3 de out de 2014

Instituto Eleição cai de podre...

 photo _aodialogo.jpg
Aécio ganha em linguagem corporal em duelo com Dilma, diz analista. Ao contrário dos debates anteriores, petista deixou de focar em Marina Silva para rivalizar com o ex-governador de Minas Gerais. Ânimos exaltados e ataques marcam último debate.

Dilma Rousseff mente em debate para tentar minimizar a corrupção que grassa em seu desgoverno. (ucho.info) 

Por que ela está na frente com seu dinheiro! - Dilma pagou R$12,7 milhões a Ibope, Datafolha, etc. Ibope, Datafolha e MD faturaram alto no governo da líder nas pesquisas.

TSE julgou mais de 95% dos casos de candidatos barrados, diz Toffoli. Corte faz hoje última sessão antes do 1º turno.

“Depois que Dilma Rousseff, traída pelo subconsciente ou afetada por sua incapacidade de articular uma frase correta sem falhas, proclamou ontem, no debate da Rede Globo, que “todo mundo pode cometer corrupção”, o eleitor minimamente consciente já sabe do risco que o Brasil corre se ela continuar sentada no trono do Palácio do Planalto por mais quatro anos. A mentira, a corrupção sistêmica e a incompetência gerencial são a tônica do desgoverno petralha – que tem alto risco de continuar e prosperar. Já que é assim, “Corruptos, uni-vos”...” (Jorge Serrão) 

Como explicar? Mesmo ex-diretor, Costa recebeu 228 ligações da Petrobras. Acusado de operar o Petrolão, Costa recebeu após ter saído da empresa.

O Maranhão não merece isso - Presídio de Pedrinhas registra 17ª morte este ano.

O marqueteiro Duda Mendonça avisa ao pessoal de Aécio Neves que, indo o mineiro para o segundo turno, está à disposiçãopara qualquer reforço e, supostamente, a preços módicos. O que ele quer mesmo é duelar contra o ex-sócio João Santana, que ficou com todas as contas que ele tinha no governo, nos tempos de Lula.


Para quem não viu o Debate.

Cotação do dólar passa de R$ 2,50 pela primeira vez desde 2008. Moeda americana apresenta alta de 0,44%. Já o Ibovespa, instável, registra leve alta de 0,19%. Dólar recorde eleva a 15% defasagem da Petrobras. Disparada da moeda quase eliminou ganhos com queda do petróleo nos EUA. Diferença anterior para o mercado internacional era de 11%.

Violência faz Rio antecipar reforço de tropas para eleições. Nos últimos 5 dias, 4 pessoas morreram em áreas de UPP ou ocupadas. Violência faz Rio antecipar reforço de tropas para eleições. Ônibus e kombi são queimados em Belford Roxo. 4 são baleados de raspão no Alemão.

Guarda Municipal do Rio decide parar por 24h nesta sexta.

O trem fantasma de Pezão: 54 vagões desaparecem misteriosamente - trens antigos da Supervia fora de uso. Esses vagões fazem parte do patrimônio do Estado e simplesmente desapareceram, igualzinho às vigas da Perimetral com Eduardo Paes. O leilão desses vagões poderia render R$ 40 milhões, mas os trens evaporaram. Cadê os trens, Pezão?

Creche em SC é atacada e Estado já soma 60 atentados.

Privatização significa terceirização e aumento da tarifa. Cemig e Copasa são exemplos de empresas públicas que favorecem o setor privado.

MPF pede mais de 50 anos de cadeia para desmatadores da Amazônia. Grupo provocou danos ambientais de, pelo menos, R$ 500 milhões no sudoeste do Pará e responderá por 17 crimes.
A falsa demissão de Paulo Roberto Costa reafirma que Dilma mente mais do que respira. No debate promovido pela TV Record, ofendida com referências às bandidagens na Petrobras, Dilma Rousseff conseguiu dos organizadores 30 segundos adicionais para informar que foi ela quem demitiu o ex-diretor Paulo Roberto Costa. Usou o direito de resposta para mentir, provou nesta quinta-feira a reportagem do Globo que restaurou a verdade amparada na ata da reunião que registrou a mudança no comando da área de Abastecimento e Refino. O documento prova que o executivo larápio saiu porque quis. Saiu para gastar em sossego os milhões que tungara. E saiu coberto de elogios por colegas de diretoria (ou de quadrilha).
Há dias, depois de afirmar que Marina Silva mentiu ao negar que votou contra a CPMF, a candidata à reeleição ensinou que espancar a verdade é um desvio de caráter que desqualifica seu portador para o exercício da Presidência da República. Os brasileiros decentes entendem que desta vez Dilma tem razão. O que ninguém entende é o que espera a presidente para cair fora do cargo. Como sabe até a grama do Palácio da Alvorada, a história da demissão que não houve é só mais uma entre as milhares de provas de que a doutora em nada mente mais do que respira. (Augusto Nunes)
 ooo0ooo

PT confessa que usa os correios para fraudar a eleição em Minas e no Brasil.... Vejam a última do PT apóstata: confissão explícita, feita através do Deputado Durval Ângelo (PT-MG), integrante do Diretório Nacional e Coordenador da campanha do PT apóstata em MG, de que o PT apóstata utilizou toda a estrutura e a máquina dos Correios, para alavancar as candidaturas de DIImáh e Pimentel.
Se tivéssemos no País, um Tribunal Superior Eleitoral minimamente isento e dirigido por uma verdadeiro Magistrado, essas eleições seriam, no mínimo, adiadas e a candidatura desses criminosos seria cassada!
Observem que os Correios, hoje, são dirigidos pelo Sr. Wagner Pinheiro (que aparece no vídeo à direita do Deputado Durval Ângelo), aquele conhecido sindicalista-PTista apóstata do Sindicato dos Bancários de SP, cria de Gushiken e congêneres e que assumiu, nos primeiros momentos do governo Lulla, a Presidência do Fundo de Pensão da Petrobrás - Petros -. E o deixou quase quebrado, no final do governo Lulla, no dia 31 de dezembro, depois de ter feito vários negócios, especialmente uma maravilhosa negociata com mais de 3 bilhões do Fundo, adquirindo da Camargo Correa um lote furado de Ações invendáveis do Itausa, à pedido do então lobista, A. Palocci!
Esse são os PTistas apóstatas que, segundo seu guru maior vocês não sabem o que somos capazes de fazer para continuar no poder.
E que, exatamente por ações desse tipo, o grande Joaquim Barbosa já avisava: Sinto-me no dever de alertar a Nação que estamos vendo o nascimento de uma maioria de contingência, que terá todo o tempo que quiserem, para perpetrar sua sanha reformadora e jogar por terra tudo de bom que fizemos até hoje. Este é apenas o começo... Você será responsável, agora e para sempre, perante seus filhos e seus netos, se não puser para correr esses PTistas criminosos, nestas eleições!
Isso não é um problema dos outros! Dos brasileiros que dependem de bolsas e mais bolsas!
É uma questão sua! Exclusivamente sua (Márcio Dayrell Batitucci)

Escândalo! PT confessa que usa Correios para fraudar eleição em Minas e no Brasil. 

Numa reunião com dirigentes dos Correios em Minas Gerais, com a presença do presidente da empresa pública, Wagner Pinheiro, o deputado estadual Durval Ângelo (PT-MG) afirmou que a presidente Dilma Rousseff só chegou a 40% das intenções de votos em Minas Gerais porque tem dedo forte dos petistas dos Correios. Um trecho gravado da reunião, realizada na última quinta-feira, foi obtido pelo Estado.

..Se hoje nós temos a capilaridade da campanha do [Fernando] Pimentel [candidato do PT ao governo de Minas] e da Dilma em toda Minas Gerais, isso é graças a essa equipe dos Correios. O deputado diz, ainda, que a prestação de contas dos petistas dos Correios será com a vitória do Fernando Pimentel a governador e com a vitória da Dilma.

Todo discurso é acompanhado pelo presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, que não se manifesta no trecho ao qual o Estado teve acesso. Pinheiro está sentado à mesa ao lado do deputado Durval Ângelo e não o interrompe. O parlamentar, que integra o Diretório Nacional do PT e é coordenador político da campanha de Pimentel, pede ao presidente dos Correios que informe à direção nacional do partido sobre a grande contribuição que os Correios estão fazendo nas campanhas.
 


A urna de domingo e os ladrões
Paulo Roberto Costa era apenas um tipo comum. Jamais seria incluído numa lista de mais influentes nem era chefe de nada. Não levava jeito para capo di tutti i capi. Permaneceu por nove anos à frente da diretoria de Abastecimento da Petrobras. Chegou pelas mãos do PP e, bom rapaz, foi logo adotado pelo PT e pelo PMDB.
Lula, que sempre soube empregar o diminutivo com grande eficiência, o chamava de Paulinho. Há Paulinhos à mancheia nas outras estatais, nos fundos de pensão, nas autarquias, na alta administração federal, em toda parte. Os Paulinhos sem rosto são mais influentes na República do Babalorixá de Banânia do que os eunucos no Império Persa.
Costa está em prisão domiciliar, ornado por uma tornozeleira eletrônica. No acordo de delação premiada, aceitou devolver aos cofres públicos espantosos R$ 70 milhões. É o que admite ter capturado, em proveito próprio, como operador do esquema criminoso, suprapartidário e governista, incrustado na estatal. Ele separava para si, note-se, apenas uma pequeníssima parcela do saque. Quanto levavam seus chefes?
Um termo de comparação: o mensalão, segundo Roberto Gurgel, ex-procurador-geral da República, distribuiu R$ 141 milhões em propina. No petrolão, um corrupto menor assume que a, digamos, taxa de administração da canalhice lhe rendeu o correspondente a 50% do que movimentou um dos maiores esquemas de corrupção da história do país.
Dado o tamanho do Estado no Brasil, é forçoso concluir que vivemos sob a permanente rapinagem de uma súcia.
Se uma empresa como a Petrobras não dispõe de um sistema de compliance que a torne imune a práticas dessa natureza, pode-se imaginar a desenvoltura com que atua a bandidagem em áreas bem menos expostas à curiosidade pública e desobrigadas de fazer ao menos a mímica da boa governança corporativa.
Não obstante, o estatismo goza de grande prestígio no Brasil, especialmente junto a acadêmicos, artistas e jornalistas, que ajudam, sim, a formar opinião e a plasmar consensos.
Os escândalos na Petrobras se tornaram tema de campanha - e nem poderia ser diferente.
Mas nós os estamos debatendo como se fossem apenas casos de polícia, e esta é a sua face menos importante.
O assalto organizado à Petrobras é um caso de política.
Há quatro eleições já, incluindo a deste ano, o petismo sufoca o país com a sua ladainha estatista, que só interessa à burguesia sindical do capital alheio e, portanto, aos aparelhos que garantem a influência e o poder do próprio... petismo.
Os verdadeiros espoliadores do Brasil, a classe de fato dominante, são justamente aqueles que saem por aí a falar em nome da igualdade e da justiça social. Praticam a forma mais porca e perversa do discurso ideológico, que é a do mascaramento da verdade. Quando é que voltaremos a ter uma candidatura viável, com a coragem de dizer os nomes daqueles que nos assaltam e condenam?
Ah, sim: na vigência do esquema criminoso, a Petrobras financiava boa parte da consciência crítica da arte brasileira. Afinal, os desdentados, miseráveis e barrigudinhos produzidos por esse modelo merecem ao menos as metáforas pedestres - de esquerda, claro! - expelidas por artistas financiados. É de dar nojo. (Reinaldo Azevedo)

Um dos assuntos mais comentados durante essa campanha eleitoral foi a possibilidade de fraude nas urnas eletrônicas.

Independentemente do que achamos, é preciso provar que há realmente fraude!?

Ajude nessa tarefa fotografando os BU - Boletins de Urna e compartilhando o texto!

Obs: Os BU's são afixados nas portas das seções eleitorais após o término da votação. Clique

Nenhum comentário: