29 de jun de 2013

Ante inércia, o povo resiste e que mudanças

 photo _aacaiu_zps99843082.jpg
Neste sábado haverá protestos em pelo menos 17 cidades. 

Merval pede que STF freie o golpe do PT e vê uma tentativa bolivariana de mudar as regras do jogo, em favor do Partido dos Trabalhadores; como o PT é a legenda mais forte, seria favorecida por iniciativas como o voto em lista, diz ele; Merval quer que o Supremo Tribunal Federal interrompa o que ele considera inconstitucional. 

Dilma está muito tranquila, diz ministro ante a pesquisa Datafolha divulgada hoje aponta que popularidade da presidente despencou 27 pontos (de 57% para 30%) em três semanas. A oposição diz que é hora de reconhecer erros; presidente não único alvo, dizem aliados. 

Dos 5 pactos, só falam de um, da reforma política. E o governo diz que vai propor um plebiscito. Dilma não sabe o que é plebiscito (acha que é referendo). Quais as perguntas? Como será a campanha? E o tempo de propaganda na TV para os favoráveis e contrários à proposta? Quantas perguntas? Como o TSE vai regular os debates? E o custo? Tudo vai ser resolvido até o final de setembro, como dispõe a Constituição? E o recesso do Congresso? No ar fica o cheiro que pode não ter plebiscito algum. (Marco Villa)  

Oito em cada 10 brasileiros apoiam manifestações. Médicos fizeram protesto no Rio e no DF contra a vinda de colegas estrangeiros. Manifestação fecha parte da Rua Jardim Botânico. 

Proposta de plebiscito tem apoio de 68%; influência de Dilma tende a derreter no Congresso; 

Plebiscito é caro e desnecessário, diz ministro do STF. A consulta popular sobre a reforma política poderá custar cerca de R$ 500 milhões aos cofres públicos, caso a votação aconteça ainda este ano, segundo técnicos do TSE. 

E após vaia na abertura, Dilma desiste de ir ao Maracanã. 

O senador Cristovam Buarque pediu nesta sexta-feira (28) a saída imediata de Aloizio Mercadante do cargo de ministro da Educação. Segundo ele, Mercadante tem agido informalmente como articulador político do governo Dilma nas discussões sobre a realização de um plebiscito sobre a reforma política. 

De fora, mas ainda influente no Partido dos Trabalhadores, o ex-ministro José Dirceu, afirma que a pesquisa Datafolha revela que a presidente Dilma tem apoio para governar e realizar o plebiscito sobre a reforma política; no entanto, ele pede uma nova relação do governo com o Congresso Nacional e com os movimentos sociais, assim como mudanças na comunicação e na execução dos principais programas do PT; pressão do PT sobre a presidente tende a aumentar nas próximas semanas


Subliminar cor do comunismo - A maquete do Estádio Nacional de Brasília, Mané Garrincha, de autoria do Escritório Castro Mello Arquitetos, com 71 mil lugares, construído pelo Consórcio Brasília 2014 (Via Engenharia e Andrade Gutierrez), foi apresentada em seu projeto original com cadeiras nas cores verde a amarelo. O governador Agnelo apreciou a maquete e o projeto com aquelas cores, onde aparece fotografado junto à maquete. Eis, que de repente, colocaram as cadeiras na cor vermelha, símbolo do comunismo e do PT, (vide gravatas vermelhas dos safardanas comunistas do PT), em detrimento das cores nacionais, deturpando direitos autorais dos projetistas. Agnelo e o ministro do Esporte são comunistas, não podem fazer o que querem. O Consórcio tem o dever de processar os responsáveis pela modificação. (João da Cruz Teixeira de Carvalho, Brasília, DF) 

Ingressos para Brasil e Espanha chegam a R$ 10 mil; Fifa alerta. Maracanã terá interdições para final da Copa. Ruas fecham a partir das 13h de amanhã. Polícia quer OAB e Defensoria amanhã no Maracanã para evitar confronto em protesto. PM chama entidades a participarem de cordão de isolamento no entorno do estádio. Ministério Público também foi convidado. 

Copa das Confederações: acesso a estádio é ponto fraco. Segundo Ministério do Turismo, apenas 61,5% avaliaram quesito como positivo durante a Copa das Confederações. Com hotéis lotados, amigos apelam a motel após jogo do Brasil em BH. Sob críticas, Fifa aprova teste no Brasil e diz que sai maior Joseph Blatter e Jerome Valcke em coletiva de imprensa. Blatter rebateu acusações e disse que protestos são problema político. 

Os protestos das últimas semanas abriram um amplo debate sobre os custos e impactos econômicos da realização da Copa do Mundo no Brasil. Alguns manifestantes chegam a defender um boicote ao evento em protesto contra o que consideram um desperdício de recursos públicos. Para eles, as entidades governamentais deveriam estar investindo em educação e hospitais os bilhões usados para construir estádios e outras obras ligadas ao evento. 

Vítimas das manobras palacianas, pensionistas da Varig devem cobrar uma explicação do lobista Lula. O governo federal, supostamente dos trabalhadores, é responsável pelo calvário que enfrentam os ex-funcionários da Varig, muitos dos quais estão acampados, na noite desta sexta- feira (28), diante da sede do Aerus, fundo de pensão da categoria. Com pensões reduzidas de forma covarde, os beneficiários do Aerus buscam seus direitos há anos, sem que o Palácio do Planalto tenha interferido em algum momento em favor dos prejudicados.


Obama diz que Mandela é inspiração. Presidente dos Estados Unidos afirma que não visitará ex- líder sul-africano em hospital, por respeito à família, mas falou com eles. Mandela está bem melhor, diz presidente da África do Sul.

Prisão de padre aumenta pressão por transparência no Vaticano. A prisão de um padre italiano esta semana, suspeito de envolvimento em um esquema de fraude e corrupção no Banco do Vaticano, está colocando ainda mais pressão sobre a Igreja Católica por mais transparência e cooperação com as investigações da polícia. O padre Nunzio Scarano, de 61 anos, que tem o título de Monsenhor - um reconhecimento de honra dado pelo papa a sacerdotes com mais tempo de carreira -, foi preso juntamente com um agente do serviço secreto italiano e um investidor financeiro. De acordo com investigações da polícia italiana, o grupo é suspeito de tentar trazer cerca de 20 milhões de euros (ou quase R$ 58 milhões) ilegalmente para a Itália e suspeito de lavar grandes montantes com pequenos cheques de 500 euros.

Presidente do Equador conversa com vice dos EUA sobre o caso Snowden e diz que ele revelou o maior caso de espionagem da história. Snowden segue perdido há seis dias no aeroporto de Moscou. 

Apesar da crise, portugueses recusam empregos. No Algarve, tradicional destino turístico no sul de Portugal, donos de bares têm dificuldade para contratar, apesar de taxa de desemprego no país ser de 18%. Portugal anuncia novos cortes e a redução de 30 mil empregos públicos. 

Presidente do Egito completa um ano de poder com país dividido. Protestos contra presidente do Egito, Mohammed Morsi, se intensificam. Protestos marcados para este domingo podem resultar em novos violentos enfrentamentos. 

Bélgica debate estender direito à eutanásia a crianças. Senado belga discute eutanásia para crianças. Tema foi apresentado por representantes de quatro dos cinco partidos de coalizão governista.

“Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la".

Nenhum comentário: