27 de jun de 2013

Há um pálio de luz desdobrado...

 photo _aalulacorrup_zps731b30b1.jpg
• Dilma vai sugerir ao Congresso lista de temas para plebiscito; Análise: Congresso deve delimitar reforma e Dilma teme efeito de atos em leilões. 
• Dilma da Silva passa o dia conchavando com políticos o golpe do plebiscito para falsa reforma política. Dilma consegue desagradar até o PT e vai rolando ladeira abaixo. Plebiscito é a saída democrática para a crise diz Dilma. Consulta popular só favorece o PT. 

Têm de dizer a que veio 
1. A resposta de Dilma às manifestações foi tão improvisada que sequer apresentou a sua proposta (mesmo que em linhas gerais) da tão celebrada reforma política; 
2. Dilma, além de tudo, tem uma péssima assessoria jurídica. Em um momento falou em Constituinte, depois em plebiscito, sem saber, ao que parece, o significado de um ou de outro. Chegou, via assessores, a até marcar a data do plebiscito: 7 de setembro. Mas para votar o que? Como? E a discussão nacional? Plebiscito como ela está propondo (meio no escuro) é ao estilo Mussolini. (Marco Villa) 

• Centrais sindicais, alguém sabe o que se esconde por trás delas? 

• O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, determinou o fim do segredo de Justiça no inquérito que apura se a operação Satiagraha foi patrocinada e conduzida por empresários interessados em excluir o banqueiro Daniel Dantas do mercado de telecomunicações do Brasil. 

• Ao menos 18 cidades têm protestos marcados nesta quinta-feira. Protesto em frente ao Congresso termina em confronto e 33 pessoas presas. Manifestações fecham avenida Paulista e rua da Consolação em São Paulo. No Rio, BOPE estará de prontidão e polícia terá aparato maior para o protesto de hoje no Centro.




Fora Foro de São Paulo 
• Quem ainda não domina o assunto, deve assistir a um vídeo explicativo do filósofo e jornalista Olavo de Carvalho.

 Pra quem não viu de tudo: Sarney usa a tribuna do Senado para dar lições de moral e defender o combate à corrupção.

• Congresso, governo e Justiça dão resposta às ruas. Protestos geram reações dos três poderes, mas efeito de maior de parte de medidas não é imediato. Brasília e BH vivem dia de novos protestos; Governo recua de Constituinte, mas mantém plebiscito de reforma política. Senado aprova projeto que torna corrupção crime hediondo e Câmara ainda votará. O ex-presidente do STF ministro Ayres Britto defence criação de novos TRFs. Reforma política pode virar cheque em branco, diz Ayres Britto, ex-presidente do STF. Para juristas, há risco de que medidas de plebiscito sejam desvirtuada. 

• Proposta de emenda que atingia MP terá palavra final do Supremo. 

Para a mídia nacional, o povo já foi longe demais 
• As lindas manifestações de rua, que emparedavam o governo Dilma, já não são mais tão belas; pelo menos, na visão dos meios de comunicação, que, até ontem, as incensavam; Estadão, de Francisco Mesquita Neto, condena a demofilia dos governantes; Globo, de João Roberto Marinho, teme que o PT se aproprie da agenda das ruas; Folha, de Otávio Frias Filho, fala em populismo e seus colunistas já reclamam do trânsito; Valor Econômico, associação entre Globo e Folha, diz que o pacote de bondades já custa R$ 115 bilhões por ano; enquanto isso, a presidente Dilma diz que seu governo vai disputar a voz das ruas

• Slogans em protestos revelam consumismo e alienação. Reportagem do Financial Times discute a adoção de frases publicitárias em manifestações no Brasil. Protestos mostram apropriação de slogans publicitários para fins políticos. 

• Banco Central reduz estimativa de crescimento da economia no ano de 3,1% para 2,7%. 

• Que lições os partidos brasileiros podem tirar dos protestos? A descrença nos partidos, traço comum nos protestos que se espalharam pelo país nas últimas semanas, expõe os problemas do atual modelo político brasileiro, mas também pode servir de estímulo para que surjam novas formas de representatividade, na avaliação de especialistas ouvidos pela BBC Brasil. Segundo sociólogos e cientistas políticos, as legendas continuarão a ser a base do sistema democrático brasileiro, mas agora têm também uma oportunidade de se renovar e reorientar suas agendas para fazer frente aos novos anseios da população. 

• Deputados do Rio aprovam criação de CPI para investigar novas irregularidades na Serra. Fiscalizações dp TCu e CGU identificaram obras fantasmas em escolas estaduais; recursos foram enviados ao estado pelo governo federal para recuperar escolas atingidas pelas chuvas e empresas são suspeitas de fraude e de receberem por reformas que não fizeram. 

• Blogueiros revelam várias caras e causas de protestos, contam quais as reivindicações em bairros periféricos das grandes cidades e em outras capitais.


 Fifa apanha calada para evitar se envolver em conflito político. Após o anúncio da Copa no Brasil, Fifa dobra grana em caixa. Sem fins lucrativos, Fifa tem R$ 3 bilhões em caixa. Entidade diz que não faz dinheiro, mas dobrou suas receitas desde a confirmação da Copa no Brasil, em 2007. 

Quem questionou o sumiço, eis que, senão quando, o O Santo da Corrupção e da Mentira aparece, pois a única coisa que sabe é falar! 
Em encontro na sede do Instituto Lula, no bairro do Ipiranga, em São Paulo, ex-presidente adotou discurso de líder de massa: disse que é hora de trabalhador e juventude irem para a rua para aprofundar as mudanças, enfrentar a direita e empurrar o governo para a esquerda; foram convidados os grupos Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a União da Juventude Socialista (UJS), o Levante Popular da Juventude e o Conselho Nacional da Juventude (Conjuve). 
Lula sai da toca insuflando o golpe de estado. ....O Lula é um câncer, um farsante, um rematado mentiroso e responsável por tudo de ruim que vem acontecendo no Brasil na última década e que deságua agora nas ruas numa montagem diabólica onde vândalos e agitadores profissionais com seus rostos escondidos em balaclavas espalham o terror, a velha tática dos comunistas....(Aluizio Amorim) 

• A UNE não representa os estudantes! Cuidado, ela recebe do desgoverno.


Herança maldita de Lula e noite de chuva transformam a cidade de São Paulo em mar de carros parados 
• Nó nas ruas – O legado de Luiz Inácio da Silva, o lobista-fugitivo Lula, pode ser constatado facilmente nas ruas de São Paulo, a maior cidade brasileira e palco do mais complexo trânsito do País. Enquanto a presidente Dilma Vana Rousseff tenta se equilibrar no cargo e anuncia tardiamente a liberação de R$ 50 bilhões para investimentos em mobilidade urbana, a capital paulista registrou, às 11 horas desta quarta-feira (26), 159 quilômetros de congestionamento. Para piorar o cenário que teve a chuva como principal ingrediente, 46 semáforos apresentavam problemas. Quando o ucho.info, em dezembro de 2008, criticou a decisão do governo de criar benefícios fiscais para estimular o consumo, privilegiando principalmente a indústria automobilística, os palacianos nos acusaram de torcer contra o Brasil. À época alegamos que não se tratava de torcer contra, mas de exercer o raciocínio em sua plenitude e com base na coerência. Lula, no afã de buscar aprovação popular nos setores da sociedade ávidos por consumo, inviabilizou a logística de muitas das grandes cidades brasileiras ao levar o caos ao trânsito. Esse quadro, sem solução no curto prazo, mostra que o Brasil continua sem ter condições de infraestrutura para sediar um evento como a Copa do Mundo. 

• Câmara de Santa Maria segue ocupada por manifestantes. Grupo se organiza para limpar pichações e manter local organizado. Familiares de vítimas da Kiss se revoltaram com áudio sobre a CPI e familiares de vítimas dormem na Câmara em protesto. 

• Reunidos numa assembleia em São Paulo, cerca de 200 representantes da corporação médica aprovaram a realização de um protesto nacional na quarta-feira (3) da semana que vem. Deve-se a decisão ao anúncio feito por Dilma Rousseff de que o governo vai mesmo importar médicos estrangeiros para prestar serviços ao SUS nos fundões do Brasil e na periferia dos grandes centros. 
• Os médicos decidiram também divulgar uma carta aberta à categoria e à população brasileira. O texto anota que a reação das entidades médicas simboliza a resistência dos profissionais e dos cidadãos ao estado de total abandono que afeta a rede [hospitalar] pública

Google Glass

Estado de saúde de Nelson Mandela deteriora. Presidente sul-africano cancela viagem a Moçambique e diz que situação de Mandela piorou. Condição é muito crítica, qualquer coisa é iminente, diz filha de Mandela. Médicos sugerem desligar aparelhos que mantêm o mantém vivo. 
• Investimento estrangeiro cai, mas Brasil passa a ser 4º em lista da ONU. Levantamento da Unctad, diz que volume de ingressos caiu 2% em comparação com 2011. 
• Preços ao produtor brasileiro sobem 0,28% em maio segundo IBGE. 
• Chanceler equatoriano diz que comunicado sobre Snowden é iminente. Equador entregou salvo- conduto a Sanowden, segundo canal Univisión que revela suposto salvo-conduto a Snowden para viajar para aquele país. Ativista russa acredita que Moscou pode conceder asilo a Snowden. 
• Obama diz que decisão da Suprema Corte é uma vitória. 
• ONG pede que China pare reassentamentos forçados no Tibet. 
• ONU: Brasil lidera tráfico de cocaína. 
• Procura de estrangeiros por graduação no Brasil cai 35% em 4 anos. 
• Subsea 7 sofre com projeto da Petrobras e culpa dificuldades no Brasil. 
• Estados Unidos entregarão armas a rebeldes sírios em um mês, diz jornal. 
• Sul-coreanos protestam contra governo; 20 mil entram em greve.
• História de amor motivou decisão do Supremo dos EUA sobre união gay. Edith Windsor, de 84 anos, teve que pagar R$ 805 mil em impostos sobre herança deixada por esposa porque a união não foi reconhecida pelo governo. Apesar de vitória no Supremo, gays ainda vivem em dois EUA.

Nenhum comentário: