4 de dez de 2013

Os Gulliver´s na Liliput Brasil...

 photo _amarcapasso.jpgLaranja do hotel que emprega Dirceu foi sócio do irmão de Rafael Correa. Leia

Financiador do metrô e trens, banco mundial quer acesso a investigações - O Banco Mundial solicitou oficialmente às autoridades brasileiras acesso a todo o acervo relativo ao caso do cartel dos trens para municiar investigação interna da instituição sobre financiamentos que realizou em projetos do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Radiografia de uma derrocada....
 photo _aplataforma.jpg
• Somente em um dia, a Petrobrás perdeu em uma só tacada, o fabuloso valor de 24 bilhões! Faz lembrar a farsa das Empresas X, daquele homem mais rico do Brasil e que pretendia ser o homem mais rico do mundo que, guardadas as devidas comparações, perdeu toda a sua fortuna em pouco tempo!... 

• A questão da visível derrocada da Petrobrás, está assentada em dois grandes erros, inadmissíveis para uma Empresa do porte e da importância da mesma: 
1- Estrangulamento direto do Governo, exercido em cima da Gestão da Petrobrás. 
2- Má Gestão da atual Petrobrás 

• No primeiro item, há anos, o chamado Governo brasileiro tem exercido com mão de ferro o seu papel de acionista maior da Empresa, interferindo diretamente em sua Gestão e, especialmente, na determinação dos preços de seus produtos. 

• Apesar de ser essa uma realidade há muito existente, esse absurdo gravame tomou proporções inimagináveis, nos últimos anos, com a chegada do Governo PTista! O Governo PTista assenhorou-se da Petrobrás, não como uma Empresa que deveria estar à serviço dos interesses do País, mas como uma Empresa que deve estar à serviço do Partido! A Petrobrás, nos últimos dez anos, foi tomada de assalto pelos PTistas, por seus parceiros e pelos sindicalistas de ocasião, no maior aparelhamento político já ocorrido na história deste País! Muitos de seus postos de Gestão foram então agraciados a essa horda de agentes políticos, sem a menor qualificação para tal, trazendo, evidentemente, todas as naturais consequências advindas de uma gestão não qualificada! 

• O Governo PTista, absurdamente, brinca de País sério e, em momento algum, permite que a Petrobrás se comporte efetivamente como uma Empresa de Mercado, com ações na Bolsa e com acionistas e investidores espalhados por todo o mundo! Ações, Investidores, Bolsas, mercados livres, têm suas regras específicas e jamais podem ser controladas por interferências ou determinações de Governos ou Partidos Políticos! 

• Temos o costume de desancar a China e outros Países que se mantêm relativamente fechados aos movimentos do mercado! Do mesmo modo, fazemos sérias críticas à Argentina, Venezuela e outros países que mantêm artificialmente sua Economia sob seu controle direto, desconhecendo as realidades e movimentos do mercado! 

• Hoje, o Governo PTista, age exatamente do mesmo modo! A cada dia que passa, o tombo será maior

• O Governo PTista, por um lado, pressiona e exige um agressivo programa de Investimentos da Petrobrás, muitas vezes por inadmissíveis critérios políticos  para os mesmos, como foi o caso da construção dessas últimas e não necessárias Refinarias no Nordeste! Por outro lado, não permite que a Petrobrás tenha um Plano consistente de preços, à níveis de mercado, inviabilizando condições de caixa para a realização dos Investimentos que lhe são exigidos! Só na conta petróleo, o déficit da Petrobrás, este ano, chega a 12 bilhões! O descompasso entre a presidente Dilma e a presidente Graça Foster, que está tentando gerir a Petrobrás como uma Empresa e, não como um braço do PT, salta aos olhos! 

• Há, portanto, um erro básico, no modo como o Governo PTista tem conduzido sua relação com a maior e mais emblemática corporação do País! A Petrobrás, jamais, deveria ser utilizada como instrumento de controle da inflação. Seu papel e sua Missão, são absolutamente outros! Como ocorreu no passado, a Petrobrás é uma Corporação que deve estar voltada exclusivamente para o desenvolvimento do País, de sua Indústria, de sua mão de obra técnica, de tecnologias de ponta, enfim, de conquista da Excelência! Está aí o pré-sal, para o qual a Empresa nem começou a se preparar!

• O segundo grande erro que está levando a Petrobrás à sua destruição, situa-se em sua equivocada Gestão! 

• Como já observado acima, o Governo PTista colocou a Petrobrás, à seu serviço, não à serviço do País. Especialmente nas duas Gestões anteriores à atual (José Dutra e José Gabrielli), a Petrobrás foi simplesmente utilizada como braço suplementar do PT, como repositório de demandas políticas dos parceiros e como moeda de troca de sindicalistas de resultados (próprios!!!). 

• A relação de negócios mal feitos nas Gestões Dutra e Gabrielli, os sindicalistas que viraram gerentões da Empresa, sem qualquer qualificação para isso, os escândalos e mais escândalos que surgiram nesse período, o uso "político" das fabulosas verbas de publicidade, não precisam ser lembrados, pois são do conhecimento de todos! 

• Isso, não tem nada a ver com o garroteamento que o Governo exerce em cima da Petrobrás! Tem a ver com o Sistema de Gestão Interno! Uma lástima, inclusive, pela perda da excelência de sua qualificadíssima e excepcional equipe de técnicos que, no passado, construíram a excelência dessa Empresa! Nesse período, a Gestão de Recursos Humanos da maior e mais qualificada Empresa do Hemisfério Sul, foi entregue a um desenhista-Sindicalista que, simplesmente, a destruiu, em pouco mais de 4 anos! 

• Refinaria Abreu Lima de Pernambuco, construída por cinco vezes seu preço orçado e ainda não concluída, Refinaria Premium do Maranhão, Obras no Rio, compra da Refinaria de Pasadeña, etc., etc... Uma só palavra: isso é má gestão

• Antigamente, mesmo com as sempre presentes interferências do Governo, o Serviço de Engenharia da Petrobrás, de cuja equipe tive a honra de participar, construía Refinarias e Obras muito maiores e mais complexas, dentro do orçamento previsto, dentro do prazo previsto e dentro da excelência técnica prevista! Uma só palavra: isso é boa gestão! 

• Após o desastre das duas Gestões PTistas citadas, a própria atual presidente Graça Foster, declarou que a Petrobrás, hoje, não tem competência técnica para projetar e construir Refinarias... Que saudades do antigo Centro de Pesquisas da Petrobrás (CENPES) e do antigo Serviço de Engenharia (SEGEN). 

 • Vê-se, pois, que a crise de credibilidade, de competência, de Gestão, de finanças, pelas quais passa a Petrobrás em nossos dias, fazendo-a perder 24 bilhões em um só dia, na realidade, tem as duas causas acima expostas. Todas elas, sob a responsabilidade exclusiva de um Governo insano e incompetente, perdido, sem planejamento a médio e longo prazos, que nem sabe direito o que quer e para que veio! 

• Tivemos já, em nosso País, por obra e graça desse Governo PTista, algumas perdas irreparáveis e que precisarão de duas ou três gerações para serem novamente conquistadas: 

* a Ética 
* os Valores universais 
* a Perversidade do Mal (em contraposição à Banalidade do Mal implantada pelo PT!) 
* a perda de nossa soberania para as ONG`s estrangeiras, através da independência das Reservas indígenas 
* a doação de nossas riquezas do pré-sal 
* o recrudescimento do racismo, através da implantação das cotas raciais 
* a desobediência institucional às decisões de nossa Justiça 
* etc., etc... 

• E, agora, a destruição da Petrobrás, nossa maior Corporação! 

• Essa são dívidas que ficarão para sempre gravadas no passivo desse Partido PTista, que teve a grande chance de transformar definitivamente este País, levando-o para a maturidade e a excelência de uma grande Nação! 

• Os verdadeiros brasileiros, não se esquecerão disso! (Márcio Dayrell Batitucci) 

O Monge e seu Cão 
São pequenos detalhes na vida que nos fazem ter esperança, que podemos ser melhores, que podemos fazer novamente e de uma melhor forma.
Essa é uma mensagem importante para nossa reflexão. 
Quando nos irritamos, podemos tomar atitudes que vão nos fazer sentir culpa e, às vezes, não temos mais oportunidade de consertar... 
Era uma vez um chinês que estava absorto em sua prática físico-espiritual de tai-chi e seu cãozinho o convidava a brincar e ele se deixou levar pela raiva ... 
Dalai Lama disse: O meio de fazer mudar uma opinião é o afeto, não a ira.


"Estamos juntos"... 
• Essa é frase mais ouvida nos dias de hoje, da boca dos PTistas apóstatas, em solidariedade a seus cumpañeros parceiros, julgados e condenados pela Justiça brasileira! 
Estamos juntos??? Juntos em que??? Só se for na parceria do roubo e da esbórnia institucional! Pois, aqueles que vivem cantando esse mantra, estamos juntos, ainda não foram julgados, nem condenados e ainda não estão atrás das grades!... Só alguns, estão pagando o pato, apesar desse tal de estamos juntos!... 
• Para um coisa, temos de tirar o chápéu: como são solidários e fiéis a seus chefes e senhores, essa turma que já mudou para a Papuda!..... 
• Vamos ver se vai existir a mesma solidariedade e a mesma fidelidade, quando começarem a ser julgados os demais mensalões que estão na fila!.... (MDB)


Estamos juntos 
1. Quando saiu seu mandado de prisão, José Dirceu recebeu um telefonema de Lula: Estamos juntos, lhe disse o ex-presidente. É uma afirmação enigmática. Estamos juntos onde? Considerando-se que Lula não está preso também, só resta uma conclusão possível: Lula e Dirceu estão juntos na sociedade que governa o Brasil há dez anos. 
2. O sócio José Dirceu está condenado e preso por corrupção ativa. Ele não cometeu esse crime quando estava de férias ou numa desventura particular qualquer. O sócio Dirceu cometeu o crime de corrupção ativa quando era ministro do sócio Lula. 
3. O ex-presidente está solidário com um homem que usou o seu governo para desviar dinheiro público para o seu partido. E manifesta essa solidariedade exatamente no momento em que seu sócio criminoso é preso. 
4. Lula não sabia de nada. Agora sabe, mas não se importa. E estende a mão aos homens do seu partido que o traíram para roubar o país. Das duas, uma: ou Lula foi traído e repudia o crime dos mensaleiros, ou se solidariza com eles. 
5. Como a opção escolhida pelo ex-presidente foi a segunda, não restam mais dúvidas: Lula não foi traído por ninguém, está e sempre esteve no mesmo barco dos companheiros que assaltaram os cofres da nação. 
6. Nesse mesmo barco, quando o escândalo estourou e Dirceu foi atirado ao mar, Lula colocou Dilma em seu lugar. E em 2010 passou o leme para ela. Logo no primeiro ano de governo da grande gestora, a imprensa burguesa e golpista descobriu uma floresta de fraudes em seu ministério. 
7. Dilma teve que demitir de cara nada menos que seis ministros - mas de público, para quem quisesse ver e ouvir, se solidarizou com cada um dos demitidos por fraude: estamos juntos. Da mesma forma que Lula está junto com Dirceu. Eles estão todos juntos. 
8. Assim como no valerioduto, a tecnologia dos contratos piratas para sangrar os cofres públicos está na origem de quase todos os escândalos do governo Dilma. Nos ministérios dos Esportes, das Cidades, do Turismo, dos Transportes e da Agricultura foi a mesma coisa. 
9. E todos os demitidos foram apoiados publicamente pela presidente - a senha para a manutenção dos donatários. O inesquecível Carlos Lupi, por exemplo, acusado de desvio de dinheiro do contribuinte através de ONGs, perdeu o cargo de ministro do Trabalho, mas foi mantido por Dilma como gerente da boca. 
10. Não deu outra: dois anos depois, novo escândalo no Ministério do Trabalho, com suspeita de desvio de R$ 50 milhões, envolvendo as mesmas ONGs. O Brasil é uma mãe. E o filho do Brasil sabe disso. 
11. Qual é a diferença desse tipo de assalto para o mensalão? Nenhuma. Em vez de um só valerioduto, com o dinheiro concentrado no caixa do PT para todas as compras de apoio político, o esquema foi pulverizado. O governo popular entrega a boca para o cliente e abençoa seu esquema. Se a imprensa golpista descobrir, faz-se o teatrinho da faxina e muda-se o zelador. 
12. Dinheiro para distribuir não falta. O Brasil tem batido sucessivos recordes de arrecadação, ao mesmo tempo em que acaba de bater o recorde de déficit primário (R$ 9 bilhões em setembro), com as menores taxas de investimento do continente. Ou seja: a dinheirama está indo toda para a formidável máquina petista instalada no seio do Estado brasileiro. 
13. Claro que, com essa gestão criteriosa, a inflação já saiu da meta há muito tempo, os serviços vão de mal a pior e a população já sentiu. Mas não tem o menor problema, porque os revoltados saem às ruas para pedir ônibus de graça, cidadania e bater em jornalista burguês. Enquanto isso, Dilma dispara no Ibope e hoje seria eleita tranquilamente em primeiro turno. Não há dúvida, o esquema deu certo. 
14. Tanto deu certo que, depois de aguentar um Marcos Valério, o Brasil teve estômago para uma Rosemary Noronha. Segundo a Polícia Federal, a protegida de Lula e Dilma na representação da Presidência da República em São Paulo deitou e rolou na máquina petista, regendo um balcão de cargos e negociatas nas agências reguladoras. 
15. O cidadão que sofre na favela Antonio Carlos Jobim, no Galeão, à procura de um banheiro, de um elevador, de uma vaga no estacionamento em ruínas ou de uma escada rolante, não se lembra de Rosemary. Nem que ela privatizou a Agência Nacional de Aviação Civil, fiscalizadora dos aeroportos. Rosemary Noronha está livre e passa bem. 
16. O Brasil aprovou os arquitetos do mensalão, e já indicou que vai renovar a concessão deles em 2014. Lula tem razão: não há o que temer. Estamos juntos, companheiros. E, quando o mensaleiro Delúbio se declara um preso político, só há uma coisa a dizer aos brasileiros, submetidos a esse escárnio: bem feito! (Guilherme Fiuza, jornalista) 
Os companheiros não brincam 
Movimentam-se camadas subterrâneas no reino dos companheiros, por conta da prevalência dos números do Lula sobre Dilma, na recente pesquisa da Datafolha. Ela não chega à metade dos consultados, que ele ultrapassa. Por coincidência, a divulgação dos percentuais de preferência eleitoral antecedem de alguns dias a Quinta Reunião Nacional do PT, marcada para a próxima semana. Não faltarão exortações na forma do tradicional Volta Lula, coordenadas pelo grupo insatisfeito com o tratamento recebido de Dilma em termos de ocupação do poder. Na verdade, são muitos os companheiros que gostariam da volta aos tempos em que mandavam no governo.
O ex-presidente não é bobo. Sabe muito bem que seu coração balança entre as exortações de lealdade para com a sucessora e a necessidade de preservação do poder pelo PT. Apenas a hipótese de a eleição descambar para o segundo turno seria capaz de levá-lo a descumprir o acordo implícito de apoiá-la com o máximo de suas forças. Por enquanto, os números indicam que Dilma é a preferida da maioria. Até subiu na previsões. Mas garantia não há de que, daqui a um ano, subiria outra vez a rampa do palácio do Planalto. Quanto a ele, inexistem dúvidas. Estaria tão eleito a ponto de levar Aécio Neves a candidatar-se ao governo de Minas e Eduardo Campos a almejar a prefeitura do Recife, daqui a dois anos. Teria como adversário, salvo engano, Randolfe Rodrigues.
Por tudo isso, é bom prestar atenção. O PT não admite correr riscos. Onze anos poder mudaram as estruturas do partido que um dia dispôs-se a mudar o Brasil. Os companheiros preferiram mudar do porão para o andar de cima. Instalaram-se nas melhores suítes e trocaram o banheiro coletivo por privadas individuais de luxo. Em vez do café requentado de todas as manhãs, tomam laranjada e até champagne, apesar de Dilma condená-los a uma dieta de arroz com feijão no resto do dia. Por que abririam mão das benesses um dia usufruídas pelo PMDB, o PSDB e penduricalhos, em favor do que conquistaram pelo voto?
É bom prestar atenção. A sorte da candidatura Dilma começa a ser lançada no próximo dia 12, estendendo-se até o dia 15. Qualquer sinal da inexistência de garantias para o segundo mandato levantará um tsunami de proporções olímpicas. Os companheiros não brincam. (Carlos Chagas)

 

Nenhum comentário: