21 de set de 2015

Arrastão, quem deu corda...

• Com crise, Estados arrecadam R$ 11,8 bilhões a menos em 2015. 
• Aliados sugerem a Dilma adiar reforma. Temor é evitar atrito na semana em que Congresso apreciará vetos a pauta bomba. 
• O sábado de sol forte foi marcado por arrastões e muita correria na Zona Sul do Rio de Janeiro. Quase 30 suspeitos de furtos foram detidos em Botafogo e na orla de Ipanema e do Arpoador. Em novos atos de violência, grupos atacam ônibus em Copacabana. Policiais militares evitaram que jovens fossem linchados por moradores. Copacabana tem tumultos 1 dia após arrastões. 
Paulo Roberto Costa Diz que Dilma acompanhou tudo de certo e errado que aconteceu na Petrobras. Em sua delação premiada Paulo Roberto Costa diz que Dilma Rousseff como presidente do conselho de administração da Petrobras sabia de tudo que acontecia na empresa, se foram feitos de forma correta ou errada ela acompanhou tudo.
• Hélio Bicudo defende governo interino e convocação de novas eleições para o Congresso. Autor do principal pedido de impeachment contra Dilma, ex-petista afirma que saída para crise política não se resume ao afastamento da presidente. Para ele, é preciso convocar novas eleições para presidente e mudar toda a Câmara e o Senado
• Papa encontra Fidel e alerta contra perigos da ideologia. Papa Francisco pede a cubanos que sirvam aos mais frágeis na sociedade Pontífice defendeu a rejeição de qualquer ideologia no ato de ajudar o próximo. Discursos do pontífice fazem referência a transformações econômicas em curso na ilha e a mediação de Cuba em negociações com as Farc. No segundo dia de sua visita a Cuba, o papa Francisco fez discursos com mensagens políticas e alertou sobre os riscos ligados às mudanças em curso na ilha. Neste domingo, durante a missa que celebrou na Praça da Revolução, o pontífice defendeu a importância de servir e disse que o serviço nunca é ideológico, dado que não servimos a ideias, mas a pessoas. Cuba é governada desde 1959 por um regime que se define como socialista. Cerca de 300 mil pessoas acompanhavam a missa, segundo informações oficiais. 
• Refugiados sírios têm dificuldade em encontrar emprego e moradia no Brasil. 
• Na Grécia, partido de Tsipras repetirá coligação e governará com maioria absoluta Cerca de 54% dos gregos compareceram às urnas, o mais baixo índice registrado em eleições nacionais. 

O valioso tempo dos maduros. 
“Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora. 
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas. 
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados. 
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral. 
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa.
Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, quero caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!" (Mário Andrade)

Nenhum comentário: