17 de mar de 2013

Escravo, alienado ou eterno?

 photo _aasalvaccedilatildeonoceu_zps0f4196e5.jpg
• Hoje como ontem e permita não seja no futuro, povos passem a entender o que pensam, se comportam, raciocinar ao quem ouvem ou seguem, pois a morte é inevitável seja vendo, ouvindo ou seguindo.
• Acreditar em algo positivo e verdadeiro cabe a cada um decidir, escolher no sentimento puro e orando só e para Ele.
• Pessoas pobres, sofredoras de que os maus se aproveitam, levam de maneira irremediável a locais utópicos em vida e, a partir de seu desenlace, a verdade, nua e crua, surgirá: sorrirás ou sofrerás.
• A decisão é sua! Não seja instrumento de quem quer que seja, a não ser de seu sentimento e Dele!
• Os maus e aproveitadores se locupletam das dores, hipnotizam, alienam e os arrastam a propósitos deles, não os seus.
• Pensa em quanto desperdiças do seu tempo, preces nas trocas de dinheiros,  reuniões que não representam a Verdadeira Igreja.
• Quem fores, para e pensa, observe o desmembrar de ensinamentos de livros ou passagens - a bel-prazer - de modo a satisfazer, talvez, objetivos escusos.
• Não permita que sua mente seja invadida e se torne uma peça caindo em tentações ou adorações por milagres, pois só você terá o seu cálice a beber. (AA)










Nenhum comentário: