17 de mar de 2014

Para onde caminhamos?...

 photo _agenerala.jpg 

Eleições: publicidade do governo executivo fica suspensa entre 5 de julho e 5 de outubro. O período poderá ser estendido até 26 de outubro em caso de segundo turno.
MP questiona ala de luxo na Papuda que seria para mensaleiros. Promotores suspeitam de que novas celas com banheiro abrigariam condenados pelo STF.
Eduardo Campos, qual é a sua?
Deputados do PMDB não vão à posse de ministros e governo marca reunião.
Planalto cria força-tarefa para tentar dobrar líder do PMDB e aprovar Marco Civil da internet.
E agora? Pressionado por Deutsche, Maluf admite fortuna em paraíso fiscal, Jersey. Essa foi a primeira vez que o deputado reconheceu a existência do dinheiro, que foi revelado há quase 13 anos, informa Folha de S. Paulo.
Rio: polícia abre inquérito sobre morte de arrastada por viatura. Ela foi baleada durante confronto entre policiais militares e criminosos, no domingo em Madureira. Segundo testemunhas, após ser socorrida e jogada no porta-malas da viatura, ela foi arrastada pelo carro por cerca de 250 metros, presa por uma peça de roupa. PMs de viatura são presos no RJ.
Serão soltos? Claro! - PF detém 24 em operação contra lavagem de dinheiro. Carros de luxo e joias foram apreendidos em ação, que é realizada em 6 estados e no DF. Grupo teria lavado R$ 10 bilhões.
Senador Roberto Requião (PMDB-PR) reage ao evento em que o ex-presidente Lula lançou a ex-ministra Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná; nele, Lula afirmou que deveria ter apoiado Osmar Dias, que Gleisi quer como vice, e não Requião no passado; fiquei profundamente magoado porque eu o apoiei em cinco eleições presidenciais, disse Requião ao 247; senador afirma que colocará seu nome à disposição do PMDB na convenção nacional como candidato à presidência da República, mas diz que disputará o governo do Paraná caso seja necessário; o Estado não pode ser governado nem pela Barbie nem pelo Ken, afirma, usando os apelidos que criou para Gleisi e para o governador Beto Richa.
Delegados da PF pedem foco contra a corrupção. Em congresso em abril, deve ser discutido documento sobre operações para ser encaminhado à direção do órgão.
  Baby vs Dragon photo dragon_vs_baby.gif 
Por poluição, Paris restabelece rodízio de automóveis. Motoristas só poderão dirigir em dias alternados.
Chile mantém alerta preventivo de tsunami horas depois de dois terremotos de magnitude 7 no norte do país e o epicentro 75 quilômetros ao sudoeste da cidade de Pisagua e a 20,6 quilômetros de profundidade. Milhares de pessoas permaneceram em lugares afastados do mar sem retornar a suas casas. O órgão é vinculado ao Ministério do Interior e é um dos responsáveis por avaliar a situação e decidir quando o alerta será suspenso. 
Venezuela: após 28 mortes, rua continua acesa.

Terremoto de 4,7 graus atinge Los Angeles.
Crimeia pede para que ONU reconheça independência. Parlamento pede anexação oficial à Rússia. Ucrânia não quer romper com russos. Referendo da EUA e UE anunciam sanções. Medidas tomadas contra altos funcionários russos são as mais fortes desde o fim da Guerra Fria depois de referendo do domingo no qual separação da península foi aprovada. UE sanciona 21 russos e ucranianos considerados responsáveis pela crise. Crimeia declara independência e pede anexação à Rússia. Ucrânia diz que proposta sobre crise na Crimeia é absolutamente inaceitável.
Envio de sinais foi desativado antes de última mensagem de rádio. Sistemas de transmissão de dados do avião da Malaysia Airlines começaram a ser desligados por alguém 40 minutos após decolagem. Área potencial de buscas por avião desaparecido chega a seis Brasis. Avião desaparecido manobrou para ficar invisível para radares. Buscas por voo desaparecido da Malásia se expandem da Austrália ao Casaquistão. Sumiço aumenta crise entre Malásia e China.
Tô com medo!

 photo _aministra.jpg 
Achei que fosse só mais um fato chiadeira, mas um vídeo na Folha mostra. Isso realmente ocorreu aqui no Rio de Janeiro, em Petrópolis.
OAB corrompida por comunistas.
Já havia observado antes indícios que a presidência da OAB está enveredando por posições bastante radicais e contrárias as teorias democráticas de liberdade e ao direito universal da defesa.
Basta ver alguns artigos em que se posicionam favorável ao desarmamento.
Ora, ninguém que seja favorável ao desarmamento pode se dizer favorável a liberdade. Como o organismo que representa a máxima do direito pode ser contrário ao direito universal de defesa do cidadão?
Portanto, aí tem! Tá na hora de mudar.
A comissão da verdade ou da desverdade, como realmente deveria ser chamada, não passa de um grupo pró comunismo.
 Infelizmente, tenho saudades de certo período, pois numa situação como a relatada no artigo, com certeza os punhinhos cerrados seriam transformados em punhos de simples coitados deportados para os países que eles tanto amam o regime.
Como podem chamar Comissão da Verdade a um grupo dominado por uma ideologia política.
Vou relatar algo inacreditável ocorrido na data de ontem (11/02/14) durante uma missão policial pelo NSD/RJ. Torna-se fundamental a análise dos fatos por todos nós. É singular o momento em que vivemos na administração pública.
Fui designado com outros dois policias para realizarmos a segurança física da Ministra Maria do Rosário, Secretaria dos Direitos Humanos. Em que pese o fato da pessoa da ministra, ser de uma gentileza e educação muito pouco comuns nas esferas do Governo Federal, vide o temperamento irascível da atual mandatária da nação.
Ao chegar com a dignitária em uma solenidade pública na sede da OAB/RJ, fomos ao plenário onde seria realizado o ato inaugural da desapropriação da denominada Casa da Morte situado no município de Petrópolis, estado do Rio de Janeiro. Essa residência segundo relatos de presos políticos, serviu de base de operações para agentes do DOI-CODI durante os anos 70.
Não entrarei no mérito se ocorreram torturas ou não no local citado.
Após as apresentações de praxe, foram compor a mesa de debates a citada ministra, o presidente da OAB-RJ Wadih Damous, o ex-frei Leonardo Boff, a ex-primeira dama Maria Thereza Goulart e o procurador geral do município de Petrópolis Marcus Vinicius de São Thiago.
Discursos inflamados com conotação ideológica não seriam surpreendentes, até pelo tema central do evento. Em seguida, foi anunciada a apresentação de um coral composto por adolescentes da cidade de Petrópolis. O maestro inicia com um discurso de exaltação ao guerrilheiro argentino Che Guevara e emenda com canções de cunho ideológico. Primeiro uma música lembrando a América Latina, os países libertos do jugo imperialista bem ao gosto dos presentes. A segunda música foi a interpretação de Cálice de autoria de Chico Buarque e Gilberto Gil. Aplausos. Ao término da segunda música, aconteceu o inacreditável. O maestro barbudo (quase um fundamentalista) pede a atenção de todos e brada em alto e bom som, com a sua voz grave, que a apresentação final seria especial. O momento mais esperado. E anuncia a Internacional Socialista.
Surpreendido, fiquei em estado catatônico. Adolescentes da plateia e adultos levantam-se, erguem os punhos cerrados e bradam a plenos pulmões o ode à esquerda. Fiquei envergonhado.
Não foi entoado o Hino Nacional Brasileiro em um evento público, com autoridades representativas de segmentos diversos da sociedade, do judiciário e do executivo.
Por toda a sua história de luta em defesa das garantias constitucionais, a OAB não merecia ser palco de um evento direcionado para um setor sectário e que não me representa. Fico preocupado com os adolescentes envolvidos em uma atmosfera deturpada e com valores míopes. Finalizando o meu relato, o evento foi gravado por emissoras estatais e privadas. Se alguém possui dúvidas da veracidade dos fatos acima, vejam o vídeo. É chocante!
Ou mudamos, pelo voto, a cúpula intervencionista e comunista que ocupa o Brasil, ou seremos engolidos por ela!

O populismo e a lei da acumulação das burradas.
Burrada gera burrada e tende a crescer em espiral, como os preços inflados, quando a besteira é realimentada pela mentira. No Brasil, essa combinação de erros levou à superinflação, nome inventado para marcar a tênue diferença entre a hiperinflação e o desastre brasileiro dos anos 80 e começo dos 90. Proscrito por algum tempo, o jogo está consagrado, novamente, na rotina brasiliense. O socorro de R$ 12 bilhões às elétricas, para atenuar os efeitos de uma política populista de tarifas, é o mais novo lance desse jogo. O Tesouro gastará R$ 4 bilhões além dos R$ 9 bilhões previstos no Orçamento e a Câmara de Comercialização de Energia, um ente privado, tentará obter no mercado um financiamento de R$ 8 bilhões, pagando juros, naturalmente. Os consumidores serão mais uma vez poupados, neste ano, e só depois de votar receberão a conta aumentada.
Mentira é uma boa palavra para designar a maquiagem das contas fiscais e a tentativa de reprimir - e falsificar, portanto - os índices de preços. No caso das contas públicas, também tem sido usada, com sucesso internacional, uma expressão mais suave: contabilidade criativa. A nomenclatura faz pouca diferença. O importante é reconhecer a realimentação e a multiplicação dos erros quando se tenta disfarçar os problemas, em vez de resolvê-los. O efeito circular é clarissimo na crise argentina. Também é indisfarçável na baderna econômica da Venezuela, marcada nas páginas da História, de forma indelével, pela escassez de papel higiênico. Haja páginas. (Rolf Kuntz) 
"A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência." (Mahatma Gandhi)

Nenhum comentário: