1 de mai de 2013

Terra vê sociedades em atrocidades...

 photo _aa1omaio13_zps4b011863.jpg
• Dia do Trabalho é marcado por protestos na Europa. No Brasil, muitos shows gratuitos e sorteios de carros. Congresso tem 569 projetos para mudar lei trabalhista. 2ª greve geral do ano paralisa a Grécia. Os principais sindicatos do país estão protestando contra a taxa de desemprego e medidas de austeridade. 

• O primeiro dia do mês de maio é considerado feriado em alguns dos países do mundo. Além do Brasil, Portugal, Rússia, Espanha, França, Japão e cerca de oitenta países consideram o Dia Internacional do Trabalho um dia de folga. 
• A data surgiu em 1886, quando trabalhadores americanos fizeram uma paralisação no dia primeiro de maio para reivindicar melhores condições de trabalho. O movimento se espalhou pelo mundo e, no ano seguinte, trabalhadores de países europeus também decidiram parar por protesto. Em 1889, operários que estavam reunidos em Paris (França) decidiram que a data se tornaria uma homenagem aos trabalhadores que haviam feito greve três anos antes. 

• CLT completa 70 anos e direitos básicos ainda são ignorados. Leia mais

Festa sindical - Do governo Lula para cá, foram criados no Brasil mais de dois mil novos sindicatos, o que dá uma média de quase 260 por ano. A maioria nasce de olho na arrecadação da contribuição obrigatória que, em 2011, gerou R$ 2,4 bilhões em receitas. Hoje, o país tem 15 mil sindicatos e mais de três mil nunca participaram de uma negociação coletiva de salários. O levantamento é do Ministério do Trabalho.

 photo _aaJusticcedila3_zpse00e335c.jpg 

• Polícia e Crime, até quando? 

• Pouco mais de 26 milhões de contribuintes entregaram a Declaração do Imposto de Renda em 2013. Contribuinte que perdeu prazo paga multa de, no mínimo, R$ 165.



• Dilma diz que enviará nova proposta para vincular royalties à educação. 

• Alguém mudou isso no nunca dantes? Mais de 300 cidades enfrentam rodízio ou colapso no abastecimento de água no Nordeste. 

• Querem descriminar as drogas à revelia da população e sem que ela saiba. Militantes levaram questão ao STF; tribunal vai decidir o tamanho do desastre a que estarão expostos os filhos dos brasileiros. Ou: Agenda avança e já quer livrar a cara de pequenos traficantes. (Reinaldo Azevedo) 

• Mistura de etanol na gasolina aumenta de 20% para 25% a partir de hoje. 

• Petista entra com ação na OEA contra STF por mensalão. Militante da juventude do PT, que também organizou vaquinha para condenados, contesta penas. 

O PT não gosta da democracia - As manobras das últimas semanas fazem parte de um projeto. Não são iniciativas de um ou outro parlamentar. Não. São orquestradas e o maestro é o condenado a 10 anos e 10 meses de prisão no processo do mensalão. As PECs buscam asfixiar o STF e o MP. E a nova lei que trata dos novos partidos, do tempo na TV, do fundo partidário, é no sentido de impedir o surgimento de candidaturas oposicionistas. Dilma não suportará uma campanha polarizada e muito menos com 3 candidatos de oposição e numa situação econômica muito distinta de 2010. Sempre vale lembrar, que o PT votou contra a aprovação da Constituição de 1988. Assinou no último momento a Carta pois queriam não assiná-la. E o dono da orquestra é ele, o réu oculto do mensalão, aquele que tem amizade íntima com a Rose. (Marco Villa) 

STF pode mandar para casa cerca 30 de mil presidiários do semiaberto por falta de vaga - O Supremo Tribunal Federal prepara-se para julgar um caso que expõe o grau de negligência com que o Estado brasileiro gerencia o seu sistema prisional. Milhares de criminosos condenados a cumprir pena de prisão em regime semiaberto podem ser mandados para casa por falta de vagas nos presídios. No ano passado, o déficit de acomodações para esse tipo de prisioneiro era de 24 mil vagas. Estima-se que o número roçará a casa dos 30 mil quando o STF bater o seu martelo. 

É um acinte! Além de roubar beijinhos da presidenta Dilma, na festa de reabertura do Maracanã, o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez, o ex-jogador Ronaldo e o ex-presidente Lula, seus parceiros preferenciais, conseguiram o que queriam: a Caixa Econômica Federal, que já patrocina o clube paulista, vai enterrar R$ 400 milhões públicos para finalizar a obra do Itaquerão, um estádio de propriedade particular. Enquanto Ronaldo entretia a plateia, em campo, os parceiros Sanchez e Lula convenciam Dilma a meter dinheiro do contribuinte no Itaquerão. Envolvendo dinheiro público, o Ministério Público Federal em São Paulo ficou curioso sobre as garantias oferecidas à Caixa. Outro detalhe que os procuradores querem saber: os argumentos utilizados pelo Banco do Brasil para pular fora do esquema. A desembaraço de Andrés Sanchez no Maracanã, anotado em colunas sociais, insinua constrangedora ascendência sobre Dilma e Lula. (Cláudio Humberto) 

Perdido e perto de queda - Ex-braço direito de Ricardo Teixeira durante quase duas décadas na CBF, Marco Antônio Teixeira rompeu o silêncio após dois anos e criticou duramente a gestão Marin na entidade. Em entrevista à ESPN, Marco Antônio diz que o atual presidente da CBF não tem nenhum poder nas decisões da Copa do Mundo e acredita que Marin está em situação pior em comparação à que Teixeira enfrentou até renunciar ao comando da CBF. Quadro de Marin hoje é pior do que à época que Ricardo Teixeira renunciou. Vocês são testemunhas: ele tem acesso zero aos órgãos de governo no Brasil. Tem acesso zero à Fifa. Então, praticamente, pelo que estamos vendo aí, quem está tocando a Copa do Mundo é a Fifa e a presidência da República. O presidente da CBF e do COL está alheio a esse tipo de coisa. É uma situação extremamente difícil, declarou Marco Antônio à ESPN. Romário festeja afastamento de Havelange e pede que José Maria Marin saia da CBF.


• Médicos forçam alimentação de presos em Guantánamo. Autoridades militares dizem que tratamento dado a detentos é seguro, humano, legal e transparente. Prisão americana recebe médicos para lidar com greve de fome. ONU: alimentar à força pessoas em greve de fome nunca é aceitável. 
• Silicone aumenta chance de morte por câncer de mama. Pesquisa canadense sugere que prótese não causa tumor, mas dificulta diagnóstico de câncer de mama em seu estágio inicial. 
• Número de mortos em Bangladesh ultrapassa 400.


• O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou nesta quarta-feira a expulsão da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid), que acusou de continuar conspirando contra seu governo como, segundo disse, fez antes a Embaixada desse país em La Paz. 
• Sindicatos gregos fazem segunda greve geral do ano. 
• Obama diz que analizará opções antes de tomar atitude contra a Síria. 
• Líder do Hezbollah reforça apoio a Assad. 
• Deputados trocam socos no Congresso venezuelano. Oposição e governo se acusam de haver dado início a cenas de agressão.

Nenhum comentário: