12 de dez de 2013

Brasil: país de cegos, surdos e mudos...

 photo _asinais.jpg
Chuvas: Oito cidades do RJ estão em alerta máximo. Baixada Fluminense e municípios serranos amanhecem em estado de alerta por causa da chuva. Temporal deixa três mortos e 4.200 desalojadas. Deslizamento deixa mãe e filha desaparecidas devido à chuva no Rio. Sete construções desabaram em Nova Iguaçu, onde mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas. Chuva deve continuar no Rio até sexta-feira. 

Ao inaugurar Via Binário, Paes ocultou que drenagem só fica pronta em 2016. Inaugurada há pouco mais de um mês, a Via Binário, no Porto, não resistiu à primeira chuva forte da cidade e ficou completamente debaixo d’água no trecho perto da Cidade do Samba. Irritado com alagamento na Via Binário, Paes vai multar concessionária. Entorno do Maracanã, apesar de intervenções para melhorar a drenagem, ficou alagado. 

1. As chuvaradas de verão, quase todos os anos, causam no nosso Rio de Janeiro inundações desastrosas. (...) O prefeito Passos, que tanto se interessou pelo embelezamento da cidade, descurou completamente de solucionar esse defeito." A crônica de Lima Barreto foi publicada no "Diário da Noite" em 1915, quase um século atrás. Trocando Passos por Paes, poderia estar nos jornais de hoje, depois de mais um dia de alagamento e caos na cidade. 

2. Eduardo Paes, o prefeito da vez, tem repetido a prática de antecessores: gasta muito com obras de maquiagem e investe pouco no combate às enchentes. No ano passado, prometeu acabar com as cheias na Tijuca e na praça da Bandeira, outro problema ancestral do Rio. O sistema de reservatórios deveria estar pronto, mas já atrasou duas vezes. Agora, a promessa da prefeitura é acabar com as inundações em 2014. Alguém acredita? 

3. Nomeado no início do século passado, Pereira Passos entrou para a história como o prefeito que construiu a avenida Central, atual Rio Branco. Se deixar o cargo amanhã, Eduardo Paes será lembrado como o prefeito que demoliu a Perimetral. Para substituir o elevado, abriu no mês passado a Via Binário, onde dois ônibus não conseguem passar na mesma curva. Na primeira chuva, a avenida virou um rio, e Paes admitiu que a inaugurou sem fazer as obras de drenagem. Não é preciso ser engenheiro, como Passos, para saber o que aconteceria. 

4. Ontem o peemedebista passou o dia dando entrevistas, em ambiente coberto e usando uma patética capa de chuva. Enquanto milhares de cariocas se arriscavam nas ruas para tentar chegar ao trabalho, ele pedia que a população ficas- se em casa. Os eleitores deveriam devolver o apelo: "Vá trabalhar, prefeito!". (Bernardo Mello Franco) 

Implantação de novo sistema para encurtar vôos para setor aéreo do país por 45 minutos. 

Governança sábia? Brasil teve a maior queda do PIB entre os países do G-20 no terceiro trimestre. Relatório da OCDE destaca retração de 0,5%, a primeira desde o 1º trimestre de 2009. 

Petrobras tem 32% de chance de falir, segundo consultoria dos EUA. Estimativa é muito mais elevada que a média do setor, diz estudo. Situação da Petrobras Argentina é ainda pior, com probabilidade de 85%. 

“...Grandes investidores britânicos, norte-americanos, árabes noruegueses e franceses na área de óleo & gás pretendem fazer uma proposta indecorosa à Presidenta Dilma Rouseff. O desejo econômico deles é ampliar a fatia do capital estrangeiro na Petrobrás. Na fórmula a ser sugerida, a União deixaria de ser acionista majoritária da estatal, transformando-a em uma empresa de economia mista com maior influência da governança privada...” (Jorge Serrão) 

Educação, a vergonha de uma raça. Votação do Plano Nacional de Educação é mais uma vez adiada no Senado. Na Bahia, universidades Estaduais param em protesto contra falta de dinheiro. Quem afirma é o presidente do PSDB, Aécio Neves, que jantou com jornalistas ontem à noite em Brasília; Se tiver alguém do PSDB que cometeu irregularidade, que recebeu propina, se isso ficar provado, tem que ir para a cadeia também, afirmou o pré-candidato a presidente, sobre o esquema de propina do metrô de São Paulo; alguns tucanos citados na denúncia são os secretários Edson Aparecido e José Aníbal e o senador Aloysio Nunes; ao comentar a possível influência do caso nas eleições, afirmou: Só se for para quem está envolvido. Para mim? Zero; discurso sobre ética, que, segundo ele, será muito abordado na campanha, foi elogiado pelo jornalista Kennedy Alencar, que já foi assessor do PT. 

Quem diria, Ciro Gomes será o novo Ministro da Saúde. Ex-ministro, que já criticou o Mais Médicos, depois voltou atrás e até pediu desculpas pelos cearenses que vaiaram os cubanos, vai substituir Alexandre Padilha; ministro entra na reforma de 2014 para disputar o governo de São Paulo. 

O STF continua hoje a continuidade do juízo das contribuições nas eleições. Fux e Barbosa votam pelo fim da doação de empresas a campanhas. STF adiou julgamento; faltam nove votos. Em 2010, 1% dos doadores concentrou 61% do valor das doações. Levantamento mostra que 191 empresas concentram maior parte do montante destinado a campanhas no Brasil. Financiamento público de eleição só interessa ao PT e por que a OAB se interessou pelo fato ou se caminha para um estado.... 

Senado, outra vergonheira pautada pelo PT - A Comissão de Constituição e Justiça do Senado rejeitou nesta quarta-feira um requerimento de convite a Romeu Tuma Junior, secretário nacional de Justiça durante parte do governo Lula. O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) queria que ele fosse ouvido a respeito das revelações de seu novo livro. A base aliada se mobilizou pela derrubada do requerimento. O Senado não cumpre um de seus deveres essenciais, que é o de fiscalizar o Executivo. As denúncias são da maior gravidade: o que se denuncia é a existência de um aparelho policial marginal na estrutura da administração federal, criticou o senador Alvaro Dias, autor do requerimento, após a sessão. Agora, Dias quer fazer um convite extra-oficial para que Tuma Junior compareça ao Senado e fale a parlamentares interessados. Também nesta quarta, a base governista conseguiu o adiamento da votação de um convite a Tuma Junior na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara. Com isso, o requerimento só voltará a ser analisado - se for - em 2014. 

Novo tesoureiro do PT-RJ recebeu R$ 100 mil do valerioduto em 2003. Empossado no último dia 30, o novo secretário de Finanças do partido, Carlos Manoel Costa Lima, apareceu nas investigações da CPI do Mensalão, em 2005. O dinheiro foi sacado em uma agência do Banco Rural em agosto de 2003, primeiro ano do governo Lula. A origem era uma conta da DNA, empresa usada por Marcos Valério de Souza para disfarçar a fonte de repasses feitos a políticos e assessores partidários que se envolveram no esquema. Costa Lima afirma ter usado os R$ 100 mil para quitar dívidas de campanha da então governadora Benedita da Silva (PT) à reeleição, em 2002. Benedita perdeu aquela eleição para Rosinha Matheus (então no PSB).


• Família brasileira achada morta nos EUA enfrentava problemas financeiros. 

• Unicef: 230 milhões de crianças não existem. Falta de registro de nascimento pode aumentar vulnerabilidade de menores e limitar acesso a educação e saúde, segundo ONU. Unicef aponta queda de taxa de mortalidade infantil global. 

• ONU: Uruguai desrespeitou as leis internacionais. Segundo o presidente da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes, ligada à Organização das Nações Unidas, o objetivo de reduzir a criminalidade por meio da medida baseia-se em hipóteses frágeis e não fundamentadas. Esposa de Mujica, senadora Lucía Topolansk diz que ele era um perfeito ignorante em maconha. Primeira-dama uruguaia diz à BBC Brasil que legalização veio de diálogo com juventude do país. 

• De bom humor, a senadora, esposa do presidente uruguaio José Pepe Mujica - acompanhou na terça-feira a votação de 12 horas no Senado que decidiu pela aprovação da lei que transformou o Uruguai no primeiro país a ter toda a cadeia de produção da maconha regulada pelo Estado. Governo brasileiro se preocupa com lei da maconha no Uruguai.


• Em mensagem para o Dia Mundial da Paz, celebrado todo 1º de Janeiro, o papa Francisco voltou a destacar a necessidade de políticos eficazes e de medidas para o desarmamento nuclear e químico. Diante de uma grande quantidade de armas em circulação, haverá sempre pretextos para iniciar hostilidades, escreveu o Papa na mensagem divulgada hoje (12) pela Santa Sé e que leva como título Fraternidade, fundamento e via para a paz."Faço um apelo a favor da não proliferação de armas e do desarmamento, da parte de todos, começando pelo nuclear e químico. Renunciarem às armas e vão ao encontro do diálogo, do perdão e da reconciliação, pediu Francisco. 

• Putin diz que Rússia não está forçando Ucrânia a ingressar em União Aduaneira. 

• Paralisação de policiais atinge mais uma Província, mas acordo com policiais acalma onda de saques na Argentina. 

• Análise: Por que os EUA e a União Europeia sustentam a rebelião na Ucrânia? A oposição prometeu realizar uma marcha com um milhão de pessoa. 

• Revista põe Eike na lista de carreiras mais desastrosas. Forbes registra: fortuna de Eike caiu de US$ 30 bilhões para US$ 1 bilhão. Mais corruptos sendo investigados 

1. Ganha uma viagem à Síria quem lembrar do único ministério que nenhum partido pleiteou, quando Dilma ganhou a eleição em 2010. Embarca quem disser “Controladoria Geral da União”. Enquanto se canibalizavam os grupos ávidos de chegar ou de continuar no poder, o ministro Jorge Hage continuava placidamente cumprindo as obrigações exercidas desde a posse do Lula, quando era a segunda pessoa abaixo do ministro Waldir Pires e logo tornou-se a primeira, com o deslocamento do amigo para o ministério da Defesa. 

2. Ninguém queria, como ninguém quer, até agora, o lugar de inquisidor-mór da República, responsável pela investigação de atos de corrupção praticados na administração federal. A atual presidente da República nem se preocupou em colocar o ministério no fatiamento de benesses destinadas à sua base partidária. Simplesmente, manteve Jorge Hage. Estava, como ainda está, tranquila diante do desempenho justo e implacável do ministro. 

3. É claro que a corrupção continua campeando no governo e fora dele. Acabar com ela parece missão impossível em qualquer parte do planeta, mas vale reconhecer que diante de denúncias e indícios, a Controladoria cumpre seu dever: abre inquérito, apura e envia os resultados ao Ministério Público. 

4. Pois Jorge Hage acaba de surpreender. Declarou, esta semana, que a condenação e a prisão dos envolvidos no mensalão foi essencial, demonstrando que no Brasil as instituições podem funcionar. Mas acrescentou, baseado em sua experiência de dez anos, que “os símbolos da corrupção, os corruptos maiores e emblemáticos, continuam soltos”. Quer dizer, aqueles que corrompem mais, que roubam mais do que os mensaleiros, permanecem impávidos e tranquilos. 

5. A conclusão é de que lambanças e podres ainda mais intensos do que a compra de votos no Congresso estão sendo monitorados e investigados. Tomara que o ministro se apresse na apuração e logo venha a dar o nome desses Ali Babás que ainda passeiam sua impunidade na frente da nação. Seria excelente desfecho para o primeiro mandato da presidente Dilma. Pau neles! (Carlos Chagas) 

Porque não tem alagamento em Tóquio 
a. Engenheiros, com o crescimento da economia brasileira a partir de meados da década de 90, acredito que já podemos dispor de investimentos na área de "prevenção de enchentes". 
b. Segue abaixo algumas soluções aplicadas pelos japoneses. 
c. Lembrem-se que o Japão é um país muito rico, há muito tempo. 
d. Anualmente uns 25 tufões assolam o território japonês. 
e. Desses, dois ou três atingem Tóquio em cheio, com chuvas fortíssimas durante várias horas ou até um dia inteiro. Mas nem por isso ocorrem enchentes ou alagamentos na cidade. 
f. Por que será? Veja as explicações abaixo. 

Subterrâneos de Tóquio 
• O subsolo de Tóquio alberga uma fantástica infraestrutura cujo aspecto se assemelha ao cenário de um jogo de computador ou a um templo de uma civilização remota. Cinco poços de 32 m de diâmetro por 65 m de profundidade interligados por 64 Km de túneis formam um colossal sistema de drenagem de águas pluviais destinado a impedir a inundação da cidade durante a época das chuvas. 
• A dimensão deste complexo subterrâneo desafia toda a imaginação. É uma obra de engenharia sofisticadíssima realizada em betão, situada 50 m abaixo do solo, fato extraordinário num país constantemente sujeito a abalos sísmicos e onde quase todas as infraestruturas são aéreas. A sua função é não apenas acumular as águas pluviais como também evacuá-las em direção a um rio, caso seja necessário. Para isso dispõe de 14.000 HP de turbinas capazes de bombear cerca de 200 t de água por segundo para o exterior. 

Nenhum comentário: