23 de ago de 2013

Um Brasil loroteiro e a motoca...

 photo _amaismedicos_zps1e38513d.jpg Que mundo é esse, em que um garoto mata a família, vai ao colégio e depois se suicida?
• Dificilmente um ficcionista se arriscaria a escrever uma trama tão inacreditável como o fim da família Pesseghini. Tudo realmente indica que o menino Marcelo Eduardo, de apenas 13 anos, matou a avó, a tia-avó, os pais, depois foi normalmente ao colégio, confessou os crimes a alguns colegas, voltou para casa e também se matou, ao lado dos corpos dos pais. 
• Ele não tinha nenhum sintoma de doença mental. Mas era portador de fibrose cística, doença gravíssima que afeta o funcionamento dos pulmões e de outros órgãos do corpo, ocasionando a morte do paciente. Marcelo não podia brincar nem jogas bola como os outros garotos, certamente sabia que ia morrer. 
• Em depoimento à Polícia Civil de São Paulo, a médica pneumologista Neiva Damasceno, que cuidava do adolescente, negou que a doença e os medicamentos que ele tomava provocassem alterações no seu comportamento dele.
• Mais de 30 pessoas já foram ouvidas no inquérito que apura as mortes. Alguns colegas de Marcelo disseram à polícia que ele planejava matar os pais. Outors, que conversaram com ele no dia dos assassinatos, dizem que ele admitiu ter atirado nos parentes. Que descansem em paz. (Carlos Newton)
.
Uma ordem ecoou no Planalto:
- Mande alguém atrás dela...

Mensalão 
• STF julga recursos de mais da metade dos réus. O Supremo Tribunal Federal concluiu nesta quinta-feira (22) o julgamento dos recursos de 14 dos 25 réus condenados pelo mensalão. A sessão foi suspensa em função de um impasse em torno de um recurso apresentado pela defesa do publicitário Marcos Valério. O Supremo admitiu que houve um erro no acórdão - o resumo impresso e publicado do julgamento - no valor da multa aplicada ao publicitário. A sessão foi suspensa enquanto a questão era tratada e será retomada na próxima semana. 

• Mantega reduz previsão de crescimento em 2013 de 3% para 2,5%. 

• O governo descarta dar uma ajuda financeira para as empresas aéreas em dificuldades ou mudar a forma de cálculo do preço do combustível de aviação, mas avalia conceder desonerações ou redução de tarifas, disse uma fonte do governo próxima da situação. 

Politicamente, um prato feito 
• Ex-executivo da Siemens aponta corrupção no setor elétrico e na saúde. Esquema de corrupção de agentes públicos do governo de São Paulo não se limitou ao setor de transporte sobre trilhos, de acordo com denúncia da multinacional alemã; [Esse tipo de prática] também é comum nas áreas de transmissão e distribuição de energia, geração de energia e na divisão de sistema de saúde, denunciou em carta anônima um ex-executivo da empresa, em junho de 2008; informações levaram a investigações sem precedentes no Cade; apesar de a denúncia não citar nomes ou esferas de governo, será que os governantes tucanos continuarão a afirmar que nada sabiam, como fez Geraldo Alckmin? 

1) Ministério Público vai questionar importação de médicos cubanos. 40% dos médicos cubanos estão em capitais. Brasil será segundo maior cliente de Cuba. Para Procurador, as formas de contratação e pagamento contrariam leis trabalhistas e Constituição: - No momento em que tiver a forma que vai ocorrer (a contratação), o MPT vai ter de adotar as medidas cabíveis

2) O inexplicável explicável: Brasil pagará R$ 10 mil e os importados cubanos recebem R$ 100 reais. 

3) MEC adia aplicação do Revalida que seria aplicado no domingo a médicos formados no exterior. 

• Campanha para atualizar caderneta de vacinação começa neste sábado (24).  
• Recadastramento impede que drogarias privadas interrompam convênio com Farmácia Popular no Rio. 

• BTG paga à Oi R$ 1,7 bi por empresa que seria do governo. GlobeNet, de cabos submarinos, deveria, segundo a Proteste, ser devolvida à União em 2025, quando termina a concessão da operadora de telefonia; Anatel examina o caso. 

Melhoras gente boa! 
• O escritor Ariano Suassuna, 86, continua com recuperação satisfatória do infarto que sofreu no começo da semana, segundo informou o boletim médico divulgado nesta quinta-feira (22) pelo Real Hospital Português, no Recife. Ele foi internado na quarta-feira (21) na Unidade Coronariana. 

• Servidores do Governo do Estado que participaram de confronto na Câmara se envolvendo em enfrentamento entre manifestantes pró e contra a CPI e foram parar na delegacia serão exonerados hoje. A publicação sairá hoje, no Diário Oficial do governo.

1) Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação consegue liminar que proíbe corte de ponto de professores em greve. Medida vale para profissionais do estado do Rio. Mandado de segurança proíbe retaliações a direitos estatutários, como a demissão de grevistas. 
2) Professores já estão concentrados na porta da prefeitura, na Cidade Nova, para assembleia de reivindicações. 

• Governo gastou R$ 355 milhões em 2012 com pacientes que recorreram à Justiça. Ações solicitavam remédios e tratamentos.

A sorte e o Renuncia Renan 
• A vida continua a sorrir para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), deve ter dado sorte nos negócios com bois - é sócio da Sociedade Agropecuária de Alagoas - assim como acontece aqui no Rio de Janeiro com o presidente do PMDB, coronel Jorge Picciani. Mas vejam que sorte de Renan. Encontrou um empreiteiro disposto a lhe vender uma mansão que vale no mínimo R$ 4 milhões, como mostra a Veja online, por apenas R$ 2 milhões, metade do preço. Aliás, Renan também deu sorte e era um lobista que pagava sua pensão à amante, a jornalista Mônica Veloso com quem teve uma filha. (Garotinho)


Banco Central decide torrar US$ 60 bilhões para conter algo que Guido Mantega considera passageiro 
• Camisa de força - Há no governo, como sempre, contradições acerca da economia. De um lado aparece o ainda ministro da Fazenda, Guido Mantega, que, ignorando a crise, afirma que a escalada do dólar é passageira. Por outro, um recluso Alexandre Tombini, presidente do Banco Central, que até o final do ano despejará no mercado de câmbio US$ 60 bilhões para tentar frear o movimento de alta da moeda norte-americana. De segunda a quinta-feira o BC venderá diariamente US$ 500 milhões, ao passo que e às sextas-feiras o derrame será de US$ 1 bilhão cada. 
• Ora, se a disparada da divisa dos Estados Unidos é passageira, como afirma Mantega, basta aos dirigentes do BC acomodarem-se no banco da praça mais próxima e esperar o tempo passar. As declarações do ministro da Fazenda são tão estapafúrdias, que só mesmo um veículo chapa branca para divulgá-las. 
• Um país que, em meio a uma grave crise econômica, abre o cofre oficial e atira pela janela US$ 60 bilhões para combater algo passageiro precisa, com a máxima urgência, mandar seus governantes para o hospício, pois esse tipo de atitude ultrapassa os limiares da sensatez. Dono de incompetência comprovada, Guido Mantega, que constantemente recheia as piadas que circulam no mercado financeiro, é um dos principais responsáveis por ter arruinado a economia brasileira em apenas uma década. Sempre atrasado na adoção de medidas para conter a crise, Mantega endossou as sandices de Lula, que vendeu ao mundo uma bolha de virtuosismo que já estourou e faz estragos em todos os setores. 
• A grande questão é que no governo do PT faltam corajosos para reconhecer que o legado do messiânico Luiz Inácio da Silva, o doutor honoris causa que atua como lobista de empreiteira, vai muito além de herança maldita. Consertar o estrago produzido pelos petistas nos últimos dez anos exigirá dos brasileiros pelo menos cinco décadas de esforço continuado. 
• Longe de querer solucionar a crise que vem corroendo diuturnamente o País, o PT está preocupado em garantir a reeleição de Dilma Rousseff, a “gerentona inoperante”, e avançar no projeto totalitarista de poder que transformará o Brasil na versão agigantada da decadente Venezuela. (ucho.info)


• Onda gigante de 30m atinge cidade na China e arrasta curiosos. Pelo menos 30 ficaram feridos. 
• Revide de Israel ao projéteis do Líbano deixa pelo menos 27 mortos, diz governo. 
• Número de crianças que fugiram da Síria atinge 1 milhão, diz ONU.

Soltinho...
• Cidade na Indonésia causa polêmica com plano de testar virgindade de alunas de ensino médio. Projeto apresentado em Prabumulih recebeu críticas de ministros do governo e organizações de defesa da mulher. O plano foi apresentado pelo secretário de Educação da cidade de Prabumulih, no sul da ilha de Sumatra, Muhammad Rasyid, que afirmou que o teste seria uma forma precisa de proteger crianças da prostituição e do sexo livre

• Como o mundo deve responder à Síria? Após denúncias de ataques químicos e centenas de mortes, analistas sugerem de coalizão para ataque a tribunal internacional como respostas à escalada na crise síria. Síria é a maior ameaça à paz mundial, diz enviado da Liga Árabe. Achar que EUA podem resolver crise síria é exagero, diz Obama. 

• Estupro coletivo de fotógrafa em Mumbai choca a Índia. A segurança das mulheres tem sido o foco das atenções na Índia desde o fatal estupro em Nova Déli em dezembro do ano passado.

• EUA: Falta de droga para injeção letal atrasa execuções. Grupos europeus e fabricantes suspendem contratos após descobrirem que seus medicamentos estão sendo usados em coquetéis da pena de morte. Com menos condenações, mundo caminha para abolir pena de morte, diz Anistia. 

• Pena de morte divide lideranças palestinas. Hamas promete executar prisioneiros nas próximas semanas, mesmo sem permissão da Autoridade Palestina.

 

Nenhum comentário: