18 de jun de 2013

Lentamente, o povo sai da letargia...

 photo _aapaocirco_zps7a1aaa66.jpg 
Subida do Dólar preocupa mais Dilma que passeatas 
das quais o PT estuda como tirar proveito eleitoral.




Dilma vive seu momento Pra Frente Brasil. Em 1970, enquanto a jovem Dilma Rousseff estava presa, em São Paulo, e a tortura corria solta nos porões da ditadura, a seleção brasileira encantava o mundo e o futebol era o ópio do povo; 90 milhões em ação era o hino que amortecia a repressão; hoje, Dilma é a presidente encarregada de organizar uma Copa do Mundo e milhões de brasileiros não se sentem parte da festa; cabe a ela, assim como a seus adversários, encontrar respostas para tanta insatisfação. E se colocado nas passeatas disse que está ouvindo essas vozes pela mudança!

Help! 
Depois de dizer que o Brasil acordou mais forte nesta terça-feira, presidente Dilma Rousseff partiu para São Paulo para encontrar o ex-presidente Lula e debater a onda de protestos pelo país; segundo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, seria pretensão achar que a gente compreende o que está acontecendo; ontem, Lula comentou os protestos de São Paulo pelo Facebook: Tenho certeza que dentre os manifestantes, a maioria tem disposição de ajudar a construir uma solução para o transporte urbano.

Urge desmontar quatro grandes monopólios: o da opinião e da informação, o financeiro, o da terra e do voto. (Rui Falcão, presidente nacional do PT, num momento de incontido delírio) 

PM no Rio

Os procuradores da República rejeitaram a versão alternativa à emenda constitucional 37. A peça foi redigida por um grupo de trabalho que inclui delegados e membros do Ministério Público. Votação feita numa rede interna de computadores, revelou que a aversão à formula conciliatória foi unânime. Nesta terça (18), o procurador-geral Roberto Gugel presidirá reunião do Colégio de Procuradores. Reúne gente de todo o país. Será um encontro de pauta única: a PEC 37. 

A ironia da massa falida chamada PT: Planalto vê a oposição por trás dos protestos. 

A Praça Tahir é aqui? 
O outono brasileiro não tem dono, nem direção. E quem tentar se apropriar desse movimento será rapidamente devorado pela fúria das ruas. 

Quem são eles? O que querem? O que realmente motiva os milhares de jovens que tomaram as ruas das grandes cidades e, ontem, invadiram o próprio Congresso Nacional? 

Serão mesmo os vinte centavos da passagens de ônibus? Ou há algo mais fundo? Há explicações cada tipo de freguês. Para os petistas, a violência da Polícia Militar de São Paulo potencializou a reação desta segunda-feira. Para os tucanos, o que existe é uma insatisfação difusa contra os rumos do País e a precariedade dos serviços públicos. 

Diante de uma catarse coletiva, sem direção e sem lideranças claras, cada grupo tenta impor sua própria agenda ao movimento, que, na verdade, não tem unidade alguma. 

Nessa tentativa de se apropriar dos protestos, a Globo, por exemplo, enxergou um grande protesto nacional contra a PEC 37, que limita ações do Ministério Público, sem qualquer amparo na realidade. E acabou sendo alvo da fúria das ruas, diante de manifestantes que gritavam palavras de ordem contra a Central Globo de Mentiras

Se a Praça Tahir é aqui, o que fica claro é que ela não tem dono. Há quem grite contra a corrupção, contra os gastos da Copa, contra a mídia e até mesmo contra as tarifas de ônibus. 

No mundo político, a correnteza das ruas deixa um grande ponto de interrogação. À direita, os que ontem falavam em baderna hoje enxergam uma oportunidade de apontar a fúria da massa contra o PT e a presidente Dilma Rousseff. No Facebook, tanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso quanto o senador Aécio Neves saudaram o grito de indignação e a perspectiva de um eventual levante popular. No Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff limitou-se a elogiar o caráter democrático dos protestos. E o ex-presidente Lula jogou a batata quente para o prefeito Fernando Haddad, apostando numa negociação com o Movimento Passe Livre.

O fato é que o poder está cercado. E a polícia, intimidada pela repercussão negativa de suas ações na semana passada. Hoje, há apenas dúvidas e incerteza. O que se pode dizer, com segurança, é que quem tentar se apoderar desse movimento sera rapidamente devorado por ele. (Leonardo Attuch) 

Não! 
• Guarde esse nome: Matt Birk, jogador central do Baltimore Ravens, clube que acaba de ganhar o famoso Super Bowl (Super-Taça) do futebol americano. (Seria uma espécie de vencedor do campeonato brasileiro de futebol). 
• Lá, como cá, quando um clube ganha um campeonato ou uma conquista importante, os dirigentes cartolas logo tratam de promover um encontro desses vencedores, idolatrados pelo povo, com o Presidente do País! Evidentemente, por interesse do Presidente de plantão, para angariar simpatia e votos dos eleitores!... (Lembram-se de quantos de nossos vencedores, já foram ao Planalto tomar a Benção do sr. Lulla da Silva?). 
• Pois é, terminado o Super-Bowl, lá foram todos os atletas vencedores e os respectivos dirigentes, fazer a média junto ao presidente Obama, que tem pisado na bola, em vários itens e decepcionado a muitos que nele acreditaram!... 
• Todos compareceram, menos o Matt Birk! ... Eu não posso endossar, de modo algum, quem está do lado de uma Entidade que faz 330 mil abortos por ano... 
• Entre tantas e tantas mancadas que têm sido a tônica do Obama, nos últimos tempos, está aí mais um carão que ele levou!.... 
• Seria bom, se o Brasil, por um milagre, levasse a Copa da Confederações, que alguns de nossos atletas tivessem o mesmo comportamento, quando programarem a farsa da tal visita ao Planalto!... (MDB) 
• Astro católico e pró-vida, do futebol americano, cancela encontro com Obama. 
• Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião.

 • Matt Birk, jogador central do Baltimore Ravens, clube que acaba de ganhar o famoso 
Super Bowl (Super-Taça) do futebol americano, recusou-se a participar da habitual recepção 
concedida aos vencedores pelo presidente dos EUA, na Casa Branca.

 • Matt disse que seus princípios a favor da vida o impediam de encontrar-se com o presidente Obama, noticiou o The Huffington Post
• Católico e pai de seis crianças, Matt declarou à rádio KFAN-AM, de Minnesota, ter grande respeito pela função da Presidência, mas que há cerca de cinco ou seis semanas, nosso presidente fez uma alocução na qual disse Deus abençoe a Planned Parenthood
• E acrescentou: A Planned Parenthood pratica por volta de 330 mil abortos por ano. Eu sou católico, sou militante do movimento Pela Vida e sinto que não posso brincar com isso. Eu não posso endossar de modo algum... Pedir a Deus que abençoe uma entidade que está exterminando 330 mil vidas por ano? Eu decidi não comparecer
• Matt também participa ativamente do movimento pelo matrimônio tradicional e contra o casamento homossexual. Esse movimento trabalha para incluir nas Constituições estaduais o princípio de que o casamento é só entre homem e mulher. 
• Não é a primeira vez que um jogador famoso recusa convite da Casa Branca pelo fato de discordar da linha esquerdista do presidente Obama, informou o Huffington Post
• No ano passado, foi o caso do goleiro Tim Thomas, do Boston Bruins, time de hóquei no gelo que ocupa a segunda posição nos dos EUA com mais campeonatos nacionais ganhos, inclusive o de 2012. 
• Tim recusou o convite do presidente Obama para uma recepção na Casa Branca por julgar que o governo federal atingiu um crescimento fora de controle, em referência às reformas estatizantes do presidente esquerdista.

Por enquanto, eis-me aqui incrédulo, não apenas com os fatos a serem relatados na reportagem, mas pela própria aparência do rapaz, que não condiz com a de trabalhadores da construção civil, enfim...


Cultura japonesa 
• Você sabia que as crianças japonesas limpam as suas escolas todos os dias, por 15 minutos, juntamente com os professores, o que levou ao surgimento de uma geração de japoneses modestos e entusiasta da limpeza?
• Você sabia que qualquer cidadão japonês que tenha um cão, é obrigado a usar sacos de pano especial para apanhar os dejetos do cão? O desejo de manter a limpeza e a higiene faz parte da ética japonesa.
• Você sabia que um empregado(a) de limpeza no Japão é chamado engenheiro da saúde e pode ter salários de USD 5000-8000 por mês? Está sujeito a provas escritas e oral!
• Você sabia que o Japão não tem recursos naturais, estão expostos a centenas de terremotos por ano mas, ainda assim, conseguiu tornar-se a terceira maior economia do mundo? 
• Você sabia que Hiroshima retornou à sua economia vibrante, após a queda da bomba atômica, em apenas 10 anos?
• Você sabia que o Japão impede o uso de telemóveis em comboios, restaurantes e esplanadas? 
• Você sabia que no Japão os alunos do primeiro ao sexto ano deve aprender a ética no trato com as pessoas? 
• Você sabia que os japoneses, ainda que seja uma das populações mais ricas do mundo, não têm empregados domésticos? Os pais são responsáveis pela a casa e pelos filhos. 
• Você sabia que não há nenhuma avaliação (exame) do primeiro ao terceiro ano, porque o objetivo da educação é incutir os conceitos e desenvolvimento do caráter, e não apenas o exame e doutrina? 
• Você sabia que num restaurante, com o sistema buffet, as pessoas só se servem do que vão comer e comem tudo? Nenhum alimento é desperdiçado. 
• Você sabia que os comboios de alta velocidade apresentam, no máximo, um atraso de cerca de 7 segundos por ano? Eles apreciam o valor do tempo, são hiper pontuais, à escala do minuto e segundo. 
• Você sabia que as crianças em idade escolar escovam os entes e usam fio dental, após as refeições na escola, para aprenderem a manter a sua saúde oral desde cedo? 
• Você sabia que os alunos terminam as refeições em meia hora para garantir uma boa digestão? Estes alunos são o futuro do Japão. 
• Quiçá podemos aprender um pouco da cultura, desenvolvimento e a filosofia dos Japoneses. Os chineses e seus trens! 

Nenhum comentário: