21 de out de 2013

Meta Dilma: entrega do país !

 photo _petroleochines.jpg PT afunda Petrobras em dívidas obrigando empresa a participar do pré-sal para maquiar privatização. (coturnonoturno) 

• Pré-sal: leilão testa modelo de exploração. Em meio a temores de possível fiasco, disputa define parceiro da Petrobras no desenvolvimento da maior reserva de petróleo do país. Os pontos: O leilão do campo de Libra, cujo resultado será anunciado nesta segunda-feira, será o primeiro realizado sob vigência do novo marco regulatório para a exploração petrolífera no Brasil. 

• Aprovado em 2010 para o desenvolvimento das reservas do pré-sal, o novo modelo substituiu o regime de concessões pelo regime de produção partilhada. 

• Ele garante uma participação ampla da Petrobras e de entes estatais na exploração dos poços, ainda que em parceria com empresas privadas. 

• Em meio a incertezas e greve, Rio se prepara para leilão de Libra. Governo faz hoje oferta do campo de Libra, maior reserva de petróleo do país. Leilão deve ter só uma proposta. Justiça rejeita 18 ações contra o leilão de Libra. 1,1 mil militares reforçam segurança para leilão do pré-sal. Tropas estão na área do Hotel Windsor Barra, no Posto 4 da Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, onde a partir das 14h, ocorrerá o primeiro leilão de Libra, do pré-sal da Bacia de Santos. Pré-sal Repsol Sinopec está fora do leilão de Libra. Associação de espanhola e chinesa é uma das inscritas para participar da licitação do maior reservatório de óleo do país. Justiça recebe 24 pedidos de suspensão do leilão de Libra. Ex-presidente do BNDES protesta contra leilão de Libra. 

• Petroleiros estão neste momento na Praça São Perpétuo, na Barra da Tijuca, próximo a uma das barreiras montadas pelo Exército para impedir a aproximação do Hotel Windsor. Várias ações judiciais para impedir o leilão foram impetradas e a Advocacia Geral da União está conseguindo derrubar uma a uma. Os Black Blocs também anunciaram pelas redes sociais que vão se juntar aos protestos. Petroleiros e metalúrgicos fazem protesto em SP. 

• Petrobras pagará bilhões por área que já foi sua e da Shell. Estatal terá de desembolsar no leilão do Campo de Libra, desta segunda-feira, pelo menos 4,5 bilhões de reais em bônus de assinatura por uma área que já lhe pertenceu: o poço 1-SHELL-5-RJS, que está fechado e abandonado.


• Mercado financeiro espera inflação e Selic maiores. Estimativa de analistas do mercado financeiro para o IPCA subiu de 5,81% para 5,83% em 2013; quando considera que a inflação está em alta, o Banco Central eleva a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 9,5%, para 10% no fim do ano.


Homem do povo
que lidera protesto contra Alckmin 
recebe R$ 11.380 por mês da 
Assembleia Legislativa de SP 
e trabalha para a liderança do PT 


Chegou à Assembleia Legislativa em 1995 como funcionário do então deputado estadual Paulo Teixeira, hoje deputado federal. Bonfim é funcionário da liderança do PT na Assembleia e tem um salário em nada popular: R$ 11.380,00, pagos religiosamente pelo povo

 • O PT tenta promover hoje a bagunça em São Paulo. Um dos principais, vamos dizer assim, agitadores do protesto é um sujeito chamado Raimundo Vieira Bonfim. Quem é? Deixemos que ele próprio se identifique, como faz em seu perfil no Twitter.

 photo _raimundobonfin.jpg 

Isso mesmo! É advogado e coordenador-geral de uma tal Central de Movimentos Populares. Até aí, bem, né? Ele poderia ser apenas um abnegado, interessado no bem coletivo. A gente sabe como existem verdadeiros mártires da causa popular, certo? 

Ocorre que Bonfim é um quadro do PT. Chegou à Assembleia Legislativa em 1995 como funcionário do então deputado estadual Paulo Teixeira, hoje deputado federal. Bonfim é funcionário da liderança do PT na Assembleia e tem um salário em nada popular: R$ 11.380,00, pagos religiosamente pelo povo. 

É a expressão mais acabada do que costumo chamar de democracia sob cabresto ou de democracia tutelada. Por quê? Movimentos que poderiam ser, vá lá, a expressão genuína e legítima ou de minorias ou de populações vulneráveis nada mais são do que uma franja de um partido político. Ou esse partido se apodera de uma organização popular, aparelhando-a, ou se oferece para o serviço da cafetinagem ideológica. 

A independência de Bonfim fica evidente, por exemplo, na foto em que faz uma caminhada ao lado do então candidato à Prefeitura Fernando Haddad ou em que posa diante da estrela do seu partido. A página do PT na Assembleia faz a convocação para o protesto e avisa que o tal Bonfim estará na Casa (que lhe paga o salário), com a sua tropa, para protestar contra o governo Alckmin etc. e tal. 

• Os vazamentos sobre as investigações ainda preliminares do Cade, que apura a eventual formação de cartel - e não só em São Paulo -, buscavam, num primeiro momento, chegar ao ato de hoje. No sábado, em reunião do PT, Lula garantiu a Alexandre Padilha, que será o candidato do partido ao governo de São Paulo, que agora ele entrou no jogo. É isto: o chefão dos movimentos populares é regiamente pago pela Assembleia Legislativa para servir aos interesses eleitorais do PT e fingir que fala em nome do povo. 
Fonte: VEJA Saiba mais.


• O Brasil já repassou US$ 6 bilhões às ditaduras comunistas de Cuba e Angola. E O governo Dilma decretou sigilo a respeito. Para saber mais, só em 2027!!! (Reinaldo Azevedo)

Um comentário:

Anônimo disse...

Cada dia fica pior, vergonha em cima de vergonha.
Não sei aonde vamos parar.