9 de ago de 2013

Crimes, manifestações/vândalos, corrupção, onde estamos...

 photo _aaperdida_zps5b1520d6.jpg
• Banco Central vende quase U$ 1 bilhão para segurar alta do dólar que fez Ibovespa perder R$ 127 bi em dois meses, diz CMA. Entre junho e agosto deste ano, a desvalorização do real frente ao dólar fez as empresas que compõem o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, perderem R$ 127 bilhões em valor de mercado. É o que aponta um estudo divulgado pela consultoria CMA nesta sexta-feira. Os dados foram colhidos entre 3 de junho e 8 de agosto, período no qual o dólar ficou 7,52% mais caro, e o Ibovespa perdeu 7,18%. Segundo a CMA, a Petrobras foi a empresa que mais perdeu valor de mercado, acumulando perdas de R$ 41 bilhões no período analisado. 

• MP vai investigar suposto cartel em SP como crime. Foi instaurado inquérito para apurar cartel e fraude em licitações do Metrô e CPTM. Acordo já configura crime, diz promotor. Empresa é suspeita de pagar propina a servidores. 

• Ex-presidente defende tucanos das acusações de cartel e favorecimento no caso Siemens e diz que há muita agitação, mas pouca coisa concreta a respeito; É preciso tomar cuidado, alerta Fernando Henrique Cardoso, após participar de evento no Rio; ele afirmou ainda que as declarações de José Serra explicam bem o que aconteceu; Caso contrário, a população ficaria pensando que é tudo farinha do mesmo saco. E não é

 • O caso siemens e o estado policial do ptaqui

• STF muda interpretação e diz que Congresso decide perda de mandato. No julgamento do mensalão, tribunal decidiu que cassação era automática. A decisão foi tomada na análise de ação penal contra o senador Ivo Cassol, condenado a 4 anos e 8 meses de prisão. Com dois novos ministros, entendimento mudou e pode afetar mensalão. 

• Chiquinho Brazão: Não vou abrir mão da nomeação para presidir a CPI dos Ônibus. De acordo com o vereador Jorge Felippe, presidente da Câmara, manifestantes defecaram no Plenário hostilizando vereadores. Tropa de choque da PM foi chamada. Manifestantes entram na Câmara do Rio após eleição da CPI do Ônibus com protestos e causam tumulto. Grupo picha gabinete de vereador. 
"...Um grupo de 100 pessoas invadiu a Câmara dos Vereadores do Rio. Por quê? Porque eles exigem, ora vejam, que o vereador Eliomar Coelho, do PSOL, seja nomeado relator da chamada CPI dos ônibus. A comissão foi proposta, de fato, por Eliomar, mas, em qualquer câmara legislativa, de qualquer esfera, os partidos que têm a maioria comandam a comissão - a não ser que abram mão disso num acordo. Para citar o caso mais famoso, a CPI dos Correios (do Mensalão) tinha como presidente o senador Delcídio Amaral, do PT, e como relator o deputado Osmar Serraglio, do PMDB, partidos da base. Essa história de que autor de requerimento de CPI aprovada deve ser seu relator é direito criativo praticado pelos crentes de Marcelo Freixo, que é a mão que balança o berço…" (Reinaldo Azevedo) 

• OGX, de Eike, anuncia queda de 40% na produção de óleo e gás. 

• Alstom pagou propinas que incluem partidos brasileiros, diz Justiça suíça. Investigação realizada pela Justiça suíça diz que Alstom destinou mais de US$ 20 milhões (R$ 45,5 milhões na cotação desta sexta-feira) em propinas ao Brasil e parte do dinheiro foi parar em cofres de partidos políticos.


Cármen Lúcia tinha domínio do fato no TSE?
• Ministra do STJ Nancy Andrighi rebate acusação de ser a responsável pela decisão que liberou dados dos eleitores para a Serasa e culpa a presidente do tribunal pelo episódio. Declaração foi confirmada pela corregedora-geral da Justiça Eleitoral, Laurita Vaz, que disse que a Presidência da corte tinha ciência do repasse de informações pessoais de 141 milhões de eleitores à empresa privada.


• Campanha de vacinação contra raiva para cães e gatos acontece neste sábado em 40 bairros do Rio. 

• A última edição impressa da revista The Economist traz uma reportagem sobre a presidente Dilma Rousseff e a queda de sua popularidade após os protestos que tomaram o Brasil em junho. O texto, porém, menciona um consolo para a petista: enquanto ela caiu nas pesquisas, seus prováveis adversários na eleição de 2014 não deslancharam. 

• A convite do dono da legenda, deputado mensaleiro Valdemar Costa Neto (SP), o ex-governador do DF José Roberto Arruda deverá se filiar ao Partido da República (PR) para disputar as eleições de 2104. Mas se Arruda entrar por uma porta, por outra sairá o deputado federal Ronaldo Fonseca, presidente regional do partido no DF. Ele não aceita a filiação. E pesquisas no DF o aconselham a manter distância de envolvidos na Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, no DF.


Brasil corre o risco de ter gabinetes parlamentares dentro dos presídios, alerta deputado 
Gabinete na cela - O entendimento do Supremo Tribunal Federal de que é prerrogativa do Legislativo decidir sobre a cassação do mandato de parlamentares condenados com sentença transitada em julgado, o que atende principalmente aos interesses do PT e seus mensaleiros. Líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR) classificou a decisão do STF como esdrúxula. A Suprema Corte, durante o julgamento do Mensalão do PT, entendeu que, após essa fase, as Casas legislativas teriam que decretar automaticamente a vacância do cargo ocupado pelo condenado, convocando o suplente. No entanto, na quinta-feira (8), no julgamento do processo que é réu o senador Ivo Cassol (PP-RO), o Supremo mudou a decisão e agora estabelece que há a necessidade de votação da perda de mandato pelo plenário dos Legislativos. 
É uma situação esdrúxula. O Brasil vai correr o risco de ser o único país do mundo a ter políticos legislando da prisão. Como o voto para a cassação ainda é secreto, dependendo da força do partido um parlamentar condenado pela mais alta corte do país pode ser absolvido politicamente no Congresso. Vejam a incoerência, criticou o parlamentar. Rubens Bueno destacou ainda que a legislação já prevê que condenados perdem os direitos políticos. Se perde os direitos políticos não pode exercer mandato, avalia o deputado, que diz que a decisão do STF vai de encontro ao clamor da sociedade brasileira pela punição exemplar de políticos corruptos. 

Projeto afasta do cargo políticos presos 

Rubens Bueno é autor de Projeto de Lei (PL-2859/2011) que afasta imediatamente do cargo políticos e funcionários públicos presos em flagrante ou que tiveram a prisão preventiva ou temporária decretada pela Justiça. No último mês de abril, a proposta foi aprovada por unanimidade pela Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara. Agora, aguarda análise da Comissão de Constituição e Justiça e, se aprovado, segue para o Senado Federal. 
O projeto acrescenta artigo ao Código de Processo Penal e determina o afastamento imediato de suas funções do funcionário público preso. A proposta atinge governadores, ministros, parlamentares, prefeitos e agentes públicos em geral. 
Rotineiramente, vemos agentes públicos, inclusive prefeitos, despachando de cadeias públicas, mesmo após serem presos cautelarmente. Essa aberração não pode continuar, defende Bueno. 
• Na opinião do parlamentar, há necessidade de o Código de Processo Penal ser alterado e conter claramente o afastamento imediato do agente público preso. Até porque, mesmo preso, mas exercendo a chefia de um governo, o administrador pode prejudicar as investigações, influindo na coleta de provas ou determinando que seus assessores as modifiquem, ressalta Rubens Bueno. (ucho.info) 

Desembarque e Embarque, tranquilos, na Grécia 
• Não surpreende que, com esse nível de esculhambação, o país esteja na bancarrota...


Trânsito em SP: funcionários da CET relatam que Haddad destruiu a companhia em oito meses. 
Tutano zero – Marionete de luxo do lobista Luiz Inácio da Silva, o petista Fernando Haddad, prefeito da cidade de São Paulo, está longe de ser o estereótipo de gênio que o ex-presidente anunciou durante a campanha de 2010. Incompetente conhecido, até porque sua passagem pelo Ministério da Educação não deixa dúvidas, Haddad é um garotinho mimado que, como nove entre dez comunistas, detesta o contraditório. Tanto é assim, que os endereços eletrônicos do ucho.info, cadastrados para receber as informações sobre a municipalidade, foram eliminados da lista da assessoria de imprensa do petista, que ainda não anunciou quando tomará posse de fato no cargo. 
• Quando este site critica a pífia administração de Fernando Haddad, a camarilha vermelha de plantão sempre reage para defender incompetência, marca registrada de um partido que conseguiu levar a economia ao caos em apenas uma década. 
• Na edição de quinta-feira, 8 de agosto, o ucho.info publicou matéria condenando a incoerência de Fernando Haddad, que no embalo da expressão que é a coqueluche do momento, mobilidade urbana, disse que os paulistanos terão de repensar o uso dos automóveis. A declaração do alcaide petista se deveu à enxurrada de críticas que vem enfrentando por causa da implantação de corredores de ônibus exclusivos no chamado Corredor Norte-Sul, que liga o Campo de Marte ao Aeroporto de Congonhas, por meio de importantes avenidas como Tiradentes, Prestes Maia, 23 de Maio e Moreira Guimarães. 
• Com a redução de uma faixa em cada sentido do tal corredor, o trânsito na capital dos paulistas piorou sobremaneira nos últimos dias, mas Fernando Haddad insiste em posar como parente de Aladim, depois que seu padrinho político entupiu as cidades brasileiras com carros novos, todos adquiridos por incautos que caíram no conto do vigário palaciano. Enquanto servia para garantir a aprovação mentirosa de Lula e seu desgoverno, a realização do sonho do carro próprio era defendida pelo PT. Agora, com Lula fugindo da imprensa e Dilma Rousseff precisando se reeleger, Haddad ousa criticar os enganados pelo ex-metalúrgico. 
• Se o trânsito na maior cidade brasileira tornou-se caótico nos últimos tempos, a situação só não foi pior por causa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), mais precisamente pelos agentes que saem diariamente às ruas paulistanas para minimizar o caos patrocinado pela irresponsabilidade política de alguns. 
• Fernando Haddad e seus assessores acreditam que nossas críticas são infundadas, mas quando funcionários da CET nos procuram para desabafar e dizer que em oito meses da administração petista a companhia foi destruída, e por consequência a capital paulista. 
• Esse cenário típico de políticos incompetentes, que desconhecem o mais raso e simples significado da palavra planejamento, é resultado da pressão exercida pelo Movimento Passe Livre, que o próprio PT patrocinou e incendiou nos bastidores imundos da disputa pelo poder. Para atender os baderneiros de aluguel, que depois da fama repentina saíram de cena, o prefeito Fernando Haddad acionou o populismo barato e passou a penalizar os motoristas e proprietários de automóveis. 
• É importante que alguém informe a esse estreante que mobilidade urbana não se alcança apenas com a demarcação de faixas exclusivas para ônibus, decisão que serve para mais uma vez ludibriar a opinião pública. Aliás, aproveitando a ocasião, o que aconteceu com a proposta de campanha do Bilhete Único com validade de um mês. Assim como seu inventor eleitoral, Fernando Haddad é viciado em pílulas da mitomania.


• Citando ameaça específica, EUA pedem que americanos evitem o Paquistão. 
• Ataque de drones israelenses mata cinco no Egito. 
• Menor dependência de petróleo do Oriente Médio altera política dos EUA na região.


Conselho chinês 
• Há apenas duas coisas com que você deve se preocupar: Se está bem ou se está doente. 
• Se você está bem, não há nada com que se preocupar. Se você está doente, há duas coisas com que se preocupar: Se você vai se curar ou se vai morrer. Se você vai se curar, não há nada com que se preocupar. 
• Se você vai morrer há duas coisas com que se preocupar: Se você vai para o céu ou para o inferno. Se você vai para o céu, não há nada com que se preocupar. 
• Agora se você vai para o inferno, estará tão ocupado em cumprimentar velhos amigos que nem terá tempo de se preocupar. 
• Então para que se preocupar?

Nenhum comentário: