7 de jun de 2016

O país clama por uma justiça célere.

 photo allday_zpsio9hc0wu.jpg • O presidente em exercício Michel Temer afirmou nesta segunda-feira, 6, que determinou a paralisação de nomeações para diretorias ou presidência de estatais ou fundos de pensão. A medida vale até a aprovação do projeto de lei complementar 268/2016, que prevê indicação apenas de pessoas com alta qualificação técnica para estes cargos. A intenção, segundo o governo, é acabar com a ingerência política nas fundações. O projeto já foi aprovado pelo Senado e agora tramita na Câmara dos Deputados; Temer desiste de apoiar criação de 14 mil cargos e promete agir contra aumento para STF; O trem da alegria, com aumentos de até 41% para 16 categorias de servidores, deve impactar negativamente nas pesquisas de avaliação do governo federal, a serem divulgadas nos próximos dias. A previsão é dos principais cientistas políticos. Fica difícil entender, até para os empregados, e menos ainda para os 12 milhões de desempregados, a gentileza - que rima com fraqueza - do presidente Michel Temer. 
• INSS pagará atrasados a mais de 58 mil aposentados e pensionistas. 
• O vergonhoso aumento dos Planos de Saúde. A partir de ontem, oito milhões de pessoas pagarão mais caro para serem atendidos. O aumento será de 13 e meio por cento. Desde fevereiro venho esclarecendo aqui: nestes 2016, a inflação ficará entre sete e oito por cento. Fechou 2015 em 11 por cento. Quer dizer: além de ter que suportar tudo nos preços, essa anomalia extorsão. Se a elevação fosse de sete por cento, já seria absurdo. Pois os salários gerais dos trabalhadores, não sofrem nenhum reajuste. Ressalve-se: quem presta serviços ao Executivo, Legislativo e Judiciário, receberá generoso aumento. De no mínimo 41 por cento. Justificativa para o aumento brutal dos Planos, acima, ou melhor, no dobro da inflação. Afirmação da Agencia Nacional de Saúde: Os serviços médicos, a maior despesa dos Planos, aumentou muito mais. Além de tudo, mistificação. Pois os médicos vivem reclamando que são pagos miseravelmente. Muitos médicos não trabalham com os Planos, precisamente por causa da remuneração baixíssima. (Helio Fernandes) 
• Janot pediu a prisão de Renan, Sarney e Jucá com base nas gravações. Procurador-geral acha que eles tramaram contra a Lava Jato. 
• Há acúmulo de absurdos em torno da entrevista que Dilma Rousseff concedeu à EBC neste domingo. O entrevistador foi Luis Nassif, cujo contrato com a EBC foi cancelado recentemente. Ele recebia mais de 761.000 reais por ano para apresentar um programa semanal de uma hora na TV Brasil, segundo o Estadão. Nassif viajou a Brasília, é claro, às custas dos cofres públicos, já bastante sobrecarregados pelo prejuízo de quase 100 milhões de reais que a EBC acumula. Mais: não se sabe se a entrevista vai mesmo ao ar. Por último: o que Dilma tem a dizer? 
Dilma sabia de tudo o tempo todo, afirma Cerveró sobre Pasadena. Cerveró conhece Dilma há 16 anos, viajava e trabalhava com ela. 
• Comissão do Senado desiste de acelerar o impeachment. Ministro Lewandowski indicou que derrubaria iniciativa de apressar o caso. 
• Henrique Alves, suspeito na Lava Jato, continua no Turismo. Para Temer, não há motivos suficientes para afastar o peemedebista do cargo. 
• Ministério da Saúde confirma 764 mortes por H1N1 só neste ano. Dados divulgados pelo governo mostram que o País já registrou 3.978 casos de SRAG provocado por H1N1 em 2016. 
• Delator diz que empreiteiras pagaram propina a Pimentel. Empresário afirma que Odebrecht e OAS abasteceram caixa dois de campanha. 
• Retrocesso nas UPPs. Mesmo em crise, governo fluminense precisa agir para revitalizar as Unidades de Polícia Pacificadora. 
• Temer suspende liberação de verba autorizada por Dilma. Às vésperas de afastamento, petista reservou R$ 400 mi a emendas de aliados. 
• Senado estuda barrar reajuste que afete os Estados. Proposta do governo, que eleva salário de servidores, foi aprovada na Câmara. 
• A Polícia Federal cumpre mandados judiciais nas obras do Complexo Esportivo Deodoro, no Rio, que vai receber 11 modalidades na Olimpíada. Os indícios apontam fraudes que drenaram 67 milhões de reais. Para levar um dinheirinho extra, o consórcio responsável pela construção teria elevado irregularmente os gastos com retirada de entulho. Os custos teriam passado de 85 milhões para 147 milhões de reais. O consórcio é comandado pela Queiroz Galvão.

• Hillary atinge meta para ser candidata, indica sondagem. Segundo AP, democrata já tem 2.383 delegados, um a mais do que precisa. 
• Vantagem estreita acirra clima após eleição no Peru. Margem entre Kuczynski e Keiko não chegava a 1 ponto, segundo órgão. 
• Berlusconi é hospitalizado por insuficiência cardíaca. 
• Atentado em Istambul deixa 11 mortos e 36 feridos. 

Sinais essenciais.
São inúmeros os pronunciamentos e declarações de várias personalidades conhecidas, mundo afora, afirmando que o Brasil não é um País sério! Aqui, em nosso quintal doméstico, vemos a cada dia e a cada hora, dezenas, centenas de exemplos que confirmam essa triste realidade em que vivemos e que insistimos em manter.
Estamos há uns dias sob a gestão de um governo provisório, alçado ao Poder para substituir o Governo passado do PT-sindical apóstata, atolado até os cabelos no maior esquema de corrupção institucional já conhecido no chamado mundo democrático livre!...
Pois bem: esse governo provisório, que deveria lutar com toda a determinação para reverter o caos e a esculhambação institucional herdados do governo passado - um desejo de praticamente toda a Nação brasileira, com exceção daqueles que querem manter o mesmo nível de esbórnia! - está mostrando, infelizmente, que não tem tanta vontade nem tanta seriedade para efetivamente virar essa página da corrupção e do crime institucionais, como seria esperado de um grupo que, supostamente, foi colocado no lugar do outro grupo que perdera sua condição mínima moral e ética, para estar à frente do País!
Mesmo sabendo dos riscos que iria correr, o governo interino escolheu e colocou em seus postos chaves, alguns indivíduos duvidosos e já sujeitos a vários processos de investigação por corrupção e mal feitos diversos! Não foi por falta de aviso!
A cada semana, surgem novas e claras evidências desses envolvimentos criminosos de alguns dos atuais titulares de Ministérios e altos postos. E a reação do presidente interino tem sido lenta, dúbia e condescendente, dando sinais de que sua vontade política de acabar com a corrupção em nosso País, é relativa e não é para valer! 
Entendemos a lamentável realidade de nossos três Poderes que, por um vício de origem, só conseguem funcionar na base do toma-lá-dá-cá! O presidente interino, que precisa implantar uma série de medidas mais duras, para tentar consertar o estrago que foi feito nesses últimos anos pela senhora DIImáh e seus PTistas-sindicalistas apóstatas, só conseguirá aprovar essas medidas no Congresso, se contar com os votos dessa banda podre de políticos, principalmente os do PMDB e do tal centrão!... Quase todos eles, igualmente atolados em processos de corrupção e de mal feitos de todos os tamanhos! 
Mas o Sr. presidente interino precisa colocar esses políticos corruptos na parede, jogar a população contra eles, obrigá-los a não fazer chantagem em troca de postos e nomeações e forçá-los, com a ajuda da população, a que eles mesmos, diante das suspeitas e dos indiciamentos de que são alvos, peguem o seu chapéu e vão embora! Sem com isso prejudicar as votações necessárias!
O Sr. presidente interino precisa dar sinais claros de que, em hipótese alguma, compactua com a corrupção e o assalto aos recursos do País, por parte de quem quer que seja!. Precisa jogar o ônus desse encurralamento dos políticos corruptos, em cima das próprias casa legislativas! 
E como fazer isso? Abarrotando o Congresso Nacional com Projetos de Leis e/ou com Medidas Provisórias que caminhem em direção ao banimento da corrupção e da impunidade, na vida pública brasileira! Promovendo as mudanças através de sua iniciativa clara e colocando o ônus da aprovação ou da manutenção da esbórnia, em cima das casas legislativas, com o conhecimento de toda a população!
Hoje, felizmente, já tivemos uma primeira sinalização clara desse possível caminho estratégico: o Sr. presidente interino, ao tempo em que declarou que manteria, por enquanto, esse último Ministro pego e suspeito de falcatruas, deu um duro recado aos políticos das bandas podres: estava suspendendo qualquer nomeação para postos e cargos públicos ou nas Estatais e Fundos de Pensão, enquanto a Câmara não referendasse o Projeto de Lei Complementar 268/2016, já aprovado por unanimidade no Senado, que proíbe a nomeação para esses postos, de pessoas ligadas a Partidos Políticos e que não tenham conduta ilibada! 
Mandamos hoje paralisar toda e qualquer nomeação ou designação para diretoria ou presidência de estatal ou fundo de pensão enquanto não for aprovado o projeto que está na Câmara dos Deputados, já tendo sido aprovado pelo Senado Federal, que dispõe de maneira muito objetiva, que só serão indicados e nomeadas pessoas com alta qualificação técnica, sem ser necessária indicação de outra natureza que não seja qualificação técnica, e preferencialmente pertencente aos quadros das próprias empresas estatais; Se conseguirmos aprovar o projeto de fundos de pensão e estatais ainda essa semana, teremos dado mais um passo.
Esse é o recado! Essa é a direção! Como também, deveria enviar um Projeto de Emenda Constitucional, em regime de urgência urgentíssima, que acabe com o foro privilegiado desses políticos corruptos, em matérias ligadas à corrupção e a falcatruas! Quero ver esses políticos não aprovarem uma PEC dessas, com toda a população em cima deles!
Portanto: esse governo interino precisa dar sinais claros ao País e ao mundo que, de fato, ele é contra a corrupção e a esbórnia do País.
Do contrário, se ficar nesse chove não molha, nessa tergiversação, nessa dubiedade sobre suas reais intenções, será colocado para fora nos próximos meses e teremos de volta esse desastroso fantasma que se chama DIImáh, Lulla, PT-sindical, José Eduardo Cardoso, Gilberto Carvalho, Marco Aurélio toc, toc, Franklin Martins, Gleise Hoffman, Lindenberg Farias, Ideli Salvati e toda a república bolivariana de criminosos e irresponsáveis, afundando ainda mais o nosso País!....
A volta da sra. DIImáh está por dois votos, no Senado! Semana passada, foram recebidos em audiência privada pela dita cuja, os Senadores Cristovão Buarque e Romário!......
O País não pode perder essa fabulosa oportunidade de trilhar caminhos novos que, mais uma vez, é colocada diante de si!
Sr. Presidente Interino: Tome tenência! Faça a sua parte!... (Márcio Dayrell Batitucci) 

Vamos ter isso de volta?????
Governo Lula e Dilma deram rombo de R$ 1.5 trilhão no banco do nordeste./ Uma organização criminosa formada por servidores públicos e donos de empresas de fachada do ramo de energia eólica praticou a maior fraude já ocorrida no Ceará, causando prejuízos que podem chegar à cifra de R$ 1,5 trilhão nos cofres do Banco do Nordeste, em Fortaleza, nos últimos três anos. Apesar de investigações que são realizadas conjuntamente pelos Ministérios Públicos Estadual (MPE) e Federal (MPF), além da Polícia Federal (PF), os acusados de integrar a quadrilha permanecem impunes e com toda a dinheirama. É o que mostra reportagem do Ceará News.
Na manhã desta sexta-feira (3), o procurador da República no Ceará, Oscar Costa Filho; e o promotor de Justiça estadual, Ricardo Rocha, concederam entrevista coletiva revelando as dificuldades que vêm enfrentando para denunciar os envolvidos na trama milionária contra a instituição financeira.
O golpe foi montado a partir da constituição de empresas ligadas à energia eólica, mas que, na verdade, serviram apenas para que seus donos obtivessem empréstimos vultuosos junto ao Banco do Nordeste, em troca de propina paga a seis servidores da instituição.
Pelo menos, seis pedidos de ação judicial contra a quadrilha foram formulados neste período pelos ministérios públicos (MPE e MPF) e destes, cinco estão em andamento em segredo de Justiça, apesar de uma demora de mais de três anos. E tudo isso decorre de um conflito de competência. Ora a Justiça do Estado do Ceará diz que o caso é federal, ora a Justiça Federal diz que a competência é do Judiciário cearense.
Falência
Conforme Oscar Costa Filho e Ricardo Rocha, formou-se dentro da diretoria do Banco do Nordeste uma quadrilha que liberava os empréstimos mesmo sabendo que as empresas tomadoras dos créditos não tinham condições financeiras de realizar o pagamento da dívida. Ainda assim, o dinheiro era liberado. Uma dessas empresas recebeu do banco a quantia de R$ 99 milhões e, pouco tempo depois, entrou com pedido de falência.
As fraudes foram comprovadas em relatório produzido a partir de uma auditoria feita no banco pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a pedido do Ministério Público Federal no Ceará. Cinco diretores eram os responsáveis pela liberação dos empréstimos. Eles atuavam na Diretoria Financeira e de Mercado de Capitais e cobravam em propina até 2,5% do valor de cada empréstimo. Conforme Riccardo Rocha, já está comprovado que os desvios atingiram a cifra de R$ 683 milhões, mas que pode chegar, no fim da apuração, a R 1,5 trilhão.
Os representantes do Ministério Público disseram, ainda, que o caso deverá ser levado ao conhecimento da Procuradoria Geral da República (PGR), em Brasília, para que esta encaminhe ao Superior de Justiça (STJ) o pedido de que seja solucionado o conflito de competência. 

O grande estupro.
Cheio de incertezas - O nosso pobre Brasil, além de ter sido violentado e estuprado, de forma proposital, persistente e calculada, por parte dos governantes petistas (leia-se Lula e Dilma), atravessa um grave momento carregado de incertezas, que atingem em cheio a área política e, por consequência, a já deplorável economia. 
Político - Sob o aspecto político, ainda que a maioria dos brasileiros diga que o ambiente virou um antro de cafajestes, ladrões e corruptos, é importante salientar que nem todos os representantes do povo podem ser colocados no mesmo saco.
Lideranças - O que leva ao entendimento de que o ambiente é o pior possível é o fato de que o Clube dos Corruptos é ocupado por péssimas lideranças políticas, que fazem o que bem entendem com o dinheiro dos pagadores de impostos, desviando grandes quantias, já arrecadadas ou a ainda a arrecadar, para seus próprios bolsos. 
Desconfiança - Ora quando os principais líderes são comprovadamente vistos como safados, os liderados acabam por correr o mesmo risco de serem taxados como bandidos. O que, por efeito, leva o povo a ficar enojado com a política a ponto de desconfiar de tudo e de todos. 
Economia a mercê do governo - Para piorar ainda mais a situação, como o governo petista, desde o primeiro dia em que chegou a presidência, passou a adotar medidas bolivarianas, cumprindo, aliás, com o que manda a cartilha de Antonio Gramsci endossada pelo Foro de São Paulo, desde então a economia do país ficou à mercê da vontade do governo.
Mercantilistas - Esta frontal diminuição de liberdade para empreender, que contou com inúmeros empresários mercantilistas e, naturalmente, com o espírito social-nacionalista do governo petista, proporcionou uma formação de vários cartéis, cujo propósito era de evitar a concorrência internacional. 
Prisões - Como a semana inicia com notícias de que foram emitidos pedidos de prisão dos principais líderes do governo que assumiu as rédeas do país recentemente, as incertezas, que já eram grandes, passaram a ser ainda maiores. E quando se fala em incertezas, qualquer análise ou prognóstico fica ao sabor da sorte.
Constituição - No meu entender, já que estamos sofrendo, e muito, o melhor seria zerar tudo e começar com um novo governo. Entretanto, no mesmo processo e na mesma hora, é preciso uma -reforma constitucional escrita por notáveis-, para evitar a continuação e/ou o aumento dos já intragáveis privilégios. (GSPires) 
Segundo Marx, para acabar com os males do mundo, bastava distribuir. Foi fatal. Os socialistas nunca mais entenderam a escassez. (Roberto Campos)

Nenhum comentário: