27 de jul de 2013

Papa salva estima dos povos....

 photo mwahaha.gif
• Durante a missa celebrada na Catedral Metropolitana de São Sebastião, no centro da capital fluminense, para mais de mil bispos, sacerdotes, religiosos e seminaristas, neste sábado (27), o papa Francisco lembrou de madre Teresa de Calcutá e chamou os líderes da Igreja Católica a irem até as periferias, onde as pessoas têm sede de Deus. Francisco chegou a citar uma frase de madre Teresa de Calcutá: Devemos estar muito orgulhos de nossa vocação, que nos dá a oportunidade de levar cristo aos pobres, às favelas, às vidas miseráveis. Francisco falou sobre a vocação religiosa e ressaltou que os sacerdotes têm que estar muito orgulhosos das suas, por elas lhes darem a oportunidade de servir a Cristo nos pobres

• Simpatia do Pontífice argentino conquista brasileiros até de outras religiões. Quatro meses após se tornar Papa, o hermano Francisco já virou irmão. 

• Encenação da via-sacra levou milhares de jovens à praia de Copacabana. 
• Autoridades e personalidades convidadas lotam Theatro Municipal para encontro com o papa. 
• Papa convoca sacerdotes a buscarem Cristo nas favelas e comunidades carentes e pede que religiosos se dirijam aos mais pobres. 
• Peregrinos da JMJ lotam estações do metrô do Rio. 
• Juventude do papa reza, se diverte e entra em clima de romance e paquera.

• A Prefeitura do Rio anunciou nesta sexta-feira a nova rota de peregrinação da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), tradicional nas edições do evento católico. Em vez de caminharem 13 quilômetros a Guaratiba, bairro na zona oeste da cidade, os fiéis vão percorrer um trajeto menor, de 9,5 quilômetros, da estação de trem Central do Brasil, na região central do Rio, até a praia de Copacabana (zona sul), para participarem da vigília com o papa Francisco, prevista para começar às 19h do sábado. O público estimado é de 1,5 milhão de pessoas. 

• A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) transformou o parque da Quinta da Boa Vista, antiga residência da família imperial, em um grande confessionário a céu aberto. Cercado por grades de proteção, um pequeno pedaço da imensa área verde, localizada em São Cristóvão, na zona norte do Rio, recebeu 65 cabines portáteis, à disposição dos fiéis para a confissão em sete idiomas (português, espanhol, inglês, francês, italiano, alemão e polonês). Os confessionários eram identificados com pequenas placas na parte da frente.


• Manifestantes fazem protestos contra governantes no Rio de Janeiro e em São Paulo. Grupo infiltrado na Paulista causou depredações, diz PM. Manifestantes depredaram mais de dez bancos e bloquearam ruas, uma concessionária de veículos, um carro de reportagem e bases da Polícia Militar na noite de sexta-feira em São Paulo. O protesto começou em apoio a manifestantes do Rio de Janeiro, contrários do governador Sérgio Cabral. 

• O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, é apontado nesta edição da revista Veja como pivô de uma intriga para derrubar seu colega da Fazenda; de acordo com a reportagem, ele teria procurado o vice-presidente, Michel Temer, e pedido a ele que levasse críticas sobre a condução da economia à presidente Dilma; Temer confirma o encontro com Mercadante, mas nega o teor da conversa; Mercadante, por sua vez, também repudia a insinuação; fogo amigo real ou intriga de Veja. 

• O Banco Central (BC) comunicou, há pouco, que entram em circulação na segunda-feira (29) as novas cédulas de R$ 2 e de R$ 5, da Segunda Família de Cédulas do Real. 

• Mega-Sena pode pagar R$ 14 milhões neste sábado. Terror midiático naufraga diante da realidade 

• Programas oficiais como Bolsa-família, Enem e Mais Médicos, o regime de pleno emprego e o controle da inflação já foram, um a um, dinamitados, antecipadamente, pela mídia tradicional; ao que se pode ler nos últimos meses em revistas como Veja, Exame e Época, fracasso de todas as principais iniciativas do governo Dilma, sem exceção, era líquido e certo; na vida real, porém, quadro é outro: inflação de junho foi de 0,07%, Mais Médicos bateu metas, Enem superou recordes, Bolsa-família é copiado mundialmente e estádios que Veja previu para 2038 já foram entregues e estão em uso; até aposta em que se cantaria o Hino Nacional de costas, na Copa das Confederações, deu errado, assim como a do apagão de energia; mídia vai se emendar? 

• Estudantes de medicina preparam mega-protesto contra projeto totalitário do pt. Em agosto haverá marcha a Brasília.

Projeto do Marco Civil muda e permite redução de velocidade de internet 
• As empresas de telefonia brasileiras obtiveram uma grande vitória ao conseguirem emplacar um artigo que as permite restringir a velocidade de internet dos usuários na proposta do Marco Civil da Internet, informa o jornal Folha de S.Paulo neste sábado. Pelo texto anterior, estava vedada a prática, adotada atualmente, de oferecer pacotes com limite de acesso a dados em que a velocidade é reduzida quando a franquia estabelecida no contrato é ultrapassada. Segundo a Folha, a mudança foi realizada para tentar garantir a aprovação do projeto, que já entrou na pauta de votações da Câmara dos Deputados seis vezes e nunca foi aprovado. 

O previsível Lewandowski 
• Nos poucos dias em que está comandando o STF, substituindo Joaquim Barbosa, o ministro Ricardo Lewandowski não está frustrando os poderosos. Declarou ilegal uma greve de médicos na Bahia, onde o governo é petista; suspendeu o pagamento de uma multa de R$ 200 mil que o blogueiro chapa branca e processado por racismo Paulo Henrique Amorim deveria pagar a Daniel Dantas; interrompeu o processo de impeachment contra Guilherme Afif, por ocupação de um ministério mesmo sendo vice-governador de São Paulo; e, finalmente, indeferiu liminarmente o mandado de segurança impetrado pela AMB contra o Programa Mais Médicos. Sem dúvida alguma, Lewandowski é o sonho de STF dos governistas e petistas. (BlogdoCoronel) 

Ibope: dois a cada três brasileiros acha Dilma regular, ruim ou péssima. 
• A inflação e as manifestações populares derrubaram a popularidade do governo Dilma Rousseff. O percentual de pessoas que consideram o governo como ótimo ou bom caiu de 55% em junho para 31% neste mês, informa a Edição Especial da Pesquisa CNI-Ibope, divulgada nesta quinta-feira, 26 de julho, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O número de brasileiros que avaliam o governo como ruim ou péssimo também é de 31%. A popularidade do governo é melhor na Região Nordeste, onde 43% dos entrevistados consideram o governo ótimo ou bom. Na Região Sudeste, esse percentual cai para 24%. 

• Índice aponta desafio de inclusão no Brasil. Estudo pesou variáveis de avanço econômico, inclusão financeira, direitos políticos e civis, acesso a educação e moradia. Um ranking de países latino-americanos indicou que o Brasil de hoje é uma nação mais rica, mas que ainda fica atrás dos líderes regionais quanto o assunto é a inclusão social. A análise de 16 países, feita por um grupo de estudos com sede em Nova York, olhou para aspectos que vão além de componentes econômicos como, por exemplo, a redução da pobreza, geralmente mencionada como indicador de maior inclusão. 

Prefeito do Rio posa de bom moço para minimizar efeito colateral dos erros cometidos na JMJ 
Chinelada do Senhor - Discorrer sobre a incompetência e a conhecida fanfarrice de Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, é penalizar a redundância, pois o alcaide carioca é a mais perfeita tradução desse binômio que se escora no fiasco. 
• Durante entrevista em que falou sobre a Jornada Mundial da Juventude, concedida à rádio CBN, Paes disse que a organização do evento da Igreja Católica está aquém do esperado, incluindo erros cometidos pela prefeitura. 
Eu acho que, quando não é perfeito, sempre fica mais perto de 0 do que de 10. Mas também não estou dando nota zero. Não é perfeito, a gente tem obrigação de ser perfeito, esse é meu papel. A organização não está bem, afirmou. 
• Ao admitir os erros da administração municipal, Eduardo Paes declarou: Joguem as responsabilidades para cima de mim, é de minha responsabilidade gerenciar a cidade, não quero empurrar responsabilidade para ninguém
• Esse repentino bom-mocismo do prefeito do Rio é a estratégia de última hora arrumada por assessores para tentar conter os efeitos colaterais da sequência de erros cometidos desde a chegada do papa Francisco à capital fluminense. 
• Eduardo Paes falou sobre a mudança do local da missa que encerrará a JMJ, de Guaratiba para a Praia de Copacabana. O Campus Fidei, em Guaratiba, foi tomado pela lama e, por recomendação de técnicos da prefeitura, descartado. 
É óbvio que todos esses problemas que surgiram não são motivos de alegria, mas esse evento tem umas características de imprevisibilidade, disse Paes, que negou o uso de dinheiro público na preparação do evento no terreno em Guaratiba. Não há um tostão de recurso público investido nessa área, disse o prefeito do Rio. 
Problema conhecido 
• Guaratiba é um local inóspito e desprovido de infraestrutura, algo que o prefeito sempre soube, assim como seus assessores. A chuva que caiu no Rio de Janeiro nos últimos dias apenas reforçou um cenário caótico que há muito é conhecido. 
• Se por um lado Eduardo Paes garante que não houve investimento de dinheiro da prefeitura na preparação do Campus Fidei, por outro o Vaticano quer saber quem pagará o prejuízo. Afinal, foi da prefeitura do Rio a recomendação para que o local abrigasse a missa que será celebrada pelo papa Francisco.
• Além do transtorno causado à Igreja Católica, a prefeitura deve se preocupar com o prejuízo que caiu sobre os moradores da região, que investiram seus parcos tostões para comprar mercadorias que seriam revendidas, como forma de reforçar um orçamento sempre magro. 
• Fora isso, milhares de pessoas deixarão de participar da missa por falta de condições para chegar à Praia de Copacabana, que fica a aproximadamente 50 km de Guaratiba. 
• Diante de um cenário marcado por sequência de erros injustificáveis, não é preciso qualquer esforço do raciocínio para vislumbrar o que acontecerá no Brasil durante a Copa do Mundo. Se com 1,5 milhão de fiéis a prefeitura do Rio de Janeiro quase colapsou, imagine, caro leitor, com uma legião de fanáticos amantes da bola.
• É bom lembrar que ao apresentar a paisagem do Rio de Janeiro à cúpula da FIFA, Eduardo Paes abusou da galhofa e falou em dar uma chinelada na paulistada. (ucho.info)


A Carne é da Friboi...? Boi-cote...! 
 photo _aafriboi_zps72a078c0.jpg 

• Um salto de qualidade! O fenômeno da roubalheira desenfreada no País. O poder do seu dinheiro somado à publicidade nas tvs. 
A prosperidade de alguns homens públicos do Brasil é uma prova evidente de que eles vêm lutando pelo progresso de nossas mazelas (pobreza, atraso, injustiça, corrupção, impunidade, insegurança, saúde e educação à míngua, tributos pesados e serviços públicos ridículos, infraestrutura abandonada, investimentos equivocados....).


• Maquinista do trem que descarrilou na Espanha é acusado de homicídio por imprudência. Brasileiro está entre as vítimas do acidente. A família pediu que sua identidade e informações pessoais não fossem divulgadas, segundo o Itamaraty. 

• Falta de recursos compromete reputação da saúde em Cuba. Tratado como uma das grandes conquistas do regime castrista, sistema de saúde cubano é em vários aspectos de primeiro mundo. Porém, seis décadas após início da Revolução, vê qualidade ameaçada por série de problemas.
• Quando, na década passada, Diego Maradona tentou se livrar das drogas, foi em Cuba que ele buscou reabilitação. Foi também na ilha caribenha que Hugo Chávez, na batalha contra o câncer, se tratou praticamente até seus últimos dias de vida. A opção dos dois carrega certa carga ideológica, mas, ao mesmo tempo, transmite confiança num sistema de saúde tido por muitos como referência. 
• Passadas seis décadas do início da Revolução, a qualidade do sistema de saúde de Cuba é vendida pelo regime como uma das principais conquistas entre a série de ambiciosas metas traçadas por Fidel Castro. Segundo o Banco Mundial, a ilha tem hoje 6,7 médicos para cada mil habitantes e fica atrás apenas de Mônaco. 

• Nos confrontos no Egito, pelo menos 75 pessoas morreram e mais de 4,5 mil ficaram feridas ontem, dia 26, no Egito, entre partidários do ex-presidente Mohamed Morsi e manifestantes contrários ao mandatário deposto. Entretanto, segundo Al Jazeera, os mortos seriam pelo menos 120. 


• Sete pessoas morreram em um tiroteio em um edifício residencial em Hialeah, a zona mais latina de Miami, onde um homem tomou como reféns os vizinhos desde a tarde de sexta-feira até morrer pelas mãos da polícia na madrugada deste sábado.

• O presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, que foi acusado de assassinato e outros crimes, deve ser transferido para a mesma prisão do Cairo onde o ex-presidente Hosni Mubarak está detido, disse neste sábado o ministro do Interior. 

• Sequestrador de Cleveland faz acordo e ficará a vida toda e mais 1.000 anos. Castro responderá por pelo menos 937 acusações. Ariel Castro, acusado de sequestrar e manter em cativeiro três americanas durante dez anos, aceitou um acordo judicial que o livrará da pena de morte. Em troca, ele se livrará da condenação à morte pelas mais de 10 mil acusações a que responde.

Nenhum comentário: