14 de out de 2015

Povo, você é culpado de tudo...

• STF dá golpe no Cunha e no povo pelo não impeachment. 
• Dólar salta mais de 3% e encosta em R$ 3,90. Dólar tem maior alta em 4 anos e fecha a R$ 3,89. Bovespa teve forte queda após 9 altas. 
• Empresas de transporte do Rio são multadas em mais de R$ 1 milhão. Segundo a Agetransp, falhas na operação são as causas principais; CCR Barcas é penalizada. 
• Horário de verão começa domingo. Adiante o relógio. 
• Lula: pedaladas garantiram o Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida. Ele só esqueceu de dizer quem levou a ruína do país. 
• Cunha é denunciado ao Conselho de Ética por quebra de decoro. Pedido protocolado nesta terça pelo PSOL e pela Rede teve apoio de 46 parlamentares - 32 são do PT. 
• Se derrubo Dilma, vocês me derrubam depois, diz Cunha. Presidente da Câmara fez desabafo à oposição, informa o blog do Camarotti. Oposição fará novo pedido de impeachment. Eles pretendem citar pedaladas em 2015. Cunha vai recorrer de decisões do STF que travaram seu rito. Cunha promete despachar todos os pedidos de impeachment até quarta. 
• O governo de Dilma Rousseff encontrou seu judas. É o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, apontado há tempos pela base petista como o responsável pela desgraça nacional. Antes restrito à arraia-miúda petista, esse movimento para fulanizar a crise foi abraçado pela cúpula do governo de Dilma, que nunca se convenceu da necessidade de ajustar a economia para fazer o Brasil retomar o caminho do desenvolvimento. O neoliberal Levy torna-se assim a desculpa perfeita para a lambança que está sendo concebida no Planalto: mandar às favas os escrúpulos fiscais e retomar a agenda populista da gastança desenfreada que, esta sim, empurrou o País para o abismo econômico. (Editorial do Estadão) 
• Governo não cumpriu promessa de desligar 21 termelétricas. Na contramão da medida, anunciada pelo ministro Eduardo Braga, geração via térmicas está aumentando. 
• País está à beira do precipício, diz economista que previu crise. Para Nouriel Roubini, Brasil será rebaixado e real entrará em queda livre sem ajuste fiscal. 
• Professores encerram mais longa greve das federais. Após 139 dias, paralisação terminou por falta de negociação do Ministério da Educação, diz sindicato. 
• Contas públicas: Vale lidera lista de devedores da União. A mineradora tem um total de R$ 41,9 bi em dívidas; Petrobrás, com débitos de 15,6 bi, é a 3ª da lista. 
• Lava Jato: Odebrecht convocou executivos para guerra. E-mails mostram que empreiteiro propôs a criação de um dossiê com informações erradas sobre o grupo. 
• No Brasil, imigrantes negros são tidos como estorvo necessário. Negros sofrem xenofobia, diz pesquisadora. Governo abre crédito de R$ 15 milhões para ampliar atendimento a refugiados. Estamos diante da pior crise humanitária desde a 2º Guerra Mundial, disse o secretário nacional de Justiça, Beto Vasconcelos. 
• Pesquisa diz que 54% dos brasileiros reprovam o SUS. Segundo Datafolha, 18% dariam nota zero ao sistema.

Sou golpista! 
Projeto de poder - A postura, a determinação e a ênfase utilizadas, de forma bem orquestrada, pela dupla Lula/Dilma nos discursos que ambos proferiram na abertura do 1.º Congresso Nacional do Movimento dos Pequenos Agricultores, em São Bernardo do Campo, evidenciam o quanto o PT está decidido em manter o Projeto de Poder Populista Petista, que tem como objetivo final a exterminação da economia brasileira.
Acima da lei - Contando com a proteção irrestrita da maioria dos ministros do STF, instância que decide de forma derradeira tudo que é discutido no nosso pobre país, Lula e Dilma, absolutamente à vontade, disseram, com todas as letras, que estão acima da lei.
Causas nobres - Mais: sem nenhum pudor e/ou constrangimento, os criminosos Lula e Dilma fizeram uso da conhecida propaganda goebbeliana para convencer os pobres agricultores e a mídia em geral, de que as pedaladas fiscais deixam de ser crimes desde que os recursos públicos sejam utilizados para causas que consideram como nobres. Pode?
Duas tacadas - O interessante é que Lula, ao admitir, publicamente, que Dilma praticou o crime de responsabilidade fiscal, ao fazer uso das pedaladas, deu duas tacadas certeiras:  
1 - deu total razão ao TCU (leia-se ministro Augusto Nardes);  
2 - desmoralizou por completo o ministro-chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), Luís Inácio Adams, que disse em várias oportunidades que a acusação não passava de uma manobra golpista. 
Legítima defesa - No entanto, agindo com enorme esperteza, Lula insinuou que ao fazer uso de pedaladas para garantir recursos para atender os programas sociais Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida, Dilma agiu em Legítima defesa. E quem age em legítima defesa não comete crime. Ah, bom. Então tá! Que tal?
Pode tudo - Para bom e/ou mau entendedor, esta postura de Lula significa que assaltar, roubar e matar não é crime, desde que seja por uma boa causa. Se alguém tem fome, por exemplo, para satisfazê-la simplesmente pode tudo, como prega o PT. A sociedade que se dane.
Sou golpista - Diante de tanta safadeza interpretativa chego a conclusão de que sou, sim, um golpista. Até porque, no Brasil, quem cumpre as leis e exige o cumprimento do que reza a Constituição, pelo efeito da Propaganda Goebbeliana, deve ser visto e considerado pela sociedade como golpista. Pode? (GSPires)
Ser honesto nesse mundo em que muitos gostam de levar vantagens pode ser coisa de extraterrestre.

Nenhum comentário: