6 de mai de 2013

Movimentos de surdina causam espécie...

 photo _aaserahfarsa_zps1b85717e.jpg
• Barbosa vira principal alvo de condenados no mensalão. Quatro réus seguem José Dirceu e pedem outro ministro na condução do caso. Os mensaleiros atacam diariamente o ministro Joaquim Barbosa. Quem o defende? Quase ninguém. A oposição, como de hábito, silencia. (Marco Villa) 
• Caos: 15 bairros do Rio e Baixada estão sem energia e motorista de van morre após queda de árvore durante temporal com forte chuva que teve início durante a madrugada, com rajadas de vento de 93km/h entre 8h15 e 9h15. Na estação de Marambaia, na zona oeste da cidade, foram registradas, às 7h, rajadas de 86 km/h. Mau tempo faz cabo de dados de teleférico do Complexo do Alemão arrebentar. 
• Uma das maiores provas da ineficiência, lentidão e falta de segurança jurídica no Brasil, o caso Varig x Governo, depois de duas décadas tramitando, finalmente, deve ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal, na sessão da próxima quarta-feira. O presidente do STF, Joaquim Barbosa, decide hoje se o processo entra na pauta. Se a empresa aérea (que Lula da Silva deixou falir) conseguir receber os R$ 6 bilhões a que tem direito, pelo menos metade da grana ajudará a tirar da situação de penúria milhares de pensionistas e aposentados do Aerus – também falido fundo de pensão dos empregados de empresas do setor aéreo. Leia
• Crise impulsiona avanço da aviação executiva no Brasil. País já é o segundo maior consumidor e terceiro maior produtor de jatos executivos do mundo. 
• Brasileiros já pagaram mais de R$ 600 bilhões em impostos em 2013. 
• Pelos médicos brasileiros nadinha, né! Dilma assina em junho decreto para contratar médicos estrangeiros para trabalhar no interior do país. Ministério da Saúde ficará responsável pelo pagamento dos salários desses profissionais. 
• Ouvir o Bolero de Ravel é sempre um presente. O desenho animado funciona como uma espécie de concerto didático porque os diversos instrumentos que integram a música de Ravel estão individualizados e você consegue identificar o som/ instrumento que está tocando em cada momento da música!


• Morre menina que foi baleada ao tentar defender o pai em Goiá. Kerolly Alves Lopes, de 11 anos, teve morte encefálica na noite de ontem. 
• A batalha da hora - A MP dos Portos, que deve ir a voto amanhã na Câmara, tem tirado o sono de Dilma. Além de negociar a proposta pessoalmente com os aliados, cobrando-lhes fidelidade, ela exige que o texto não seja retalhado. Na berlinda, a emenda que impede a centralização de terminais portuários em órgãos federais, como quer Eduardo Campos. Mas Dilma não admite perder essa para o aliado-adversário. Se a emenda passar, já que une governadores ciosos de sua autonomia, creio que os governistas vão congelá-la no Senado até que perca a validade. Ou é tudo ou é nada. (Roberto Jefferson
• Governo cobra mais de R$ 2,7 mi de políticos cassados pelo custo de novas eleições. A Advocacia-Geral da União anunciou nesta segunda-feira (6) que irá cobrar mais de R$ 2,7 milhões de prefeitos e vereadores como forma de ressarcir os cofres públicos pelos gastos que causaram à União por ter de realizar novas eleições nos locais onde eles foram cassados. As ações são contra prefeitos e vereadores que perderam seus mandatos depois de serem condenados em crimes como compra de voto e abuso de poder político ou econômico. 
• IR mostra falsa prosperidade, diz especialista - As 26 milhões de declarações de pessoas físicas à Receita Fiscal de 2012 mostram a fome injusta do Leão comendo a média baixa de salários no Brasil, diz a advogada e doutora em Direito Privado Maria de Fátima Guimarães. O recorde de declarações saudado pela Receita prova a ganância arrecadadora: a faixa de isenção de R$1,7 mil não acompanhou a alta da inflação acumulada do IPCA, igualando famílias da classe C às de alta renda: a defasagem na tabela é de 66,44%. Com a correção na tabela, a faixa de isenção passaria para R$2,7 mil, reduzindo a arrecadação sem retorno que enche as burras do governo. (CHumberto) 
• A Corregedoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando a ação de agentes durante operação na caça e morte do traficante Márcio José Sabino Pereira, o Matemático, na noite de 11 de maio de 2012, na favela da Coreia, zona oeste da capital fluminense. Imagens de uma câmera de segurança instalada em um helicóptero da Polícia Civil, exibidas com exclusividade na edição deste domingo (5) do Fantástico da Rede Globo, mostram que os policiais atingiram casas e prédios durante perseguição ao traficante.


• Com problemas semelhantes a Rio e SP, Londres aumenta segurança de ciclistas. Prefeitura investirá R$ 1,2 bi em medidas como redesenhar ruas para acomodar mais ciclovias e via expressa de 24 quilômetros para bicicletas. Londres testa rotatória mais segura para ciclistas. Cartaz com olhos inibe furtos de bicicletas, diz estudo. Buenos Aires incentiva distribuição de bicicletas e vestiários para ciclistas. 
• Julgamento de neonazista põe polícia alemã na berlinda. Corporação passou anos acusando Máfia turca por assassinatos motivados por racismo; Beate Zschaepe, de 38 anos, seria a mais perigosa neonazista do país. 
• Julgamento de garoto que matou pai neonazista a tiros causa debate nos EUA. O garoto de 12 anos de idade matou seu pai, homem de 32 anos, um líder de um grupo neonazista da costa oeste dos Estados Unidos, está sendo julgado a partir desta terça-feira no Estado da Califórnia. 
• Violência pode levar à divisão territorial no Iraque. Analistas dizem que forças que atuam na Síria influenciam crise iraquiana. Coalizão governista vence na maioria das províncias do Iraque.
• Tufão na Itália causa destruição e prejuízos milionários. Tornado de 20 metros de largura atingiu região norte do país, destruiu casas e feriu ao menos 12 pessoas.


• ONU diz não haver conclusão sobre armas químicas na Síria. Uma equipe de investigação das Nações Unidas disse nesta segunda-feira não ter encontrado até o momento provas conclusivas do uso de armas químicas por nenhum dos dois lados do conflito. 
• Morre ex-primeiro-ministro italiano Giulio Andreotti aos 94 anos. O ex-primeiro- ministro italiano Giulio Andreotti, uma das figuras políticas mais proeminentes da Itália no pós-guerra, morreu aos 94 anos. Andreotti foi primeiro-ministro sete vezes entre 1972 e 1992. Ele esteve à frente do Partido Democrata Cristão, que dominou a cena política italiana durante décadas, e sobreviveu a escândalos de corrupção e acusações de ligação com a máfia. Ele iniciou a carreira na Parlamento italiano em 1946, onde manteve assentos por mais de 60 anos até se tornar senador vitalício. Segundo o jornal italiano La Repubblica, Andreotti estava doente há bastante tempo. Ele morreu em casa, em Roma. 
• Vítimas de conflito na Síria relataram à ONU uso de gás sarin por rebeldes. Relatos de vítimas do conflito civil na Síria sugerem que rebeldes teriam usado o gás tóxico sarin, afirmou Carla del Ponte, membro da comissão de inquérito das Nações Unidas sobre violações de direitos humanos na Síria. Em entrevista a um canal de TV suíço, Del Ponte disse que há suspeitas fortes e concretas (do uso de sarin) por causa do tratamento recebido pelas vítimas, mas não provas incontestáveis. Del Ponte, que foi procuradora-geral do Tribunal Penal Internacional para a ex- Iugoslávia, não deu detalhes sobre onde e quando o gás sarin teria sido utilizado. 
• Premiê condena antissemitismo na Hungria. O premiê húngaro Viktor Orban condenou o antissemitismo durante a abertura do Congresso Mundial Judaico em Budapeste. Orban afirmou que o antissemitismo está crescendo na Hungria devido à crise econômica, mas deixou claro que ele é inaceitável. No sábado, o partido húngaro de extrema direita reuniu centenas de pessoas em uma manifestação de caráter antissemita na capital. 
• Sobe para 660 os mortos no desabamento em Bangladesh. 
• Vencedor de Nobel, o bioquímico belga Christian De Duve, premiado com o Nobel de Medicina em 1974 por suas descobertas sobre a estrutura e o funcionamento da célula, morre por eutanásia aos 95 anos, que é legal na Bélgica, informou sua família. 


Dilma Rousseff e Graças Foster iniciam o projeto de privatização da Petrobrás
• Como se não bastassem os leilões de petróleo - o próximo marcado para os dias 14 e 15 de maio pela Agencia Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e que vão entregar 30 bilhões de barris de petróleo - o governo brasileiro e a direção da Petrobrás entregarão os terminais secos da Transpetro (Osbra, Oslapa, Ospar, Tevol). 
• Os 30 bilhões de barris a serem leiloados na 11ª Rodada de Licitações da ANP são equivalentes a duas vezes a reserva provada da Petrobrás, sem o pré-sal, e acima do PIB brasileiro. 
• Os terminais secos são os mais lucrativos no Sistema Petrobrás, provavelmente por serem processos automáticos que utilizam muito pouco a força de trabalho, diferente dos terminais molhados. O Brasil construiu sua malha de dutos durante anos, e com investimentos pesados de dinheiro público no setor. Tais recursos poderiam ter sido investidos em saúde, educação, segurança pública. Esse investimento é parte fundamental na logística de distribuição de derivados de petróleo no país. Vamos privatizar esses dutos para depois pagar para utilizá-los? 
• E mais: tais decisões estão sendo tomadas sem nenhuma discussão e acolhimento de opiniões da sociedade e seus representantes. As privatizações de Fernando Henrique Cardoso, que trouxeram tantos prejuízos aos brasileiros, eram precedidas de todo um arcabouço legal. Talvez por isso, FHC não conseguiu vender nenhuma unidade de negócio da Petrobrás. Graça Foster criou uma gerência que, ironicamente, leva o nome de Novos Negócios, que decide a venda de ativos: campos de petróleo, refinarias, terminais, entre outros. 
• Além de privatizar a Petrobrás, a gestão de Maria das Graças Foster deprecia a companhia: o diretor de Abastecimento da Petrobrás, Sr. José Carlos Cosenza, divulgou, em 15/02/2013, noticia na chamada principal do jornal Valor Econômico (um dos mais importantes do setor econômico), com a seguinte declaração: Petrobrás terá déficit comercial até 2020. Se essa declaração mentirosa fosse feita numa empresa séria da administração pública ou numa empresa privada, o referido diretor seria sumariamente demitido. Mas Cosenza está em sintonia com o governo brasileiro e com a direção da Petrobrás. 
• Essa declaração do Cosenza, com certeza, causou mais prejuízo à Petrobrás do que os recentes vazamentos de óleo dos terminas. Nestes terminais, os operadores envolvidos estão sendo ameaçados de punição pelos prejuízos causados, mesmo o acidente tendo sido uma fatalidade. Agora, qual será a punição para o diretor Cosenza, autor de uma declaração desastrosa à imagem da Petrobrás? 
• A Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e o Sindipetro-RJ enviarão, urgentemente, ofício a respeito da situação dos terminais, com pedido de esclarecimentos. O Departamento Jurídico do Sindipetro-RJ, bem como o da FNP, estudarão a possibilidade de arguir, na Justiça e no Ministério Público, sobre a venda dos terminais e de todos os ativos da Petrobrás através da Gerência de Novos Negócios, bem como responsabilizará o Diretor de Abastecimento da empresa, José Carlos Cosenza, pelos prejuízos causados à imagem da Petrobrás. 
• Nesta sexta-feira (3), a FNP realizará atos nas bases da Transpetro para denunciar as tramoias contra a Petrobrás e os nossos terminais e iniciará discussão para desencadear uma jornada de luta. 
• A Petrobras está de joelhos. Gabrielli, Estrella e FUP acabaram com o dinheiro em propagandas e fantasias, como eu havia dito a vocês da diretoria passada da AEPET, quando prestei contas de minhas denúncias à Ouvidoria. 
• A falta de dinheiro já vem admitida gerencialmente há vários meses, e não adianta mais os sindicalistas fazerem pirraça em boletins vazios de conteúdo. A situação é tão grave que a Petrobras terá que entrar nos leilões de novembro como mera coadjuvante, porque a lei impõe que ele seja sócia ao menos com 30% e é esta a posição que o Lobão já declarou que vai manter. Com esta participação não gera nenhum trabalho produtivo para a Petrobras, a não ser para fazer algum acompanhamento de projeto, ou seja, ver os gringos trabalharem
• É o retrocesso total de todo o desenvolvimento, a duras penas conquistado. Lula e Dilma apostaram suas fichas no Landim, e nem a OGX deu certo. Vai ser a maior internacionalização do Brasil de todos os tempos, e como o custo de extração do pre-sal é muito maior algo que a Bacia de Campos, não vai ter royaltie que dê para tanto governador e prefeitos endividados e ávidos por recursos.


"Sapias, vina liques et spatio brevi spem longam reseces. Dum loquimur, fugerit invida aetas: carpe diem quam minimum credula postero."

Nenhum comentário: