5 de jul de 2015

Chile e votação grega...

• Dilma em declínio - PMDB faz sondagens para articular eventual governo Temer. FHC e Aécio foram indagados sobre como o PSDB vê a possibilidade. O Vice Michel Temer assumiria a presidência, caso Dilma deixe o cargo. 
• Mais corrupção - Auditoria na BR aponta irregularidade em licitação. UTC e a subsidiária são investigadas por conta de suspeitas. Obras tocadas pela UTC na BR somam cerca de r$ 650 milhões. • Delator liga doações eleitorais ao PT a contratos com a Petrobras. Ex-tesoureiro do partido, Vaccari recebeu R$ 3,9 milhões ‘em decorrência das obras com Petrobras.
Lava Jato prossegue, doa a quem doer, afirma diretor da PF. Leandro Daiello diz que investigações não mudam, mesmo que cheguem perto de Dilma ou de Lula. 
• Corrupção cria indústria de lavagem de dinheiro no País. Inquéritos da PF mostram sofisticação dos esquemas para acobertar recursos desviados.
• Prefeito do Rio, Eduardo Paes, diz que a prefeitura vai processar Bethlem por desvio de dinheiro público. 
• Ação Wikileaks - EUA interceptaram até telefone do avião de da presidente. Espionagem dos EUA grampeou 29 telefones de Dilma e ministros. Para governo, espionagem dos EUA é caso superado.
• Com o país em crise, ministro das finanças grego acusa credores de terrorismo. Plebiscito da Grécia parece... grego. A formulação da pergunta do plebiscito sobre a dívida grega, que se realiza neste domingo, é um pouco confusa. Plebiscito do dia 5 de julho de 2015. Deveria ser aceito o plano de acordo, que foi submetido pela Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional no Eurogrupo de 25/06/2015 e composto por duas partes, que constituem sua proposta unificada? O primeiro documento é chamado Reformas para a conclusão do atual programa e além e o segundo Análise preliminar de sustentabilidade da dívida
Não Aceito / Não ---- Aceito / Sim. 
• Imigrantes tentam entrar no Eurotúnel e paralisam operações. Aproximadamente 150 pessoas tentaram invadir terminal em Calais, na França. Empresa cobra resposta das autoridades à crise migratória. 
ooo0ooo 
Lula, Dilma e o PT não amam o brasil. 
. Há décadas atrás, após um jogo de futebol em plena rua, fomos todos à casa de um amigo para tomar água e, se tivéssemos sorte, fazer um lanche. Ao entrarmos na sala, a mãe do amigo anfitrião gritava furiosa ao bater com o telefone: - Ah, eu vou acabar com esse cara, vou tirar cada centavo dele, vai perder até a roupa do corpo, ah, se vai...
. Olhamo-nos uns aos outros com aquela cara de desenho animado japonês, olhos arregalados e a boca em forma de ó. A dona da casa estava em guerra com o marido, que ela acabara de descobrir tinha uma amante e um lar que não era o mesmo seu. Vi a cena e pensei: Acabar com a pessoa, tirar cada centavo dela, até mesmo as roupas? Uau, isto é que é odiar de verdade!.
. Fui descobrindo que quem tem ódio do outro não se contenta apenas com o sentimento. Quer o sofrimento alheio, quer que a outra pessoa padeça de todas as formas possíveis, que perca seus bens, seu dinheiro, que fique na bancarrota. Quem odeia está sempre em busca de conflito, não admite a paz e está sempre à cata de um inimigo para...odiar e, logo em seguida, desejar que perca tudo, até mesmo a saúde e a vida, dependendo do motivo. Odiar, contudo, é humano, assim como errar. Ódio é um sentimento que não pode ser superado nem transformado em coisas boas.
. Lula quer ver o Brasil mal e Dilma faz tudo para piorar o Brasil. O PT faz o aplauso das práticas de seus líderes e as multiplica. Não há amor no coração de pessoas que, sabendo que estão erradas, que cometeram crimes de maior ou menor intensidade, maltratam os mais fracos e abusam dos mais pobres. Os petistas andam em bandos, são gregários, mas não são sociáveis com outras greis. Querem tudo para si, raramente deixando migalhas para os outros. Não admitem serem contrariados nem questionados. Acham-se donos do poder e da palavra. Odeiam a todos que fogem de seus escaninhos morais, mas alegam, com faces tão lívidas quanto dissimuladas, que os outros é que são fascistas, reacionários, odiosos, revanchistas.
. Lula chama seres humanos adversários de eles; Dilma, quando consegue elaborar uma simples sentença, sempre deixa claro que sua alma está tomada de ressentimentos deveras obscuros. Assim é o PT: um grupo de pessoas que tem ódio do Brasil, que dele querem extrair tudo, como se o país devesse a eles algo tão divino quanto impagável. O PT é uma nação que admite o crime, alimenta-se de ódio e, quando não rouba, permite que roubem.
. Consideram-se inimputáveis e só os que odeiam se acham imunes a tudo e a todos. Quem ama, congrega, conversa, aceita, soma e multiplica. Quem, de fato, ama seus pares nacionais, sabe a hora de chegar e o tempo de ir embora, sabe a hora de gritar, mas reconhece prontamente o momento de se calar. Quem ama seu país não faz o que Lula, Dilma e o PT fazem. O PT não ama o Brasil.
. A história é rica em passagens que demonstram que o ódio sempre leva ao mais solene fracasso. Seja nas guerras, nas eleições, nas revoluções que pregam o extermínio ou pleno e humilhante subjugo dos derrotados, odiar é um estado desfavorável, onde a razão dá lugar à fúria e onde a solidariedade termina por se circunscrever a um grupo muito pequeno, conhecido como cumpanherada.
. Lula e Dilma não amam o Brasil. Jamais amaram. Nunca o amarão. Quem rouba ou permite o roubo não ama o Brasil. Quem mente ou admite a mentira, não ama o Brasil. O PT não ama o Brasil.
. O Brasil precisa é do amor dos brasileiros de verdade. O Brasil não precisa de Lula, de Dilma e de seu PT. (Glauco Fonseca) 
ooo0ooo 
Mal ideológico. 
Sem surpresa - Não chega a ser uma surpresa este posicionamento que os petistas, pedetistas e demais esquerdistas estão escancarando, por se declararem, de forma unânime e em bloco, frontalmente contrários à redução, tanto da maioridade penal quanto de apoio a qualquer programa que proponha um equilíbrio das contas públicas
Mal ideológico - Afinal, não é recente a descoberta de que todos aqueles que resistem, sistematicamente, a tudo que é óbvio e necessário, sofrem do mal ideológico, doença grave que afeta brutalmente as células cerebrais, responsáveis diretas do desenvolvimento do raciocínio, a ponto de destruir completamente a capacidade de discernimento. 
Contrários - O mais preocupante ainda, no entanto, é que além de ficarem impedidos de raciocinar, os portadores do mal ideológico ainda ganham um poder ainda mais destruidor, qual seja o de reagir, de forma sempre contrária, a tudo que até as pessoas minimamente preparadas entendem como correto e necessário. 
Contaminados - O dano cerebral, estimulado pelas doses cavalares de populismo e assistencialismo, injetadas em forma de mentiras exaustivamente divulgadas através da propaganda petista na mente dos beneficiados, é de tal monta que os contaminados reagem, imediatamente, quando alguém propõe que as despesas públicas fiquem apenas dentro dos valores arrecadados. Isto sem falar na farta corrupção, que muitos chegam a alegar que é pura má vontade da mídia e dos oposicionistas ao governo. 
Solidários aos gregos - Aliás, só para que tenham uma ideia do que se passa na cabeça dos doentes atacados pelo grave mal ideológico, não é só aqui no nosso pobre Brasil que os mesmos se manifestam contrários ao necessário equilíbrio das contas públicas.
. Pelas diversas mensagens que tenho recebido desses pobres doentes, todos, indistintamente, se declaram solidários aos gregos que se dizem contrários aos programas de austeridade fiscal. Mais: entendem, inclusive, que devem lutar de todas as formas e maneiras para impedir reformas. Que tal?
Venezuela e Grécia - Portanto, como se não bastasse a séria situação vivida pela Venezuela, que os atingidos pelo mal ideológico entendem como caminho importante e necessário para o Brasil trilhar, agora esses doentes mentais ainda querem se espelhar na falida Grécia. Tudo, certamente, para saber quem afunda primeiro. Pode? (GSPires) 
Pecar pelo silêncio, quando se deveria protestar, transforma homens em covardes. (Abraham Lincoln)

Nenhum comentário: