16 de jul de 2013

Impossível enganar todo o tempo....

 photo _aanaovotemaispt_zps6d9af2cc.jpg• Um país sem Governo: Despesa do governo passa de R$ 1 tri pela primeira vez. 

• Pesquisa revela que aprovação a Dilma é de só 20% e Lula já carrega de 39% a 41% de rejeição a seu nome. 

• A popularidade real de Dilma Rousseff só chega hoje a 20%. Nem Lula pode salvá-la, já que o índice dele também desabou dos 83% de quase unanimidade, quando deixou o governo, para os atuais 39 a 41% de rejeição. Pior que eles só o ex-Presidente e imortal senador José Sarney (com 92% de desaprovação), Renan Calheiros e Henrique Alves (presidentes do Senado e da Câmara, ambos rejeitados por 89%. 
• Esses números, de uma pesquisa feita para consumo interno de empresários e políticos, inviabilizam as intenções reeleitorais de Dilma. Também não recomendam uma aventura sobre uma volta de Lula ao Palácio do Planalto – nem porque ele não queira, mas porque sua saúde não permite a dureza de uma campanha presidencial. E a numerologia do desgaste também demonstra a bronca do cidadão-eleitor-contribuinte com os principais líderes políticos do País. (Alerta Total) 

• A Confederação Nacional do Transporte divulgou, nesta terça-feira (16), os resultados da 114ª pesquisa em parceria com o instituto MDA. Segundo a pesquisa, se as eleições presidenciais de 2014 fossem hoje, a presidente Dilma Rousseff teria 33,4% dos votos, contra 20,7% de Marina Silva (Rede Sustentabilidade); 15,2% do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e 7,4% do governador Eduardo Campos (PSB-PE). A queda de Dilma em relação à pesquisa anterior é de 19,4 pontos percentuais e a disputa iria para o segundo turno. 


• CNT: Quase 85% aprovam manifestações. Pesquisa divulgada nesta terça-feira mostra ainda que para 64,9% dos entrevistados, as manifestações nas redes sociais e nas ruas podem interferir nas eleições de 2014; apenas 7,7% responderam não acreditar na interferência do movimento no resultado das urnas. 

• O governador de Pernambuco e virtual candidato à Presidência da República em 2014 pelo PSB, Eduardo Campos, negou as especulações de que poderia filiar-se ao PT para vir a ser o candidato do partido, ungido pelo ex-presidente Lula, ou como vice na chapa da reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT); Campos foi taxativo quanto ao assunto: Não tem a menor procedência. Nem uma coisa, nem outra, afirmou. 

• Médicos de todo o país prometem sair às ruas nesta terça-feira (16) para protestar contra o que a categoria vem chamando de pacotão da Dilma. Os profissionais se manifestam contra a Medida Provisória 621/2013, que instituiu o programa Mais Médicos, e contra os vetos à chamada lei do Ato Médico, anunciados semana passada. Pelo menos 12 Estados devem participar da mobilização, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), e o atendimento à população não deve ser prejudicado. 

• Estudantes ocupam universidade no Rio. Alunos de Medicina exigem o pagamento de salário atrasado a professores da Gama Filho. 

• Cerca de 600 policiais fazem marcha pela reforma da PF. Manifestação deve seguir para o Congresso. 

• Cena externa pressiona negócios; Bovespa cai e dólar tem alta. 

• O que está nas redes sociais então é invenção, pois o governador Cabral diz que protestos no Leblon e no Palácio Guanabara têm cunho político. Governador é alvo de novas manifestações durante lançamento dos programas Renda Melhor e Renda Melhor Jovem em Volta Redonda, no sul fluminense. 

• Abin vê protestos como ameaça à Jornada Mundial. Agência declarou alerta vermelho para manifestações espontâneas. Evento no Rio de Janeiro terá a presença do Papa. Jornada ocorre entre os dias 23 e 28. 

• Tudo voltando ao normal? As manifestações se concentraram em junho. Chegamos à metade de julho em relativa calmaria. Para a velha política, nada melhor do que tudo voltar ao normal. Ou seja, eles continuarem a fazer política como sinônimo de negócio. Qualquer mudança para a eleição de 2014 já foi descartada. Os cinco pactos da Dilma fracassaram antes de serem formalizados. Há um vazio de lideranças. O jogo foi zerado. A pergunta que fica é quem vai ocupar este espaço? (Marco Antonio Villa) 

• Joaquim Barbosa já sofre as agruras de quem infunde medo. Traduzindo: pequenas notinhas maldosas contra ele, publicadas na imprensa, fazem parte de uma ação coordenada dos que temem sua candidatura, operação destinada a se repetir na medida do crescimento de seu nome nas pesquisas sobre a sucessão de 2014. É possível que o presidente do Supremo Tribunal Federal acabe aceitando disputar o palácio do Planalto, ainda que impedido de apresentar-se como candidato avulso, sem partido, proposta por ele defendida mas que o malogro da reforma política deixará para as calendas. Se aceitar enfrentará o constrangimento de sua apresentação por um pequeno partido, apesar de haver declarado que todas as legendas são de mentirinha. (Carlos Chagas) 

Manobra esperta e o TSE achou legal 
• Resumindo, porque ninguém mais tem paciência para perder tempo em leituras de canalhices: 
• O pai candidatou-se ao cargo de prefeito. Como tinha vida mais suja que poleiro (2 condenações por gatunagem), foi pego pela Lei da Ficha-Limpa. Valendo-se de liminar, e só para ganhar tempo, permaneceu fazendo campanha. Faltando 14 horas para as eleições, e sabendo que, se fosse eleito, seria cassado, desistiu da candidatura, mas pediu ao seu partido - PMDB, como sempre - para registrar a candidatura do seu filho no seu lugar. O partido atendeu, mas, como não dava mais tempo para substituir a foto e o nome do pai ladrão, o filho concorreu, usando, na urna eletrônica, a foto e o nome do pai. 
• Urna eletrônica, principalmente no interior, a gente já sabe: a fraude anda à solta. Resultado: o filho, com a foto do pai, venceu. 
• O 2º colocado entrou com processo no TSE, denunciando a trama. E o que fez o TSE? Deu razão ao filho do pai pilantra. 
• A Justiça Eleitoral de São Paulo diplomará nesta terça-feira (16) o novo prefeito da cidade de Paulínia, Edson Moura Júnior (PMDB). A diplomação aprova a brecha que o Tribunal Superior Eleitoral abriu na Lei da Ficha Limpa.
• Em maio, por cinco votos a um, o TSE decidiu que foi legal a manobra caseira feita pelo candidato original ao cargo, Edson Moura, de renunciar à candidatura menos de 24 horas antes das eleições de 2012, e colocar o filho em seu lugar para concorrer, após conseguir o registro de candidatura e fazer campanha, até a véspera das eleições, amparado por uma liminar, já que havia sido condenado duas vezes por improbidade administrativa. O candidato renunciou à disputa às 18h11 de sábado, dia 6 de outubro de 2012, ou seja, menos de 14 horas antes da abertura das urnas. Na ocasião, o PMDB registrou seu filho, Edson Moura Júnior, como o candidato que disputaria as eleições. Era impossível, então, substituir a foto e as informações do pai pelas do filho. 
• Moura Júnior ganhou a eleição, mas seu adversário, José Pavan Júnior (PSB), segundo colocado na disputa, recorreu à justiça, que decidiu que a manobra era ilegal e totalmente abusiva. De acordo com a decisão, Edson Moura sabia que não poderia concorrer por conta das condenações que o tornam ficha suja. Ainda assim, lançou chapa e fez campanha até trocar sua candidatura pela do filho na noite anterior às eleições. Por conta dessa primeira decisão, Pavan Júnior tomou posse, mas Moura recorreu ao TSE, e ganhou. Os ministros entenderam que a legislação permite a substituição de candidatos até a véspera do pleito. A permissão serve para casos de morte, por exemplo, argumentaram alguns ministros. A maioria não entendeu como ato de má-fé a manobra de Edson Moura e seu filho. 

• Polícia não descarta hipótese de incêndio criminoso em prédio do AfroReggae. A pousado foi atingida por incêndio, no Complexo do Alemão. Redação de jornal comunitário também pegou fogo. 

• Que belo exemplo da juventude! Enquanto jovens de todas as classes foram para as ruas exercer seus direitos de cidadão, cobrar e protestar, o neto de Jacob Barata, o Rei dos Ônibus, o jovem Daniel Barata, o Baratinha, playboy milionário, foi para a janela do Copacabana Palace debochar e provocar dos manifestantes que protestavam contra a caixinha da FETRANSPOR e contra Cabral. Podendo esbanjar, jogou cédulas de R$ 20 na direção das pessoas, como mostra a foto da Veja, e, também arremessou um cinzeiro na cabeça de um rapaz que levou seis pontos na testa. Segundo o Globo, o banquete da Dona Baratinha custou em torno de R$ 2 milhões, pagos com o suor e o aperto dos trabalhadores que sofrem diariamente no sufoco dos ônibus lotados do Rio.

• “...Os radicais querem a cabeça do enriquecido e ilícito Serginho Cabralzinho Filhinho. Nada contra. Mas precisam exigir a melhor ideia de tudo isso: fim da reeleição e reunificação de todos os mandatos em 5 anos. Basta uma PEC, imediata. No início de 2014, Eduardo Campos no auge. Agora que aparentemente esmoreceu o movimento das ruas, as conversas e os encontros entre políticos devem aumentar substancialmente. Dona Dilma não fez nada, não deixou de aparecer na televisão, por isso foi quem sofreu maior desgaste, praticamente irrecuperável. Seu futuro no PT (interno) era quase tão grande negativamente quanto o desprestígio (externo). Tida como obstinada, decidiu contra tudo e contra todos, não demitir um só dos ministros, nem fundir um só dos ministérios. Conselho de Mercadante, porta-voz, mas sem ser porta-votos. Tentou jogar a culpa de tudo no Legislativo, este se salvou, ela naufragou..." (Helio Fernandes) 

PSDB acusa Dilma de calote na saúde e educação 
• A presidenta Dilma Rousseff está ganhando fama de caloteira no Congresso Nacional: cerca de R$ 20 bilhões anunciados pelo governo para educação e saúde até hoje não saíram do papel. Segundo levantamento feito pela liderança do PSDB, R$ 10,3 bilhões destinados à educação seguem perdidos no limbo dos chamados restos a pagar. Na saúde, a dívida gira em torno dos R$ 9,7 bilhões. De acordo com o Tribunal de Contas da União, 73% dos investimentos anunciados na saúde e 55% na educação, em 2012, não foram executados. Câmara adia para agosto votação sobre royalties para a educação. Falta de acordo impediu análise de proposta. 

Por apartamentos mais frescos e menos barulhentos 
• Novas regras para construção de imóveis começam a valer na sexta-feira. Mudanças incluem obrigatoriedade de isolamento térmico e acústico. Construção civil no Brasil terá novas regras a partir de sexta-feira, dia 19 de julho. 
• A partir da próxima sexta-feira, dia 19, a construção de imóveis residenciais no país terá novas regras, incluindo a obrigatoriedade de isolamento acústico e térmico, entre outras exigências. Os apartamentos, por exemplo, terão um valor máximo de decibéis permitido para ruídos externos e a temperatura de dentro da residência deverá atender a uma medida média pré-determinada, que varia conforme a região do Brasil. 
• A Norma 15.575/2013, conhecida como Norma de Desempenho de Edificações Habitacionais, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), será válida apenas para habitação de projetos protocolados nas prefeituras a partir de sexta. O objetivo é criar critérios de avaliação para garantir conforto, segurança e qualidade na estrutura, pisos, coberturas, vedações e instalações dos imóveis. 
• O consultor técnico do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio), Roberto Lira, explica que a exigência de isolamento acústico não significa necessariamente que as paredes ficaram mais espessas, pois, segundo ele, a obrigatoriedade é de que os novos imóveis tenham isolamento acústico e térmico, mas, como isso será feito, depende de cada obra. 
• Algumas empresas, já de olho nas regras, estão se adaptando. É o caso da Multinova/Braskem, que fabrica mantas de polietileno para aplicar entre a laje e o contrapiso, diminuindo o volume dos ruídos entre os andares. Outra exigência das novas regras é que as tubulações hidrossanitárias que não estiverem escondidas possam suportar até cinco vezes seu próprio peso para que não se rompam com facilidade. 
• - A mudança é positiva, pois vai elevar o nível de construção no país em termos de metas e resultados, além de beneficiar o comprador - avalia Lira. 
• Hoje em dia, explica o consultor, o que se tem no mercado da construção civil brasileira é a padronização para alguns produtos, no que diz respeito a tamanho e medidas, por exemplo. Agora, as responsabilidades serão divididas entre fabricantes, projetistas, construtores e usuários.
Fim das brigas 
• Quem mora em apartamento provavelmente já se incomodou com os passos vindos do andar de cima quando estava pegando no sono ou se desesperou quando o vizinho aumentou o volume do som bem na hora que o bebê dormiu. A tendência, com as novas regras, é que estes incômodos diminuam. O especialista em direito imobiliário Hamilton Quirino acredita que estas mudanças vão refletir positivamente também no convívio, especialmente entre vizinhos. 
• - O barulho entre quartos e entre vizinhos é um grande problema hoje. Com a proteção acústica, acredito na melhora da qualidade de vida e da convivência em condomínios - destaca Quirino. 

A tartaruga em cima do poste 
• No Norte tem um ditado: Quem colocou a tartaruga no poste foi enchente ou mão de gente.
• As duas coisas aconteceram com a Dilma. Uma enchente de gente ávida de bolsas e mordomias; a mão foi do sapo barbudo com o apoio dos ladrões do mensalão e do povo humilde que somente espera benesses e continua ignorando a cidadania...
Campanha urgente! Vamos ajudar a tartaruga a descer do poste!
• Enquanto suturava um ferimento na mão de um velho gari, cortada por um caco de vidro indevidamente jogado no lixo, médico e paciente começaram a conversar sobre o clima, o país, o governo e, fatalmente, sobre a Dilma.
• O velhinho disse: - Bom, o senhor sabe... a Dilma é como uma tartaruga em cima do poste...
• Sem saber o que o gari quis dizer, o médico perguntou o que significava uma tartaruga num poste. 
• E o gari respondeu: - É quando o senhor vai indo por uma estradinha, vê um poste e lá em cima tem uma tartaruga tentando se equilibrar. Isso é uma tartaruga num poste. 
• Diante da cara de interrogação do médico, o velho acrescentou: - Você não entende como ela chegou lá; você não acredita que ela esteja lá; você sabe que ela não subiu lá sozinha; você sabe que ela não deveria nem poderia estar lá; você sabe que ela não vai fazer absolutamente nada enquanto estiver lá; você não entende porque a colocaram lá. 
Então tudo o que temos a fazer é ajudá-la a descer de lá, e providenciar para que nunca mais suba, pois lá em cima definitivamente não é o lugar dela. Ajude a Tartaruga descer do Poste... e evitar que tirem uma e coloquem outra parecida! 

• O ator Sebastião Vasconcelos morreu aos 86 anos, vítima de parada cardiorrespiratória na última segunda-feira (15), às 20h10. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital israelita Alberto Sabin, na Tijuca, zona norte do Rio de janeiro, onde ele estava internado desde do dia 30 de junho. 

Trocando de roupa... 
Navegavam há meses e os marujos não tomavam banho nem trocavam de roupa. O que não era novidade na Marinha Mercante Britânica, mas o navio fedia! 
• O Capitão chama o Imediato: - Mr. Simpson, o navio fede, mande os homens trocarem de roupa! 
• Responde o Imediato: - Aye, Aye, Sir... 
• Após reunir os seus homens diz: - Sailors, o Capitão está se queixando do fedor a bordo e manda todos trocarem de roupa. - David troque a camisa com John, John troque a sua com Peter, Peter troque a sua com Alfred, Alfred troque a sua com Jonathan ... e assim prosseguiu. 
• Quando todos tinham feito as devidas trocas, volta ao Capitão e diz: - Sir, todos já trocaram de roupa. 
• O Capitão, visivelmente aliviado, manda então prosseguir a viagem... 
• É mais ou menos isso que vai acontecer no Brasil nas próximas eleições. 
• É necessário uma faxina completa e não trocar de presidente, senadores, deputados, vereadores e prefeitos por interesse próprios sem saber quem são, (só pra trocar) e não cobrar deles depois que estão lá. (Autor desconhecido)
Não é a política que faz o candidato virar ladrão. 
É o seu voto que faz o ladrão virar político. 

• Avião de pequeno porte explode após decolagem no aeroporto de Manaus.


• Confrontos no centro do Cairo causam mais de 400 prisões e deixaram ao menos 7 mortos. 
• Senador pede perdão no Parlamento por insulto racista a ministra na Itália. 
• Escalada de violência cria dificuldade adicional a general brasileiro no Congo. Confronto entre forças de segurança congolesas e rebeldes provocaram o êxodo de moradores de Goma. Capacetes azuis podem ser arrastados para a batalha. 
• ONU: crise de refugiados por guerra síria é a pior desde Ruanda. 
• Snowden pediu asilo temporário à Rússia, diz advogado. Sueco indica Snowden a Nobel da Paz. Casa Branca diz que Snowden deve voltar aos EUA para julgamento. 
• Espanha pede desculpas a Morales. 
• México teme vácuo de poder após prisão de traficante. Miguel Ángel Treviño Morales, detido na segunda-feira, teria comandado dois massacres de imigrantes que mataram mais de 270. 
• China ‘esfria’ e contempla mudanças em modelo econômico. PIB cresceu 7,5% no 2º semestre, abaixo do anterior; efeitos da desaceleração já são evidentes em estaleiro. 
• Pesquisa liga obesidade a maior risco da osteoporose. Pesquisadores descobriram que pessoas com mais gordura no fígado e músculos têm também mais gordura nos ossos, deixando-os fracos. 
• Estudo liga alimentos ricos em gordura e açúcar a risco de câncer de intestino. Além de fatores genéticos, dieta pode ter relação com maior incidência do tumor, diz pesquisa.

Nenhum comentário: