25 de jul de 2014

Nos céus, aviões, povos mortos e bombas...

Mentiras eleitorais 

1. Os governos do PT foram os mais corruptos do Brasil.

Algumas denúncias, lembradas porque povoaram as manchetes dos jornais, sem se garantir que eram corrupções, são os casos da Panair, Lutfalla, Delfim, mandioca, Jorgina de Freitas, anões do orçamento, SIVAM, Mesbla, Encol, de diversos bancos, como o Banestado, o Econômico, o Nacional, o Noroeste, o Santos, o Marka e o Fonte Cindam. Têm-se também os escândalos do BNH, Capemi, Transamazônica, IRB, fundos de pensão, Correios, Luiz Estevão, Celso Daniel, Toninho do PT, SUDAM, SUDENE, bingos, propinoduto, sanguessugas, gang dos fiscais de São Paulo, vampiros da saúde, os mensalões do PT, do PSDB mineiro e do DEM de Brasília e os recentes escândalos de Abreu Lima e da Siemens e Alstom. Esta lista não tem a pretensão de ser exaustiva.

Raymundo Faoro disse que a corrupção é um vício herdado do mundo ibérico, resultado de uma relação patrimonialista entre Estado e Sociedade. Isto não significa que a sociedade deve aceitar a corrupção como uma fatalidade histórica. Pelo contrário, cada vez mais, devem ser aprimorados os mecanismos de inspeção das aplicações públicas e penalizados os comprovados culpados de desvios, inclusive para inibir novas ocorrências. Esta lista e a citação de Faoro são trazidas para lembrar que a corrupção no nosso país, infelizmente, existe há anos e atravessou diversos governos.

No meu julgamento, as corrupções campeãs ocorreram no governo FHC e corresponderam às privatizações, inclusive com a aparência de serem transações justas. Para conseguir a proeza, precisou-se do rolo compressor da mídia do capital, a subordinação de um Congresso espúrio para a elaboração de leis prejudiciais à sociedade, o uso de força desmedida e leis draconianas para contenção dos movimentos sociais e, para culminar, tudo isto com o beneplácito de uma justiça injusta. Só a Vale, que valia no mínimo US$ 100 bilhões, foi passada para mãos privadas pela bagatela de menos de US$ 4 bilhões. As empresas de telefonia, que, segundo o ministro Sergio Motta, no início do processo de privatização, valiam em torno de US$ 40 bilhões, foram privatizadas por menos de US$ 20 bilhões. Ainda, neste governo, foram privatizadas todas as empresas rentáveis de distribuição de energia elétrica e algumas de geração, além de outras.

Assim, olhando a ordem de grandeza dos valores relacionados com supostos desvios dos governos FHC e petistas, pode-se constatar que, no período tucano, segundo as denúncias, se desviava do patrimônio público dezenas de bilhões de dólares. Por outro lado, na melhor estimativa, o tão badalado e nunca provado mensalão não chegou a desviar uma centena de milhões de dólares, ou seja, se tudo isto for verdade, os petistas trabalhavam no varejo, enquanto os tucanos atuavam no atacado.

2. O pibinho do governo Dilma

É verdade que o PIB deste governo não é dos mais altos. Mas a mídia do capital insiste em ressaltar o insucesso do PIB que, comparativamente com o de outros países, não é tão ruim assim. Entretanto, muito pior que isto é o fato que um grande aumento do PIB pode não acarretar aumento algum do bem-estar social, que deve ser o objetivo principal de qualquer governo. Então, as manchetes deveriam estar mais preocupadas com a melhoria do bem-estar social da população e, não, com o aumento do PIB.

Um país pode ter um alto PIB, graças à atuação de empresas estrangeiras, que remetem seus lucros para o exterior, e de uma oligarquia empresarial, que não está sendo obrigada a distribuir sua renda. Assim, o povo não irá usufruir do alto crescimento do PIB, por estar ocorrendo em paralelo um acréscimo da concentração de renda.

Contudo, a nossa mídia corrupta frisa diuturnamente sobre o desempenho do PIB e nada sobre a inserção social inusitada dos governos do PT. O candidato Campos, que serve como auxiliar da candidatura do Aécio, pois aumenta o número de discursos contra o governo Dilma, sem ter chance de sucesso próprio, alegou sem nenhuma base que o país estará pior ao final do segundo mandato da presidente. Tal afirmação está em total desacordo com a inserção social conseguida por ela no primeiro mandato. É curioso que este candidato esteve como aliado em cerca de 90% do governo Dilma e, agora, descobriu que ela não serve. Entre ele e o Aécio, viva o último, pois pelo menos é coerente. Foi oposição ao governo Dilma o tempo todo.

3. O governo é culpado da derrota no futebol

A presidente não escolhe a comissão técnica, não convoca os jogadores, não define a tática de cada jogo. Assim, como ela pode ser a culpada da seleção brasileira ter atuado mal? Esta acusação só pode ser para enganar as pessoas mais inocentes da nossa sociedade, o que é uma maldade, ou para atuar sobre os supersticiosos.

4. As vaias e os xingamentos recebidos pela presidente Dilma no Itaquerão mostram a revolta do povo contra ela

A suposição que os mal-educados do Itaquerão são uma amostra representativa da sociedade brasileira é interessante para as mentes corrompidas e corruptoras dos editores da mídia do capital, servindo para iludir os incautos, bombardeando-os com notícias falsas ou falsamente interpretadas. O intento desta mídia é que os menos esclarecidos politicamente irão decidir em quem votar a partir do que uma suposta maioria estaria preferindo, inclusive a partir das falsas teses disseminadas: um governo corrupto, que não faz o país crescer, dá azar no futebol etc. Obviamente, a suposta maioria não é, pelo menos de início, verdadeira, se tratando de uma maioria inventada, que se deseja transformar em maioria real. Ou seja, a mídia do capital conta em fazer uma espécie de arrastão das intenções e, desta forma, conseguir que o povo vote contra si próprio.

5. O viaduto que tombou em BH é culpa do governo federal e nada é comentado sobre o viaduto de Cubatão

Uma parte de um viaduto tombou em Minas Gerais, em 3 de julho, com grande estardalhaço na mídia do capital. Apesar de atribuírem, no primeiro momento, que se tratava de obra do governo federal, sua execução era, na verdade, de competência da prefeitura de Belo Horizonte. Em compensação, a notícia de uma viga do viaduto do anel viário de Cubatão, que desabou em 10 de julho, saiu escondida em páginas internas dos jornais do capital. A diferença de tratamento é porque esta obra é de responsabilidade do governo do estado de São Paulo.

Conclusão

A candidata Dilma tem também seus erros, mas em comparação aos dois extremados neoliberais, ela se torna a única opção para um eventual segundo turno. O que está ocorrendo nesta eleição, como em outras do passado, é uma enorme luta de classes. Tenho medo que os incluídos na sociedade durante os mandatos petistas não saibam bem porque tiveram suas vidas melhoradas. Os políticos sem ética, representantes do capital, para conquistarem votos, enganam eleitores, enxovalham reputações e fazem acordos prejudiciais à sociedade. Infelizmente, os políticos que querem expandir a inclusão social não têm a mesma facilidade de acesso ao povo, devido à dominação da mídia tradicional pelo capital. Enfim, a batalha midiática, que está sendo travada, é injusta para com o povo e o capital a está ganhando. (Paulo Metri, Correio da Cidadania) 

Ooo0ooo 

Não há limites pra quem jamais os teve. 

Depois de um período sabático no qual o que efetivamente assusta se faz presente, é hora de voltar a enfrentar os anões que perdem o chão a cada dia que passa. O alvo - surpresa! - é Aécio Neves.

Creio ser este apenas o começo. Desde 2011, o Ministério Público analisa o caso da construção da pista de pouso na fazenda que pertencia a um irmão da avó materna do ex-governador mineiro e sequer convocou alguém para depor. Seria o MP tucano? Foi errado comprar por R$ 1 milhão a terra pela qual o dono exigia R$ 9 milhões - e que foi à Justiça em busca do ressarcimento que considera justo? Ou seja, Aécio pagou 1 em vez de 9. O oposto da refinaria Abreu e Lima e da sucata de Pasadena.

Quando serão publicadas notas ainda mais pesadas e voltadas também para a vida privada do candidato à Presidência? Afinal, não há limites pra quem jamais os teve.

Nós, por aqui, pedimos há mais de um ano que Lula explique ao menos o caso da amante mantida com o nosso. Mas não ouvimos sequer uma palavra. Há quanto tempo aguardamos esclarecimentos sobre Lulinha, o ronaldinho das finanças, alçado do cargo de tratador de elefantes no zoológico para sócio da OI? E Erenice Guerra e família? Esta terna senhora, ex-ministra da Casa Vil, que hoje insiste em ser lobista em Brasília e é atendida pelo governo em suas demandas?

Quantos aeroportos em Cláudio custou a reforma da Base Naval que Dilma Rousseff requisita uma semana por ano para curtir o verão baiano ao lado de parentes? E a parada do AeroDilma em Lisboa para um jantar?

Hipocrisia, seu nome é PT. Que debatam ideias e propostas. Que se faça um balanço da economia em frangalhos, da inflação elevada, da importação de gasolina, do roubo na Petrobras, do Rio São Francisco sem transposição, das ferrovias iniciadas e abandonadas, do legado imaginário da Copa, do Minha Casa, Minha Vida que desaba, dos médicos escravos que recebem 20% do que valem e são proibidos de sair de casa até para conversar com vizinhos, do governo fatiado entre Paulo Maluf, Jader Barbalho, Newton Cardoso, José Sarney, Renan Calheiros e outras ratazanas de menor porte.

Vamos passar o Brasil a limpo amparados em números e dados. Vamos discutir o IDH, a nossa colocação no campo educacional, a inexistência de uma política social e o planejamento econômico e industrial. Vamos discutir os aportes financeiros que beneficiaram Cuba e Venezuela com dinheiro público via BNDES enquanto continuamos morrendo nas estradas e arcando com um custo Brasil que impede exportações. Mas, caso queiram discutir Ética - o que muito me agrada -, estamos prontos. Desde a figura abjeta de Rosemary e seus encantos recompensados com o meu dinheiro, até o Lulinha e seus milhões, passando pelo uso de jatos executivos de empreiteiras para fazer lobby mundo afora. A ética que faz com que Maluf seja endeusado e Sarney, eternizado. Que entrega ministérios a quem não tem competência sequer para ser garçom de botequim, que tem como vice-presidente um André Vargas e como deputado um ex-presidiário que se reúne com integrantes de uma facção criminosa.

Não nos assusta comparar fatos, pessoas, biografias. O que assusta é que, passados quase doze anos, o PT insista em mentir e tentar reescrever a história - onde está condenado a figurar como nota de rodapé ou estudo acadêmico sobre ramificações do caudilhismo latino-americano - e finja não enxergar o índice de rejeição de 50% que atinge Dilma Rousseff.

Esse número define nosso futuro. Até lá, precisamos suportar os argumentos infantis e a baba que escorre da boca dos esquerdistas nos bairros nobres das capitais, sonhando com uma boquinha em algum gulag imoral.

E suportaremos. Falta pouco. (Reynaldo Rocha, BH) 

Ooo0ooo

 photo _asteenjakobsen.jpg
Economista dinamarquês detona o Brasil e indica melhor investimento para fugir do caos. A contundente avaliação negativa feita pelo economista-chefe de investimentos do Saxo Bank da Dinamarca, durante o evento Criando Sucesso Operando em Mercados Globais, terça-feira (06/05) passada, em São Paulo.

Steen Jakobsen advertiu que, se atual a presidenta não for reeleita, vai ser bom para a economia brasileira em geral, onde hoje reina uma conjuntura de intensa volatilidade, crescimento baixo e inflação nas alturas.

Dilma já acusa o golpe e já ensaia discursos defensivos sobre problemas econômicos.

Steen Jakobsen fez o discurso que caberia na boca dos candidatos de oposição ao Palácio do Planalto: A situação macro do Brasil é a pior dos países que eu já visitei. E eu visito 35 países por ano. O Brasil tem os políticos que merece, porque são vocês, brasileiros, que votam errado e colocam eles lá. A atual presidente, por exemplo, não sabe o que quer e está completamente perdida. Além disso, o Banco Central também está perdido, e os conflitos aumentam a cada dia. A falta de reformas e as decisões políticas fora do bom tom deixaram a situação insustentável. O Brasil é o campeão mundial em fracassos e ainda não mudou.

O economista dinamarquês, sem meias palavras, acertou um chute no calcanhar mais frágil do desgoverno Dilma: Sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 foi a pior coisa que o Brasil deveria ter decidido fazer.

O dinheiro que deveria estar indo para lugares extremamente carentes, está indo para coisas inúteis. O Brasil só estará pronto para receber uma copa do mundo em 20 ou 30 anos.

O economista Steen Jakobsen avalia que o Brasil precisa de uma crise de verdade, com uma magnitude enorme, para ver se toma jeito.

O dinamarquês acredita que uma ruptura irá acontecer após as eleições e essa será uma oportunidade de o País mudar.

O quadro tétrico pintado por Steen Jakobsen apenas confirma exaustivamente, desde o final do ano passado a chamada Oligarquia Financeira Transnacional quer o PT fora do poder.

Por isso, por força do poderio econômico, que decide efetivamente qualquer eleição, Dilma é cabra marcada para perder a reeleição.

Os petistas fanáticos e fundamentalistas só raciocinam com o cenário de vitória. Farão o diabo para não perder. (InfoMoney) 


Aécio não deve limitar-se a mostrar que nada fez de errado. É hora de desafiar Lula a contar o que sabe sobre as pilantragens de Rose e o enriquecimento de Lulinha.

Diante das provocações de Lula, ressalva o comentário de 1 minuto para o site de VEJA, Aécio Neves não deveria limitar-se a deixar claro que nada houve de irregular na construção de um aeroporto na cidade mineira de Cláudio. Já que o ex-presidente descobriu que toda denúncia ou suspeita precisa ser investigada, o principal adversário de Dilma Rousseff poderia convidá-lo a revelar o que sabe sobre pelo menos duas histórias muito mal contadas: as aventuras criminosas de Rose Noronha e o enriquecimento rapidíssimo do filho Fábio Luiz, o Lulinha.

O que o palanque ambulante tem a dizer sobre as patifarias da amiga especialmente íntima que reduziu a sub sede de quadrilha o escritório paulista da Presidência da República? Por que esconde da Polícia Federal, do Ministério Público e do Judiciário informações que apressariam o completo esclarecimento do caso? Por que o Instituto Lula banca as despesas de Rose e os honorários (cobrados em dólares por minuto) da tropa de advogados contratados para defendê-la?

Só o chefe e parceiro de Rose conhece os detalhes desse enredo. E só o pai de Fábio Lulinha pode desvendar mistérios que há tempos intrigam milhões de brasileiros. Se continuasse com o status de filho de metalúrgico, o jovem monitor de zoológico teria virado empresário e pecuarista em menos de cinco anos? Teria conseguido a carteira de sócio do clube dos milionários se não apresentasse na portaria a carteira de identidade premiada?

Um vídeo de 58 segundos não comporta mais que dois exemplos. O timaço de comentaristas está convidado a fazer a lista de vigarices, maracutaias e safadezas que envolvem o chefe supremo da seita que só celebra missas negras. E os candidatos oposicionistas que tratem de transformar o imenso acervo de safadezas em munição para o combate ainda em seu começo.

Dilma avisou que em ano eleitoral costuma fazer o diabo. Lula e seus devotos imaginam que, numa disputa pelo poder, o único pecado imperdoável é perder. Aécio já mostrou que sabe disso. Precisa agora deixar claro que não teme o bando de incapazes capazes de tudo. Só assim conseguirá identificar-se com as multidões decididas a encerrar nas urnas a era da bandidagem.

Elegância não pode ser o outro nome da tibieza. Tolerância não é sinônimo de capitulação. Acaba no chão quem tenta dançar minueto com quem só conhece forró. Não se tira para uma valsa quem só sabe mover-se ao som de quadrilhas. O avanço do primitivismo não será detido com buquês de rosas. É preciso escancarar a nudez do reizinho.

Se Lula continuar fantasiado impunemente de campeão da moral e dos bons costumes, os pedófilos não demorarão a assumir o controle de todos os orfanatos. (Augusto Nunes) 

Chineses x fogos 
Na Província de Hunan ocorre exibição anual de fogos de artifício. Um show ainda não igualado no Ocidente. Os chineses, seus inventores, ainda são mestres no assunto.

Excelente anuncio 

Casamento homossexual é sacramento luciferino, diz porta-voz do Templo Satânico nos EUA.

 photo _asatanismo.jpg
Sempre que o povo americano tentar conter o aborto ou manter leis do casamento tradicional, os seguidores de Satanás vão estar lá para se opor, prometeu o porta-voz nacional do Templo Satânico, segundo informação da agência. LifeSiteNews

Templo Satânico ganhou notoriedade pela tentativa de realizar uma Missa Negra na Universidade de Harvard que foi repelida pelos estudantes católicos. 

Confira: Tentativa de missa negra satânica em Harvard. Estudantes reparam ofensa ao Corpo de Cristo Leia

O porta-voz Lucien Greaves, cujo nome de nascimento é Doug Mesner, disse para o jornal Metro Times de Detroit que ele gostaria de ajudar as mulheres a não cumprir as leis pela vida. 

Segundo ele, as restrições ao aborto violam as crenças religiosas satânicas e o casamento homossexual é um sacramento da religião diabólica. Ele acrescentou que o objetivo atual do Templo Satânico é ter lobistas em Washington D.C., para passar leis que amparem a religião de Satanás

Ele atacou o governador de Michigan, Rick Snyder, porque vem tentando tornar insustentável para as mulheres a interrupção da gravidez. Nós sentimos que devemos proteger com isenção religiosa as mulheres de procedimentos supérfluos, como o ultrassom transvaginal, disse Greaves explicitando a religião luciferina

Greaves defendeu ainda que longe de serem adolescentes antissociais e arruaceiros, seus seguidores luciferianos são satanistas de mente cívica e socialmente responsáveis. Uma das coisas com que fortemente nos importamos é o direito dos homossexuais, disse Greaves. Para nós, acrescentou, o casamento [homossexual] é um sacramento. Nós o reconhecemos, e achamos que o Estado teria que reconhecer o casamento por motivos de liberdade religiosa.


 photo _asatanismo2.jpg
Em sentido oposto reagiu Adam Cassandra, gerente de comunicações da Human Life International. Ele disse a LifeSiteNews que a postura do Templo Satânico sobre o aborto e a redefinição do casamento talvez sustente a posição de muitos no movimento pela vida de que os ataques à vida humana inocente e à família são demoníacos em sua origem. Mesmo que advoguem por justiça e direitos, eles se identificam com aquele que tem sido a fonte de todos os males e os enganos ao longo da história humana

Defensores da vida vinham notando que em manifestações públicas, alguns progressistas liberais invocavam forças demoníacas em seus esforços de lobby por esse ou aquele projeto. Em julho de 2013, um grupo de apoiadores do aborto gritava Ave Satã!, enquanto pró-vida cristãos cantavam Amazing Grace na assembleia do Texas, antes da aprovação da proibição desse Estado dos abortos após 20 semanas. 

Mas se a conclusão de que uma religião luciferina animava o massacre dos inocentes parecia abusiva, agora ela se torna muito mais plausível e ate difícil de não perceber. Este lance do Templo Satânico torna simplesmente mais forte o argumento de que há alguma tramoia ou mal por trás do ataque mundial à vida por nascer e ao casamento, disse Cassandra para LifeSiteNews. 

Quando os que comandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito. (Georg Lichtenberg)

Nenhum comentário: