4 de jul de 2013

Mexidas na política brasileira e o povo...

 photo _aaplesbis_zps8e68afd0.jpg Carta do Movimento Social a Dilma Roussef 
• 35 entidades do movimento social e popular publicaram uma carta, destinada à presidente Dilma Roussef, sobre a onda de manifestações no país e os rumos do governo. As entidades propõem a realização urgente de uma reunião nacional, envolvendo governos estaduais, prefeitos das principais capitais, e os movimentos sociais, como forma de encontrar saídas para enfrentar a grave crise urbana que atinge as grandes cidades. Confira a íntegra do documento: 
Cara Presidenta, 
• O Brasil presenciou, nesta semana, mobilizações que ocorreram em 15 capitais e centenas cidades. Concordamos com suas declarações que afirmam a importância para a democracia brasileira dessas mobilizações, cientes que as mudanças necessárias ao país passarão pela mobilização popular.
• Mais que um fenômeno conjuntural, as recentes mobilizações demonstram a gradativa retomada da capacidade de luta popular. É essa resistência popular que possibilitou os resultados eleitorais de 2002, 2006 e 2010. Nosso povo, insatisfeito com as medidas neoliberais, votou a favor de um outro projeto. Para sua implementação, esse outro projeto enfrentou grande resistência principalmente do capital rentista e setores neoliberais que seguem com muita força na sociedade.
• Mas, enfrentou também os limites impostos pelos aliados de última hora, uma burguesia interna, que na disputa das políticas de governo, impede a realização das reformas estruturais, como é o caso da reforma urbana e do transporte público.
• A crise internacional tem bloqueado o crescimento e com ele, a continuidade do projeto que permitiu essa grande frente que, até o momento sustentou o governo.
• As recentes mobilizações são protagonizadas por um amplo leque da juventude que participa pela primeira vez de mobilizações. Esse processo educa aos participantes permitindo-lhes perceber a necessidade de enfrentar aos que impedem que o Brasil avance no processo de democratização da riqueza, do acesso a saúde, a educação, a terra, a cultura, a participação política, aos meios de comunicação.
• Setores conservadores da sociedade buscam disputar o sentido dessas manifestações. Os meios de comunicação buscam caracterizar o movimento como anti Dilma, contra a corrupção dos políticos, contra a gastança pública e outras pautas que imponham o retorno do neoliberalismo. Acreditamos que as pautas são muitas, como também são as opiniões e visões de mundo presentes na sociedade. Trata-se de um grito de indignação de um povo historicamente excluído da vida política nacional e acostumado a enxergar a política como algo danoso à sociedade.
• Diante do exposto nos dirigimos a V. Ex.a para manifestar nosso pleito em defesa de políticas que garantam a redução das passagens do transporte público com redução dos lucros das grandes empresas. Somos contra a política de desoneração de impostos dessas empresas.
• O momento é propício para que o governo faça avançar as pautas democráticas e populares, e estimule a participação e a politização da sociedade. Nos comprometemos em promover todo tipo de debates em torno desses temas e nos colocamos à disposição para debater também com o poder público.
• Propomos a realização, com urgência, de uma reunião nacional, que envolva os governos estaduais, os prefeitos das principais capitais, e os representantes de todos os movimentos sociais. De nossa parte, estamos abertos ao diálogo, e achamos que essa reunião é a única forma de encontrar saídas para enfrentar a grave crise urbana que atinge nossas grandes cidades.
• O momento é favorável. São as maiores manifestações que a atual geração vivenciou e outras maiores virão. Esperamos que o atual governo escolha governar com o povo e não contra ele.
Assinam: ADERE-MG; Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG); AP – Assembléia Popular; Barão de Itararé; CIMI; CMP-MMC/SP; CMS; Coletivo Intervozes; CONEN; Consulta Popular; CTB; CUT; Fetraf; Fórum Ecumênico ACT Brasil; FNDC- Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação; FUP; KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço; Levante Popular da Juventude; MAB; MAM; MCP; MMM; Movimentos da Via Campesina; MPA; MST; Quilombo; Rede Ecumênica de Juventude (REJU); SENGE/PR; Sindipetro – SP; SINPAF; UBES; UBM; UJS; UNE;/ UNEGRO 
Fonte: Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação 

Dilma teme efeito de protestos em leilões 
• A presidente Dilma e sua equipe econômica já temem que as decisões de suspender reajustes de pedágios, tarifas de ônibus e de energia elétrica devido à onda de protestos tenham impacto negativo sobre os leilões de concessões de rodovias e ferrovias. Segundo assessores presidenciais, a preocupação é que investidores estrangeiros, fundamentais para o sucesso dos leilões programados para o segundo semestre, possam se retrair diante das incertezas geradas pelas pressões populares.(Folha de São Paulo) 

Em linguagem clara e inquestionável, está aí a verdade sobre as recentes manifestações de rua!


Protestos 
• PF vai abrir inquérito para apurar bloqueios nas estradas. Governo não ficará quieto diante de bloqueios. Organizador dos bloqueios dos caminhoneiros diz que rodovias serão liberadas. Aos protestos de caminhoneiros, dizem policiais que faltam efetivo e estrutura para liberar estradas. Comissão aprova descanso da categoria. 
• Manifestantes marcam novo protesto em frente ao prédio de Cabral nesta quinta-feira. Hoje, às 18h, está programada na esquina do prédio mais uma manifestação pedindo o impeachment de Cabral. Podem imaginar que centenas de policiais serão convocados. E a nota não fala dos carros e policiais à paisana que são da segurança pessoal de Cabral e da família, uns ficam dentro do prédio. São quase 60 policiais e uns 20 veículos. Isso que é medo do povo. 
• Bancários param hoje até meio-dia. Agências bancárias de todo o país serão paralisadas hoje (4) em protesto contra um projeto de lei que regulamenta a terceirização no Brasil. Em São Paulo, os trabalhos serão interrompidos somente nas agências da avenida Paulista.Bancários paralisam as atividades por duas horas nesta manhã nas agências da avenida Paulista, em São Paulo. A categoria protesta contra o projeto de lei do deputado federal Sandro Mabel (PMDB-GO) que viabiliza oficialmente a terceirização de todos os serviços no país. 
• Avenida Paulista, em SP, teve protesto de médicos, metroviários e deficientes auditivos hoje. 
• Caderno de economia do jornal repercute multa de R$ 274 milhões imposta à Globo por irregularidades na compra dos direitos da Copa de 2002; denúncia original foi feita pelo blog O Cafezinho, do jornalista Miguel do Rosário, que publicou até documentos sobre a situação fiscal da família Marinho; corrigida, a dívida chegaria a R$ 615 milhões; ontem, este foi um dos motivos que levaram cerca de mil pessoas a protestar diante da emissora, no movimento Ocupe Rede Globo; sócias no jornal Valor Econômico, Folha e Globo trocam caneladas.


Vergonha, governos que nada fazem deixam esse legado 
• Pior seca em 50 anos no Nordeste segundo o Instituto Nacional de Meteorologia deixa 1.297 cidades em situação de emergência e 10 milhões sem água. População enfrenta problemas de abastecimento e morte de gados. Em Salvador, Dilma decide anunciar medidas contra a seca em primeiro evento após vaia. 
• Comissão do Senado aprova PEC que acaba com voto secreto. Comissão amplia pena para crimes contra animais. 
• A Câmara dos Deputados aprovou, por 408 votos favoráveis, três contrários e uma abstenção, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 207, que estende às defensorias públicas da União e do Distrito Federal a autonomia funcional e administrativa e a iniciativa de sua proposta orçamentária concedidas às defensorias estaduais. 
• Brasil tem novas regras para direitos autorais. Pressionado por artistas, Senado aprova projeto de lei que muda cobrança, arrecadação e distribuição do Ecad. O Plenário do Senado aprovou quarta- feira, o projeto de lei que estabelece novas regras para a cobrança, arrecadação e distribuição dos direitos autorais de obras musicais. O PLS 129/2012 foi elaborado a partir do trabalho da CPI do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), criada pelo Senado para investigar denúncias de irregularidades contra a entidade. Dilma estava lá e curtiu a presença de Roberto Carlos e outros artistas. 
• BCE mantém taxa de juros a 0,5%.
• Bovespa sobe mais de 1%; dólar recua após nova medida do BC. 
• Ações das empresas Eike disparam após bilionário anunciar saída da MPX. Alta é de 11,63%. Papéis da OGX também avançam. Renúncia foi anunciada hoje. Produção de óleo e gás da OGX sobe 26,4% em junho. Mesmo diante da iminente queda do império de Eike Batista, o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, afirmou nesta quinta-feira 4 que o empresário ainda possui ativos muito valiosos
• CNI reduz projeção de expansão do PIB brasileiro a 2% em 2013. Produção de veículos cai em junho. 
• Implantação de uma grande usina da CSN em Itaguaí é negada por unanimidade.
• O oculto Lula sugere que Dilma corte ministros e mude equipe econômica. Só dois partidos da base apoiam plebiscito. 

Plebiscito para inglês ver? 
• ...Para valerem já no ano que vem, as votações precisam estar concluídas um ano antes, no início de outubro. Haverá tempo para o Congresso fechar o pacote de perguntas no prazo? E para que as campanhas publicitárias informem, expliquem e massifiquem a questão? E para transportar a vontade popular para as leis? 
• Independentemente do resultado, porém, Dilma já está se blindando, ou sendo blindada. Se der certo, a vitória é dela, que ouviu a voz das ruas. Se der errado, que pena, ela fez tudo o que podia e o Congresso brecou. A culpa acaba sempre caindo mesmo na conta dos políticos. Parece simples, mas não é. Os manifestantes pedem educação, saúde, transporte, segurança. Contrapor com plebiscito sobre reforma política já parece pouco... (Eliane Cantanhêde, jornalista) 

Saída honrosa para Dilma
..Depois que os líderes da base aliada explicitaram que seria impossível aprovar, agora, a proposta da presidente Dilma Rousseff de plebiscito para a reforma política, o Palácio do Planalto tenta encontrar uma saída honrosa para o impasse. A solução apresentada pelos líderes foi comunicada hoje ao ministro da Educação, Aloizio Mercadante que despachou à tarde num gabinete da Câmara dos Deputados. O plebiscito será feito apenas durante a eleição de 2014, e não em setembro, como desejava o Planalto. Nas palavras de um líder que participou das negociações, Dilma poderá usar a desculpa de que a Justiça Eleitoral apresentou empecilhos legais e políticos para a realização do plebiscito. E que haveria um gasto excessivo para realizar uma consulta popular fora do prazo eleitoral.... (Gerson Camarotti) 

• Royalties: Projeto do Senado retira R$ 165 bi de educação e saúde. O Projeto de Lei sobre a destinação dos royalties do petróleo para educação e saúde aprovado pelo Senado na noite de terça-feira (2) diminuiu os recursos a serem investidos nas duas áreas em R$ 164,94 bilhões nos próximos dez anos. O texto aprovado pelo Senado muda os contratos sobre os quais incidem as novas regras e reduz a parte de investimento feita por Estados e municípios e a divisão do Fundo Social do Pré-Sal. 

Local da missa do Papa 
• Um dos maiores empresários de ônibus da cidade é também um dos donos do terreno em Guaratiba, o Loteamento Vila Mar, local da missa que encerrará a Jornada Mundial da Juventude.
 photo _aapaesjacobbarata_zpsfa0d5876.jpg 

• A área de dois milhões de metros quadrados foi cedida à organização do evento, mas se beneficiará de obras de terraplanagem e das que estão sendo feitas, pela prefeitura, em seu entorno. 
• O empresário de ônibus, Jacob Barata Filho, é parceiro de Paes em outras armações com o dinheiro público. Para quem não sabe o prefeito paga R$ 50 milhões por ano às empresas de transporte para elas, pasmem, fazerem o controle da frequência escolar nas escolas municipais. É algo inédito no planeta. Jacob Barata, muitíssimo generoso, cedeu o terreno graciosamente. 
• A Prefeitura está bancando a terraplanagem, drenagem e várias outras intervenções. E quando o Papa for embora, ainda este ano, Jacob Barata vai anunciar um mega empreendimento imobiliário onde vai faturar dezenas de milhões com mais uma ajuda de Paes. 
• É escândalo em cima de escândalo aqui no Rio de Janeiro. Cabral, Pezão, Paes, a turma do PMDB e a Gangue dos Guardanapos estão assaltando os cofres públicos e fazendo negociatas vergonhosas. Mas isso vai acabar! (ODia, Garotinho) 

• De 2000 a 2012, tarifas de ônibus sobem 67 pontos acima da inflação, diz Ipea. Nesse período, o preço das tarifas do transporte público urbano subiu mais do que a inflação, o preço dos combustíveis e dos automóveis, segundo nota técnica divulgada pelo Ipea nesta quinta-feira (4), em Brasília. O relatório compilou dados do IPCA e preços das tarifas de ônibus de nove capitais brasileiras. Enquanto o IPCA teve alta de 125% no período de janeiro 2000 a dezembro 2012, as tarifas dos ônibus aumentaram 192%, 67 pontos percentuais acima da inflação. 

• Caminhoneiro é morto após tentar furar bloqueio no RS. Rodovia de São Paulo é interditada por manifestantes. Bloqueio provoca acidente e mata 5 pessoas em MG. 

• Serviços bancários avulsos são mais baratos do que pacotes padronizados, diz Proteste. Veja mais

Desgovernar governando 
• O PMDB disputa com o PT quem tem mais apetite por cargos no governo. Pois, agora, o comando peemedebista solta nota sugerindo à presidente Dilma que reduza o número de ministérios. Mas perguntem se eles aceitam que os cortes atinjam seus cargos no governo. É claro que não. Eles querem cortar cargos e ministérios do PT e de outros partidos aliados, mas os deles nem pensar. Como disse um colega deputado: Isso é só piada deles para descontrair o ambiente que anda pesado

O texto 
• Para seu conhecimento sobre a atual esbórnia brasileira, comandada pelo PT apóstata! 
 Não podemos desanimar e entregar os pontos! 
• Vamos continuar pressionando, do jeito que está ao nosso alcance! 
• O Sistema de Poder corrupto, só será afetado a partir da pressão popular! 

A Reforma Política 
• Nós estamos carecas de saber que este plebiscito é cortina de fumaça para esconder os erros do governo. 
• Popularidade mais baixa que a do Collor na época que ele roubou nosso dinheiro. 
• Inflação em alta. 
• Desenvolvimento nulo. 
• Investimentos quase zero. 
• Gastos astronômicos do governo com 39 ministérios só para cabides de empregos para apadrinhados, sendo que 18 a 20 seriam mais que o suficiente com bilhões de economia para o país. 
• O plebiscito vai custar no mínimo 500 milhões. 
• As estatais sendo sucateadas pelos desmandos, corrupção e incompetência dos dirigentes. 
• O valor de mercado delas estão no nível mais baixo da história. 
• Vamos apoiar os caras pintadas, já que que estão querendo reforma política e que o povo deve optar, vamos lá ver algumas coisas que o povo exige: claro que precisa mudar muitas coisas mais, principalmente no que se refere às empreiteiras que elegem os deputados e senadores e depois cobram em obras superfaturadas. 
• Vejam só o tanto de dinheiro do BNDES para os governos de Cuba, Angola, Sudão e mais algum que a gente não sabe - tudo por meio das super-empreiteiras. 
• Já ouvi um deputado dizer que o salário que ele ganha na Câmara, não cobre os gastos com a campanha. 
• Então a corrupção é generalizada e não compensa ser um deputado honesto. 
• 1) Fim do voto obrigatório. Se não gosto de ninguém, na lista de candidatos, eu simplesmente não voto. 
• 2) Voto aberto na Câmara e no Senado para tudo. Nada de covardia de se esconder no anonimato. 
• 3) Voto Distrital puro. Nada de distrital misto. Eu quero que meu representante seja aqui de perto de mim e eu possa fiscalizar.
• 4) Fim do foro privilegiado para julgamento de parlamentares. Como nos Estados Unidos, eles serão julgados como qualquer cidadão comum. 
• 5) Férias iguais a qualquer trabalhador, pro Judiciário também. 
• 6) Fim do suplente de senador sem voto. E retirar o terceiro que foi colocado lá pelos militares. A Dilma que é tão intransigente com os militares, porque ninguém fala em abolir o terceiro senador? 
• E que a Câmara passe para 250 deputados. 
• 7) Imunidade Parlamentar só para poder se expressar livremente. Para roubos, falcatruas, crimes de trânsito, desvio de dinheiro, roubar salário de assessor etc., nada de Imunidade e os prazos serão os mesmos que o cidadão comum. 
• 8) O mais importante no caso de corrupção é devolver o que roubou. Imediatamente, antes de qualquer cadeia. E inelegibilidade ( impossibilidade de exercer função pública por pelo menos 20 anos). No caso de corrupção muito grave, inelegibilidade para sempre (isto para todo servidor público, federal, estadual ou municipal). 
• 9) Planos de Saúde iguais aos nossos, com pagamento e tudo mais. Nada seria de graça no Congresso. 
• 10) Diminuir em dois terços os assessores parlamentares e os salários compatíveis com os da iniciativa privada e com concurso. Nada de eleger parentes e amigos.
• 11) Fim da troca de partidos, se não gosto do meu partido, peço demissão, nada de mudar para outro. 
• 12) O mais importante de tudo. Nós teríamos o direito, mediante ação popular, de cassar os mandatos daqueles que o povo julgar que não merece ser deputado ou senador. 
• Lute de alguma forma, se você nada pode fazer, pelo menos repasse a seus contatos e acrescente o que você gostaria que fosse mudado no Senado, na Câmara, nas Assembleias Estaduais e nas Câmaras de Vereadores. (Quanto a vereadores, eu gostaria que não tivessem salário) - o Brasil é o único país do mundo a pagar salário a vereador.


• Caso Snowden abala lua de mel de EUA e América Latina. Manifestantes bolivianos protestam contra a França. Para analistas, países da AL não tomariam mesma atitude de Evo Morales, classificada por analista de leviana. Caso Morales: Itamaraty repudia arrogância de europeus. Venezuela avaliará os laços com a Espanha depois do incidente Morales. Eurocâmara exige que EUA esclareçam imediatamente acusações de espionagem. 

• Exército derruba presidente do Egito, anuncia transição e multidão festeja. Constituição está suspensa e governo interino vai preparar eleições presidenciais. Prêmio Nobel da Paz ElBaradei diz que plano militar é passo rumo à reconciliação nacional. Líder supremo da Irmandade Muçulmana é preso. Militares enfrentarão desafios para cumprir promessas no Egito. País terá que incluir forças islâmicas no processo político para evitar violência. Egípcios festejam nas ruas a queda de Morsi. Mudanças no Egito deixam EUA em posição desconfortável. Israel reage com cautela à deposição de Mursi no Egito. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon pede restauração do governo civil e um diálogo inclusivo no Egito. 

• Mandela permanece em estado crítico, mas estável. Mulher de Mandela diz que ele às vezes sente dor, mas está bem. Os restos dos filhos de Mandela estão enterrados de novo em Qunu. 

• Transplantes de medula livram pacientes de vírus HIV. Portadores receberam nova medula para tratar câncer e anos depois não encontraram sinais de vírus no organismo. Tratamento precoce do HIV cura até 15% dos pacientes. 

• Igrejas evangélicas disputam imigrantes haitianos em Rondônia. Culto para haitianos da Assembleia de Deus. Grupos religiosos estão de olho em milhares de possíveis novos fiéis. Haitianos adeptos do vodu buscam no candomblé alternativa a igrejas. Melodias haitianas embalam cultos em Porto Velho. 

• América Latina é região que mais rejeita bullying no trabalho. Pesquisa francesa compara atitudes de funcionários em 14 países. 

Se um homem marcha com um passo diferente do dos seus companheiros, é porque ouve outro tambor. (Henry Thoreau) 

Nenhum comentário: