19 de fev de 2015

No sonho de um país sério...

. A média das roubalheiras descobertas da corja palaciana aumentou de 1 para 1,5 por semana. Nesta de agora, a quadrilha lulo-petista, tanto com Lula quanto com Dilma, pagava por anúncios em 5 jornais que ninguém nunca viu; ou seja, mandava para si mesmo o dinheiro dos imposto que pagamos. (AC) Saiba mais
. Pesquisadores atingem conexão de web por luz a mais de 100 Gbps. Leia
. Mais outra da quadrilha lulo-petista. A cumpanherada petralha pode reclamar de tudo: de incompreensão (Pô! Deixa a gente levar o leitinhos das nossas crianças; tá?); de perseguição (Caraca! Vê se esquece a gente, pô!); dos tucanos (só vê os erros da gente; né? Do PSDB ninguém fala nada. Agora é a nossa vez de se dá bem); mas não pode reclamar de ingratidão, porque o Chefe Lula não deixa ninguém ao relento. Aí está um exemplo na EBC, outra estatal criada para gerar mais uma graninha para os cofres da quadrilha. Seguinte, ô meu: vais levar uma bolada mensal de 58 mil reais, mas tá sabendo que 30% disso é pro partido, valeu? - e isto se repetindo em todos os salários de marajá da estatal.
. As pessoas ficam sabendo deste e de outros arrombamentos do Tesouro e nem se tocam. Deve ser porque a ignorância não os deixa saber que essa montanha de dinheiro, desviada para a quadrilha vem dos altos impostos que pagamos, e que, em termos anuais, correspondem a quase 5 meses de trabalho.
. Ou o Brasil acaba com o PT, ou o PT acaba com o Brasil. (AC)

Devoção a nossa senhora presidenta 
. Na conjuntura analisada pelos assessores da CNBB não há uma única palavra sobre corrupção, Petrobras, ou qualquer outro escândalo da pauta nacional.
. Em 2014 acompanhamos um intenso período eleitoral, onde a reeleição da Presidenta da República, Dilma Rousseff, foi conquistada com muita luta e ação da militância na rua. Agora é tempo de organizar a casa internamente, de compor quadros administrativos do governo e de seguir avançando com a conquista de direitos e de espaços para o povo. Nesse sentido, os movimentos sociais, organizações e conjuntos, protagonistas dessa corrida exitosa se colocam a disposição e manifestam o desejo de participação nas decisões do governo de coalizão que vem se desenhando, afim reafirmar suas lutas, bandeiras e anseios.
. Se você pensou que esse texto fosse de alguma organização juvenil do PT ou do PCdoB, qualificando-se e se disponibilizando para ocupar cargos no governo Dilma, enganou-se. Esses maus tratos ao idioma são as palavras iniciais da Carta Aberta da Pastoral da Juventude da Igreja Católica, divulgada há poucos dias. Tem mais, se você pensou que isso acontece fora do alcance da CNBB, enganou-se novamente. O site da PJ afirma, a quem interessar possa, o vínculo e o apoio que tem da Conferência:
. Merece destaque aqui a presença efetiva da organização da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, no Setor Juventude, seja através dos bispos acompanhantes das PJs ou dos assessores e assessoras. Junto a essa presença e apoio, figura-se com muita importância os centros e institutos de Juventude, que através da Formação, Assessoria e Pesquisa, sempre se colocaram como estrutura de apoio à organização das Pastorais da Juventude.
. Se você pensou que a devoção filial a nossa senhora presidenta é uma peculiaridade dos jovens, com tolerância das autoridades episcopais que os acompanham e daqueles que desde o interior da CNBB os assessoram, errou de novo. A própria Conferência não deixa por menos. O texto a seguir foi extraído da Análise de Conjuntura apresentada pela assessoria da CNBB à 20ª Reunião do Conselho Permanente Ampliado, que se reuniu em agosto de 2014 (em plena campanha eleitoral). Tais análises são rotineiras, elaboradas por assessores da entidade e, não raro, contam com a colaboração de membros de governos petistas. Lá pelas tantas, examinando a conjuntura econômica do país, dizem assim os assessores (a íntegra está no site da CNBB, em Publicações):
. A sensação de um clima inflacionário espalhado pela mídia, baseando-se sobre os gastos ditos excessivos, sobretudo sociais, visa difundir um temor da volta da inflação, temor que é responsável por uma difusão da inflação. Entretanto, a taxa de inflação de agosto pode ficar mais baixa ou próxima daquela de julho (0.01%), contrariamente às previsões dos analistas do mercado financeiro. A aproximação das eleições acirra a disputa econômico-financeira entre governo e especuladores. A imprensa não está contribuindo para o debate político-econômico, substituindo a informação pela ideologia da crise permanente. A mídia, porta-voz das elites financeiras, informa que o Brasil está indo à falência. As manchetes dos jornais (impresso e TV) não param de denunciar erros na política governamental que teriam provocado ondas de desconfiança.
. É visível o intuito falsamente profético do texto, bem como a absoluta conversão dos autores à boa nova petista e a seus apóstolos da Papuda. De resto, tem sido assim a história da CNBB e seus organismos há meio século. Só para que não pairem dúvidas sobre a semelhança entre essas falsas profecias e as da quarta estrela de Jacó: a inflação nos meses seguintes a julho subiu constantemente de 0,25% a 0,78% e em janeiro pulou para 1,24%. Ah! antes que me esqueça: na conjuntura analisada pelos assessores da CNBB não há uma única palavra sobre corrupção, Petrobras, ou qualquer outro escândalo da pauta nacional.
. Este é mais um que se soma às dezenas de artigos nos quais, há décadas e em vão, denuncio os mesmos problemas nas mesmas estruturas da minha Igreja em nosso país. (Percival Puggina, arquiteto e escritor)

Enfim, a recessão chegou..
4ª feira de cinzas
. Conforme adverti, informei e assegurei, ao longo dos últimos 18 meses, de que as previsões econômicas para a nossa pobre economia, neste complicado ano de 2015, seriam pouco ou nada animadoras, o Boletim Focus de hoje, 4ª feira de cinzas, não deixou por menos e mostrou, enfim, o quanto eu estava certo.
Viés de queda
. Depois de iniciar o ano projetando crescimento para o PIB em torno de apenas 0,44%, a cada semana o índice foi minguando. Na semana que antecedeu o Carnaval, como os leitores devem estar lembrados o Focus já projetava expansão de zero por cento para 2015. Com viés de queda. 
Recessão
. Pronto. Como tudo era uma mera questão de tempo, hoje, como indicava a trajetória descendente que a curva vinha apresentando desde julho do ano passado, 2014, o nosso pobre país ingressou, finalmente, no campo da recessão econômica.
Retração de 0,42%
. Esta nova expectativa nada animadora, medida pela mesma régua que vem medindo os constantes e intermináveis fracassos que o governo Dilma Neocomunista Rousseff planta e colhe, de forma intencional e precisa, já aponta para uma retração de 0,42% do PIB para 2015. 
Curva dinâmica
. Detalhe importante: a curva, por ser dinâmica sua trajetória, continua apontando para a mesma direção, ou seja, para baixo! Como a medição que o Banco Central faz, junto ao mercado, é sempre semanal, a próxima projeção, que será divulgada na próxima 2ª feira, deve ser ainda pior. 
Caminho prometido
. O fato é que, se ao longo do primeiro mandato Dilma Neocomunista Roussef fez de tudo para que chegássemos a essa situação, não há com o que se espantar. Afinal, o resultado não poderia ser outro: estamos, enfim trilhando o prometido caminho da recessão.
Peru
. Para deixar bem claro que a recessão* é uma escolha feita exclusivamente pelo PT, por Dilma e pelos seus eleitores, vejam o que esta acontecendo, por exemplo, com o Peru. O país andino, por opção, apresentou crescimento do PIB, de 2,35% em 2014.
. Só para lembrar: o Peru não integra o seleto grupo de países afundados e embalados pelo Foro de São Paulo. (Gilberto Simões Pires)

Nenhum comentário: