22 de dez de 2015

O povo tem mais nomes para Impeachment...

• Cunha pede reunião ao STF sobre impeachment. Diz ele: impeachment estará encerrado até março. Presidente da Câmara disse que PT e PMDB já deram o que tinham que dar juntos. 
• CCJ julga nesta terça recurso de Cunha contra decisão do Conselho de Ética: Reunião foi marcada para as 14h30 e tem como primeiro item a apreciação do recurso do deputado Carlos Marun. 
• Temer age contra Renan para seguir na chefia do PMDB. Os dois estão em atrito desde que vice praticamente rompeu com Dilma. 
• Analistas veem inflação perto do teto em 2017. Para economistas, IPCA será de 5,5%, ante objetivo de até 6%. 
• Petrobrás prepara plano de demissão voluntária. Oficialmente, a Petrobrás nega o projeto feito para 2016, mas a empresa busca enxugar os seus gastos. 
• Patrimônio do banco diminuiu. Erro de cálculo do BNDES leva a correção contábil de R$ 36,6 bi. 
• Dívida pública cresce 2,66% e sobe para R$ 2,7 trilhões em novembro. Com a alta do juro, estrangeiros aumentaram as compras e participação foi a 19,37% do total da dívida. Governo deve pagar pedaladas este ano. 
• Para isso o carioca se movimenta. Prefeitura abre inscrições para sorteio de barracas ao redor do Sambódromo. Inscrições devem ser feitas pela internet até quarta-feira (23). 
• Renúncia! O Rio do Pezão: Hospital da Mulher fecha por não poder atender pacientes. Gabinete de crise discutirá problemas nos hospitais do RJ. Crise no Hospital Albert Schweitzer leva funcionários à delegacia. Upa de Copacabana deixa de atender por falta de água. Hospital Adão Pereira Nunes, na Baixada, fecha emergência. Segundo funcionários, faltam seringas, luvas e alguns medicamentos. Crise do estado já atingiu 12 hospitais estaduais e 15 UPAs. Resultado são cirurgias suspensas e emergências precárias, além de atrasos salariais. 
• Secretário de Fazenda do Rio prevê rombo de R$ 10 bilhões em 2016. Para Julio Bueno, projetos aprovados na Alerj podem gerar R$ 5 bilhões. 
• Alstom vai pagar R$ 60 mi para se livrar de ação na qual é acusada de propina. 
• Brasil, ziu, ziu... Tragédia em Minas: Vale diz que recorrerá de bloqueio de bens. Medida determinada pela Justiça é para reparar danos com barragem rompida. 
• Doações do frigorífico investigadas Integrantes da CPI do BNDES dizem que relatório final pegará pesado com JBS. 
• Incêndio destrói Museu da Língua Portuguesa, em SP, inexplicável e uma tristeza para um país tão carente de cultura e dos existentes muitos à mingua. Sabe-se que ele não possuía alvará a 9 anos. Vergonha da Pátria Educadora. 
• Relator aceitará recurso de Cunha e processo no Conselho de Ética pode voltar ao começo. 
• De onde vem tanta ousadia de Renan, o investigado em 6 inquéritos que quer impedir o impeachment e destituir Temer? O acordo principal, vamos nos lembrar, ele selou com o Planalto em agosto. Ele também apostou que Janot faz dobradinha com o Planalto, mas agiu de modo distinto. (Reinaldo Azevedo) 
• Barbosa toma posse em meio a incertezas do mercado financeiro. Novo ministro da Fazenda passou fim de semana preparando transição e, nesta segunda, tentou acalmar os ânimos dos investidores. Temor do mercado financeiro é de retorno à política econômica de Guido Mantega. Reforma da Previdência em 2016, a pauta. 
• Sem dinheiro, duas universidades do Paraná suspendem atividades. Unicentro e Unespar não têm verba para pagar a bolsa dos estagiários. 
• Em queda desde o segundo trimestre de 2013, a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) caiu 4,4% em 2014 e está declinando em ritmo muito mais acentuado neste ano. A queda da FBCF supera a do conjunto da economia: o PIB deverá cair 3,6% neste ano e 2,8% em 2016. (Estadão) 
• Nos últimos 12 meses, o número de trabalhadores demitidos atingiu 1.527.463 pessoas, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego, abastecido regularmente com informações que as empresas são obrigadas a enviar para o governo. Detalhe: ao longo do período, nenhum funcionário público foi afastado do emprego. 

• China condena advogado ativista a três anos de prisão. Pu Zhiqiang fez críticas à política repressiva do governo no Tibete e em região muçulmana. 
• Panamá autoriza detenção provisória do ex-presidente, Ricardo Martinelli. Ele é acusado de praticar escutas ilegais em seu governo. 
• Após suspensão, Blatter anuncia que recorrerá a CAS e justiça suíça contra punição de oito anos da Fifa. 
• Refugiados e imigrantes à UE ultrapassam 1 milhão em 2015. 
• ONU estuda opções leves para monitorar possível trégua na Síria. 
• Mercosul pressiona Venezuela a libertar opositores. Presidente argentino critica governo Maduro e é atacado por chanceler. 

Com a queda de Levy, Lula assume de vez o comando do país.
Maceió - A palavra da Dilma não vale um tostão furado. Como o país pode acreditar numa presidente que não tem convicção no que diz? Mente cinicamente para a população todas as vezes que é questionada sobre o seu governo e a sua equipe. Não faz muito tempo, pressionada por Lula, disse que não mexeria no Joaquim Levy, seu ministro da Fazenda. Levou um puxão de orelha do chefe e mudou de ideia. Agora, o ministro da Fazenda é Nelson Barbosa, um cara da cozinha do Instituto Lula. Com essa mudança, o ex-presidente ocupa todos os espaços do governo. Mudou o gabinete dela, expurgando de lá o Aloizio Mercadante e a sua turma, e vai ditar a regra da política econômica.
Infelizmente, estamos diante de uma presidente de papel, sem personalidade e autoridade que, ao primeiro sinal de que vai magoar seu antecessor, muda as regras do jogo para não contrariá-lo. Trata-se de uma marionete, manipulada por Lula e sua equipe que agora, sim, assume de vez o país. Se alguém tinha dúvidas de que a Dilma ainda mandava em alguma coisa, a saída de Levy mostra que estamos em um país à deriva a procura de um timoneiro competente que encontre o caminho de volta ao porto seguro.
Disse aqui - e repito - que o Lula conspirou contra a Dilma quando ela se rebelou em trocar o ministro da Fazenda. Foi dele a ideia de acionar o Rui Falcão, presidente do PT, para que os três deputados do Norte votassem a favor do processo de Eduardo Cunha na Comissão de Ética, quebrando o acordo que ele mesmo havia feito para proteger o presidente da Câmara e evitar a abertura do impeachment. E mais: mandou que o Falcão, seu fiel escudeiro, o mais fundamentalista de todos os militantes, não prestasse solidariedade ao senador Delcidio do Amaral, líder do governo, entregando-o às baratas. Afinal de contas, pensou, Amaral era coisa da Dilma, portanto, ela que resolvesse o problema.
Agora, com a saída de Levy, Lula vai tentar reorganizar o país que ele começou a destroçar, quando escalou Guido Mantega para administrar a economia nos dois governos petistas. Mantega, refém da sua própria incompetência, não pode sair de casa com medo dos insultos e de apanhar de alguns mais exaltados na rua, foi o condutor mais primário da economia brasileira.
Durante o tempo que passou à frente do ministério da Fazenda obedeceu cegamente às ordens de Lula que entende tão bem de economia como de fissão nuclear. Tornou-se o maior lobista da indústria automobilística e adotou a política de incentivar o consumo para gerar emprego e movimentar a indústria por iniciativa do seu chefe. Resultado: quebrou o país que voltou ao patamar dos juros altos para frear o consumo e provocou a disparada da inflação. Hoje, a população inadimplente não só vive no sacrifício como amarga o desemprego. Por isso, o ministro está trancafiado dentro de casa com medo de levar uma surra quando bota a cabeça de fora.
Não se engane, Barbosa, que conviveu ao lado de Levy conspirando para tirá-lo do cargo, é um aluno aplicado do Instituto Lula, de onde, de fato, o ex-presidente comanda o país. Chega ao ministério para atender as demandas do Lula e da cúpula do PT. Se alguém acredita que ele será o salvador da pátria pode tirar o cavalinho da chuva. O desastre da economia será ainda pior, porque suas credenciais não são tão valorizadas no mercado internacional como as de Levy. É só esperar pra ver.
Se depender, porém, de um empurrãozinho de Lula ele permanecerá mais tempo no poder. Afinal de contas, Barbosa goza da intimidade do ex-presidente desde que esteve à frente das finanças do comitê da reeleição do padrinho em 2006. (Jorge Oliveira) 

Esperança sequestrada.
Sequestro da esperança - Se até agora o Natal ainda era considerado, também no nosso pobre país, o momento da confraternização, neste fatídico 2015 os nossos governantes, para deixar bem claro que são adeptos do comunismo e de seus métodos, resolveram transformar a efeméride, com o aval da maioria dos ministros do STF, no natal da desesperança. Um ato de terrorismo: o povo pensante foi alvo de um sequestro da esperança
Papai noel terrorista - Na realidade, o terrorista, vestido de Papai Noel enviado por força e vontade dos apoiadores das Pedaladas exercitadas com grande desenvoltura pela presidente Dilma-Petista-Rousseff, arrombou as portas do povo brasileiro com o propósito de acabar com a esperança daqueles que gostariam, enfim, de ver um Brasil mais justo, honesto e promissor. 
Respostas - Ainda que me inclua entre aqueles que na semana passada teve a mente arrombada por sequestradores de esperança, devidamente vestidos com Toga, continuo convencido de que crimes devem ser punidos, e no caso das Pedaladas a punição é a perda do mandato. Como tal tratei, ao longo do final de semana, de encontrar motivos para tamanha passividade do povo brasileiro, mesmo diante de tantos absurdos. 
Estudo interessante - Pois, nesta busca já incessante de respostas que consigam melhor explicar o que nos leva a ser um país de tolos, com enorme disposição para gostar de ilusões, me deparei com um estudo pra lá de interessante. Quem sabe, a partir daí chegamos ao esclarecimento definitivo do mau comportamento do nosso povo.
Terceiro lugar entre os mais ignorantes - O estudo que me refiro diz respeito a uma pesquisa realizada em 33 países, pela Global Ipsos, Perils of Perception (Perigos da Percepção) a qual avalia os problemas e as características de cada um deles. Pois, para infelicidade geral dos -pensantes- o nosso pobre país ocupa o terceiro lugar entre os 33 países mais ignorantes do mundo.
Mais desinformados - Os responsáveis pela pesquisa explicam que entre todos os países estudados, o Brasil se sobressai como um dos mais desinformados. Os envolvidos nos estudos dizem que encontraram grande dificuldade em relação à definição de dados demográficos básicos, como o percentual de população rural e o percentual de pessoas de menos de 14 anos.
Casamento perfeito - Ora, como os petistas sempre foram mestres na arte de mentir, cujo aprendizado vem sendo exercitado à exaustão desde a criação do Partido, num ambiente onde impera a ignorância, confirmada pela pesquisa que foi revelada neste mês de dezembro, não poderia haver um casamento tão perfeito. Povo ignorante, como se sabe tende a acreditar em sonhos. Quem sabe, a partir do sequestro da esperança, algo possa mudar... (GSPires) 
O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direção para a qual nos movemos. (Oliver W. Holmes)

Nenhum comentário: