19 de dez de 2014

Foi uma Revolução, disse Sarney de saída...

 photo _aeuacuba.jpg
Tudo nos conformes - Diplomada pelo TSE, Dilma cita Petrobras e diz que fechará portas para corrupção (é ela que manda investigar?). PSDB pede cassação de Dilma e diplomação de Aécio como presidente. Não haverá terceiro turno na Justiça Eleitoral, diz presidente do TSE. Dilma propõe pacto nacional contra a corrupção e promete apurar com rigor desvios na Petrobras e diz que é preciso continuar apostando na vitória do modelo de partilha e acreditando na mais brasileira das nossas empresas

Companheiro de armas de Dilma Rousseff e ex-ministro do Desenvolvimento, petista Fernando Pimentel será diplomado como governador eleito de Minais Gerais na tarde de hoje (19), mas chegará ao TRE com pelo um problema na bagagem, já que a Procuradoria Regional Eleitoral de Minas ingressou com ação em que pede a cassação do diploma de Pimentel e do seu vice, Antônio Andrade (PMDB), além da inelegibilidade de ambos.

Enquanto a CGU anunciava prejuízo de US$ 659 milhões (R$ 1,8 bilhão) em Pasadena, com Jorge Hage reforçando que tudo foi má-fé mesmo, Graça Foster avisava que dois escritórios de advocacia (um brasileiro, outro americano) vão investigar ela própria, toda a diretoria e gerentes-executivos. E deixou transparecer que poderá continuar no cargo. Não ficará, não: o Planalto está procurando um executivo para comandar a estatal. O problema é que ninguém está disposto a assumir a empresa sem saber a extensão do esquema de corrupção investigado pela Lava Jato. E nem a própria diretoria da Petrobras sabe: por isso, adiou o balanço do terceiro semestre para o final de janeiro.

Por bem ou por mal, CGU devassa vida de servidores da Petrobras auditoria orienta servidores a oferecer sigilos para não vê-los quebrados. O pânico se estabeleceu nas principais diretorias da Petrobras, sobretudo as enroladas na roubalheira do Petrolão (Abastecimento, Serviços, Gás e Energia, entre outras): auditores da Controladoria Geral da União (CGU) notificaram os funcionários a oferecerem voluntariamente a quebra do sigilo bancário referente aos últimos sete anos. A CGU quer examinar até a evolução patrimonial de cada um. Além da quebra de sigilo bancário, funcionários que fizeram viagens internacionais, mesmo em férias, terão de explicar cada uma delas. Os funcionários não são obrigados a abrir mão do sigilo bancário, mas quem não o fizer ficará sujeito a vê-lo quebrado na marra, na Justiça. O problema é que os bancos alegam dispor apenas de extratos bancários de até três anos, e a CGU não abre mão dos sete anos. (Cláudio Humberto) 

Também não sabia que o desgoverno dava emprego! - Brasil cria 8,4 mil empregos em novembro, pior resultado em 6 anos e ministro evita falar em meta para 2015. Cerca de 7,2 milhões ainda passam fome no Brasil, diz IBGE. Emprego formal tem pior novembro desde 2008. No mês passado foram abertos 8.381 postos, contra 47.486 no mesmo mês de 2013, queda de 82% nas contratações com carteira assinada.

CGU: Pasadena não foi mau negócio. Foi má-fé mesmo. Segundo Jorge Hage, envolvidos serão proibidos de voltar ao serviço público.

A Medicina em seus caminhos - MEC dá nota insatisfatória a 354 instituições de ensino superior.

Educação, a sempre balela - Rio tem 17% dos cursos de graduação reprovados. Índice é superior à média nacional, de 8,7%. A situação de penúria da UERJ, que não tem nem dinheiro para pagar a limpeza não é muito diferente da UEZO (Universidade da Zona Oeste) e da UENF (Universidade do Norte Fluminense). Quem, quem são os responsáveis pelo sucateamento das universidades. 

As manias (parece não ter o que fazer) - Alerj tira títulos de Cidadão do Estado de Paulo Roberto Costa e Renato Duque. Por essas e outras: Nas férias, suplentes da Alerj vão assumir só para ganhar R$ 20 mil sem trabalhar.

O crime do pisar sobre assalariados e aposentados - Reajuste dos deputados é 4 vezes maior que o do INSS./ Inspetor da Polícia Civil Do Rio é preso com 11 pistolas durante blitz em São Paulo. Agente viajava de Curitiba para a capital paulistas. Ele também levava espoletas e munições.

Movimentos pedem, Papa intercede e cubanos presos voltam para casa. Em declarações, Raúl Castro e Obama citam interferência do Pontífice nas negociações; Neste ano, integrantes de movimentos sociais estiveram no Vaticano e firmaram o protagonismo na luta pela libertação dos cinco presos políticos.

Logo virá a explosão 
O salário mínimo passará para 790 reais. Conforme a Constituição, deverá atender as despesas do trabalhador e sua família com alimentação, moradia, vestuário, transportes, educação, saúde e até lazer.
O Congresso acaba de aprovar o aumento para 33,7 mil de deputados e senadores, tendo o Supremo Tribunal Federal, antes, adotado reajuste semelhante para seus ministros, extensivo proporcionalmente aos demais tribunais superiores e, em ritmo de cascata, aos demais membros do Judiciário. Sem esquecer, nos dois poderes, o funcionalismo. Também a presidente Dilma, por analogia, teve seus vencimentos ampliados aos mesmos níveis. Assim como seus ministros. Fora as mordomias postas à disposição de todos.
Seria maldade sugerir que Suas Excelências fossem obrigadas a viver um mês que fosse com o salário mínimo. Mas escandaliza o país verificar a insensibilidade de suas elites institucionais diante da imensa maioria condenada ao salário mínimo. São dois Brasís que convivem numa simbiose impossível. Já estão em choque e breve virá a explosão.
Quando a população toma conhecimento das dificuldades na economia nacional e da corrupção que se avoluma nos setores público e privado, como justificar os reajustes referidos?
Exagero e Insanidade
O PSDB deu entrada, ontem, junto ao Tribunal Superior Eleitoral, de pedido para que a presidente Dilma não seja diplomada na cerimônia marcada para hoje, resultado de sua reeleição em outubro. Trata-se, além de um exagero, de um ato de insanidade. Por mais que a presidente tenha decepcionado o país nos últimos quatro anos, a verdade é que acaba de receber o apoio da maioria do eleitorado. Qualquer restrição ao seu comportamento durante a campanha precisaria ser objeto de um processo judiciário, jamais do impedimento de sua diplomação. (Carlos Chagas)

Nenhum comentário: