4 de abr de 2013

Governar é criar ministérios e parlar....

 photo _aagovernar_zps1e9e6ec0.jpg
• Poderia ser num tom de realidade, mas o povo culto encara como escárnio a fala da Dilma! Eu queria dizer para vocês, nesta noite, aqui no Ceará, em Fortaleza e nessa escola, o compromisso forte, o compromisso que é um compromisso que eu diria o maior compromisso do meu governo. Porque é que o compromisso com a educação tem que ser o maior compromisso de um governo.

• No Rio, motorista de ônibus e suspeito de agressão são indiciados por homicídio. Ex-mulher diz que motorista de ônibus que caiu no Rio andava agressivo e a socou. Suspeito de provocar acidente no Rio era bom aluno, diz professor da UFRJ, mas consta que já jogou vaso de planta na dona do apartamento onde morava e deixou imóvel destruído. 

• Lei Carolina Dieckmann não irá intimidar cibercriminosos, diz expert. Aqui

• Defesa de acusados de matar extrativista no Pará compara réu a Jesus. Em debate no último dia do júri popular dos acusados de matar o casal de extrativistas José Claudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo da Silva, em maio de 2011, em Nova Ipixuna (a 582 km de Belém), a defesa dos réus acusou madeireiros pelo crime e comparou os acusados a Jesus Cristo. 

• STF monta esquema de segurança para depoimento de Feliciano. Prédio do Supremo será isolado para ouvir deputado em ação na qual é réu por estelionato. Temendo uma repetição das cenas protagonizadas na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, a segurança do Supremo Tribunal Federal decidiu isolar o prédio para o interrogatório do deputado Marco Feliciano (PSC-SP), marcado para esta sexta-feira, em processo no qual ele é réu por estelionato. 

• Dilma prepara nova estatal para cuidar de portos e hidrovias Hidrobrás. O governo pode anunciar ainda em 2013 a criação de mais uma estatal, com a função de cuidar dos portos fluviais, hidrovias e eclusas do país, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. 

• A ligeireza em 1 mês! Patriota garante firmeza do governo para resolver situação de torcedores. O ministro Antonio Patriota (Relações Exteriores) disse hoje que o governo tem sido firme no caso dos 12 torcedores do Corinthians presos na Bolívia. No Senado, Ministro admitiu que corintianos presos ilegalmente na Bolívia correm o risco de morrer; o silêncio do governo petista é escandaloso! Cadê o Lula para falar com o seu querido Evo

• Governo e Anatel farão vista grossa para implantação fake da telefonia 4G, cara e com tecnologia defasada, mas ministro promete 4G para este mês e fim da TV analógica em junho de 2016. Leia

• Governo libera R$ 12 milhões para obras de reconstrução em Angra (RJ). 

• Morte por escorpião expõe isolamento de ribeirinhos. Família de garoto de 13 anos não conseguiu atendimento médico; unidades de saúde em reserva no Pará estão desativadas. Mosquito da dengue criou resistência a repelente, diz pesquisa. 

Reforma Política - O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) provocou nesta quinta-feira parlamentares de outros partidos e até da própria legenda a finalmente colocar em votação no plenário da Câmara temas que compõem a reforma política, como financiamento público de campanha e fim de coligações partidárias. Se aguardar acordo não será votada nem daqui a 10 gerações. Se não votamos, vamos mostrar que concordamos com o sistema atual, afirmou o parlamentar. A última campanha nacional de 2010 custou declarado R$ 4,8 bilhões. O sistema atual de financiamento privado sem teto [de doações] é o paraíso do caixa dois, completou. Sem consenso, reforma política deve ser votada na Câmara na próxima semana. 

• O Rio de Janeiro poderá aplicar uma multa de até 50 milhões de reais à Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), pela contaminação de um terreno em Volta Redonda onde moram mais de 2 mil pessoas, disseram nesta quinta-feira autoridades ambientais do Estado. Segundo o secretário estadual do Meio Ambiente, Carlos Minc, análises químicas apontaram que centenas de moradores da área cedida pela CSN para a construção de moradias estão expostos a substâncias perigosas. As análises indicam que um grande volume de lixo químico da CSN, como a substância cancerígena ascarel, foi enterrado no local. Esse é um dos piores crimes ambientais ocorridos aqui no Rio de Janeiro, disse Minc a jornalistas. 

• O ministro das Relações Exteriores Antonio Patriota disse estar confiante que ocorrerão avanços no estabelecimento de um acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul - que está em processo de negociação há mais de 10 anos - ainda nesse ano. 

• STJ nega novamente prisão domiciliar a ex-juiz Lalau.



• Países em desenvolvimento reúnem maior número de domésticas, diz OIT. Desemprego e baixa qualificação de mulheres em nações pobres podem explicar aumento de trabalhadores domésticos, que chegou a 53 milhões em 2010. OIT diz que Brasil dá exemplo ao mundo com legislação para domésticas. Nova lei cria dilemas e expectativa para domésticas. 

• Coreia do Norte desloca míssil para costa leste, afirma Coreia do Sul. Seul desmente ultimato para saída do complexo industrial de Kaesong. Grupo Anonymous hackeia contas de Twitter e Flickr da Coreia do Norte. 

• Economia da Alemanha fica próxima à estagnação. A economia da Alemanha ficou perto no mês passado, enquanto a França registrou sua maior contração por quatro anos seguidos, de acordo com uma pesquisa. 

• BC do Japão busca meta de inflação de 2% ao ano. O Banco do Japão anunciou medidas para tentar expandir drasticamente a base monetária do país e, com isso, procurar estimular novamente o crescimento da terceira maior economia global.

 

• Rússia condena ameaças da Coreia do Norte. Ela condenou a Coreia do Norte pela ameaça de ataques nucleares contra os Estados Unidos. Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo acusou Pyongyang de desprezo inaceitável pelas resoluções da ONU e alertou que a decisão complicaria as chances de dar prosseguimento às negociações internacionais para diminuir as tensões. 

• Ex-ciclista Lance Armstrong anuncia volta como nadador. O ciclista americano que recentemente teve seus sete títulos do Tour de France anulados, anunciou que voltará a competir como nadador. Armstrong, de 41 anos, começou a participar dos campeonatos de natação Masters South Central Zone, no Texas, no último fim de semana. Os campeonatos texanos não estão sujeitos aos regulamentos do país nem da Agência Mundial Antidoping. Armstrong perdeu todos os seus títulos após admitir a veracidade das acusações de doping feitas contra ele no ano passado. Ele irá competir em provas de nado livre de 400m, 900m e 1.500 no evento, que acontece em Austin, sua cidade natal. 

• Argentina busca desaparecidos após recorde de chuvas. Enchentes em Buenos Aires e La Plata deixaram pelo menos 55 mortos. Argentina resgata ilhados pelas chuvas em Buenos Aires e La Plata. 

Um filme 
• Esse curta metragem, filmado em Portugal, ganhou prêmio recentemente. 
• Sem uma única palavra, mas, palavras pra que, quando as emoções falam mais alto?


Ações de governo a corrigir deficiências de infraestrutura

Falta lucidez nas prioridades do investimento público, afirmou o senador Pedro Taques (PDT-MT) da tribuna do Senado, ontem, em discurso cobrando do governo federal solução para os problemas de infraestrutura do Brasil. Embora tenha uma das melhores e mais baratas safras de grãos do mundo, Mato Grosso é prejudicado pela falência dos sistemas de transporte e armazenagem do país, lamenta o parlamentar. 

Não conseguimos entregar o produto que precisamos vender. O produto é barato, mas o transporte é caro. De acordo com estimativas publicadas pelo jornal O Estado de S. Paulo, nosso frete sai por US$ 100 por tonelada transportada. Concorrentes como Argentina, Canadá e Austrália o fazem por US$ 25. Só em 2010, o Mato Grosso cultivou 43 milhões de toneladas, entre milho, cana, soja e arroz. Mas ainda dependemos de transportar tudo isso de caminhão, disse o senador. 

• Para Pedro Taques, o problema está da porteira para fora da fazenda. Ele lembrou que tem feito sucessivos protestos contra as péssimas condições das principais vias de transporte no Estado, a BR-163 e a BR-364. A precariedade das estradas, conforme observou, aumenta o custo do transporte, atrasa o cumprimento das entregas e rouba vidas em acidentes que teriam que ser evitados

• Em seu discurso, o senador afirmou ainda que, além das estradas, os armazéns e os portos também são gargalos a serem enfrentados.

Sem silos para armazenar a produção a custo baixo, o produtor fica nas mãos do mercado comprador na data da colheita, sem possibilidade de negociar preços melhores e distribuir as suas vendas ao longo do ano. Só ganham com isso os cartéis agroindustriais. Os portos estão também em colapso, sem conseguir processar o volume de carga que chega neles. Resultado: filas de caminhões a perder de vista nas estradas que dão nos portos, relatou. 

• Além disso, Pedro Taques questionou escolhas feitas pelo governo federal, no que diz respeito a grandes obras de infraestrutura. Citou como exemplo o investimento de R$ 47 bilhões no trem-bala entre o Rio de Janeiro e Campinas que recebeu sinal positivo para início das obras; enquanto a Ferrovia de Integração Centro-Oeste (FICO) ainda carece de recursos na ordem de R$ 4 bilhões. 

Eu tenho estado nesta tribuna várias vezes denunciando irregularidades nas obras e na regulação, propondo novos marcos legais e combatendo os jeitinhos, exigindo que as prioridades sejam coerentes com a realidade do país. O trabalhador do Mato Grosso e das outras regiões, aquele que gera os recursos e as riquezas que garantem a nossa economia, não tem mais paciência com esse descalabro. O governo precisa fazer também a sua parte, finalizou. (Pedro Taques, senador)


Se alguém lhe fechar a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas. Lembre-se da sabedoria da água: a água nunca discute com seus obstáculos, mas os contorna.

Nenhum comentário: