9 de mar de 2016

O futuro do Lula...

 photo vaga_zpsfasgz5c3.jpg • Inflação desacelera em fevereiro e fica em 0,9%, diz IBGE. Recuo ocorreu em relação ao mês anterior, que teve IPCA de 1,27%, e na comparação com fevereiro de 2015, com 1,22%. 
• Delcídio cita na delação ainda não homologada pelo STF, o petista mirou em Renan Calheiros, Aécio Neves, Romero Jucá, Edison Lobão e Valdir Raupp. Acordo envolvendo senador está na PGR aguardando ajustes pedidos por Teori. 
• Dilma aceita oferecer ministério a Lula para evitar prisão na Lava Jato; petista resiste. Se ex-presidente ocupar ministério, eventual pedido de prisão precisa passar pelo STF e Lula não ficará nas mãos do juiz Moro. 
• O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, afirmou na tarde desta terça-feira, 8, que o Brasil tem pressa para definir o rito do impeachment no Congresso Nacional. O ministro disse que a urgência não é uma questão de interesse do governo ou da oposição, mas de necessidade para o País. 
• Ataque de Dilma à Justiça fere a Constituição. Agressões ao Judiciário configuram crime de responsabilidade.
• Dilma sanciona aumento de cinco para 20 dias de licença-paternidade. 
• Odebrecht avança na decisão de negociar delação para executivos. Delação de Marcelo atingiria PT e PMDB. 
• OMS alerta para resistência do Aedes aegypti a inseticidas. Estudo recomenda combinação de métodos de controle. Dengue já custou ao país R$ 2,2 bi em cinco anos. Além do Aedes aegypti, outros dois mosquitos podem ser infectados por zika. Dois estudos de pesquisadores brasileiros apontam que, além do Aedes aegypti, dois outros mosquitos podem ser infectados pelo vírus da zika. Em laboratório, os mosquitos Culex - o pernilongo - e Aedes albopictus - primo do aegypti que prefere áreas com vegetação - mantiveram o vírus ativo em seu corpo após a ingestão de sangue contaminado. Epidemia de zika deve durar cinco anos, diz especialista em vírus. Sem recursos: Apesar da emergência, falta dinheiro para pesquisar a zika no Brasil. Ministério da Ciência afirma que anunciará pacote de financiamento. Governo repassa baixo número de kits. 
• Cartório não-hereditário: STF confirma que cartórios devem ser ocupados por concursados. 
• Medidas para setor de petróleo podem destravar US$120 bi em investimentos. 
• Fechado desde janeiro, Zoológico do Rio reabre. Bichos do Zoológico do Rio ainda sofrem com velhos problemas. 
• Petrobras sem receber. Pane seca afeta 17 mil veículos oficiais do governo do Rio. 
• Ministério da Justiça ficará vago?

• Como o astronauta dos EUA cresceu no espaço? Scott Kelly passou 340 dias na Estação Espacial Internacional e ganhou 3,8 cm. 
• Ações chinesas recuam mais de 1% e interrompem sequência de altas. Tombo dos preços das commodities afetou as ações de matérias-primas. 
• Donald Trump vence prévias em mais dois Estados. Hillary conquista Missisipi; Sanders, Michigan. Sanders surpreende em Michigan. 
• Macedônia fecha fronteira após países vetarem migrantes. Impossibilitados de seguir pela rota dos Bálcãs, dezenas de milhares permanecem retidos na Grécia. 
• Ações chinesas interrompem sequência de altas nesta quarta-feira. 
• Irã testa mísseis balísticos de longo alcance, mesmo após advertência dos EUA.

Temer sobreviverá.
O Abade Sieyès era Vigário-Geral de Chartres e publicou o livro O que é o Terceiro Estado?, precursor da Revolução Francesa, que liderou por muito tempo, no Clube dos Jacobinos, na Convenção e no Comité de Salvação Pública. Acabou caindo em desgraça e terminou presidente do Senado e Consul, esmagado por Napoleão. Proscrito, só em 1830 retornou à França. Quando lhe perguntaram o que fez durante o Terror, respondeu: sobrevivi...
A História não se repete senão como farsa, ignoramos o que vem por aí, mas o nosso Abade Sieyès tem nome e endereço: chama-se Michel Temer e mora no Palácio do Jaburu. Por enquanto, uma vez que sua carreira política aproxima-se do exílio e passa raspando pela desgraça. Tomara que se livre da guilhotina e termine Conde, como o religioso.
Temer fez sua carreira como constitucionalista e sempre pertenceu ao PMDB. Tornou-se vice-presidente da República na formidável virada que o fez companheiro de chapa de Dilma Rousseff no primeiro e segundo mandatos, posicionando-se como primeiro candidato ao terceiro. Seria presidente da República, mantida como certa a aliança do PT com o PMDB, em 2018. De repente, a débâcle. Explica-se: ficou claro que por conta de sítios e de triplex o Lula perdeu as chances de disputar o palácio do Planalto mais uma vez, ficando Dilma impossibilitada constitucionalmente de disputar de imediato outro mandato. Sem ela e com o Lula fora do páreo, os companheiros não teriam outra alternativa senão o nosso Abade Sieyès. O diabo é que para sustentar-se como herdeiro do trono, ele precisaria dela. Apenas com performance no mínimo razoável de Madame, no segundo mandato, seu vice-presidente surgiria como solução natural.
Só que... Só que Dilma tem sido um fracasso. Logo depois de reeleita, ano passado, tornou-se a antítese do que vinha sendo. Na campanha, prometeu montes de realizações econômicas, políticas e sociais, mas não realizou nenhuma. Pelo contrário, continua desapontando. Por mais que seu vice continue falando em união nacional, a presidente configura a desunião.
Como conclusão, nem ela, por impossibilidade legal, nem ele, por falta de sustentação, chegam lá. Caso perguntem a Temer o que fará depois que algum outro candidato vencer, terá condições de responder, ao menos, sobrevivi?... (Carlos Chagas) 

Nos escaninhos da Justiça, a jararaca é fujona.
Na última sexta-feira, abespinhado por ter sido conduzido pela Polícia Federal para prestar depoimento em inquérito da Lava Jato, Lula pintou-se para a guerra: Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça, bateram no rabo, porque a jararaca está viva. Fez pose de valente: Não devo e não temo. 
Decorridos quatro dias, Lula bateu novamente na porta do STF. Pede que o plenário da Suprema Corte analise seu pedido para suspender as investigações sobre a propriedade de dois imóveis: o tríplex no Guarujá, que Lula diz ter desistido de comprar depois que virou escândalo, e o sítio de Atibaia, que virou escândalo porque ele utiliza mesmo sem comprar.
A ministra Rosa Weber havia indeferido na semana passada liminar sobre o mesmo pedido. Mas a defesa de Lula não se conforma com a investigação. O objetivo explícito é retirar o caso das mãos do juiz Sérgio Moro. A meta oculta é empurrar com a barriga o encontro de Lula com suas fragilidades.
Ao criticar o juiz da Lava Jato por ter emitido contra ele uma ordem de condução coercitiva até o local do depoimento, Lula tachou a medida de desnecessária. Disse que, como melhor presidente que esse país já teve, merecia mais respeito. Bastava o Moro me convidar, que eu iria a Curitiba. Eu adoro Curitiba. 
Num comício de desagravo realizado no Sindicato dos Bancários de São Paulo, a Jararaca rosnou: Cutucaram o cão com vara curta. Eu quero oferecer a vocês esse jovem de 70 anos de idade, com tesão de 30, corpo de atleta de 20 anos. […] A partir de hoje, a única resposta à insolência e ofensa que fizeram a mim é ir pra rua e dizer: ‘Eu tô vivo e sou mais honesto que vocês.
Com sua nova petição ao STF, a Jararaca revela-se capaz de tudo, menos de dar explicações. No escurinho dos escaninhos da Justiça, a valentia é substituída pela fuga. A cobra criada do PT não tem nada a temer, salvo o próprio medo. Sofre de Morofobia. (Josias de Souza) 

Em sou uma muçurana.
Muitos a favor e poucos contrários - Enquanto muitos brasileiros estão festejando a decisão tomada pelo juiz federal Sérgio Moro, por ter obrigado o ex-presidente Lula a prestar depoimento, de forma coercitiva, ao MPF, uma minoria formada por adoradores do ex-presidente julgou a decisão do magistrado como autoritária, absurda e totalmente descabida. 
Frouxa e equivocada - Pois, fazendo uso da liberdade que todos os brasileiros gozam (por enquanto) de se manifestar, deixo bem claro que repudio, com todas as minhas forças, a atitude do juiz Sérgio Moro, que entendo como fouxa e totalmente equivocada. A mentira como arma - Por tudo que vi, li e ouvi até agora, e não foi pouca coisa, estou convencido de que o grande erro cometido pelo juiz Sérgio Moro foi não ter expedido um efetivo mandato de prisão contra o maior larápio do nosso pobre país. Ainda mais porque a arma que o escroque domina, com desenvoltura ímpar e jamais vista, é a mentira
Jararaca - Como o povo todo assistiu horas depois de ser levado a depor, o ex-presidente disse, alto e bom som, que é uma jararaca. Mais: que o fato de ter sido levado a depor significou um ferimento na sua cauda, deixando livre a cabeça. 
Náuseas e ânsia de vômito - Ora, antes de tudo é importante que todos saibam que a jararaca é uma das serpentes mais perigosas dentro das espécies da família Viperidae. No Brasil pode ser encontrada nos Estados de Rondônia, Pará, Amazonas, Mato Grosso, Bahia entre outros estados Brasileiro. Seu veneno atua de forma proteolítica, causando diversos sintomas como por exemplo: náusea, vômitos, hematoma local, falência dos rins e hemorragia intracraniana. 
Como tive uma forte náusea e também vomitei enquanto ouvia a fala do ex-presidente, creio que fui picado.
Muçurana - Como Lula, de fato, se considera uma serpente venenosa, que ameaça poder devorar o Brasil, o que resta àqueles que se sentem roubados, enganados e indignados é que se coloquem na condição de uma muçurana, que antes de tudo é uma serpente do bem.
Conhecida como devoradora (predadora) de outros ofídios, em especial as venenosas jararacas, urutus e cascavéis, a muçurana é tida como inofensiva para o homem.
Predador - Pronto: no próximo domingo, 13 de março, vou às ruas de Porto Alegre rastejando. Como resolvi que sou uma cobra muçurana, devo fazer o que manda a sua natureza: ser predador da jararaca. Que tal? (GSPires) 
Quem te viu, quem te vê, Jararaca!!!! Mudou de pele mas continua venenosa como sempre!!!

Nenhum comentário: