11 de ago de 2015

Pensar no país a gente pensa, mas...

• Peso de Vale e Petrobras nas exportações desaba. Fatia das empresas no valor das vendas chegou a 11%, a menor em 10 anos.
• PMDB do Senado propõe pacote para superar crise. Pauta, que inclui cobrança no SUS, é indispensável, diz ministro Levy.
• Dilma não cogita tirar Mercadante da Casa Civil. Temer disse que o petista tem ajudado a tentar recompor a governabilidade.
• Trabalhadores da Petrobras, entidades de estudantes e movimentos sociais participam nesta terça-feira do ato organizado pelos senadores Fátima Bezerra (PT-RN) e Lindbergh Farias (PT-RJ) em contraponto ao avanço do projeto do tucano José Serra, que altera as regras de partilha do pré-sal; segundo a senadora, se o texto estivesse em vigor hoje como lei, a Petrobras poderia ficar de fora do consórcio de Libra, o que acarretaria uma perda, para o Estado, de R$ 246 bilhões; a jornalista Tereza Cruvinel, colunista do 247, destaca, no entanto, que o que mais preocupa os movimentos é o fato de, se aprovado, o projeto provocar uma perda R$ 100 bilhões para o Fundo Social, e com isso a educação deixará de receber R$ 50 bilhões, já que pela atual legislação 50% dos recursos do fundo destinam-se ao setor.
• Dilma convidou, mas Lula negou convite para ser ministro. Segundo reportagem do Valor, convite ao ex-presidente Lula foi feito pelos ministros Aloizio Mercadante, da Casa Civil, Jaques Wagner, da Defesa, e Edinho Silva, da Comunicação social, na última sexta-feira, em reunião em São Paulo; Lula, no entanto, rejeitou; disse que sua missão no momento é viajar pelo país para defender o governo do PT e seu legado; a presidente Dilma Rousseff não designou uma pasta, mas caberia a ele algum posto onde poderia atuar como articulador político, que hoje é exercido pelo vice-presidente Michel Temer (PMDB).
• O presidente do Senado, Renan Calheiros, discutiu nesta segunda (10) com os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa, a elaboração de uma agenda suprapartidária de interesse nacional; a ideia é que o Congresso Nacional contribua com o governo na busca de soluções que apontem para a retomada do crescimento e o aumento da segurança jurídica; intitulada Agenda Brasil, o programa propõe 28 medidas para superação da crise; Foi uma conversa na procura de uma agenda harmônica, que aponte em direção ao futuro. É uma colaboração do Congresso Nacional, disse Renan; Esta pauta sugerida pelo senador Renan Calheiros é a pauta do Brasil, indispensável para enfrentarmos a nova realidade econômica e superarmos a atual crise, afirmou o ministro da Fazenda, Joaquim Levy; conheça as propostas.
• Presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta segunda-feira que quer uma decisão rápida da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) sobre a recondução do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot; segundo a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), a recondução não encontrará resistência no Senado, porque o resultado da eleição interna do Ministério Público, na qual Janot foi o mais votado, dá força ao atual procurador-geral.
• Juiz responsável pela operação Lava Jato, Sérgio Moro vai participar, no dia 24 de setembro, de almoço-debate do Lide, de João Doria; o tema, segundo a colunista Sônia Racy será Lições da Operação Mãos Limpas; nesta segunda-feira, Moro comparou a legislação brasileira com a italiana, que se caracteriza pela excessiva morosidade e disse que a Lava Jato não pode ser um soluço que não gere frutos para o futuro.
Projeto de poder do PT está com os dias contados e prega golpe: A gravidade do momento e o autismo governamental obrigaram as oposições a se mexer. A necessidade de encontrar uma rápida saída constitucional para a crise é evidente. A sociedade civil pressiona. As manifestações do próximo dia 16 vão elevar a temperatura política. Quanto mais tempo permanecer o impasse, pior para o Brasil. Se 2015 já está perdido, corremos o sério risco de perdermos 2016 e 2017. (Marco Antônio Villa, historiador)
• Decreto reduz em 12 meses prazo para dívida do Fies. Anteriormente, o saldo devedor poderia ser parcelado em período equivalente a até três vezes o prazo de permanência do estudante na condição de financiado, acrescido de doze meses; o decreto desta terça-feira retira o acréscimo de doze meses do prazo; foi mantida a determinação anterior de que a amortização do financiamento de cursos superiores com o Fies tem início no décimo nono mês seguinte à conclusão do curso ou antecipadamente, por iniciativa do estudante.
La veritá! Faltam remédios e estrutura, diz símbolo do Mais Médicos. Cubano vítima de ofensas quando chegou ao país atende índios no Maranhão.
• Estranho mesmo, se a Baía da Guanabara e os rios estão limpinhos! Fisiologista dos EUA liga mal-estar da sua equipe à água. Treze atletas passaram mal após prova de remo na lagoa Rodrigo de Freitas.
• Google cria nova empresa, Alphabet, para separar negócios de internet.
• Eleição primária na Argentina revela país dividido. Dissidente peronista surpreende e torna incerta situação de favoritos.

Dilma e sua crise. 
. Com todo o respeito, presidente, acho que a senhora devia renunciar. Os sinais já estão no ar, os primeiros tremores de um terremoto já vibram sob nossos pés. Acho que a senhora não vai aguentar mais três anos em meio a esse caos em que o Lula, o PT e o Mantega nos lançaram, fazendo o país entrar numa depressão.
. Aliás, a senhora deve estar também numa cava depressão, com um país inteiro gritando Fora. Se fosse eu, presidente, teria enlouquecido por rejeição. Vejo seu rosto triste e tenso e me lembro da postura corajosa na sua foto, jovem, de óculos, diante de militares tapando o rosto.
. E vejo que um retrato rima com outro, pois sua pertinácia ou teimosia diante do impossível continua a mesma. Era impossível a vitória da guerrilha urbana, e hoje está quase impossível governar o Brasil. O fato de uma pessoa ser heroica não impede que esteja errada. Talvez a senhora tenha sido heroína, mas sei que está errada. Sei que sua agenda de esquerda de longa data a ajuda a destroçar o país em nome de uma loucura ideológica morta.
. Sei que é impossível governar um país capitalista com uma cabeça comunista. Isso provoca uma esquizofrenia no poder que se alastra pelas instituições, abrindo as portas para a maior história de corrupção do mundo. E me dói, presidente, vê-la como bode expiatório dos crimes que eles cometeram.
. Eles abriram mão de suas convicções antigas, mas a senhora segue fiel a sua utopia brizolista, enquanto eles te abandonam. O Lula - é sempre bom lembrar - é a pessoa mais nefasta deste país e está tramando contra a senhora, pensando até em arrumar um posto de ministério para ser julgado com foro privilegiado quando seus malfeitos se revelarem, pois tem medo de ser preso.
. Além disso, petistas e aliados perceberam que a senhora está enfraquecida e resolveram ganhar prestígio te condenando. Todos querem tirar um pedacinho da senhora, pois são ratos abandonando o navio. Eram 400 aliados; hoje, só há 120.
. E não adianta dar verbas e cargos para eles, nada os satisfará - vão embolsar a grana e continuar te sabotando. Inclusive o vergonhoso PSDB traindo a si mesmo, enturmado com a bicanca voraz do Eduardo Cunha e com o cabelinho implantado do Renan, que aprovam projetos-bomba para detoná-la, mesmo que o país morra junto. Os dois, investigados pela Lava Jato, aprovam medidas absurdas para aumentar os gastos públicos e se fortalecerem à custa de seu fracasso.
. Sob o som dos panelaços vi sua fala gaguejante no programa do PT, diante da evidência do desgoverno. Suas tentativas de sorrir com simpática despreocupação são constrangedoras, e o povo nota. O país inteiro está contra Vossa Excelência, quando deveria estar contra aqueles que criaram a armadilha em que a senhora caiu. Sua resistência está muito solitária, e não basta mais declarar que resiste, como boa guerrilheira que já foi.
. Sua renúncia não seria uma humilhação e só abrilhantaria sua imagem futura. A senhora teria reconhecido o perigo que corremos todos, com a devastação da indústria, do comércio e da esperança pública. E a culpa não é toda sua.
. Já está disseminado na população um refrão de desapreço à senhora. Já estão lançadas as bases de um impeachment... Sua saída espontânea provaria que a senhora aceita as regras do jogo que perdeu. Quando se contamina a opinião popular, para além da política, a barra pesa.
. Até mesmo um recôndito machismo ressurge contra uma mulher no governo. Mulher no volante, perigo constante, me disse ontem um taxista. Creio que até o Lula nomeou a senhora porque era uma mulher considerada trabalhadeira e obediente a seus interesses, até ele voltar em 2018. Será que ele nomearia um homem que pudesse contestá-lo? Talvez haja por aí um machismo sutil...
. Quando o Collor berrou às multidões não me deixem só, todas as caras foram pintadas, talvez até mesmo a da senhora. E, no entanto, presidente, a era Collor foi um troco em relação aos bilhões roubados nos últimos 12 anos, por causa da porteira aberta pelo Lula para a invasão da porcada magra no batatal.
. Seu grande erro, presidente, típico de tarefeira militante, foi fazer vista grossa para o despautério a sua volta. Sei como funciona: Ah, eles são aloprados em nome de uma linha justa, lutar contra isso seria moralismo pequeno-burguês.
. Por isso a senhora deixou passar negligentemente a compra da refinaria de Pasadena no Conselho de Administração da ex-Petrobras, um dos símbolos intocáveis de sua juventude. Além disso, a senhora está sendo metralhada pelos dois presidentes do Congresso.
. Hoje, como está, o país não tem fins nem meios. Ninguém sabe mais quais seriam os meios, e não sabem com que fim.
. As várias reformas que FHC deixou preparadas foram ignoradas e desfeitas, e hoje só nos resta o magro ajuste fiscal com que o pobre Levy, como um padre triste, tenta convencer canalhas e cobras criadas que nunca souberam o que é interesse nacional.
. Agora, Temer e Mercadante estão querendo conciliar, mas é tarde demais.
. Vem aí a grande manifestação nacional no dia 16, pedindo sua cabeça. E isso é quase um impeachment branco, o que deve provocar-lhe uma angústia insuportável. A senhora já esteve doente e tem de proteger sua saúde. Mas, em vez de fazer autocrítica, sua cabeça de guerrilheira teima em resistir até o fim. Se a senhora renunciar, vai ficar mais feliz. A senhora não é Getúlio Vargas. Além disso, sua resistência não é apenas uma questão pessoal. Trata-se do país que a senhora governa. A Dilma não é a Dilma - ela é presidente do Brasil sendo desmanchado. Desista, Dilma, antes que o carro do país tenha perda total. (Arnaldo Jabor) 

Toffoli vai julgar na Lava Jato. 
. É o fim da picada!!! Esse Dias Toffoli não tem nem os requisitos mais primários para figurar como Ministro do STF, vez que não conseguiu passar nem para concurso de juiz de 1ª instância. Levou pau nas 2 tentativas. Tendo sido advogado do PT, ganhou de bandeja o cargo mais cobiçado do Judiciário, mas devia declarar-se impedido de participar do julgamento do mensalão. Todavia, ficou lá, pagando mico, porque a quadrilha palaciana o indicou justamente para atuar a favor da bandidagem política. Agora, com a proximidade do julgamento da Lava Jato, eis que ele, rapidinho, para mostrar serviço, já pediu transferência de turma ao Lewandouísque, que é o atual presidente do STF e também é outro sempre pronto a passar panos quentes em aliados da quadrilha. Toffoli quer ser transferido para a 2ª Turma, porque é a que já está escalada para atuar no julgamento dos políticos envolvidos com a roubalheira (Eduardo Cunha, Collor, Lindberg, Renan... Um total de 47 deputados e senadores, esmagadora maioria do PT e partidos aliados da corja petista).
. Vou manter o vídeo no anexo, mesmo sabendo que muitos, por receio de pegar vírus, não abrem anexos, mesmo se tratando de um arquivo de extensão mp4, impossível de transportar malwares. Para os que têm esse receio, segue abaixo o link de vídeo bem mais explicativo sobre essa tramoia da quadrilha. (AC)

Nenhum comentário: