17 de nov de 2015

Dramas brasileiros: como aguentar...

• Após Paris, Rio 2016 deve ter novo plano de segurança. 
• Rio tem uma estação fantasma do metrô pronta há mais de três décadas. Leia
• Mineradora terá que pagar R$ 1 bi para reparar danos. Samarco assinou acordo para bancar gastos emergenciais em Minas Gerais por dano socioambiental. MP de Minas Gerais anuncia acordo com a mineradora controlada pela Vale e responsável pelo mais grave desastre ambiental do estado. Verba deve ser usada em medidas preventivas emergenciais, mitigatórias, reparadoras ou compensatórias mínimas. Moradores de Governador Valadares (MG) fazem fila para encher vasilhames com água; após 7 dias com torneiras secas devido à lama no rio Doce, água volta só para parte da população. 
• Desastre da Samarco foi o pior da história no mundo. Dados do pesquisador Marcos Freitas, coordenador executivo do Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais (Ivig) apontam que a tragédia causada pela Samarco em Mariana foi a mais grave já registrada por uma mineradora no mundo; no último dia 5 de novembro, ao menos 12 pessoas morreram no vazamento de 62 milhões de metros cúbicos de lama - duas vezes e meia maior que o segundo pior acidente do gênero, ocorrido em 4 de agosto de 2014 na mina canadense de Mount Polley, na Colúmbia Britânica. 
• Impeachment pode destravar a crise, diz Armínio Fraga. Para ex-presidente do BC, sem reformas, país caminha para o caos profundo. E 247 contra ataca: Guru de Aécio assume a defesa do golpe. Ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga prega impeachment do governo Dilma Rousseff como forma de destravar a crise econômica e não porque ela tenha cometido crime de responsabilidade: Chegou a hora. O PT fez essa lambança toda, imperdoável, afirmou, ao defender uma nova liderança; Pessoalmente, preferia que fosse o PSDB, mas pode ser qualquer outra, desde que seja moderna, disse ele, que foi nomeado ministro na campanha do tucano Aécio Neves, em 2014; responsável pela política econômica do segundo mandato de FHC, Armínio entregou uma economia com crescimento baixo, meta de inflação descumprida e um dólar que se aproximava de quatro reais ao fim de 2002, além de ter recorrido ao FMI e provocado apagão; sua crise não provocou nenhum movimento golpista. 
• STF suspende regra das doações ocultas, aprovada pelo Congresso na contramão da democracia. 
• Ala do governo diverge da Fazenda e quer fator 85/95 na Constituição. 
• Relator dá andamento a processo contra Cunha. Fausto Pinato antecipa em três dias apresentação de parecer preliminar no Conselho de Ética. Ainda sem analisar o mérito da denúncia, deputado vê indícios de que o presidente da Câmara quebrou o decoro parlamentar. Advogado de Cunha critica relator e promete entregar defesa nesta terça. Responsável pela defesa do presidente da Câmara no Conselho de Ética, Marcelo Nobre critica antecipação injustificada de parecer preliminar de Fausto Pinato. Advogado diz que apresentará argumentos do peemedebista nesta terça ao Conselho de Ética.
• Lula deu aval em contrato da Petrobras para livrar PT de dívida, diz delator. Acionista do grupo Schahin contou, em delação premiada, que sua construtora celebrou contrato com a Petrobras após pecuarista amigo do ex-presidente negociar perdão de dívida milionária do PT com um banco do grupo. 
• TCU estima déficit trilionário na Previdência até 2050. Se todos os benefícios tivessem que ser pagos hoje, rombo seria de R$ 3,2 tri. 
• Lava Jato: Pasadena envolveu propinas de até US$ 100 milhões, diz delator. Delator afirmou aos investigadores da Polícia Federal que o fim do processo judicial da estatal com a sócia belga Astra Oil pode ter rendido propinas entre US$ 80 milhões e US$ 100 milhões. 
• OAB vai ao STF contra lei do direito de resposta. A lei foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff, depois de aprovada pelo Congresso; o texto diz que uma pessoa ofendida por uma reportagem tem até 60 dias para exigir seu direito de resposta ao veículo de comunicação; o questionamento da OAB, presidada por Marcus Vinicius Furtado Coêlho, é sobre o artigo 10: Este dispositivo cria um evidente desequilíbrio entre as partes e compromete o princípio da igualdade (artigo 5º, caput, CF), na medida em que o autor tem seu pedido de resposta analisado por um único juiz, enquanto o recurso do veículo de comunicação exige-se análise por juízo colegiado prévio
• Ex-deputado Luiz Argôlo é condenado a 11 anos de prisão na Lava Jato. Sentença imposta ao ex-membro do Solidariedade terá de ser cumprida em regime fechado, inicialmente. Cabe recurso da decisão sobre crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. 
• Lava Jato investiga sítio usado por Lula. PF quer saber se empreiteira OAS pagou obras em imóvel no interior de SP. A propriedade em Atibaia, interior de São Paulo, que tem 150 mil m², está registrada em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, sócios de Fábio Luís da Silva, filho do ex-presidente; as obras teriam sido realizadas pela OAS no primeiro semestre de 2011 para uma reforma de duas casas, a construção de área de lazer com churrasqueira, piscina, campo de futebol, além de um tanque de peixe; investigação se dá no âmbito da Lava Jato e faz parte de um pedido de perícia contábil para saber se a empreiteira foi favorecida. 
• Temer defenderá uso de remédios amargos na economia. Vice usará congresso da sigla para fazer apelo pela reunificação do país. O governo da presidente Dilma Rousseff acompanha com preocupação o congresso organizado pela Fundação Ulysses Guimarães, do PMDB, que ocorrerá nesta terça (17), em Brasília, e que deve marcar um primeiro movimento de afastamento gradual do partido da administração da petista, segundo a Reuters; a ministros petistas, Temer afirmou que o encontro será para discutir um programa para o país, que poderia ser debatido com o governo Dilma e, se as ideias peemedebistas não forem adotadas, podem ser um programa de governo do partido para 2018; o vice disse ainda que a ala que pede a saída do PMDB do governo é minoritária; no entanto, a Reuters diz que o PMDB realmente inicia um processo de desembarque do governo, mesmo tendo recebido sete pastas na reforma ministerial feita pela presidente em setembro. 
Oito mil funcionários da Petrobras sob suspeita: Cerca de 8 mil funcionários da Petrobras estão na mira da investigação da roubalheira instalada na estatal no governo Lula e interrompida no governo Dilma após a deflagração da Lava Jato, segundo informam fontes ligadas ao caso. A estimativa dos investigadores é que funcionários da Petrobras, que passam por pente fino, ajudaram a impor prejuízo superior a R$ 3 bilhões (US$ 792,3 milhões) à estatal; Refinando a grana: Essa gatunagem envolvendo funcionários tem a ver só com a refinaria de Pasadena, no Texas, e a obra da refinaria de Abreu e Lima (PE); Superfaturamento: Foi superfaturada a compra de Pasadena, que, avaliada meses antes em US$ 42,5 milhões, acabou adquirida por US$ 1,3 bilhão; Afano socializado: Em Abreu e Lima (PE), são conhecidas histórias de roubo na obra da refinaria. O descontrole era total. Roubo com dezenas de cúmplices; São inúmeros: Procurador da operação Corrosão, Carlos Fernando dos Santos Lima disse que há inúmeros funcionários sob suspeita na Petrobras. (Diário do Poder) 
• Boechat: PMDB é a maior aglomeração de salteadores da República. Jornalista fez duras críticas ao encontro que o PMDB realiza nesta terça-feira 17 em Brasília; Ricardo Boechat lembrou que o PMDB integrou rigorosamente todos os governos desde o fim da ditadura e que assumiu fatias importantes de poder nos governos Lula e Dilma; Nossa inflação está sendo pressionada sucessivamente por conta dos aumentos na tarifa de energia elétrica e isso é obra do Ministério de Minas e Energia, que esteve nas mãos do PMDB durante os últimos muitos anos, afirmou; Essa reunião de hoje é um movimento de traição mais vil que possa acontecer. Vocês são o maior aglomerado de salteadores que a República brasileira já viu, criticou. 
• Lava Jato: compra da refinaria de Pasadena poderá ser anulada. Procurador da República, Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou que o Ministério Público Federal tentará anular a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. 

• França lança novos ataques contra reduto do Estado Islâmico na Síria. Raqqa, considerada a capital da facção, foi bombardeada por ao menos 10 caças. França faz pedido formal de ajuda militar da Europa: Em Bruxelas, eu acabei de invocar o Artigo 42.7, disse o ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian, em sua conta no Twitter durante encontro de ministros da Defesa do bloco; autoridades da UE disseram que essa foi a primeira vez que o artigo de assistência mútua do tratado da UE foi ativado; diz que no caso de agressão armada a qualquer país do bloco, os outros países têm uma obrigação de ajuda e assistência por todos os meios em seu poder
• Ao menos 26 estados dos EUA recusam refugiados.
• Maduro ameaça resistir a vitória opositora na eleição. Presidente da Venezuela quer mobilizar simpatizantes e usar força militar. 
• Clamor por ação mais incisiva contra EI favorece Putin. Rússia é tida como potência mais capacitada a agir contra facção. 
• Ex-militar de Saddam Hussein ajudou a estruturar EI. Haji Bakr ajudou na adesão de ex-membros do Exército iraquiano. 
• Avião que caiu no Egito com 224 pessoas foi derrubado por bomba, diz Rússia. Durante o voo foi ativado um artefato explosivo de fabricação caseira com potência equivalente a um quilo de TNT, indicou o presidente russo, Vladimir Putin, sobre o avião da companhia áerea russa KogalimAvia, que caiu no dia 31 de outubro com 224 pessoas a bordo; segundo o Kremilin, como resultado das investigações, Putin ordenou uma intensificação dos bombardeios russos na Síria: O trabalho de nossa aviação de guerra na Síria não só deve continuar. Deve se intensificar de tal modo que os criminosos entendam que a vingança é inevitável

Mar de lama.... 
Barragens...Destruição...
Irresponsabilidade...RelaçõesPoder/Empresas...
Complacência... Impunidade...
Sofrimento... Ligações e raízes de vida destruídas... 
O recomeçar quase impossível...
. Até quando o homem será tratado como produto secundário, em relação ao progresso e ao Poder econômico?
. Quem existiu primeiro e é prioritário? O Homem ou as Instituições?
. Lucro da Samarco em 2014: 2,8 bilhões... 
. Lucro das Comunidades afetadas: um tanto de anjos e milhares de novos miseráveis sem chão e sem referências... (Márcio Dayrell Batitucci)
 photo mardelama.jpg . Estou persistente, encaminhando mensagens para todas as redes de mídias que conheço e cobrando a apresentação de matérias sobre a matança no Vale do Rio Doce. Não sou da região, mas não sou cega e nem burra.
. Precisamos fazer como fazem os índios da tribo Krenac: parar o trem da irresponsabilidade e descaso.
. Precisamos protestar contra as empresas nacionais e estrangeiras que nada fazem para resolver o problema.
. Há solução para salvar o rio e matar a sede do povo, dos animais e das plantas.
. Precisamos protestar contra o governo omisso, conivente e cúmplice. O governo sócio das mineradoras e carrasco do povo!
. Precisamos condenar os atravessadores e oportunistas , mercadores do diabo que vendem água e produtos básicos na região a preços exorbitantes.
. Na França, os taxistas desligaram os taxímetros para não onerar as corridas neste final de semana do sofrimento em Paris. Grande exemplo de cidadania. Aqui, a exploração e oportunismo nos envergonham. Quero ver o pessoal pegar recibos de suas compras e exigirem na justiça o ressarcimento dos gastos. Cada copo de água tem que ser cobrado, além de danos físicos, materiais e morais. Não foi fruto do acaso. Foi fruto da incompetência e descaso. Este é o modelo de terrorismo que vivemos. Não precisamos temer terroristas de outros países, nós os temos de sobra. 
. Onde estão nossos políticos? 
. Onde está a OAB? 
. Cadê o CREA?
. Cadê o Ministério Público?
. Onde estão os juízes?
. Certamente, estão todos nos seus gabinetes acolchoados e atapetados bebendo uma Perrier. 
. Cadê as instituições de ensino que (mal) formaram esses profissionais incompetentes, insensatos e irresponsáveis? Pressa na (de) formação? Como os aquedutos de Roma, a muralha da China, os arcos de triunfo e tantas outras obras sobrevivem a séculos? O que há com as nossas construções do presente? Culpa de quem?
. Culpa, também, de um povo que se conforma com um berço adormecido. Povo triste, desiludido e entorpecido, mas que vai se sacudir no carnaval, como quem gosta de circo, porque de pão não se pode contar. 
. Postei no meu face. Faço a minha parte. Mostro a minha indignação. Não me acomodo e nem me calo. (Célia Correa) 

A medalha de ouro da insolvência
. Não há espaço para outras discussões, entre as tentativas da oposição de não deixar morrer a possibilidade de o Congresso examinar o impeachment da presidente Dilma, assim como sobre o julgamento do deputado Eduardo Cunha no Conselho de Ética. A pauta política parece estar completa, em termos de importância. Lugar não há para mais nada. É possível que o presidente da Câmara, se sentir viabilizar-se a hipótese de perder o mandato, venha a dar o troco, aceitando iniciar a tramitação do pedido de afastamento da presidente. Esta semana poderão ter início os dois processos, ainda que seu desfecho fique para bem mais tarde, no ano que vem.
. A presidente e o parlamentar fluminense confiam em que faltarão votos, no plenário da Câmara, tanto para o impeachment quanto para a cassação.
. O diabo é que enquanto não se definem as dúvidas, o Congresso irá comemorar a vinda do Papai Noel, depois as férias protocolares de janeiro, em seguida o Carnaval e provavelmente a Semana Santa sem outras atividades de vulto. Salvo engano, nada de votações do ajuste fiscal e de outras reformas tidas como imprescindíveis para o país livrar-se do sufoco econômico. Com Joaquim Levy ou com Henrique Meirelles na Fazenda, nenhum dos dois disporá de mecanismos suficientes para fazer figuração na fantasia da recuperação do crescimento.
. A pergunta que se faz é se aguentaremos mais um semestre caindo nas profundezas. Poderemos assistir o fenômeno inusitado da fusão entre as duas questões. A crise do desemprego, do aumento de impostos e do custo de vida, mais a redução de direitos trabalhistas, influenciarão os deputados e depois os senadores na preservação dos mandatos de Madame e do presidente da Câmara? Ou será o contrário?
. A conclusão, por enquanto, é de que menos voltado para seus reais problemas o país não poderia estar. Avolumam-se os pontos de estrangulamento na economia, na política, no plano social e até na ética, com a população cada vez mais impaciente e indignada. Candidata-se, o Brasil, à medalha de ouro da insolvência.
Quem paga a conta? 
. A mídia não se cansa de divulgar o avanço nas obras para a realização das Olimpíadas do ano que vem. No meio de tanta perplexidade, surge uma nota positiva: estamos cumprindo o calendário. Fica, no entanto, uma pergunta: quem está pagando os custos estratosféricos da infraestrutura do maior certame esportivo do planeta? Com certeza não serão as empreiteiras, com a corda no pescoço. Certamente não o BNDES, sob vigilância permanente. Os bancos privados poderão estar investindo, mas jamais os seus lucros. Só pode ser o governo... (Carlos Chagas) 

Delação Premiada, um epiteto que ao povo soa mal. Não faz sentido um delator "ir para casa (apê de não sei quantos metros quadrados) a rir às escancaras, leve, livre e solto." (AA) 

Nenhum comentário: