14 de jul de 2013

Dez anos de inaptidão....

 photo _aaespionagem_zps5bc9e190.jpg 


Maquiagem a galope. 
Papa Francisco terá agenda cheia no Brasil. Ele será recebido pela presidenta Dilma Rousseff, pelo governador do Rio, Sérgio Cabral, pelo prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes, pelo arcebispo do Rio, dom Orani João Tempesta, e pelo arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno Assis. 

Brasileiros, quantos anos mais na espera? 
E ainda têm a cara de pau de anunciar suas incapacidades. Em meio à seca, 429 mil famílias têm acesso difícil à água. População não tem cisternas no semiárido. Dados são do governo. 

E se não bastasse... 
Enquanto o governo publica medida provisória para obrigar estudantes de medicina a estagiarem por dois anos no SUS, está pronto para votação na Câmara um projeto de lei que estende essa obrigação para os estudantes de odontologia, enfermagem, farmácia, nutrição, fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia e terapia ocupacional. Contudo, o prazo desse estágio é de apenas um ano. 

Quem espia quem? 
Comunicações do Brasil e outros 31 países da América Latina dependem dos EUA, o que põe até dados militares em risco. Acesso a comunicações diplomáticas também é investigado. No espaço, Brasil fica à mercê do espião. País investiu R$ 1,5 bilhão para ter próprios foguetes e satélites, mas nenhuma missão chegou ao fim. 

Alguém duvida da derrota? 
Candidatura do ministro da Saúde ao governo de São Paulo está condicionada ao sucesso do programa que prevê a importação de médicos estrangeiros e a mudança nos cursos de medicina, obrigando estudantes a dedicar dois anos ao SUS; ministro enfrenta a reação das entidades médicas e até mesmo um procedimento do Conselho de Medicina do Pará, contestando sua formação; em entrevista, ele afirma que a melhoria na infraestrutura de saúde não tem sido acompanhada por uma oferta maior de médicos; principal gargalo é a falta de profissionais, diz ele.

Uma escrita muito fácil 
Colunista Elio Gaspari bate duro no ministro mais forte do governo Dilma, que teria patrocinado três lances de gênio; a constituinte exclusiva, que durou 24 horas, o plebiscito da reforma política, que durou duas semanas, e, agora, a reorganização do ensino de medicina, outra ideia que, segundo ele, tende a fracassar; é mais fácil mudar um cemitério de lugar do que alterar os currículos das faculdades de medicina

A solidão vai acabar com ela
Eugenio Bucci diz que Dilma está completamente só. A presidente da República já não consegue fazer contato com seus auxiliares, com os parlamentares, com os partidos, com as centrais sindicais, com as ruas - e, principalmente, com a nação, diz o jornalista, que já foi do PT e também presidente da antiga Radiobrás (atual EBC) no primeiro governo Lula. 

O verdadeiro Sergio Cabral

Quem sabe diz... 
O médico oncologista Drauzio Varella também criticou o programa Mais Médicos anunciado esta semana pelo governo Dilma. Para ele, apregoar como um grande salto na qualidade do atendimento à população a medida de obrigar recém-formados a prestar serviços em localidades desprovidas da infraestrutura mais elementar é simplificação demagógica. 

Fábula alcoólica 
• Era uma vez, um país que disse ter conquistado a independência energética com o uso do álcool feito a partir da cana de açúcar. 
• Seu presidente falou ao mundo todo sobre a sua conquista e foi muito aplaudido por todos. Na época, este país lendário começou a exportar álcool até para outros países mais desenvolvidos. 
• Alguns anos se passaram e este mesmo país assombrou novamente o mundo quando anunciou que tinha tanto petróleo que seria um dos maiores produtores do mundo e seu futuro como exportador estava garantido. 
• A cada discurso de seu presidente, os aplausos eram tantos que confundiram a capacidade de pensar de seu povo. O tempo foi passando e o mundo colocou algumas barreiras para evitar que o grande produtor invadisse seu mercado. Ao mesmo tempo adotaram uma política de comprar as usinas do lendário país, para serem os donos do negócio. 
• Em 2011, o fabuloso país grande produtor de combustíveis, apesar dos alardes publicitários e dos discursos inflamados de seus governantes, começou a importar álcool e gasolina. 
• Primeiro começou com o álcool, e já importou mais de 400 milhões de litros e deve trazer de fora neste ano 2012 um recorde de 1,5 bilhão de litros, segundo o presidente de sua maior empresa do setor, chamada Petrobras Bio-combustíveis. 
• Como o álcool do exterior é inferior, um órgão chamado ANP (Agência Nacional do Petróleo) mudou a especificação do álcool, aumentando de 0,4% para 1,0% a quantidade da água, para permitir a importação. Ao mesmo tempo, este país exporta o álcool de boa qualidade a um preço mais baixo, para honrar contratos firmados. 
• Como o álcool começou a ser matéria rara, foi mudada a quantidade de álcool adicionada à gasolina, de 25% para 20%, o que fez com que a grande empresa produtora de gasolina deste país precisasse importar gasolina, para não faltar no mercado interno. Da mesma forma, ela exporta gasolina mais barata e compra mais cara, por força de contratos. 
• A fábula conta ainda que grandes empresas estrangeiras, como a BP (British Petroleum), compraram no último ano várias grandes usinas produtoras de álcool neste país imaginário, como a Companhia Nacional de Álcool e Açúcar, e já são donas de 25% do setor. (SHELL-COSAN) 
• A verdade é que hoje este país exótico exporta o álcool e a gasolina a preços mais baixos um produto com 0,4% de água, importa a preços mais altos um produto inferior (1% de água), e seu povo paga por estes produtos um dos mais altos preços do mundo. 
• Infelizmente esta fábula é real e o país onde estas coisas irreais acontecem chama-se Brasil ! (Célio Pezza)

Wheelbarrow man photo OhCrap.gif 

Escândalo na Costa Rica - Revoltante 
• Na sofrida América Latina de governos militares, sempre tivemos o exemplo da Costa Rica. Uma democracia consolidada, onde o voto e alternância de poder são fatos corriqueiros. 
• A Costa Rica não tem exército, abolido constitucionalmente. Prevaleceu a visão do investimento em outras áreas de atuação governamental. 
• Passados muitos anos, a Costa Rica continua a nos dar exemplos. Se no passado era uma referência democrática, hoje - vergonhosamente para nós - passa a ser uma referência da miopia que se abateu sobre o Brasil. 
• A presidente Laura Chinchilla convocou uma rede de TV no país para anunciar o cancelamento da concessão dada à OAS - Empresa de Engenharia Brasileira, para reforma e exploração de uma autoestrada por 20 anos. O povo e o parlamento enxergaram no acerto o maior caso de corrupção da história do país. Uma vergonha nacional. 
• O lucro era absurdamente indecente. Uma privatização (concessão, ensina a novilíngua petista) que renderia bilhões a uma empresa brasileira. 
• Qual foi a lição? A revogação da concessão. E não só. Este contrato contou com a participação direta, presencial e ativa de Luiz Ignácio Lula da Silva! 
• O mitômano embriagado esteve em San Jose, em viagem paga pela OAS, usando o jatinho da empresa, com diretores da empreiteira, para se reunir com representantes do governo costa- riquenho e solicitar o favorecimento aos novos parceiros. (A mesma San José abriga o Tribunal Interamericano de Direitos Humanos, que José Dirceu pretende recorrer. 
• Desista, José Dirceu. Todos por lá já conhecem o modo petista de ser. Seu chefe maior fez-nos o favor de demonstrar como é o Brasil da corrupção impune... 
• A oposição da Costa Rica vê com estranheza e indignação o papel desempenhado por Lula, envolvido ostensivamente no maior roubo do gênero já ocorrido naquele país. E provocou a manifestação do Ministério Público de lá, que pretendia ouvir o ex-presidente do Brasil sobre o episódio em que se meteu. Mais um. 
• A Costa Rica tem história. O pequeno país caribenho tem nas instituições democráticas o maior valor reconhecido por todos. Lula despreza esses valores.O que preza são acertos com empresários (os que mais combatia quando ainda pretendia implantar o lulismo com seita no Brasil) e mordomias ofertadas por quem sabe qual é o preço do ex-presidente.
• A imprensa da Costa Rica credita a Lula o contrato danoso ao país. E a presidente se viu obrigada a cancelar o mesmo, em rede de televisão, para garantir a paz social. A que ponto chegou o Imperador de Garanhuns!
• O Brasil agora exporta corrupção? Não basta o assalto aos nossos próprios cofres? Teremos que nos ver humilhados em todo o mundo por levar a países sérios a expertise do lulopetismo em matéria de roubalheira? 
• Até quando o lobista que paga a amante com o dinheiro público será incensado pelos que idolatram a figura cada vez mais repugnante deste co-presidente a quem - no Brasil - tudo é permitido? Nem mesmo a reprimenda pública na Costa Rica será didática a estes adoradores de corruptos? 
• É esse o maior presidente da historia? O deus de Marta Suplicy? O intocável de Dilma? O pai dos pobres (e digo eu, dos corruptos, empresários e empreiteiros)?
• Na Costa Rica, Lula é somente um lobista barato envolvido naquilo que o povo chama de o maior escândalo de corrupção em toda a história” Eles não sabem que a frase que Lula adotou é nunca antes neste país! e aplica-se literalmente à Costa Rica. Mas já conhecem o método - e o personagem!
• Um dia pediremos - nós, os brasileiros! - desculpas à cubana Yoani Sanches pela ignorância nazista, com que foi aqui recebida, liderada por essa corja petista que tomou de assalto esse (des)Governo. Hoje temos que voltar a pedir desculpas ao povo costa-riquenho. 
• Não, o Brasil não é assim. Lula é assim - Sempre foi e sempre será. Por favor, não nos confundam com ele. (Augusto Nunes, jornalista, SP)


Milhares de congoleses fogem para Uganda após ataque rebelde. ONU estima que entre 30 e 70 mil refugiados estejam cruzando a fronteira desde ação de grupo do país vizinho em uma cidade no Leste do Congo. Após passagem pelo Haiti, Congo impõe desafio a general brasileiro da ONU. 

Egito: Mohamed ElBaradei toma posse como vice-presidente do Egito. Promotoria investiga acusações contra Morsi ante manifestação de membros da Irmandade Muçulmana no Cairo. Entre alegações contra presidente deposto estão espionagem e incitar assassinatos de manifestantes. O Egito caminha para uma guerra santa? Chanceler alemã pede libertação de presidente egípcio deposto. 

Mercosul deixa em aberto asilo a Snowden. Membros do bloco também decidiram convocar embaixadores nos países europeus que proibiram sobrevoo de avião de Morales. 

O homem que se vende recebe mais do que vale. (Barão de Itararé)

Nenhum comentário: