17 de mar de 2015

Panelaços e buzinas, até quando...

 photo _apacotaccedilo.jpg
• Paralisação na Comlurb - Grevistas ferem gari e depredam caminhões de coleta de lixo no Rio. Apenas 50% dos garis têm saído às ruas e Justiça determinou que 75% dos funcionários trabalhassem. 

• Chuva espalha lixo pelas ruas e provoca transtornos no Rio. Resíduos acumulados devido à greve de garis tomaram pistas e calçadas. Cidade ficou mais de quatro horas em estágio de atenção. 

• Pela 1ª vez em 12 anos, construção civil demite mais do que contrata. Corte de gastos do governo e a Lava-Jato abalaram o setor, tido como menina dos olhos do mercado de trabalho. Em janeiro, 9.729 vagas foram eliminadas. 

• O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta segunda-feira (16), em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, que o escândalo de corrupção na Petrobras teve início na primeira gestão de Fernando Henrique Cardoso (1995-1998), que teria aberto a porteira da corrupção ao ignorar a lei de licitação nº 8.666, que teria facilitado a formação de cartel na petrolífera. Afirmou que a corrupção está no Executivo e que a resposta do governo às manifestações foi um desastre

 FHC: população não aceitaria volta de Lula. Ex-presidente tucano, FHC diz que recado das ruas também foi para seu sucessor, em referência aos protestos de domingo, e afirma que população não vai aceitar Lula de volta em 2018: Não se pode fugir da responsabilidade histórica. Ele chamou seus exércitos, sumiu, e agora é Dilma que é a culpada de tudo? Não é crível que o que aconteceu na Petrobras fosse desconhecido por quem estivesse no poder, seja Lula, seja Dilma. Foram muitos anos com diretores sustentados pelos partidos. O rei está nu e todo mundo fingindo que está vestido ainda. Segundo ele, a saída é reconhecer o erro; pesquisa recente Datafolha apontou Lula como o ex-presidente mais admirado pelos brasileiros e FHC ficou em último.

• Com 11 condenados e 82 réus, Lava Jato faz um ano hoje. Operação da PF investiga esquema de corrupção na estatal. 

• Petrobras vai pôr à venda fatia de distribuidora, postos e termelétricas. Dívida da Petrobras triplicou em 2 anos.


Nota 10 para as Manifestações. 
Assunto do dia - O grande assunto do dia, que vem sendo esmiuçado de todas as formas, por todas as mídias do país, desde ontem, é, sem dúvida alguma, a espetacular manifestação ordeira que o povo brasileiro fez, em todos os cantos deste imenso Brasil, mostrando total insatisfação contra tudo que já foi feito por esse já malcheiroso, incompetente e corrupto governo petista. Loucura!
100 mil indignados - A fantástica participação espontânea, foi muito além do previsto em Porto Alegre, onde participei ativamente. A expectativa de público não passava de 20 mil pessoas, mas, para surpresa geral o número foi cinco vezes maior, beirando 100 mil indignados. 
Madrugadores - Estou muito convencido de que muitos madrugadores é que acabaram por influenciar milhares de brasileiros para que não deixassem de participar. Centenas de cariocas, baianos e paulistas, por exemplo, como as emissoras de televisão já mostravam a todo momento, desde às 9 h da manhã, decidiram ir bem cedo para as ruas para protestar. Ansiosos, não queriam esperar pelo horário marcado (entre 14h e 15h). Um show. 
Sem intervenção militar - Outra demonstração importante, que atesta um maior grau de convencimento da maioria dos manifestantes, precisa ser frisada e enaltecida: desta vez, bem diferente de 1964, o povo não quer saber de intervenção militar. Ao que tudo indica, pelo comportamento manifestado, a maioria dos brasileiros entendeu que tem capacidade para fazer valer a sua vontade, sem intervenção de ninguém. 
Equívoco imperdoável - Até porque as Forças Armadas, quando foram chamadas pela sociedade brasileira como um todo, para fazer a Revolução de 1964, entenderam tudo de forma absolutamente equivocada. Confundiram os apelos emanados à época pelo povo, como uma conclamação para governar o país.
Duplo erro - Aliás, para deixar bem claro o que aconteceu, os militares cometeram um flagrante e insuportável duplo erro, a partir de 01 de abril de 1964: além de mostrar que não têm competência para administrar o país, ainda permitiram a volta triunfal, com força redobrada, dos mesmos comunistas que expulsaram do governo ou próximo dele.
. Como bem diz o pensador (Pensar+), Paulo Moura: interromper o processo democrático pela via de um golpe militar e abandonar a chance histórica de derrotar a esquerda e seus ícones, de desmascarar Lula aos olhos do povo e de convencer as pessoas que não se deve votar em gente assim, para repetir 1964 e daqui alguns anos ver Lula voltar ao poder como mártir da causa, seria um erro grave cujo preço não temos o direito de pagar.
12 de abril tem mais - Mesmo que no final da tarde os manifestantes retornaram aos seus lares, a impressão que se tem é que o movimento não se deu por satisfeito. Ao contrário: promete voltar no dia 12 de abril com mais força ainda. Até que este governo resolva renunciar ou ser despachado, definitivamente, junto com as instituições que foram sendo viciadas desde o início do mandato de Lula. (Gilberto Simões Pires) 

Redes sem fio - Por que às vezes é quase impossível captar sinal no celular? 
. Apesar da sofisticação dos aparelhos, redes de acesso não acompanharam evolução.
. Os celulares progrediram com uma rapidez surpreendente nos últimos anos. Agora, o que era antes um simples telefone portátil e um dispositivo de mensagem de texto evoluiu para um terminal possante de acesso à internet, uma câmera digital de excelente qualidade, um videogame portátil, um sistema de áudio para download de música e de programas de TV de alta definição, que podem ser assistidos em qualquer lugar. Mas apesar da sofisticação dos aparelhos, as redes de acesso não acompanharam essa evolução. Às vezes queremos apenas telefonar ou enviar um e-mail rápido, mas é impossível conseguir um sinal em alguns lugares da casa ou do escritório. Fora da cidade não se consegue sinal em lugar nenhum e, caso seja possível captá-lo, será apenas uma conexão lenta 2G. Por que as redes sem fio não acompanharam o progresso dos celulares?
. Parte da explicação é técnica. Os sinais enviados através de redes 2G com serviço de voz em geral se propagam mais e proporcionam uma cobertura melhor em locais fechados do que as redes 3G com serviços de dados. Os sinais 2G em geral usam faixas de frequência de 900MHz e 1800MHz, enquanto na maioria dos países os sinais 3G são enviados quase sempre na faixa de 2100MHz. Os sinais enviados em frequências mais altas não percorrem distâncias maiores ou não têm uma propagação tão boa em ambientes fechados.
. Há também razões econômicas para essa defasagem. As pessoas têm uma tendência quase compulsiva de comprar aparelhos celulares mais modernos todos os anos ou a cada dois anos e, assim, a renovação dos estoques é muito rápida e as novas características e funções são incorporadas com rapidez.
. A modernização de uma rede, por outro lado, é um processo extremamente caro, que demora anos e custa bilhões de dólares, à medida que novos sites são comprados, e as estações de base, antenas e a infraestrutura de conexão dos pontos de concentração da rede são instaladas. Em razão do custo elevado, os operadores acrescentam capacidade de conexão onde é mais necessário, com o objetivo de beneficiar os usuários. Na prática isso significa que os centros das cidades, meios de transporte e principais estradas são os primeiros a terem melhores acessos à telefonia móvel, seguidos pelas áreas da periferia das cidades. A região rural talvez nunca tenha mais do que uma cobertura desigual, além da interferência de som, porque a quantidade de usuários não é suficiente para justificar a despesa de modernizar a rede.
. De um ponto de vista mais cínico, os operadores de telefonia móvel têm um incentivo maior para implantar uma rede de acesso à telefonia móvel a pior possível. (Fonte: The Economist) 

Nenhum comentário: