8 de jul de 2014

O povo indaga sobre legado....

Ela conseguiu! Dilma estoura meta de inflação e país amarga taxa de 6,52% em 12 meses e estoura teto da meta. Analistas apontam para desaceleração até fim do ano.
Bancos reduzem TED para R$ 750, Objetivo é evitar demanda em excesso a bancos.
Belo Horizonte se reorganiza para Copa após queda de viaduto. Prefeitura é autorizada a demolir viaduto. Mais dinheiro perdido! Vizinhos da estrutura desabada dizem que futebol perdeu a graça e colocam faixas de protesto em janelas de prédios.
PT encolheu - Quem melhor observar os resultados da última pesquisa Datafolha, constatará que apenas 15% dos eleitores declararam-se petistas ou simpatizantes. Os analistas garantem que é a menor taxa de apoio ao partido dos últimos quinze anos. No ano passado, uma pesquisa do Ibope revelava que o petismo era nove vezes maior do que o PSDB: 36% a 4%.
EUA desenvolvem chip contraceptivo com controle remoto. Implante lidera pequena dose do hormônio levonorgestrel a cada dia; ele deve ser trocado a cada 16 anos. O chip é implantado sob a pele de uma mulher, liberando uma pequena dose do hormônio levonorgestrel a cada dia. O processo pode ser interrompido a qualquer momento por meio de um controle remoto sem fio.
Cancelamento automático de telefone, TV e internet começa a valer hoje. Consumidor poderá rescindir contrato pela web, sem ligar para call center. O bloqueio das contas será automático, com prazo máximo de dois dias para conclusão, podendo ser feito por meio de ligação telefônica, pela internet ou pelos terminais. Com o RGC, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) busca diminuir o número de reclamações feitas por consumidores à sua central de atendimento.
Joaquim Barbosa entra em rede social e corneta técnico Felipão: Substitui mal.
Justiça solta suspeito da máfia dos ingressos - Ray Whelan, diretor-executivo da Match Services, tinha sido preso na tarde de segunda-feira em uma suíte do Copacabana Palace; ligado a Phillipe Blatter, sobrinho do presidente da Fifa, Joseph Blatter, ele é acusado de ser o chefe de uma quadrilha internacional de cambistas; desembargadora considerou a prisão ilegal e arbitrária.
Fifa dá vexame global, mas show deve continuar - Scotland Yard elogia Operação Jules Rimet, da Polícia Civil do Rio de Janeiro; papéis se inverteram; entidade máxima do futebol dizia ter medo da falta de capacidade do Brasil para organizar Mundial, mas País dá lição de receptividade e entusiasmo na #copadascopas; Fifa de Joseph Blatter, ao contrário, se enreda em escândalo explosivo; quadrilha de vendas ilegais de camarotes e ingressos vip tinha acesso à mais alta cúpula da entidade.
Match também é suspeita de superfaturar diárias - Se já não bastasse o envolvimento na Máfia dos Ingressos, a Match Service, contratada pela Fifa para vender bilhetes e pacotes de hospedagem para a Copa do Mundo, também é suspeita de ter superfaturado o preço de diárias de hotéis nas 12 cidades-sede do Mundial; No ano passado, a empresa ofereceu pacotes de hospedagem para o período dos jogos com ágio de até 50%; como consequência, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) instaurou um inquérito administrativo; O Ministério Público Federal também investiga o caso.
ANP atende a interesses de petroleiras estrangeiras - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mais uma vez, cede ao interesse das multinacionais e anuncia um calendário de leilões de petróleo fora do pré-sal, a partir de 2015. Segundo o diretor da agência, Helder Queiroz, a medida atende a pedidos das petroleiras estrangeiras, garantindo previsibilidade para a manutenção de recursos humanos e materiais no país.
O mais que suspeito silêncio da OAB
Poucas vezes na história republicana do Brasil tantos e tão graves acontecimentos puseram em risco o Estado Democrático de Direito. E, ainda assim, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) faz um ensurdecedor silêncio, mostrando-se conivente e cúmplice de um ataque sistemático à democracia. Quem diz não sou eu, ainda que concorde totalmente; é seu ex-presidente nacional Reginaldo de Castro, em coluna de o Globo.
A OAB se mostra ativa até demais, mas só quando é para se alinhar ao que há de mais podre, quando é para defender os bandidos ou relativizar alguma barbaridade cometida pelo governo. Quando é para defender o direito dos mano, em vez de os direitos humanos, os representantes da OAB saem em campo. Já para preservar nossas instituições mais importantes, nada!
Diz o autor: Estamos diante de uma agenda política assustadora. Teme-se pela independência do Judiciário e do Legislativo. O aparelhamento do Estado, síntese desses temores, culmina com a edição do decreto 8.243, que o entrega ao arbítrio dos movimentos sociais, sem que se defina o que são, já que podem ser institucionais ou não, segundo o decreto.
Antes, tivemos o mensalão, pontuado de agressões por parte dos réus ao STF e ameaças de morte a seu presidente, Joaquim Barbosa. E ainda: a tentativa de regulamentar (eufemismo de censurar) a mídia; a inconstitucionalidade do programa Mais Médicos; a desobediência do presidente do Senado ao STF quanto à instalação da CPI da Petrobras; a violência dos black blocs nas manifestações de rua; as ações criminosas de milícias armadas do MST e do MTST, entre numerosas outras ilegalidades que reclamam uma palavra firme de condenação por parte da advocacia brasileira. E o que se ouviu da OAB? Nada.
São assassinadas no Brasil anualmente mais de 50 mil pessoas, a maioria, jovens e pobres, em decorrência do narcotráfico. Hoje, o Brasil é, além de rota preferencial do comércio de drogas, o segundo maior consumidor mundial de cocaína e o primeiro de crack. O PT, há quase 12 anos no poder, não inclui esse combate entre suas prioridades. E o que diz a OAB? Nada!
Por que tanta omissão? O autor não faz rodeios: ela não é gratuita. Tem substância política. Como exemplo, Reginaldo cita o nome de seu atual presidente, cotado para o STF. Seria um velho toma-lá-dá-cá? Seria uma justa paga a seus inestimáveis serviços prestados ao governo, e não à nação?
O PT aparelhou tudo que foi possível, comprou todos que estavam à venda. É como costuma agir. O fato de até o STF não ter sido blindado dessa tática, tendo visivelmente alguns ministros que estão lá para defender um partido em vez de as leis - denúncia que o ex-presidente Joaquim Barbosa fez novamente ao se aposentar - é algo assustador.
Por falar em STF e Joaquim Barbosa, quando ocorreu o assustador episódio de um advogado de um mensaleiro que estava supostamente bêbado e fez ameaças ao presidente da Corte, a OAB emitiu nota contra… o presidente Joaquim Barbosa, que expulsou o baderneiro!
Não podemos confundir autoridade com autoritarismo, com esta atitude o presidente do Supremo foi ditatorial, arbitrário e autoritário, nem na época da ditadura militar se ousou ir tão longe contra as prerrogativas dos advogados, disse o presidente da OAB Marcus Vinícius Furtado Coêlho. Não custa lembrar que, segundo os seguranças do STF, o advogado de Genoino disse que daria um tiro em Barbosa se tivesse uma arma!
A OAB, em vez de tomar o partido das instituições republicanas, tem preferido um silêncio mais que suspeito, lançando na lama sua credibilidade. Quando sai do silêncio, é invariavelmente para tomar o partido errado, adotar postura conivente com aqueles que vêm minando as estruturas de nossa democracia. É lamentável. E muito perigoso… (Rodrigo Constantino) 
Holanda vai cobrar diárias de presos.
 photo _celaholanda.jpg

O Governo holandês, sabiamente, decidiu adotar a mesma política da Dinamarca e Alemanha, e impor a seus presidiários o pagamento de 16 euros (50 reais), por dia, por ficarem atrás das grades. O Projeto de Lei deriva dos acordos pactuados pela atual coalizão no poder, formada por liberais de direita e socialdemocratas, e busca duas coisas: obrigar o criminoso a assumir o custo de seus atos, e poupar, concretamente, 65 milhões de euros (205 milhões de reais), em despesas judiciais e policiais.

Na Holanda existem 29 presídios, sendo que, deste total, 8 foram fechados por falta de preso. O Governo holandês diz que o detento é parte integrante da sociedade; e, se comete um delito, tem obrigação de contribuir com os gastos inerentes.

No Brasil, é totalmente o contrário. Presídios são construídos todos os anos, são destruídos (de vez em quando) pelos próprios presos, os detentos raramente trabalham, e a sua família ainda recebe, do Governo Federal, uma ajuda de custo superior ao salário mínimo.

Aqui, quem paga é quem não cometeu o crime: aquele que trabalha e paga seus impostos! Cada medida dessas funciona como um incentivo de comportamento. O incentivo, lá, é um. Aqui, é outro, e, como vemos, totalmente diferente...

Se você souber como, faça esta notícia chegar às nossas Autoridades Governamentais (Federal, Estaduais e Municipais), e, em especial, aos nossos Parlamentares (já que responsáveis pelos nossos Projetos de Leis)...

O Depois da Copa
Durante o período inicial da Copa, nos aquietamos. Nem no papel e nem no lápis pegamos. Entramos em recesso letárgico e mental.
O desgoverno, não; nem os seus cúmplices, o PT e o famigerado Foro de São Paulo.
Contudo, o brasileiro só pensa naquilo: ser campeão do mundo e sambar, beber e acreditar que chegou aos céus.
Com a vitória na Copa (?), o País adentrará à cúpula do Olimpo - é a crença corrente - e nada mais importa.
Entrementes, afundou-se o STF, a Lei da Palmada foi abençoada, o aborto foi liberado, a CPMI da Petrobrás definha, o Decreto 8.243 segue em frente, a portaria que autoriza o exercício de profissionais sem validação do MERCOSUL foi sacramentada, e o povaréu já concluiu que a gastança dos estádios para a Copa faz parte do jeitinho nacional, e que a inflação inexiste, e as denúncias e as reclamações de alguns são pura inveja.
Acreditamos que, no fervor do nacionalismo futebolístico, o desgoverno deu os passos finais para a nossa imbecilização, e pela nossa passividade, estamos esperançosos de que o Brasil será a grande potência social da humanidade.
Ao que tudo indica, breve entraremos no paraíso, onde todos terão o seu quinhão de riquezas, de bens e de felicidade. Pois com os mais médicos temos o apoio total na área da saúde; com o dinheiro de variadas bolsas, com a minha casa minha vida, e todas as vantagens que os outros possam pagar, é possível, no País, viver sem trabalhar.
Uma das promessas é de que, no Diário Oficial, logo será público que a família A deverá sustentar a família B, ou vice versa. Ou seja, tudo será repartido equitativamente.
Se a sua família é a A ou a B depende de você, é sempre possível mudar de lado.
É o sonho do socialismo.
Uma massa sobrevivendo, e um bando incólume agarrado ao sacrifício do poder sem limites, é o paraíso na terra, e nós teremos o orgulho de termos construído este jardim de maravilhas.
Assim, galgaremos um novo nível de coexistência entre os seres humanos, bastando que os nacionais respeitem os seus lideres, aguardem que eles proverão todas as suas necessidades, pois, se você nasceu, tem direito a tudo, inclusive aos benefícios que os outros conquistaram com sacrifício.
Aqui, graças à malícia gramscistas dos neocomunistas, existe uma igualdade entre os seres humanos, e os que se esforçaram, estudaram e trabalharam têm a obrigação de repartir, pois, só assim, atingirão o reino dos céus.
Você que não tem quebrado o galho dos que não estudaram e dos que não perderam tempo com braçais trabalhos, não merece viver entre nós. Deixe de ser cretino e divida a sua riqueza com os outros, e por mais que você os considere um bando de vagabundos, golpistas e salafrários, o desgoverno sabe que o voto deles vale tanto quanto o seu e, por isso, declara que todos somos iguais diante da urna eletrônica.
Hoje, prestes à institucionalização de República Democrática do Socialismo Nacional, o importante é relaxar e, se possível, gozar, de preferência dos que pagam a conta.
Cumpanheiros ingressamos em uma nova ERA: a da promoção da igualdade para todos. Contudo, é preciso que saibamos que uma quadrilha de indivíduos ungidos pelos deuses fará o sacrifício de dirigir-nos com benevolência, eventualmente, admoestando os reacionários e, assim, sem oposição, viveremos os próximos mil anos.
É o sonho tornando-se a nossa carnavalesca felicidade.
Viva o populacho que soube escolher o seu futuro!
Brasília, DF, 07 de julho de 2014 (Gen. Bda Rfm Valmir Fonseca Azevedo Pereira)

Nenhum comentário: