento.
• Ação civil pública pode impedir Dilma de votar e defesa está preocupada que ação civil pública.
• PT trocará direção para fugir da crise e da Justiça. Lula, deputados e senadores decidem antecipar congresso do partido e rever eleição direta para escolher dirigentes petistas; PT determina defesa de Lula no horário eleitoral. Embora se trate de orientação formal do partido, divulgação de nota por candidatos não será obrigatória; A defesa de Lula na TV: Rui Falcão descarta constrangimento, já que não haverá obrigatoriedade; Patrimônio de Lula aumentou 360% após a Presidência. Declarações do IR de Lula constam da denúncia da Lava Jato; Conselho Nacional do MP se recusa a censurar procuradores.
• Brasil perdeu 1,5 milhão de vagas de trabalho no ano passado. Queda é a mais profunda desde 1985; jovens representam 76% dos cortes.
• Lula surpreendeu os ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli na posse da nova presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, na segunda (12). No fim da cerimônia, se aproximou dos dois, pegou no braço de Toffoli e disse:  Se não fosse a coragem deste aqui [Mendes], você estava f...! (M.Bergamo)
• A greve que mantém bancários paralisados por todo o país há mais de dez dias tem como um de seus objetivos forçar os bancos a repensar os modelos de agências digitais, uma opção que tem ganhado força entre os clientes devido à redução - às vezes a zero - das taxas de manutenção.
• Advogados de Lula denunciam procuradores da Lava Jato ao Conselho Nacional do Ministério Público. Defesa do petista alega que os procuradores promoveram linchamento e trataram Lula como culpado, inclusive sobre assunto que não está sob competência funcional deles, e pede apuração de suposto desvio de conduta.
• Eugênio Aragão acusa Janot e Ministério Público de surfarem na crise para adquirir musculatura. Subprocurador-geral da República e até há pouco um dos maiores aliados do procurador-geral, ex-ministro da Justiça se diz desapontado com o amigo e acusa o MP de lesar direitos de pessoas investigadas e de se curvar ao corporativismo e ao populismo midiático.
• Denúncia é pirotecnia, diz Lula: Provem uma corrupção minha que irei a pé para a cadeia. Na defesa após ser apontado pelo MPF como comandante máximo do petrolão, petista sinaliza disposição para disputar eleições em 2018: Não tenho vocação para dar tiro na cabeça, como Getúlio, nem para deixar o país, como Jango.
• Se tudo que acontece e aconteceu ser verdade ou invencionice, fora o que sabemos na mídia convencional e disse-me-disse, não seria melhor apagar tudo de vez, e começar um novo país, onde a mescla corruptos e honestos vivam em paz? Chega de provocações e acusações, todos tem razões. Abram-se cadeias e presídios, arquivem-se todos os inquéritos, fechem-se portas de todas justiças e perdõem-se petições. (PFilho)
• Delcídio diz que Lula fez acerto com PMDB para evitar impeachment. Ex-senador afirmou que, após mensalão, ex-presidente distribuiu cargos na Petrobrás e em todo o governo.
• Para Gilmar Mendes, denúncia da Lava Jato dá segurança a Lula. Ministro não quis avaliar existência ou não de provas na denúncia da Lava Jato.
• Mortes confirmadas por chikungunya crescem 1.400% neste ano.
• Temer veta integralmente reajuste para os defensores públicos da União. Decisão foi publicada na edição desta sexta-feira (16) do Diário Oficial da União. Segundo o presidente, a proposta que previa aumento escalonado para a categoria contraria o interesse público; Defensores públicos prometem mobilização contra veto de Michel Temer. Para presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Andef), Michele Leite, governo escolheu a categoria para dar recado de ajuste fiscal ao barrar reajuste.
• Rodrigo Maia: reforma da Previdência só será concluída em 2017. Presidente da Câmara afirma que, mesmo que a proposta a ser enviada pelo presidente Michel Temer chegue à Casa este mês, como prometido, não haverá tempo para a conclusão de sua análise até o fim de dezembro.
• PF aponta operações irregulares na Caixa. Organização criminosa movimentou R$ 500 mil entre 2012 e 2013.
• Após a cassação do mandato do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deputados afirmam não considerar que haja clima para julgar outros investigados na Operação Lava Jato na Câmara. Atualmente há 26 deputados e 14 senadores investigados na operação.
• Fernando Pimentel e Marcelo Odebrecht são indiciados em operação da Polícia Federal. Em nota, defesa do governador de Minas Gerais afirmou que indiciamento não tem efeito, já que é um ato de convencimento da autoridade policial.
• Moro condena amigo de Lula a nove anos de prisão. Pecuarista José Carlos Bumlai confessou ter feito empréstimo de R$ 12 milhões que, segundo ele, era propina dada pelo grupo Schahin em troca de contrato bilionário com a Petrobras.
• Governo vê indícios de pagamentos indevidos sobre 81% de auxílio-doença. Dados da Transparência são referentes a maio de 2015, quando Previdência desembolsou R$ 1,8 bilhão.
• Petrobrás quer cortar hora extra, jornada e salário. Sindicalistas consideram proposta da estatal uma afronta, prometem resposta dura e ameaçam com greve.
• Oito presos na Hashtag são denunciados; seis são soltos. Suspeitos são acusados de planejar um atentado nos Jogos do Rio.
• Justiça nega recurso e mantém suspensão de Lei do Farol Baixo nas rodovias. Juiz entende que motoristas não podem ser penalizados pela falta de sinalização.

•  Migrantes aguardam remoção de acampamento improvisado no norte de Paris; local abrigava de forma precária ao menos 1.500 pessoas, que serão encaminhadas para centros de acolhida. 
• Com advogado da Fifa, Odebrecht tenta acordo no Brasil e nos EUA. Empreiteira contratou ex-procurador americano para negociar colaboração. 
• Farc iniciam conferência para discutir acordo de paz. Líderes esperam aprovação do texto por membros da guerrilha colombiana.
• Hillary abre vantagem de quatro pontos sobre Donald Trump; Hillary é candidata frágil, diz pesquisador. Para John Zogby, democrata tem pontos a favor, mas enfrenta desconfiança; Trump é novamente acusado de incitar à violência contra Clinton. 
• Comissão Europeia afirma que Grã-Bretanha deve iniciar Brexit o mais rápido possível
• O presidente russo, Vladimir Putin, disse neste sábado que permanece mais positivo do que negativo sobre um cessar-fogo na Síria, mas um líder rebelde em Aleppo advertiu que a trégua não vai durar, enquanto alguns combates persistem e a ajuda humanitária não consegue acesso.

O PowerPoint final em Lula.
A denúncia de Lula pelo MPF é devastadora também porque esclareceu para a massa ignara a ligação do petista com o petrolão e mensalão.
Até então, Lula podia vir com a conversa mole de que não sabia de nada, que havia sido traído pelos seus correligionários e aliados, que era a alma mais honesta do mundo -- e, assim, continuar a engambelar os brasileiros humildes.
O procurador Deltan Dallagnol e equipe deram um PowerPoint final em Lula, ao qual serão agregadas provas mais acachapantes depois da abertura do processo.
Aquela imagem com o nome Lula num grande círculo para o qual convergem setas com os crimes a ele associados, dentro de círculos menores, é a obra-prima das artes visuais brasileiras.
Melhor do que o Abaporu, de Tarsila do Amaral.
Muito melhor do que uma instalação de Tunga.
Infinitamente melhor do que uma pintura de Beatriz Milhazes.
É, ainda, obra-prima entre as imagens cívicas. Eu a mandaria reproduzir em óleo e expor ao lado de Independência ou Morte, de Pedro Américo, no Museu do Ipiranga.
Acho até mesmo que deveria virar a bandeira de Curitiba, da República de Curitiba, a capital moral do Brasil. (Mario Sabino) 

Um juri simulado sem sentença.
Tanto os meninos procuradores de Curitiba quanto o companheiro igual a Jesus Cristo prenderam a atenção nacional quarta e quinta-feira da semana que ainda não terminou. Nos dois casos, a primeira e fugaz impressão foi de que tanto Deltan Dellaignol quanto o Lula convenceram. Deixando a poeira assentar, verifica-se que agradaram os respectivos auditórios, mas em nenhum momento contribuíram para esclarecer a tertúlia que envolve o ex-presidente da República e seu partido.
Pode-se concluir que deu empate a exagerada troca de agressões transmitida pela televisão. Dellaignol só não acusou o Lula de lobisomem, enquanto o Lula inaugurou a temporada sucessória de 2018 apresentando-se com o mesmo figurino que veste desde os tempos de torneiro-mecânico.
Nem o procurador nem o ex-presidente contribuíram para derrotar o adversário. Um acusando violentamente sem fornecer provas. O outro ignorando as acusações e preferindo relacionar sua performance no palácio do Planalto como promessa para o futuro.
Resultado: quem era Lula continuou sendo Lula. Quem abominava o ex-presidente continuou abominando.
Já vivemos entreveros mais emocionantes e menos enfadonhos. O país inteiro já sabia de antemão cada detalhe da defesa e da acusação daquele júri simulado cuja sentença permanece em branco.
Ficou confirmado que o Lula é candidato e que Dallaignol quer ver o ex-presidente na cadeia. O veredito será conhecido antes de 2018? (Carlos Chagas) 

MPF: um Tiro no Pé!...
Neste nosso País das impropriedades e dos absurdos, temos poucas certezas que conseguem se manter de pé: uma delas, talvez já classificada no Livro do Records, é que fomos vítimas do maior Projeto de corrupção institucional de toda a nossa história, protagonizado por Lulla, DIImáh e pelo PT-sindical apóstata, durante os últimos 13 anos! Essa é uma verdade que jamais será apagada em nossos caminhos, por qualquer pessoa que tenha um mínimo percepção, de análise e de crítica. É claro: existiram outros Projetos desse gênero, conduzidos por outros atores, em outros governos e em outros tempos! Mas, jamais, no nível institucional construído por esses criminosos citados!/ Entre verdades e mentiras, onde o norte parece ser o massageamento de egos, de vaidades e de cretinices, assistimos esses dias a dois lamentáveis episódios!
O primeiro, protagonizado pelos jovens Procuradores do MPF, se constituiu como um verdadeiro espetáculo mediático e circense, sem o menor sentido ou razão de ser! Não que eles não tivessem razão naquilo que estavam expondo, em relação aos crimes cometidos pelo sr. Lulla! Mas foi uma peça eivada de rompantes emocionais, um verdadeiro desastre como documento acusatório e comprobatório que se pretendia ser, totalmente fora do tom profissional, legal e frio que se espera de um Órgão como o MPF! Um verdadeiro tiro-no-pé em relação ao excepcional trabalho que vem sendo realizado pelo MPF!
 photo 0_zps28quafyb.jpg 
Fico a matutar se esses jovens Procuradores não têm um Chefe, um Gerente, maduro, técnico, experiente, vivido, que sabe exatamente o momento, a hora, a conveniência e o tom a ser utilizado em alguma eventual informação que deva ser repassada à população brasileira, sobre tarefas de sua alçada... Alguém já viu o Juiz Sérgio Moro montar espetáculos semelhantes, em relação às centenas de ações que ele coordena? Alguém já viu, em outros países, os Órgãos fiscalizadores e controladores, construir esse tipo de pantomima para efetivar seu trabalho? O que se vê é que vão lá, colhem indícios e provas contra os criminosos, obtêm o aval da Justiça e trancafiam esses desqualificados atrás das grades. Sem teatro, sem espetáculo, sem os shows de vaidades pessoais que são a marca registrada de nosso sistema policial!...
O MPF forneceu álcool absoluto para alimentar a fogueira de sandices e cretinices que esses criminosos têm utilizado para enganar o povo. Se esses jovens Procuradores fossem mineiros, estariam trabalhando em silêncio e Lulla já estaria mofando atrás das grades!...
Isso ficou claro e evidente, no segundo espetáculo que assistimos: a fala defensiva do sr. Lulla! Cheio de razões, cheio de oratória, cheio de uma biografia invejável, cheio de motivos para se vitimar diante de um inoportuno, descomedido e impróprio espetáculo circense que tentou destruí-lo através de verborragia teatral e, não, através de dados e fatos, que são os únicos insumos aceitos pela Justiça!
 photo 01_zpsvdkzfgpi.jpg Em decorrência dessa lambança do MPF, Lulla e seu PT-sindical apóstata, que estão praticamente afogados no mar de água e de lama de seus esquemas de corrupção - vejam a previsível derrota de seus candidatos nas próximas eleições, nas capitais! - conseguiram emergir e pegar um novo fôlego, que poderá dar-lhes uma sobrevida em seu irreversível processo de morte.
Os 90 criminosos políticos, já suspeitos ou indiciados - que estão na bica de serem agora liberados pelo STF - devem estar pulando de alegria e soltando fogos, por esse visível passo em falso da Operação Lava Jato, que a vai enfraquecer, a vai minimizar, ou até, a vai inviabilizar!...
É uma pena! (Márcio Dayrell Batitucci) 
Superar é preciso. Seguir em frente é essencial. Olhar pra trás é perda de tempo. Passado se fosse bom era presente. (Clarice Lispector)

Nenhum comentário: