10 de mar de 2016

Flutuações no ar do país...

 photo dia13_zpsca3nckdm.jpg • Cúpula do PMDB prepara desembarque do governo. Maioria da bancada do partido no Senado rejeita convite para se encontrar com Lula. Os bastidores da reunião revelam as crescentes - e, para alguns, insuperáveis - dificuldades de sustentação do governo Dilma. 
• MP paulista denuncia Lula no caso do triplex no Guarujá. Ministério Público de São Paulo apresentou denúncia contra o ex-presidente e outras 15 pessoas por três crimes diferentes. Imóvel está oficialmente no nome da empresa OAS.
• Dilma aceita oferecer ministério a Lula para evitar prisão na Lava Jato, diz Folha. Presidente aceitou sugestão de alguns ministros de dar uma pasta ao ex-presidente para evitar que ele possa ser preso por decisão do juiz Sérgio Moro. Assim como parlamentares e outras autoridades federais, ministros só podem ser investigados no STF. 
• Oposição diz que vai à Justiça se Lula for nomeado ministro. Líder do DEM no Senado anuncia que entrará com ação popular para impedir que petista assuma ministério com o propósito de ter foro no Supremo e de se livrar de eventual prisão na Lava Jato. A senadores, Lula diz que não cogita assumir ministério. Durante um café da manhã na residência oficial de Renan Calheiros, o ex-presidente disse estar indignado com a condução coercitiva da última sexta-feira e tratou das denúncias recentes contra ele. 
• Lula deixa residência oficial do Senado, em Brasília, após se reunir com presidente da Casa, Renan Calheiros; Promotoria de SP denunciou nesta 4ª (9) o petista por tríplex em Guarujá. 
• Boulos: cerco a Lula é ingratidão das elites. Para coordenador do MTST, eventual prisão de Lula pode levar a reação nas ruas. Movimento defende ex-presidente, mas mantém ataques a políticas do governo Dilma. 
• STF proíbe, por maioria, membro do MP em cargo no Executivo. Ministros entendem que, por ser membro do Ministério Público, Wellington Lima não poderia assumir um cargo no Executivo. Wellington Silva terá de decidir entre carreira no Ministério Público e Executivo e tem 20 dias para deixar a função. 
• Aliados de Cunha falsificam assinatura para tentar travar Conselho, diz jornal. Deputado Vinícius Gurgel (PR-AP) justifica que a assinatura teve falhas porque ele estava de ressaca quando assinou a renúncia de sua cadeira no Conselho de Ética para dar lugar a outro aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha.
• Deputados defendem investigação de falsificação no caso Cunha. Integrantes do órgão querem a abertura de uma sindicância interna e que o Ministério Público entre na investigação. Partidos cogitam pedir a cassação de Vinícius Gurgel. 
• Relator defende a continuidade do processo contra Delcídio. Telmário Mota apresentou parecer pela admissibilidade do processo contra Delcídio do Amaral no Conselho de Ética. Colegiado decidirá na semana que vem se a investigação continuará. 
• Senado aprova redução de 39 para 31 ministérios. Como o texto da Câmara foi aprovado sem modificações, MP segue para sanção presidencial. Senadores reclamaram de jabutis incluídos pelos deputados durante a tramitação da MP. 
• Estatuto da Primeira Infância: a íntegra da lei que amplia licença-paternidade. Empresa terá de aderir a programa para que trabalhador tenha o benefício. Saiba o que prevê o Estatuto da Primeira Infância. 
• Legalização de bingos e jogos de azar vai a votação em plenário. Projeto foi aprovado pela Comissão Especial do Desenvolvimento Nacional. Cinco emendas foram acatadas e 11 rejeitadas pelo relator da matéria. 
• CCJ do Senado muda a forma de escolha dos dirigentes dos fundos de pensão. Objetivo da proposta é eliminar a influência política na indicação de dirigentes de fundos de pensão. Projeto foi aprovado pela CCJ e segue para o Plenário do Senado. 
• Luiz Estevão e ex-vice-governador são encaminhados ao Presídio da Papuda. Ex-senador foi condenado a 31 anos de prisão pelos crimes de peculato, estelionato, corrupção ativa e participação em quadrilha ou bando. Já o ex-vice-governador do Distrito Federal Benedito Domingos tem pena de nove anos e oito meses para cumprir. 
• Okamotto mandou remover acervo de Lula. Decisão foi tomada em janeiro, depois de rescisão de contrato com a Granero.
• Numa escalada autoritária, governo ataca o que resta da liberdade de imprensa no país. 
• Trump pede união a republicanos. Bilionário ainda precisa de quase 2/3 dos votos necessários para candidatura. 
Caça-nazistas vem ao Brasil atrás de cúmplices de Hitler. Procurados teriam entre 85 e cem anos e chegaram após o fim da 2ª Guerra. 
• Apesar de crise, NY espera mais brasileiros. Cidade norte-americana projeta quase 1 milhão de turistas do país neste ano. 
• Venezuela adota regime de câmbio com duas cotações. Medida entra em vigor nesta quinta e visa atenuar grave crise econômica. 

Lava Jato descobriu onde o Instituto Lula escondeu seus arquivos.
O Instituto Lula tirou nota esta tarde para protestar contra a Polícia Federal, que exigiu, sob voz de prisão do técnico de informática, a senha do administrador das contas de e-mail @institutolula.org, o que não constava no mandado da justiça, que fazia referência apenas poucas contas de e-mail específicas, tendo assim acesso a todos os e-mails da instituição e indo muito além do mandado original. Denunciou mais o instituto: Mais do que isso. Ontem foi efetivamente violado o sigilo de cinco contas de e-mail, todas sem o respaldo legal de um mandato judicial. Os advogados entraram com uma petição junto ao juiz Sérgio Moro para a devolução da senha do administrador para o fim desse abuso de poder contra o trabalho de uma entidade da sociedade civil brasileira.
O Instituto Lula não sabe, mas a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão - até hoje mantido sob sigilo - no número 139 da rua Gonçalo Pedrosa, porque descobriu que o endereço era usado para esconder documentos fundamentais para a investigação.
O blog O Antagonista, que publica a notícia com exclusividade, informou:
Foram encontrados lá contratos de prestação de serviço firmado pela LILS Palestras com grandes empreiteiras investigadas na Lava Jato, contratos de câmbio, passaportes diplomáticos de Lula vencidos, boletos e NFs emitidas pelo instituto.
Chamou atenção dos investigadores, NFs emitidas em fevereiro e março de 2016 em nome de Cleber Batista Pereira Informática ME, por serviços de gerenciamento de contas de e-mail, backup de servidores em nuvem e administração de servidores WEB.
Desconfiados, os investigadores solicitaram a Sérgio Moro outro mandado de busca e apreensão na empresa de Cleber e o fornecimento de todos os dados, inclusive senhas, para acesso integral de dados/arquivos eletrônicos mantidos pelo Instituto Lula.
O acesso aos bancos de dados mantidos pela referida empresa em favor do Instituto Lula é fundamental para o aprofundamento das investigações. (Polibio Braga) 

A Carta
Prezado senhor Luiz Inácio Lula da Silva.
Quem se sente como prisioneiro é o povo brasileiro, que estuda, trabalha e paga os impostos escorchantes, que constrói esse país. Sei que é difícil para alguém, como o senhor, que sempre passou ao largo dessas atividades, entender o que estou falando. Mas se for necessário, eu desenho.
Reproduzo a imagem de um helicóptero, que, em voo rasante, levou o seu poste para lhe prestar continência, em São Bernardo, desafiando o poder judiciário do Brasil. Quantos transplantes não conseguiram ser concretizados pela falta dos serviços desse mesmo voador? E a desculpa, que sempre ouvimos, é o tal do ajuste fiscal, que não atinge os amigos do rei e da rainha. Um verdadeiro escárnio.
Nos sentimos prisioneiros sim da incúria, da incompetência, da desonestidade do grupo que apoiou o seu projeto de se dar bem e o resto, que se dane. Quando o senhor divide o país em nós e eles, entendo bem. Nos representa os apaniguados do sistema, aqueles que ficam à sua volta, que são pelegos dos sindicatos, dos movimentos sociais beneficiários dos grandes esquemas, armados pelo e no seu Instituto. E o pior, que se dizem da esquerda. De esquerda era o professor Leandro Konder, que, como outros companheiros íntegros, abandonou o PT, logo nas primeiras horas. Hoje, resta o professor Luisinho et caterva para lhe defender.
E quem nos defende? Uma oposição débil, que surfa nas ondas dos movimentos das ruas, que não antecipa os fatos, permanecendo a reboque de figuras como Eduardo Cunha, para tomar alguma atitude em prol do povo brasileiro.
Aliás, aonde se esconde a Marina, que só fala muito nas campanhas presidenciais? O PSDB todo mundo sabe onde está: disputando a prefeitura de São Paulo. Cedeu o seu lugar, em cima do muro, para o PMDB.
E assim o seu partido vai se perpetuando no poder. Agora com uma baixa importante. O seu marqueteiro, que trabalhava de graça, está curtindo umas férias, junto com a sua risonha mulher, atrás das grades. Quando eles forem libertados, ofereça o seu sítio para que eles recuperem a criatividade. Eles vão ter que se energizar para 2018.
Um último conselho: não faça bravatas contra o Juiz Sergio Moro e os investigadores da Lava- Jato. Lembra-se dos companheiros do Mensalão, com os punhos erguidos? Estão todos com tornozeleiras com a grife PF.
Menas Lula. É tudo tão simples. É só explicar o triplex, o sítio e a armazenagem dos teus pertences. É muito mais fácil do que derrubar ministro, insuflar a massa ou pagar advogados a peso de ouro. Aliás, uma última pergunta, que não quer calar: - Quem está pagando essa orgia de mandatos, liminares e recursos para postergar o teu processo? Será aquela turma de doutores, que assinou o Manifesto contra o Juiz Moro? Atenciosamente, 
Sarita Schaffel (Socióloga e professora foi presidente da Federação Israelita do Rio de Janeiro, Presidente da Organização Feminina Wizo Brasil e atualmente é ativista da Sociedade Beneficente das Damas Israelitas Froien Farain.) 

Faltam três dias.
Animado e esperançoso - Confesso que desde o início desta semana fui tomado por um sentimento de grande animação e uma boa dose de esperança. A bem da verdade devo admitir que não imaginava que tais sentimentos, face ao nível absurdo de tolerância do povo, viessem a se manifestar tão cedo. 
Delações premiadas - Pois, o que está despertando a minha praticamente falecida esperança são as delações premiadas que estão sendo feitas nestes dias, as quais, espero cheio de ansiedade, deverão ser divulgadas antes deste final de semana nas principais revistas do país, provavelmente.
Sede por justiça - Ou seja, muita coisa importante a respeito do envolvimento de Lula, Dilma e do PT nas mais diversas falcatruas deverá ser revelada até a véspera do dia 13. Com isso, na medida em que o povo, por mais que já esteja revoltado e enfurecido receber mais informações, maior será a sede por justiça a ser mostrada em todos os cantos do nosso empobrecido país.
Foro privilegiado - Mais: caso se confirme a notícia que está circulando, de que o governo Dilma-Petista cogita a possibilidade de colocar o imundo ex-presidente Lula num cargo ministerial, cujo objetivo único é o foro privilegiado, aí a cobra vai fumar. E não é a jararaca, mas a muçurana, que é a predadora da jararaca!
Maldade na manga - Pois, ainda que esteja animado e com alguma ponta de esperança faço questão de afirmar que nem por isto me tornei ingênuo e/ou um tolo pronto para ser iludido. Afinal, de gente como essa que governa o nosso pobre país que já está em estado de coma, na lona, sempre tem mais uma maldade escondida na manga, pronta para ser mostrada. 
Programa nacional de emergência - Não esqueçam que diante desta estrondosa crise econômica, o PT, na comemoração de seus 36 anos de inglória, apresentou um programa nacional de emergência, cujo teor não deixa a menor dúvida de que a emergência petista é não deixar pedra sobre pedra. Aliás, qualquer criança que frequenta o Maternal já sabe do quanto é destruidor o PNE. 
Eu vou! - Ora, se alguém ainda não estava suficientemente convencido de quanto é importante ir às ruas no próximo domingo (faltam apenas 3 dias) para protestar e gritar, depois do que for divulgado nas próximas horas, ou dias, certamente tomará esta decisão. Eu estou pronto e convencido. Eu vou! 
Site pelo impeachment - Está no ar o site oficial para o Impeachment da presidente Dilma, lançado na Câmara dos Deputados. Vote e faça sua parte clicando aqui. Espalhem nas suas redes de relacionamento. (GSPires) 
Políticos no Brasil não são eleitos pelas pessoas que leem jornais, mas pelas quais se limpam com ele. (Conde Von Noble)

Nenhum comentário: