13 de jun de 2014

Futebol continua e protestos também...

 photo _aoproximo.jpg
Graça Foster em depoimento à CPMI da Petrobras que terminou somente às 21h45min, disse que acusações contra ex-diretor da Petrobras são estarrecedoras. No início de seu quarto depoimento no Congresso, a presidente da Petrobras, Graça Foster, reafirmou que a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pela estatal brasileira não foi um bom negócio. Ela chorou ao responder que estatal fez conta de padeiro A menção à conta de padeiro foi feita pelo ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa.

Suíça bloqueia US$ 23 milhões atribuídos a ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa é suspeito de desvios em contratos da Petrobras. À CPI no Senado, ele negou irregularidades na Refinaria Abreu e Lima.

Fornecedores da Petrobras fizeram depósitos para Youssef, diz PF.

Imagina depois da Copa 
1. Alguma coisa está dando errado e o estrategista João Santana deve estar muito preocupado: quanto mais se intensifica a propaganda oficial em todas as mídias, alardeando as realizações do governo e todos os ganhos com a Copa do Mundo, mais caem a aprovação e as intenções de voto da presidente Dilma e mais aumentam os seus índices de rejeição. E a Bolsa sobe. 
2. Imagina depois da Copa, com metade do tempo do horário eleitoral na televisão ocupado por avassaladora publicidade triunfalista tentando convencer os eleitores que a sua vida e seu país estão muito melhores do que eles pensam. E que quem ganha salário de mil reais agora é classe média. (Nelson Motta, OGlobo) 

Aliados em fuga. 
1. Depois de 40% dos convencionais do PMDB explicitarem sua discordância com a renovação da coalizão com o PT para a reeleição da presidente Dilma Rousseff, significando que parte robusta da mão de obra do partido não fará campanha para ela, agora é a vez de o PSD se rebelar contra a aliança. 
2. O desconforto vem crescendo na mesma proporção da queda dos índices de intenção de votos e do aumento do grau de rejeição da presidente nas pesquisas. 
3. Os dados apurados pelo Datafolha sobre São Paulo foram considerados definitivos: no maior colégio eleitoral do País, ela aparece praticamente empatada com o tucano Aécio Neves no primeiro turno e no segundo perderia tanto para ele quanto para Eduardo Campos por larga margem. (Dora Kramer) 

Quem foi o culpado? 
O Planalto tomou todas as precauções para evitar vaias para Dilma Rousseff no Itaquerão. Mas algo saiu errado e um dado fundamental para a estratégia anti-vaias falhou: Dilma apareceu nos telões. E, claro, foi vaiada. Agora, seus assessores, atônitos, buscam explicações para a falha. Havia mesmo uma combinação com os responsáveis pelas imagens de não filmá-la? E, se havia, quem descumpriu o combinado? (Lauro Jardim)

Imprensa estrangeira reprova festa: Quase um papelão - Curta duração e cadeiras vazias chamaram a atenção da imprensa internacional. A cerimônia de abertura da Copa do Mundo, realizada na tarde desta quinta-feira no Itaquerão, em São Paulo, recebeu críticas nas redes sociais e de boa parte da imprensa estrangeira. Diários esportivos de Argentina, Itália e Espanha condenaram a curta duração do espetáculo e a pouca empolgação do público - que não lotou as arquibancadas. Claudia Leitte e Jennifer Lopez, no entanto, escaparam das críticas. Salvou a festa de um papelão, escreveu em sua versão digital o diário argentino Olé.

Pingadelas 
1. Se alguém no estádio viu o pênalti, que levante a mão. Eu não vi, diz técnico croata. Se continuar assim, vai virar um circo
2. O árbitro japonês Yuichi Nishimura, que beneficiou o Brasil ao apitar um pênalti do croata Lovren em Fred no jogo de abertura da Copa do Mundo, passou por uma saia justa na manhã desta sexta-feira. Ao chegar ao Aeroporto Tom Jobim, no Rio, foi identificado por seis torcedores da Croácia, enquanto esperava sua bagagem. 
3. A gente colhe o que planta, diz campos sobre vaias a Dilma. 
4. Michael Schumacher é transferido para unidade especial, diz revista alemã de reabilitação, no hospital onde está internado, na França. Segundo a revista alemã Bunte, o ex-piloto segue em estado de coma e sem mudanças no seu quadro clínico. Ex-piloto está internado desde dezembro de 2013. 
5. CPI da Petrobras: assessor de Dirceu treinou Nestor Cerveró para depoimento. 
6. Cerca de 80 pessoas realizaram um protesto, na tarde desta sexta-feira (13), à espera da visita da presidente Dilma Rousseff ao Recife. Após protesto, polícia cria cordão de isolamento para palco de Dilma em PE. 
7. Vai ter água? - Problemas referentes à água são cada vez mais frequentes nos quatro cantos do Brasil; desde a escassez em São Paulo até a queda nos reservatórios das usinas hidrelétricas.
8. Papa Bento XVI sabia de abusos sexuais na Igreja, diz bispo australiano Bill Morris que pediu para ficar no cargo para tratar situação, mas teve pedido rejeitado; saída dele causou controvérsia entre seguidores.
9. Sem provas consistentes, indígenas Kaingang são mantidos como presos políticos no RS. Os cinco kaingang presos em Faxinalzinho ocupam posições importantes em suas comunidades./

História em Imagens
Dilma tentou ser esquecida. Escondida no Itaquerão, foi lembrada aos berros que a torcida brasileira não é um bando de otários. O coro da torcida mostrou à presidente nos fundos da tribuna que os brasileiros já não aceitam ser tratados como otários pelos farsantes no poder. A presidente Dilma Rousseff fez o possível para ser ignorada pela multidão presente ao jogo de abertura da Copa do Mundo. Não teve o nome citado pelo serviço de som, não fez uma única declaração e se refugiou na tribuna de honra. Mas o povo resolveu lembrar-se de Dilma. E botou coro!
Gringos provam que problemas não são só no Brasil e também reclamam - ... o transporte atrasa, não há táxis, a fila não anda, o aeroporto é uma bagunça, o ônibus é lotado. Só no Brasil existe burocracia, injustiça e corrupção. Só no Brasil tem protesto e confusão! Não, não e não! A revista britânica The Economist publicou na terça-feira (10) o texto Traffic and tempers (algo como trânsito e humores) que traz um relato do imbróglio que é circular por São Paulo na véspera do Mundial e diz que no momento em que você aterrissa no Brasil você começa a perder tempo. Por exemplo: Greve de trem na França entra no 3º dia; governo teme maior paralisação em anos. E por aí vemos!
Árbitros e jogadores foram contatados para manipularem jogos da Copa, diz Fifa - O chefe de segurança da Fifa, Ralf Mutschke, afirmou nesta quinta-feira que alguns árbitros e jogadores foram contatados por pessoas interessadas em manipular resultados de partidas da Copa do Mundo de 2014.
ooo0ooo
A mensagem de FHC a Maria Corina lembra que o Brasil decente é muito maior e melhor do que o clube dos cafajestes bolivarianos.
1) Depois de furtar o mandato parlamentar da oposicionista María Corina Machado, o tiranete Nicolás Maduro e seus comparsas liberticidas tentam roubar-lhe a liberdade. Intimada por juízes subordinados aos chefões do regime bolivariano, a ex-deputada terá de comparecer a um tribunal na próxima segunda-feira, para mais uma audiência do processo movido pelo Estado venezuelano contra a valente antagonista por conspiração para assassinar o presidente da República.
2) A reação do governo lulopetista às violências sofridas por María Corina amplia o capítulo reservado ao Brasil na História Universal da Infâmia. Fiel aos mandamentos da política externa da canalhice safadeza, Dilma não deu um pio sobre o caso. Lula segue contemplando o sucessor de Hugo Chávez com sucessivas manifestações de cumplicidade sabuja. Marco Aurélio Garcia baixou em Caracas para confirmar que na Venezuela existe democracia até demais. E a mudez do Itamaraty reitera aos berros que a Casa de Rio Branco hoje lembra um viveiro de coelhos assustadiços.
3) Mas o Brasil decente é muito maior e infinitamente melhor que o clube dos cafajestes ainda no poder, avisou a carta enviada a Maria Corina, nesta quarta-feira, pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Segue-se a tradução em português da íntegra da carta abaixo reproduzida:
4) Li com muita preocupação e alarme sua carta relatando o clima de crescente de perseguição política que atinge a oposição democrática da Venezuela.
5) Junto com outros ex-presidentes do nosso continente já havia afirmado que a criminalização do protesto cívico e da oposição democrática é uma ameaça intolerável à democracia e aos direitos humanos.
6) Infelizmente, constato que nosso pedido ao governo venezuelano para estabelecer um debate construtivo com os partidos e atores políticos que poderia superar o atual clima de polarização e violência não teve resposta de fato. Ainda mais grave, as repetidas ameaças dirigidas contra a senhora, estimada María Corina Machado, provocam indignação e repulsa em todos os democratas.
7) Por essa razão, além de expressar minha irrestrita solidariedade pessoal, reitero o apelo para que a comunidade internacional se mobilize num esforço concentrado para o fortalecimento da democracia, o respeito aos direitos humanos e a preservação da paz na Venezuela. Com os melhores cumprimentos, Fernando Henrique Cardoso.

Nenhum comentário: