19 de mai de 2014

Alegria disfarçada no país...

E tome mais mentiras... Maior usineiro do mundo desmente feitos citados por lula na tv. Ex-aliado atribui a lula maior crise da história do setor sucroalcooleiro.
 photo _rubensometto.jpg Rubens Ometto, o maior usineiro do mundo, decidiu investir em outros setores. O empresário paulista Rubens Ometto, considerado o maior produtor de açúcar e álcool do mundo, que foi a Nova York para receber o título de Homem do Ano, da Câmara Americana do Comércio, desmentiu enfaticamente todos feitos relativos ao setor sucroalcooleiro, atribuídos pelo ex-presidente Lula ao seu governo, durante o programa do PT na TV, exibido neste quinta-feira à noite.

O setor sucroalcooleiro vive a maior crise de sua história, iniciada no governo Lula. Só nas últimas cinco safras, 44 usinas fecharam, 25 em São Paulo, e há 33 usinas em recuperação judicial . O endividamento é altíssimo: em 20% das usinas, 30% da receita estão comprometidos com serviço da dívida (juros e amortizações). Mais de 80 mil pessoas foram demitidas.

Ometto - que se aliou a Lula, acreditando em seus compromissos com o setor, no início do seu governo - não poupou críticas em Nova York às decisões (ou à falta delas) que levaram o setor a enfrentar a mais séria crise de sua história.

As críticas de Ometto foram feitas diante de uma plateia de empresários brasileiros e norte-americanos, que pareciam surpreendidos pelo tom áspero das críticas, em razão das ótimas relações que ele já teve com Lula e próceres do PT. Ele está tão desapontado com os rumos do setor sucroalcooleiro que resolveu diversificar e, pela primeira na história de suas empresas, resolveu direcionar todos os seus investimentos para áreas que nada têm a ver com açúcar ou álcool. Em maio, por exemplo, pago. R$ 3,4 bilhões pela Comgás, maior distribuidora de gás natural do país. É o maior aquisição de sua vida.

Ao contrário do que Lula afirmou e Ometto já tiveram uma lua de mel. Agora, têm visões muito antagônicas sobre o sucesso do Etanol brasileiro, um dos vários programas que ficaram pelas estradas.

A assombrosa arte de Philippe Faraut 
• Dá até para aprender a esculpir! 
• Os antigos deixaram tantas para nós!

Suprema Corte aprova fim de cotas raciais no Michigan.

A Suprema Corte de justiça dos EUA - a mais alta instância judicial do país - deu ganho de causa à proibição de cotas raciais nas universidades públicas do estado de Michigan.

Em 2003, um tribunal aprovou a política de cotas na Faculdade de Direito da Universidade de Michigan. A medida de seleção racial foi anulada por uma emenda da Constituição estadual aprovada em plebiscito popular em 2006./ Porém, os democráticos defensores da classificação e triagem dos alunos pela cor da pele - a chamada discriminação positiva ou ações afirmativas - apelaram à Justiça visando abafar a vontade popular.

Agora, a decisão da última instância vetou qualquer tratamento preferencial a indivíduos ou grupos com base em raça, sexo, cor, etnia ou origem na admissão em instituições públicas de ensino superior de Michigan. Quer dizer, o fim das cotas raciais.

Na prática, o acórdão estende seus efeitos a mais sete estados americanos que adotaram proibições análogas. Entre eles, a Califórnia, a Flórida, a Arizona e o Nebraska. 

Grupos contrários às cotas raciais agora vão se sentir animados a realizar plebiscitos em outros estados que veem essa prática como odiosa. 

A Corte estimou não ter autoridade para invalidar a legislação aprovada no referendo, a qual contou com 58% dos votos.

A juíza Sonia Sotomayor, representante da tendência ideológica progressista, defendeu a posição derrotada e criticou a Constituição do país.

O jornal The New York Times, caixa de ressonância habitual do presidente Obama e das causas da esquerda, estrebuchou contra a sentença. 

O jornal repetiu o realejo de que a suspensão das cotas nas universidades de Michigan causou uma diminuição de 25% dos alunos racialmente julgados negros.

O argumento foi quase um cavalo de batalha dos partidários das cotas raciais. Mas acaba reconhecendo que entravam nos altos institutos de educação pública estudantes que não tinham méritos nem nível para fazê-lo.

O presidente da Corte Suprema, ministro John Roberts Jr., julgou que o caminho para acabar com a discriminação é acabar com a discriminação com base na raça, numa resposta, aliás, de palmar bom senso e lógica elementar, endereçada à juíza antirracista Sonia Sotomayor.

Agora sujou... Ano de Eleições 

São informações sobre todos os parlamentares em exercício em cada momento na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. 

Vamos exercer nossa cidadania corretamente, elegendo pessoas honestas que nos represente e defenda nossos reais interesses. 

Vamos todos juntos em um só coração tirar todos esses políticos corruptos do nosso Brasil...agora é a hora!

Segue endereço de um portal criado para termos acesso a todos os dados dos parlamentares em exercício (inclusive passagens pela justiça). Basta clicar na cidade ou estado e fazer a busca. Se buscarem sem digitar nada, aparece uma lista com todos os políticos da zona escolhida. Aqui

Quando chega a neve trazendo muito frio as aves migram para outro continente com clima quente, a viagem sempre é longa e cansativa. Quando a frieza dos familiares para com os pais e avós se torna uma constante, é chegada a hora deste idoso migrar para os braços sempre aberto do nosso Deus de amor, pois o espírito é invisível, ficarei muito feliz, quando começar a me tornar invisível!

Nenhum comentário: